UFJF conquista o Desafio Brasil x Argentina de Vôlei

por Luara Herédia

 

___ O oposto da UFJF, Bérgamo, marcou o último ponto do jogo. Foto: Lucilia Bortone

___ O oposto da UFJF, Bérgamo, marcou o último ponto do jogo.
Foto: Lucilia Bortone

        A UFJF conquistou o título do Desafio Brasil x Argentina de Vôlei, após vencer, de virada, o segundo jogo contra o UPCN, nesta quarta- feira (1), no Ginásio da FAEFID, por 3 sets a 1(20/25, 27/25, 25/20 e 25/19), e a vitória no set desempate por 25 x 23.

        O técnico da Federal, Chiquita, avaliou como positiva a atuação de Juiz de Fora e apontou como destaque, a tranqüilidade nas horas decisivas: “No geral, melhoramos. Ontem (primeiro jogo), nós arriscamos muito, por isso não conseguimos fechar o set. Hoje, fomos mais cautelosos. Na hora que tinha que sacar mais taticamente, sacamos.Às vezes, a gente colocava três ou quatro pontos de vantagem e continuava arriscando, mas quem tem que arriscar é o time adversário. Nós  temos que continuar tendo calma e manter nossa rodada de bola.”

      Apesar do título, Chiquita, tem motivos para ficar preocupado, a sua equipe sofreu duas baixas. No primeiro jogo contra os argentinos, o líbero Fábio Paes sofreu uma lesão Fábio sofreu um estiramento grau 2 no músculo da panturrilha esquerda e ficará duas semanas em tratamento. Já no segundo confronto, o ponteiro Sérgio sentiu o tornozelo esquerdo e deixou a partida. O jogador será avaliado nesta- quinta-feira para saber a gravidade da contusão.

O JOGO

     A UPCN começou melhor na partida e abriu uma ampla vantagem logo no início do set (5 x 10). Juiz de Fora melhorou, mas continuou em desvantagem no set. No segundo tempo técnico, o placar era (12 x 16) para os visitantes. Os argentinos se mantiveram à frente no set,e fecharam por (21 x 25).

  2º set

     Os visitantes novamente começaram melhor o set (0 x 3), mas com quatro pontos seguidos, a Federal tomou a liderança do placar(4 x 3).No tempo técnico, a UFJF liderava por (8 x 7). As  equipes se alternavam na liderança do placar (15 x 16). Após a segunda parada técnica, o equilíbrio foi a palavra chave do set,com os times empatados até o fim ( 24 x 24), e só decidido após erro dos argentinos,o que deu o segundo set para Juiz de Fora (27 x 25).

A equipe do UPCN é tetracampeã argentina.

A equipe do UPCN é tetracampeã argentina.

3º set

      A UFJF entrou mais vibrante e quadra e após bloqueio, abriu vantagem sobre o adversário (10 x 8). A Federal apresentava muito volume de jogo, e chegou ao segundo tempo técnico em vantagem (16 x 13). A começou a acreditar mais na vitória, o que animou ainda mais os juizforanos, que venceram o set (25 x 20), e viraram o jogo.

4º set

          Empolgados com a vitória no set anterior, a UFJF impôs seu ritmo, e chegaram a abrir sete pontos de vantagem. A torcida presente incentivava o time, i que animou ainda mais os juizforanos, que venceram o set por (25 x 19) e fecharam o jogo por 3 sets a 1.

O set do título

           Como cada uma das equipes ganhou um jogo,o desafio foi definido no set desempate. As equipes não queriam se arriscar muito, e o jogo permaneceu empatado boa parte do set decisivo(8 x 8). O sistema defensivo da Federal funcionava muito bem, o que permitiu que a equipe pontuasse nos contra-ataques e abrisse vantagem ( 20 x 16). Porém, a UPCN foi buscar o placar. Com um saque flutuante e eficiente,que atrapalho a recepção da UFJF, os argentinos deixaram tudo igual (20 x 20). No fim, os donos da casa voltaram a apresentar um alto volume de jogo, e fecharam o set após ataque do aposto Bérgamo, (25 a 23), conquistando o título.

 ___  Equipe posa com o troféu do Desafio Brasil X Argentina de Vôlei.  Foto: Lucilia Bortone

___ Equipe posa com o troféu do Desafio Brasil X Argentina de Vôlei.
Foto: Lucilia Bortone

Mais fotos da partida AQUI

UFJF: Rodrigo (levantador), Bérgamo (oposto), Manius e Sérgio (ponteiros), Ialisson e Victor Hugo (centrais) e Tatinho (líbero).

Entraram: Xuxa( levantador), Alemão oposto), Tarcísio ( central)

UPCN: Gonzalez (levantador), Uchicov (oposto), Bengolea e Peres Lopes (ponteiros), Ualas e Ramos (centrais) e Garrocq (líbero).

Entraram: Brakkovic, Molina, Filardi

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s