UFJF faz bom jogo, mas não resiste ao time de Campinas.

Foto: Brasil/Kirin

Foto: Brasil/Kirin

O Vôlei UFJF foi a Campinas para o jogo de encerramento do primeiro turno da Superliga, pensando na vitória para não se distanciar do G8, o grupo das oito equipes que avançam para os playoffs. Repetindo a escalação da última partida com Gelinski, Hugo, Reffatti, Dede, Victor Hugo e Jardel, a equipe jogou bem, dificultou o trabalho do Vôlei Brasil Kirin, mas acabou perdendo por 3 sets a 0 (parciais 24/22, 24/22 e 23/21).

Com o resultado, os juiz-foranos permanecem em 10º lugar com oito pontos. A equipe de Campinas manteve a invencibilidade dentro de casa e agora soma 21 pontos na quarta colocação.

O próximo compromisso da UFJF pela Superliga será  no próximo dia 28, contra o Sesi-SP, na Vila Leopoldina, na cidade de São Paulo. Antes, a equipe faz a semifinal do Campeonato Mineiro com o Sada/Cruzeiro, no dia 21, em Contagem.

O jogo

A partida começou equilibrada. Melhor no bloqueio e bem no saque, o Vôlei Brasil Kirin conseguiu vencer o primeiro tempo técnico por 7 a 5. A UFJF empatou com um ace de Reffatti (12 x 12) e virou após largadinha de Dede (13×12). Porém, a equipe de Campinas recuperou e venceu também a segunda parada técnica por 14 a 13. No retorno, a vantagem aumentou para três pontos (13×16), e o técnico Chiquita parou o jogo. Com De Paula sacando bem e Rivoli armando as jogadas, a UFJF igualou o placar novamente (17 x 17) e foi a vez do técnico Rivetti pedir tempo. Deu certo. Após quatro oportunidades para fechar o set, o Brasil Kirin venceu por 24 a 22.

O segundo set começou com rally. A UFJF abriu o placar depois de boa jogada de Dede e colocou três pontos de frente, obrigando o técnico Rivetti a pedir tempo. Os donos da casa melhoraram, empataram o placar (6×6), mas quem venceu a primeira parada técnica foi a equipe de Juiz de Fora (7 x 6). A partir daí, o set voltou mais equilibrado, porém a UFJF venceu também o segundo tempo técnico por 14 a 12. O Vôlei Brasil Kirin conseguiu recuperar, empatou (16×16), virou o placar (18×17), e o técnico Chiquita parou o jogo. Os juiz-foranos tomaram a frente e tiveram duas oportunidades de fechar o set, mas quem venceu foi o Brasil Kirin, novamente por 24 a 22.

No terceiro set, o equilíbrio permaneceu, e a equipe de Campinas venceu o primeiro tempo técnico por 7 a 5. Na volta, a vantagem aumentou para três pontos (7 x 10), e Chiquita parou o jogo. A UFJF melhorou, conseguiu empatar o placar (13 x 13), mas o Vôlei Brasil Kirin venceu também a segunda parada técnica por 14 a 13. As duas equipes se revezavam na liderança do placar até que os donos da casa abriram dois pontos (18 x 20) após dois erros da UFJF. A equipe de Juiz de Fora empatou novamente (20 x 20), mas o Vôlei Brasil Kirin fechou o terceiro set em 23 a 21 e venceu a partida.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s