UFJF conquista a primeira vitória na Superliga

por  Luara Herédia

UFJF 3 x 1 MONTES CLAROS

 Na partida disputada no sábado à noite na Arena UFJF, o time de Juiz de Fora venceu a partida diante de Montes Claros  por 3 sets a 1. Parciais de 21×19, 20×22, 23×21 e 21×15. Com esse resultado, o time chegou ao  oitavo lugar na tabela, com quatro pontos e está na zona de classificação para os playoffs do torneio.

O maior pontuador do jogo foi o ponteiro Túlio, jogador de Montes Claros, com 18 pontos. Pelo lado dos donos da casa, o central Jardel marcou 13 pontos. O melhor jogador da partida foi o líbero Thales, da UFJF, que recebeu no fim da partida o  Troféu Viva Vôlei.

 O técnico Chiquita destacou a importância da vitória para os planos da sua equipe: “Era necessária essa vitória em casa para a nossa trajetória dentro da Superliga. O grupo está trabalhando para buscar exatamente o que não conquistou na temporada passada( se manter entre os oito primeiros). Esse é uma equipe forte e hoje  eu tive condições de utilizar quase todos os jogadores e isso foi  fundamental ”, finalizou.

O JOGO

A  UFJF começou com uma mudança em relação os outros jogos da temporada, o levantador Rivoli começou jogando no lugar de Gelinski.  A partida começou e forma equilibrada e no primeiro tempo técnico o placar era 7 x 6 para  os donos da casa. No contra-ataque, a UFJF abriu vantagem de dois pontos 10 x 8.  Montes Claros correu atrás do placar e empatou o set em 11 x11. Na segunda parada técnica o placar era 14 x 13 para a UFJF. No saque de Jardel, a UFJF fez 16 x14, forçando o pedido de tempo do técnico adversário.  A Federal  abriu três pontos,19 x 16, mas cometeu erros  e permitiu que os visitantes encostaram no marcador 19 x 18. No erro do MOC a UFJF chegou ao set point, e com um erro do oposto adversário, fechou o set em 21 19.

2º set

UFJF 3 x 1 MONTES CLAROSOs visitantes começaram melhor, e no tempo técnico lideravam por 7 x 5, após erro do central Jardel. No ataque de Túlio, ponteiro de MOC, o time abriu vantagem de três pontos. A UFJF foi buscar o placar, e com ace de Japa diminuiu o marcador para 9 x 8. As equipes buscavam o saque forçado e cometiam muitos erros. No bloqueio de Rivoli a UFJF empatou o set em 13 x 13. No tempo técnico MOC liderava por 14 x 13. O time de Montes Claros liderava o placar por dois pontos 18 X 16, quando o técnico Chiquita parou a partida e na sequência fez a inversão do 5×1( troca de levantador e oposto),  Rivoli e De Paula saíram para a entrada de Daniel e Gelinski. A troca deu resultado e os donos da casa  deixaram tudo igual em 18 pontos. A partida ficou empatada até os 20 pontos. E na sequência Montes Claros pontuou e contou com o erro do adversário para fechar o set em 22 x 20 , e empatar a partida em 1 set a 1.

3º set

O terceiro set foi o mais surpreendente da partida. A UFJF começou abrindo 4 x 0, forçando o técnico de MOC parar o jogo. Na sequência, a UFJF fez 5 x 0. Porém, os visitantes não se entregaram e empataram o set em 5 x 5, forçando o técnico Chiquita parar o jogo.  No tempo técnico Montes Claros tinha 7 x 5, com incríveis sete pontos consecutivos.  Para tentar reajustar sua equipe, o técnico da Federal colocou no jogo o ponteiro Hugo e o levantador Gelinski, nos lugares de Japa e Rivoli. No bloqueio, MOC fez 8 x 6.

A UFJF se recuperou e empatou o set com ponto de Jardel 10 x 10.No segundo tempo técnico, o placar era 14 x 13 para os visitantes. A equipe do Norte de Minas abriu dois pontos 19 x17, e a UFJF parou o jogo.  Na sequência o central Lucão entrou para aumentar o tamanho do bloqueio do time.  Após erro do levantador de MOC, a UFJF encostou no set 20 x 19. Gelinski foi para o saque e após a bola esbarrar na fita, atrapalhou a recepção e o jogo ficou empatado em 20 x 20. O ponto animou a UFJF e com um bloqueio de Lucão, o time fechou o set em 22 x 20.UFJF 3 x 1 MONTES CLAROS

4º set

A UFJF entrou determinada a fechar o jogo no quarto set e conquistar os três pontos. No primeiro tempo técnico o placar era 7 x 5 para a UFJF. Na sequência, com um ace, Jardel ampliou o marcador para os donos da casa 8 x 5. Montes Claros  correu atrás do prejuízo e com Túlio inspirado, virou o set para 10 x 9, fazendo Chiquita parar o jogo. Após marcação confusa da arbitragem, a UFJF voltou a liderar o placar com 11 x10. No segundo tempo técnico o placar era 14×13 para a UFJF.  Os donos da casa conseguiram abrir o placar 16×13 com vantagem, o time administrou o marcador e fechou o set em 21 x15, e o jogo por 3 sets a 1.

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s