CONFRONTO DE GIGANTES

Quando Brasil Rússia estão em quadra no vôlei, é sinônimo de um grande jogo, afinal, trata-se das duas melhores seleçoes do ranking da FIVB( Federação Internacional de Voleibol), o Brasil lidera com 220 pontos e a Rússia vem em seguida com 170 ptos.

Por isso o confronto era visto como o jogo chave da competição. A equipe do técnico Bernardinho entrou determinada em sacar muito bem e pontuar no contra- ataque para evitar que a equipe do jogador Maxim Mikhaylov complicasse o jogo brasileiro. Resultado: 3 sets a 0 ( 25 X 16, 25 X 19 e 25 x22) e  a melhor apresentação brasileira na Copa do Mundo de Volei.

O JOGO:

1 SET:

A Seleção brasileira começou muito bem no jogo, com uma boa recepção o Brasil já começou abrindo vantagem de 2 pontos. Na primeira parada técnica o placar marcava BRA 8 x 6,  na volta , a seleção cometeu erros e assim permitiu o empate russo. As seleções continuaram trocando pontos, a partir do décimo quinto ponto com um erro no contra- ataque da Rússia e em seguida com um bloqueio, o Brasil chegou na segunda parada técnica com 3 pontos de vantagem, 16 X13.

Com ótimas defesas e contando com ajuda de erros de ataques da Rússia( ao todo foram 11 erros russos, contra somente 3 brasileiros), a sel.brasileira foi abrindo no placar. Contando com ótimos saques do Central Lucão o Brasil fechou o 1 set: 25 X 16

2 SET:

A Rússia cmeçou melhor, com 2 pontos de bloqueio em cima do Giba e chegou na primeira  parada tecnica na frente:  8 X 7. O técnico russo substtuiu o gigante Dmitryi Muserskiy (2,18 m) que ainda não havia pontuado no jogo . Mas na volta da parada técnica obrigatória, Brasil retomou a liderança do placar e com uma linda defesa do líbero Serginho  o Brasil fez 11X 9.

Tetyukhin e Mikhaylov, melhores jogadores russos estavam jogando bem abaixo do que costumam jogar,  do outro lado o Brasil continuava jogando com todos os fundamentos muito bem. Bernardinho fez a inversão colocando Bruninho e Theo no jogo no lugar de Vissotto e Marlon.  A Rússia ameaçou complicar o jogo no final do set, mas o técnico brasileiro parou o jogo quebrando a sequência russa. Em seguida, foi só administrar a vantagem e com dois bloqueios seguidos( Lucão e depois com Giba), a seleção fechou o segundo set: 25 X 19 e abriu 2 sets a 0.

3 set:

As estatísticas no jogo mostravam no início do terceiro set apenas 7 erros brasileiros no jogo contra 21 do time russo. Mas  foi a Rússia que começou o set melhor com 2 aces de Tetyukhin. Na primeira parada técnica, Rússia na frente: 8 X 7.

Com um ace de Lucão o Brasil virou o placar 10 X 9, com uma sequência de excelentes saques , desta vez do ponteiro Murilo, o Brasil abriu 14 X 11  e com um lindo ataque do Vissotto, 15 X 12 pro Brasil. Na segunda parada técnica: 16 X 12.

O time russo com bloqueios e contra-ataque encostou no placar 18 X 16, mas com dois erros da Rússia a seleção voltou a ter uma folga nomarcador. Novamente com a inversão, a  equipe brasileira atuou muito bem, Bruninho fez ótimas jogadas com Giba, Murilo e Theo.    Com uma atuação impecável, Giba fez o último ponto da partida, 25 X 22, 3 sets a 0 no jogo e fim da invencibilidade da Rússia. O líbero Serginho foi eleito o melhor em quadra.


O próximo confronto do Brasil será contra a China, às 4h, GLOBO e SPORT irão transmitir.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s