SEMIFINAL SUPERLIGA MASCULINA- No terceiro jogo Volei Futuro garante vaga na decisão

   

     Uma sexta feira 13 que vai ficar marcada( de forma diferente) para  Volei Futuro  e RJX. As duas equipes que buscavam uma vaga na final da Superliga se enfrentaram nessa noite de sexta no 3 jogo da semifinal, melhor para a equipe paulista que agora enfrenta o Sada/Cruzeiro na final.

O JOGO:

Impulsionado por Michael,destaque do 1 set, o  Volei Futuro começou o jogo de forma arrasadora, não dando chances para a equipe carioca. Com bons saques dos centrais Michael e Vini o time de ARAÇATUBA logo abriu uma ampla vantgem obrigando ao técico Marcos Miranda parar o jogo logo no início quando o placar mostrava 5 x 2  para o time da casa.

O VF  mantinha a folga no placar e na segunda parada técnica o placar era 16 x 9. Na volta do set, Michael aplicou mais um ace( terceiro dele no set)  provocando uma nova parada técnica da equipe carioca.

O time do RJX  sofreu alterações, Sens, Guilherme e Da Silva entraram no lugar de Chupita, Théo e Marlon, o time conseguiu melhorar no set mas não foi o suficiente. Vitória tranquila do Volei Futuro em 26 minutos  por 25 x 18.

No segundo set  o RJX entrou com uma postura diferente e logo abriu uma vantagem de 3 pontos, 3 x 0 mas o Volei Futuro foi buscar o placar, empatando o jogo em 5 X 5. Na primeira parada técnica 8 x 7  para a equipe do RJX. O jogo se manteve equilibrado mas no tempo técnico obrigatório o time de Araçatuba abriu 2 pontos, 16 x 14. 

A equipe carioca muito apática no jogo e Da Silva (oposto da  equipe carioca) não conseguindo virar suas bolas  contribuiu para a equipe paulista ampliar o placar 19 X 15 .O técnico do RJX parou o jogo para tentar acertar e acordar sua equipe, o time carioca até buscou uma reação mas embalados pela torcida o  Volei Futuro fechou  também o 2º set: 25 x 22, em 31 minutos.

O SET DA EMOÇÃO…

O 3º set  que podia decidir o confronto começou de forma confusa, sob pressão a equipe do RJX não soube controlar o emocional , Marlon  e Riad discutiram. Marcão parou o jogo para acalmar os ânimos dos seus jogadores mas não funcionou, Riad foi substituido e não quis nem ficar no banco, indo para o vestiário. A confusão desestabilizou mais a equipe carioca, no primeiro tempo obrigatório o placar era 8 X 5 para o Volei Futuro.

O experiente Dante  chamou a responsabilidade e disposto a incendiar a partida comandou a reação do RJX. Riad voltou e se juntou aos companheiros de time no banco mas Michael, novamente no saque impediu a reação da equipe carioca. As equipes se igualaram no placar, no segundo tempo técnico obrigatório o placar era 16 x 15 pro VF.

Vini, central do time de Araçatuba foi para o saque e com uma boa sequência abriu vantagm no placar, 18 X 15 mas dispostos a lutar até o fim o RJX igualou o marcador: 18 x 18. Novamente no saque( melhor fundamento da equipe paulista no jogo) dessa vez com Lorena, o time de Araçatuba abriu 2 pontos mas com o bloqueio o RJX foi buscar. Com o placar  igual, 22 x 22 as duas equipes mostravam nervosismo, 24 x 24. 

O jogo seguiu com as duas equipes tendo oportunidades de fechar. De um lado o bloqueio do RJX do outro os saques poderosos do Volei Futuro, no placar 28 X 28. Depois de 43 minutos, RJX consegue fechar o set, 31 x 29.

O 4º set foi o que  mais começou equilibrado no confronto e o momento de perder a cabeça ficou por conta do time da casa, Ricardinho não gostou de uma comemoração do central Lucão e  se exaltou, juiz advertiu o levantador e capitão do time de Araçatuba.

O Volei Futuro não estava afim de levar o jogo para o 5º e último set. O cubano Camejo comandou a equipe que logo abriu 14 X 9 no placar. Depois de um bloqueio simples do Dentinho o time da casa tinha 16 X 11 no marcador.  O bloqueio do VF tocou em todos os ataques da equipe do RJX, a equipe já tinha marcado 15 pontos nesse fundamento e sete pontos de vantagem. Com tudo dando certo para a equipe paulista

ANÁLISE:

Volei Fututo veio com uma tática certa; forçar o saque para impedir o passe e evitar que Marlon fizesse as bolas de primeiro tempo. Vini e Michael com saques forçados e que muitas vezes no jogo se transformaram em ACE foram fundamentais nessa bela vitória do time de Araçatuba.

O RJX pecou muito, o lado emocional falhou na hora crucial o que prejudicou e muito a equipe carioca.

A final está formada SADA/ CRUZEIRO x VOLEI FUTURO ( primeiro e segundo colocados respectivamente na fase de classificação da Superliga 2011/2012 ) vão em busca do título. Certo desse confronto mesmo só que teremos um vencedor inédito…

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s