SUPERLIGA 2012/2013 – Em duelo de três horas, Sesi vence UFJF no tie-break

por Lucilia Bortone

A Arena UFJF ferveu. UFJF, Sesi-SP e os mil torcedores que lotaram o ginásio da Faefid ontem mostraram por que o voleibol é emocionante. A Federal não se intimidou diante dos adversários e vendeu caro a derrota por 3×2 (25×21,21×25,25×22,21×25,16×18). O oposto Lorena (Sesi) e os ponteiros Japa (UFJF) e Murilo (Sesi) marcaram 17 pontos e foram os maiores pontuadores da partida. Murilo (Sesi) ainda foi eleito o melhor jogador da partida e recebeu o troféu Viva Vôlei.

O jogo

1º set

O primeiro set começou equilibrado e a UFJF chegou à primeira parada técnica com um ponto a mais que os adversários. Em um ace do central Sidão, o Sesi passou à frente (9×10). A vantagem não durou muito. Depois de uma sequencia de erros, o Sesi viu os donos da casa abrirem vantagem de três pontos no bloqueio do central Robinho em cima do oposto Lorena. O Sesi voltou a encostar e diminuiu a vantagem da UFJF. Porém, os juiz-foranos conseguiram abrir vantagem novamente. O central Lucão deu à Federal o primeiro set point (24×20), mas foi num erro de saque de Lorena que os mineiros fecharam o primeiro set em 25×21.

2º set

No segundo set, a Federal começou errando e o Sesi logo abriu 3×0. Mas os visitantes voltaram a cometer erros e viram a UFJF empatar a partida em 6×6 num erro de Murilo no ataque de meio-fundo. Depois da parada técnica, o Sesi voltou mais atento, conseguiu bloquear os ataques da Federal e obrigou o técnico da UFJF, Maurício Bara, a pedir tempo quando o placar marcava 8×11. Mesmo com um cartão amarelo contra, o Sesi seguiu na ponta até fechar o set em 21×25.

3º set

O central Lucão (UFJF) e o central Tiago Barth (Sesi) travaram um duelo na rede logo no início do set.  Lucão bloqueou o central adversário, mas no ponto seguinte foi bloqueado por ele. Na desatenção da defesa do Sesi, a UFJF aproveitou e marcou 7×3. Mais uma vez o Sesi encostou, mas num bloqueio de Gelinski e Lucão pra cima de Ary, a Federal marcou 16×12. Depois de um longo rally, Murilo foi reclamar com a arbitragem e Giovane pediu tempo com o placar em 21×17. A parada aqueceu os ânimos dos jogadores do Sesi que diminuíram a vantagem da Federal. Ainda assim, a UFJF fechou o set numa bola de segunda de Gelinski (25×22).

4º set

O Sesi voltou com mudanças: saíram Ary e Tiago Barth, e entraram Cléber e Éder. Assim como no segundo set, o Sesi abriu vantagem, mas a Federal se recuperou. Depois de uma reclamação, o técnico Giovane Gávio recebeu cartão amarelo. No mesmo lance, após dar um soco na proteção da cadeira do 1º árbitro, o capitão Murilo também recebeu cartão amarelo e a partida ficou empatada em 13×13. O Sesi voltou a liderar o placar e manteve a vantagem, fechando o set em 21×25 num ataque de Lorena na saída de rede.

5º set

O equilíbrio entre as equipes se manteve no tie-break. Na troca de lado, o placar marcava 8×7 para a UFJF. O Sesi teve o primeiro match point em 13×14, mas a UFJF conseguiu inverter a vantagem para 15×14. O Sesi virou mais uma vez e levou o set por 16×18.

UFJF: Gelinski, Robinho, Lucão, Hugo, Luan, Japa e Fábio Paes (líbero). Entraram: Ricardinho, Wanderson, Clinty e Juninho.

Sesi-SP: Lorena, Murilo, Sidão, Ary, Tiago Barth, Thiaguinho e Serginho (líbero). Entraram: Cleber, Leo Mineiro, Everaldo, Mão e Éder.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s