[Superliga] Maringá vence Juiz de Fora no tie-break

Na noite de quita- feira (12), Juiz de Fora Vôlei e Copel Telecom Maringá se enfrentaram, no Ginásio da Faefid, em partida válida pela 2ª rodada da Superliga Masculina. Em um jogo eletrizante, e só decidido no quinto set, os mineiros foram derrotados, de virada, por 3 sets a 2 (25 x21, 24×26, 25×23, 18 x 25 e 17 x 19). Aureliano, central da equipe visitante, foi escolhido como o melhor jogador em quadra e levou o Troféu Viva Vôlei.

Apesar do resultado negativo, os jogadores e comissão técnica saíram satisfeitos com o desempenho na partida, destacando a evolução da equipe em relação ao primeiro jogo da Superliga. “Entramos em quadra motivados a reverter o cenário do primeiro jogo, quando estivemos apáticos. Evoluímos muito, já estávamos merecendo essa atuação pelo nosso dia-a-dia. Faltou um pouco mais de paciência nos momentos decisivos. Estamos tristes pela derrota, mas temos totais condições de buscar a vitória no próximo jogo”, analisou o ponteiro Renato Hermely.

Do lado vitorioso, o técnico Horácio Dileo também destacou a evolução de seus comandados, que, assim como Juiz de Fora, também vinha de uma derrota na estreia. “Para nós todos os jogos são muito difíceis. Tivemos uma preparação muito longa, mas não jogamos. Estamos com muitos desfalques e os jogadores têm a necessidade de mostrar que eles podem, mas essa necessidade não pode ser transformada em peso.  Hoje jogamos ponto a ponto, se não desfrutamos do jogo, não desfrutamos nada. Nós temos que jogar com responsabilidade, mas sem pressão. “

Sem muito tempo para corrigir os erros, o JF Vôlei retorna ao ginásio da UFJF no próximo sábado, às 18h, quando enfrenta o Lebes Gedore Canoas. Os ingressos estão à venda na Renavi (Rua Batista de Oliveira, 356) e nas lojas Subway São Pedro e Independência Shopping. Os valores são R$20,00 (inteira) e R$10,00 (meia).

O JOGO

Os visitantes começaram melhor (0x 2), mas os donos da casa logo se recuperaram e, com quatro pontos consecutivos, viraram o placar (4 x 2). Com o bloqueio funcionando, Juiz de Fora chegou ao tempo técnico com o dobro de pontos do adversário (8 x 4). Aproveitando bem os contra-ataques, os mineiros se mantiveram na liderança do marcador (16 x 12). Em desvantagem, o técnico de Maringá, Horácio Dileo, pediu tempo (17 x 13), a parada fez bem aos seus jogadores, que voltaram mais ligados em quadra e diminuíram o placar para dois pontos (18 x 16).  O setor defensivo do JF Vôlei voltou a funcionar (21x 17). À frente durante todo o set, e com o apoio do torcedor vindo das arquibancadas, a equipe da casa fechou o set em (25 x21), em 31 minutos.

2º SET

O início de set foi mais equilibrado (4 x 4). No bloqueio, os paranaenses abriram dois pontos (4×6). Errando mais, Juiz de Fora viu o adversário abrir vantagem de três pontos, que se manteve à frente segunda parada obrigatória (13 x16).  Após a volta à quadra, JF Vôlei diminuiu a desvantagem (16 x18) e buscaram a reação no set, deixando tudo igual (23 x23). Porém, após cometerem dois erros, os donos da casa perderam o set (24 x 26).

3º SET

A equipe local teve um início de set mais regular (8×5).  Juiz de Fora mantinha três pontos de vantagem (12x 9), mas, com uma incrível sequência de sete pontos, Maringá virou a parcial para (12 x 16).  Porém, quando o set parecia se encaminhar para os visitantes, os donos da casa deixaram tudo igual (20×20). Empolgados e com a torcida vibrando muito, JF Vôlei fechou o set (25 x 23).

4º SET

A empolgação com a reação no set anterior não continuou no 4º set. Juiz de Fora voltou à quadra cometendo muitos erros bobos, permitindo o adversário abrir boa margem (8×12), que se ampliou para cinco pontos (11 x 16) na segunda parada técnica. Apáticos em quadra e com a recepção com dificuldades, JF Vôlei viu o adversário se encaminhar, sem dificuldades, para fechar o set (18×25).

5º SET

No set mais curto, Maringá entrou disposto a não dar chances para Juiz de Fora (0 x 3).  Na virada de lado, a equipe visitante tinha o dobro de pontos dos mineiros (4 x 8). À frente do marcador por três pontos, os paranaenses tiveram a primeira oportunidade de fechar o jogo, mas JF Vôlei foi buscar o prejuízo no marcador e deixaram tudo igual (14 x14). Na sequência, os dois times tiveram oportunidades para vencer o jogo, que só foi decidido no (17x 19), a favor do Copel Maringá, após erro de ataque da equipe mineira.

EQUIPES:

JF VÔLEI: Renato, Djalma, Ninão, Diego, Mauricio, Leandrão e Fabio

ENTRARAM:  Tatinho, Tarik, Ricardo, Felipe, Mark

TÉCNICO: Alessandro Fadul

COPEL TELECON/MARINGÁ: Gelinski, Ualas, Thiago Sens, Fukuzawa, Edinho, Aureliano e Rogerinho

ENTRARAM: Guilherme, Deivid, Elder, Michel, Arthur

TÉCNICO: Horácio Dileo

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s