Em jogo disputado, Minas derrota a UFJF e está na final do Campeonato MIneiro

As equipes do Vivo/Minas e UFJF,  se enfrentaram na Arena Juscelino Kubitschek, em Belo Horizonte, neste sábado( 15), em jogo válido pela semifinal do campeonato mineiro de volei.  De um lado, a tradicional equipe do Minas Tênis Clube buscava mais uma final de campeonato.Do outro, a juventude  da equipe da Universidade Federal de Juiz de Fora que buscava um resultado inédito.

A UFJF bem que lutou( perdia por dois sets a zero e empatou a partida), mas em um jogo equilibrado e  decidido  nos detalhes( tie-break), a  vitória foi da  experiente equipe de Belo Horizonte. Parciais de  25x 17, 25x 12, 13x 25, 21x 25 e 15 x 11. 

ESCALAÇÃO:

A equipe da UFJF entrou em quadra com:  Clinty e Japa,(ponteiros), Aureliano e  Robinho (centrais), Gelinski  levantador), Wanderson( oposto) e  Fábio Paes( líbero), na equipe do Minas, o desfalque era o oposto tcheco, Filip Rejlek ( que se recupera de uma lesão). Jogaram: Lucarelli e o argentino Rodrigo Quiroga( ponteiros), Michel( oposto), Henrique e Otávio( centrais), Marcelinho (levantador) e Víctor  (líbero)

O JOGO:

O jogo começou equilibrado, com as duas equipes trocando pontos. Com um bloqueio em cima do ponteiro Quiroga, a equipe da UFJF conseguiu abrir vantagem no placar, e com um erro de ataque do Minas, a equipe visitante chegou no primeiro tempo técnico com três pontos na frente: 8 x 5. A equipe da casa voltou mais ligada no jogo, empatou a partida em 12 x 12. E passou no marcador levando a vantagem para a segunda parada técnica obrigatória: 16 x 15. A equipe do Minas abriu três pontos em erros da equipe da UFJF, 19 x 16, fazendo com que o técnico Maurício Bara pedisse um tempo para tentar “acordar” seu time. Porém, com margem no placar, o Minas administrava o set com bons saques e uma ótima leitura de bloqueio. A UFJF, parecia nervosa  na partida e cometia erros. Final do set 25 x 17 para o Minas.

No segundo set, o jovem ponteiro minastenista Lucarelli começou sendo muito acionado( três vezes consecutivas) com eficiência , o jogador contribuiu para seu time logo se impor no placar. O técnico da UFJF, parou o jogo e promoveu mudanças em sua equipe. Tirou Clinty e colocou Hugo para tentar melhorar a recepção da equipe. Porém,  no primeiro tempo técnico, o placar era de 8 x 2 para o Minas. Errando muito e parecendo perdida em quadra, Bara promoveu outras mudanças, tirou Wanderson e Gelinski e colocou Ricardinho e Luan, promovendo a famosa inversão do 5X 1. Mas a equipe da capital em um set quase perfeito, não errava e não dava chances para a reação do adversário. Com 10 pontos de vantagem na segunda parada ténica 16 x 6, a equipe fechou sem dificuldades o set por 25 x 12.

A equipe de Juiz de Fora começou o set com três mudanças: Luan,Juninho e Lucão entraram no lugar de Wanderson,  Japa e Aureliano, respectivamente. Sem nada a perder, a equipe da UFJF começou mais agressiva, Juninho e Luan ajudaram a equipe a abrir quatro pontos de vantagem: 8 x 4.  A equipe de Belo Horizonte pareceu sentir a pressão,o técnico Horácio Dileo parou o jogo quando o placar era de 12 x 5 para o adversário. Sacando com eficiência e jogando a pressão para a equipe do Minas, a equipe de Juiz de Fora mantve a boa vantagem 19 x 11 e decidida a levar o jogo para o quarto set,fechou o terceiro em 25 x 13.

O quarto set começou com um forte ataque do Luan que explodiu no jogador argentino Quiroga. O set se manteve equilibrado até o ponteiro Quiroga pontuar duas vezes seguidas e o Minas marcar 8 x 6. NA volta do tempo técnico a UFJF voltou mais agressiva no saque, o que proporcionou contra-ataques e assim, a equipe passou na frente do marcador: 14 x 12. A equipe da casa foi buscar, o técnico da UFJF Maurício Bara pediu tempo para quebrar a reação do Minas. Na segunda parada técnia: 16 x 15 UFJF. O set seguiu equilibrado 19 x 19. Samuel, ponteiro do Minas, fez um lindo ponto de bloqueio e sua equipe voltou a liderar o placar: 21 x 20. Com um excelente saque de Luan , a bola veio de “graça” e a UFJF virou a partida, 22x 21. Com um erro de ataque da equip de BH, a UFJF abriu dois pontos no fim do set: 23x 21. O técnico Horácio pediu tempo para tentar arrumar sua equipe, mas na volta do jogo, Luan fez um ponto de saque e no contra ataque a UFJF fechou o  set, 25 x 21 e empatou a partida em dois sets a dois.

Embalada com a reação no jogo, a equipe da UFJF começou melhor o tie-break, 3 x 1. Porém, a equipe do Minas não estava afim de se entregar no jogo e logo reagiu e passou no placar:  5 x 4. Na troca de lado, o levantador da UFJF, Danilo Gelinski levou uma bolada no olho e  saiu para a entrada do levantador Ricardinho. A equipe minastenista seguia firme no set e com uma sequência de  ataque de Quiroga ,um bloqueio do central Henrique e um erro de ataque do adversário, foi com vantagem de três pontos na virada do set, 8 x5. A equipe de Juiz de Fora sentiu a pressão de jogar atrás no marcador  e cometeu muitos erros, assim, o Minas abriu cinco pontos de frente nos momentos decisivos:12 x 7. Lucarelli fez um ponto de bloqueio simples e decretou o match- point : 14 x9 . A UFJF até buscou uma reação, mas já não dava tempo.Com um ponto de ataque de Quiroga, a equipe do Minas Tênis Club fechou o jogo por 15x 11 e 3 sets a 2.

 

Agora o Minas espera o adversário da final que sairá do confronto de amanhã entre Sada/Cruzeiro x Uberlândia. Já a equipe da UFJF fará uma pausa e retornará aos treinos no dia 25 de Setembro.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s