NO SUFOCO MAS NO FIM DEU A LÓGICA…

Seleção ouve atenta o técnico Bernardinho na vitória sobre a China por 3 sets a 1. Fonte: FIVB

Ao contrário da tradicional equipe de  voleibol feminino, a seleção masculina da China  sem muita tradição na modalidade resolveu complicar a vida da seleção brasileira. A equipe chinesa que ainda nao tinha vencido sets, venceu o seus primeiros sets no jogo contra o Brasil, levou o jogo ao tie-break, porém, na hora decisiva deu a lógica;  vitória brasileira por 3 sets a 2 ,(23 X 25, 25  X10, 25X 18 , 19 X25 e 15X  ). Contra o time asiático,  Bernardinho escalou um time diferente em relação ao que ganhou do time da Rússia no jogo anterior.  Os jogadores que começaram  a partida foram: Bruno, Theo, Gustavo( primeiro jogo em que o experiente central  foi relacionado nessa Copa do Mundo de Volei), João Paulo Bravo, Murilo, Rodrigão e o líbero Serginho.

O JOGO

1 set:

Como é o forte das equipes asiáticas, a China começou defendendo muito bem e virando nos contra-ataques, na primeira parada obrigatória, 8 X 7 para o adversário. Com um bloqueio simples em cima do ponteiro passador João Paulo Bravo o time chinês abriu três pontos de vantagem: 12 X 9.  Bernardinho promoveu a inversão do 5X 1, saíram Murilo e Bruninho, entraram Marlon e Wallace. Mas no segundo tempo técnico, 16 X 11 para os chineses. O time brasleiro encostou no placar contando com pontos de contra-ataque o que acabou provocando o pedido de tempo do técnico chinês, 18 X 16.  Decididos a não entregar o set no fim, a seleção chinesa atuava muito bem, com belas combinações de  jogadas rápidas de meio de rede ( jogada típica brasileira), defesas e ataques eficientes, a China surpreendentemente venceu o Brasil: 25 X 23.

China surpreendentemente vence o 1º set: 25 X 23

    2 set:

Disposto a espantar a zebra a  equipe       brasileira voltou muito mais concentrada no  jogo, com 3 X 0 no placar, o técnco chinês foi obrigado a parar o jogo logo no início do set. Sacando e  bloqueando melhor e contando com bons ataques dos principais atacantes, a vantagem era de 6 pontos no primeiro tempo técnico: 8 X2. A China continuava dependente do principal atacante P. Chen e em um bloqueio simples do jogador em cima do Murilo a equipe chinesa tentava uma reação no placar, 11 X 7. Na segunda parada técnica, 16 X 7 para o Brasil, João Paulo Bravo foi o destaque da seleção no set.  Com uma postura  bem mais confiante, contra-atacando e sacando bem a equipe brasileira atropelou a chinesa :25 X 10 . 

Ataque de Ping Chen, melhor jogador chinês ( FIVB)

3 set:

O início de set mais equilibrado, as duas equipes ficaram trocando pontos.  No primeiro tempo técnico: 8 X 7 para o Brasil.  A seleção foi abrindo no placar e a vantagem era de quatro pontos no segundo tempo técnico,16 X 12. E com um ace, a equipe brasileira  sem sustos fechou o set , 25 X 18.

4 set:

Na frente do placar ( 2 sets a 1, de virada), a equipe brasileira entrou determinada a fechar o jogo no 4º set e assim evitar o tie-break. Após um lindo ataque do ponteiro passador Murilo e um ponto de vantagem, a seleção foi à frente no tempo técnico.

Porém a China queria ganhar  mais um set sobre o Brasil e assim conquistar seu primeiro ponto na competição. Na segunda parada técnica, 16 X 12 para os chineses. Com uma bela vantagem chinesa, Bernardinho promoveu a entrada do central Lucão em busca de um bloqueio para diminuir o placar em relação ao time chinês. Mas  a troca de centrais não foi eficiente, com uma atuação inconstante do Brasil, a China veneu o set por 25 X 19, levando o jogo ao quinto e decisivo set.

 5 set:

A seleção entrou no set decisivo com alterações: Lucão e Wallace começaram como titular nos lugares de Gustavo e Theo. Com um ótimo volume de jogo a seleção foi com uma folga no placar na troca de lado de quadra, 8 X 3.

O oposto Wallace entrou atacando e sacando muito bem  e foi determinante para a boa atuação da equipe brasileira no último set. E com um bloqueio simples de Lucão( que também entrou no último set) , o Brasil fechou o jogo: 15 X 8.

Com o jogo de 5 sets diante da China, a seleção perde a liderança da competição . Agora a seleção mudará novamente de sede para a disputa da terceira fase da competição. Após passar por Kagoshima, o Brasil deixa Kumamoto e segue rumo a Humamatsu. O primeiro confronto será um clássico sul-americano, Brasil X Argentina, madrugada de sábado para domingo, 4h da manhã. SPORTV, GLOBO e ESPORTE INTERATIVO transmitem a partida.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s