SUPERLIGA 2012/2013- A final que eu vi

por Luara Herédia

rjx final

                      Todo mundo já sabe o resultado da final da Superliga Masculina. Vitória de virada do RJX  para cima do SADA/ CRUZEIRO por 3 sets a 1( 15 x 25, 25 x 18, 25 x 18 e 25 x 14) e o fim do jejum de 32 anos de uma equipe carioca sem títulos. Então, resolvi contar sobre como foi assistir de perto a final dessa competição. Um post bem pessoal, mas como é um blog, “tá” valendo…

IMG_3130 Ao contrário de todos os outros jogos dessa edição da Superliga em que assisti e fui como “imprensa”, fui ao ginásio do Maracanãzinho com convite para assistir ao jogo na torcida do time mineiro.  As  8h20min já estava na porta do ginásio, por recomendação da CBV( CONFEDERAÇÃO BRASILEIRA DE VOLEIBOL) que recomendou a semana inteira chegar cedo para evitar filas, mas parece que todo mundo resolveu seguir a recomendação e o resultado foi filas formadas no portão 12, destinada a torcida cruzeirense. Uma espera de 20 minutos na fila e pronto. Entrada liberada para procurar um lugar.

Já dentro do Maracanãzinho a espera de uma hora para o início da partida foi animada por  vídeos dos bastidores da partida e por animadores que com o auxílio dos telões interagiam com o público e faziam uma tentativa atrás da outra para conseguir fazer um  Harlem Shake….

Voltando a partida, às 10h os protagonistas entraram. Primeiro o time visitante, SADA/ CRUZEIRO entrou. Pronto, começava oficialmente a festa, a torcida celeste cantava o hino do time e músicas adaptadas do estádio de futebol para os ginásios.

A outra parte do ginásio vaiava e em poucos minutos a vaia virou apalusos e gritos de ” erre jota  xis”.Pronto, era hora do time da casa entrar e saudar a torcida. Ao som dos batedores e uma torcida que dominava o Maracanãzinho, o RJX entrou para a disputa da final.   IMG_3140

Bola em jogo. Já estava sentada naquelas cadeiras apertadas e pouco confortáveis do ginásio preparada para um jogo equilibrado com 5 sets e 3 horas de duração( no mínimo), afinal, era o atual campeão da Superliga, um dos melhores times do Brasil contra o primeiro colocado da fase classificatória , praticamente a base da seleção brasileira,mas não foi isso que aconteceu. Os quatro sets disputados na final foram bem diferentes do que imaginei, os placares estranhos mostravam ampla vantagem , doce ilusão a minha esperar que algum set ficasse em 24 x 24 e daí fosse para a emocionante disputa para quem abrisse dois pontos primeiro e fechasse o set.

No primeiro set, o SADA entrou mostrando o porque que eles eram os atuais campeões brasileiros, sul-americanos e vice campeões mundiais( se não fosse uma equipe italiana….) e  que queriam o bicampeonato. Com a recepção perfeita de Serginho, Filipe e Leal, o “el mago”, William podia escolher com calma e maestria para quem  distribuir cada bola. Wallace e Leal , voavam e seus ataques e pelo meio não havia bloqueio que parava Douglas Cordeiro e Rogério. Resultado: 25 x 15 para o time mineiro.

Início do segundo set e foi a vez do  RJX  mostrar suas garras, o time logo  abriu 3 x 0. Bruninho, logo levantou a sobrancelha e com apetite de bola, o rei da Superliga ( o levantador já tinha conquistado 5 títulos) mostrou que queria mais um. Aproveitando o seu entrosamento com o time, a maioria  já tinha um entrosamento desde os tempos de CIMED e de seleção brasileira, a equipe se ajustou.  Mario Júnior passava as bolas com maestria para Bruno, assim, as bolas  do levantador chegavam com perfeição para os atacantes, Théo, Thiago Alves pontuavam. Os centrais Riad e Lucão faziam pontos pelo meio.

 Foto:  Melhor do Volei

Foto:      Melhor do Volei

O ponteiro Dante, caçado pelo saque dos adversários no primeiro set se ajustou. Era difícil achar um ponto fraco no time carioca. Jogando solto o time abria vantagem no placar. Fim de set: 25 x 18, RJX  e 1 set a 1 na final.

  No terceiro set, a mesma história do set anterior se estendeu. RJX voando e um SADA acuado pelo adversário. A recepção do CRUZEIRO já não era mais a mesma, as bolas chegavam com dificuldades para William e o técnico Marcelo Mendez foi trocando suas peças. O levantador Daniel, o oposto Sanchez  e o ponteiro Maurício entraram, mas as novas peças também não funcionara. A torcida tentava animar o time, mas o RJX dominava a partida e quem vibrou no fim do terceiro set foi a torcida carioca. 25×18, RJX mesmo placar do set anterior, mas agora a vantagem nos sets era do time da casa: 2 sets a 1.

Para o CRUZEIRO era entrar com garra, conquistar o quarto set e levar a disputa para

 O ponteiro Thiago Alves foi eleito o melhor jogador da final. Foto: Melhor do Vôlei

O ponteiro Thiago Alves foi eleito o melhor jogador da final.      Foto: Melhor do Vôlei

o tie- break, porém, do outro lado a experiente equipe carioca queria fechar logo a partida e levantar a taça. E foi isso que aconteceu. Tudo dava certo para a equipe do técnico Marcelo  Fronckoviak. Saque, ataque,bloqueio… tudo. Tudo que o SADA pensava em fazer era parado pelo RJX. O placar foi logo se expandido, a torcida carioca já ecoava um grito de ” é campeão” antes mesmo do vigésimo ponto do time. E parecia dentro de quadra que os jogadores mineiros já concordavam com o coro que ecoava no Maracanãzinho.

O time mineiro conhecido pela torcida por ” guerreiros celestes” não sabiam mais o que fazer para parar o adversário e a impressão que ficou era que eles já reconheciam que a batalha estava perdida. No ace do oposto Théo o set terminou em incríveis 25 x 14. Fim de jogo 3 sets a 1 e fim da Superliga 2012/ 2013. Após 32 anos, o  Rio de Janeiro voltou a ser campeão da Superliga Masculina.

 Thiago Alves, Théo e Bruninho comemoram mais um título. Parceira que já vem desde os tempos de CIMED. Foto: Melhor do vôlei

Thiago Alves, Théo e Bruninho comemoram mais um título. Parceira que já vem desde os tempos de CIMED. Foto: Melhor do vôlei

Parabéns para  O RJX, o título só confirmou a boa campanha do time durante todo o campeonato.Parabéns também para a equipe do SADA/ CRUZEIRO, o time é a equipe mais regular do Brasil e o vice campeonato não apaga  a campanha vitoriosa do time ao longo dos quatro anos de projeto. Que venha a SUPERLIGA 2013/2014!

Fotos: Melhor do Vôlei e Arquivo Pessoal

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s