FINAL SUPERLIGA- SADA/CRUZEIRO SE CONSAGRA CAMPEÃO

 Depois de conquistar o vice no campeonato no ano passado a equipe do Sada/ Cruzeiro conquistou o título da Superliga nessa temporada. A equipe mineira venceu de virada a equipe do Volei Futuro por 3 sets a 1 . Parciais de 24-26, 25-18, 25-13 e 25-19, o jogo foi disputado em São Bernardo do Campo – São Paulo.

 O jogo:

A equipe do Cruzeiro começou melhor na partida. O bloqueio funcionava bem e logo  abriu 3 X 0 mas o Volei Futuro empatou a partida. Com as duas equipes dispostas a dar o  melhor e ânimos a flor da pele houve um princípio de confusão em quadra que começou após o ponteiro cubano do time paulista Camejo comemorar de frente o ponto. Os jogadores do time mineiro não gostaram. Para evitar maiores confusões o  o árbitro aplicou cartão amarelo para o ponteiro Maurício ( do Sada/Cruzeiro) e para Camejo e Lorena do Volei Futuro. No primeiro tempo técnico a equipe mineira liderava por 8 X 6. O Cruzeiro era melhor na partida, forçando o saque e pontuando nos contra-ataques, o placar na segunda parada técnica era 16 x 12. O Volei Futuro foi atrás do resultado e empatou em 17 x 17. Jogando melhor o time do técnico Cézar Douglas passou na frente do marcador, Marcelo Mendez, técnico do Sada pediu tempo quando o placar era 21 X 19 para o time adversário. O final de set teve muito equilíbrio, porém, Lorena fez um ponto de contra ataque e fechou o set 26 x 24 Volei Futuro.

Igual ao primeiro set, a equipe do Sada abriu 3 x 0 no placar, vantagem que se estendeu até o primeiro tempo técnico: 8 x 5. Maurício teve uma ótima passagem pelo saque, com um bom passe e um ataque eficiente a equipe mineira a abrir distância no placar, 16 x 10. Com uma boa margem no set a equipe não deu chances para uma reação da equipe paulista, fim do 2 ° set: 25 x 18 e 1 set a 1.

Lorena, oposto do Volei Futuro sofreu uma contusão e precisou ser substituído.

Com moral após vencer bem o 2° set o Cruzeiro  jogou melhor, o ponteiro Filipe que não vinha pontuando no ataque começou a virar as bolas e aumentou o poder ofensivo da equipe mineira. O oposto Lorena, do Volei Futuro sofreu uma lesão e foi substituído por Leozão . Porém, a equipe do Sada seguia jogando muito bem e na segunda parada  vencia por 16 x 7. Assim foi só questão de tempo a equipe fechar o 3° set, 25 x 13 e virar a partida para 2 sets a 1. 

O Volei Futuro começou melhor o 4° set, era ganhar ou perder a grande final. Na primeira parada técnica o time paulista tinha 8 x 6 no placar. A equipe do Cruzeiro não estava querendo levar a partida para o set desempate  e  virou o jogo 10 x 9. Quando o placar era 14 x 13 para o Sada , o oposto Lorena voltou para a quadra.  As equipes trocavam pontos mas no fim do set a equipe mineira abriu 3 pontos: 20 X 17.   Na frente, o Sada precisou administrar o placar. E quando  o ponteiro do time mineiro Filipe foi para o saque no match point, deu um beijo carinhoso na bola e sacou.Resultado: ACE e fechou o set, 25 X 19 , o jogo por 3 sets a 1.Consagrando o SADA/ CRUZEIRO o grande campeão da edição 2011/2012 da Superliga.

Análise:

Depois de uma Superliga muito equilibrada nada mais justo que a equipe  que fez a melhor campanha na 1ª fase ( turno e returno) se sair a grande vencedora. O time mineiro que “bateu na porta” ano passado e conquistou o vice campeonato brasileiro manteve a base da equipe e foi recompensado nessa temporada.  William, o  levantador da equipe mostrou o porque do seu apelido “el mago” e foi o grande maestro da equipe.  Wallace, o “cubano-brasileiro” mostrou mais uma vez que merece continuar a ser convocado para a seleção do técnico  Bernardinho, um oposto jovem mas que sabe lidar com a pressão. o experiente Filipe foi fundamental na recepção e na garra. Douglas Cordeiro e seu ataque de meio  foram uma das maiores e mais eficientes armas do ataque celeste ao longo da competição. Acácio, o outro central  mais discreto( se é que aquele cavanhaque passa despercebido) foi outra peça fundamental, com bloqueios importantes em horas decisivas. O líbero Serginho jogou sua 9ª ( nona) final da Superliga e sua experiência, passe e recepção deram ao líbero o título de melhor passe na competição. Maurício, que enfrentou sérios problemas no início da temporada deu a volta por cima e na final chamou a responsabilidade para si e foi ( na minha opinião) o melhor em quadra na final.

Não posso esquecer de Daniel e Sanchez ( levantador e oposto) que sempre entravam na inversão de 5: 1 e contribuíram para muitos pontos da equipe mineira. Além dos outros jogadores: Alemão, Lucão, Lucas Loh, Rogério,Kachel, Hugo e Rafael  e toda a comissão técnica, representada pelo técnico Marcelo Mendez.

Parabéns, Sada/Cruzeiro,  grande campeão da Superliga 2011, 2012!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s