[Superliga] No tie-break, JF Vôlei vence Voleisul e conquista a primeira vitória na competição

O ano não poderia ter começado de forma melhor para o JF Vôlei. A equipe, que ainda não tinha vencido na Superliga (11 jogos e 11 derrotas), começou 2016 conquistando a primeira vitória na competição e diante do seu torcedor, que lotou o ginásio da Universidade Federal de Juiz de Fora, na noite de sábado (9).  E o resultado positivo não poderia ter vindo de maneira mais dramática: jogadas polêmicas, confusão, viradas e emoção do início ao fim, que terminou com a vitória mineira por 3 sets a 2, parciais de (25×23, 20×25, 25 x 27,25 x 23 e 15 x11), diante do Voleisul/Paquetá (RS), em partida válida pela abertura do returno da Superliga 2015/2016.

A torcida, que lotou o ginásio, apoiou a equipe do início ao fim (Foto: Lucilia Bortone/Sacandoovolei)

Com a vitória, os mineiros somaram dois pontos e chegaram a 5 na tabela. E mesmo com o resultado positivo, Juiz de Fora ainda é o lanterna da competição, já o Voleisul somou um ponto e tem 14, ocupando a 9ª posição. Na próxima rodada, os mineiros recebem o Bento Vôlei, sábado (16), às 18h. No mesmo dia, às 19h, os gaúchos vão a Belo Horizonte encarar o líder Sada Cruzeiro.

O JOGO

O set foi muito equilibrado do início ao fim. No primeiro tempo técnico o placar era (8 x 7). Na volta à quadra, a boa sequência de saques do ponteiro Renato colocou o JF Vôlei três pontos à frente (10×7), provocando o pedido de tempo técnico da equipe visitante. Na sequência, os gaúchos voltaram com um ótimo volume de jogo, reequilibraram o set (12×12) e chegaram ao segundo tempo técnico em vantagem (15×16). Com bons saques balanceados do central do Voleisul, a equipe abriu dois pontos (16 x 18) e o técnico de Juiz de Fora, Fadul, parou a partida. O tempo fez bem para a equipe que empatou a parcial, após bloqueio do central Igor. Após jogada mais bonita do 1º set, com longa troca de bola, o oposto Leandrão colocou a bola no chão e o JF retomou a liderança do marcador (23 x22). O ataque do ponteiro Tiago Mão bateu na rede e os donos da casa chegaram ao set point (24×22). Após 32 minutos, o set foi definido após o árbitro marcar dois toques no levantamento de Rafinha, levantador da equipe do Sul (25×23).

2º set

O set começou com cartão amarelo para o levantador do Voleisul, Rafinha, que reclamou muito ao fim do set com o juiz por não concordar com a marcação que determinou o fim do 1º set. No reinício da partida, com bons saques balanceado do central Robinho e no bloqueio de Acácio, os visitantes abriram (1×4). Já os donos da casa se desconcentraram e não conseguiam marcar pontos. Na primeira parada do set, os gaúchos venciam por 5 pontos, a maior vantagem do jogo (3×8). Apresentando um ótimo volume de jogo, o Paquetá chegou ao segundo tempo técnico com ótima vantagem (10×16). Com a equipe com dificuldade em pontuar, Alessandro Fadul promoveu a inversão do 5×1, retirou Leandrão e Maurício e promoveu a entrada de Felipe e Thiago Maciel, o que marcou a estreia do oposto na equipe. As mudanças fizeram efeito e a equipe encostou no placar (19×20), porém, a reação mineira foi freada, os gaúchos se acertaram no set e fecharam (20×25), em 28 minutos, após erro de saque do levantador Mauricio.

3º set

Assim como no primeiro set, o início da terceira parcial foi bastante equilibrado. Após dois bloqueios seguidos, Voleisul chegou à frente na parada obrigatória (6 x 8). No mesmo ritmo que terminaram o set anterior, os gaúchos abriram (9×12), mas Juiz de Fora foi buscar o placar (14 x 14). Na volta do tempo técnico, Paquetá voltou a abrir três pontos, depois de um bloqueio simples de Robinho (15×18), insatisfeito com o rendimento da sua equipe no momento, o técnico do JF Vôlei parou a partida. A parada fez bem aos seus comandados, que voltaram mais ligados e diminuíram a desvantagem (19×21). No bloqueio do central Ninão, o jogo estava novamente empatado (23×23) e, na sequência, Juiz de Fora teve a chance de fechar o set (24×23), mas Leandrão não conseguiu pontuar e, no contra-ataque, Franco recolocou Paquetá à frente (25x 26) e no erro de ataque dos mineiros, Voleisul fechou em (25×27), em 36 minutos.

 4º set

Querendo fechar logo a partida, os visitantes começaram melhor (2×4), mas, buscando a primeira vitória na competição, o JF Vôlei lutou e chegou ao tempo técnico (8×7), após ataque do ponteiro Renato. Com muito equilíbrio, as equipes ficaram alternando na liderança, sem ninguém conseguir abrir a vantagem mínima de dois pontos (15×16). Apenas no fim do set, os donos da casa abriram dois pontos (22×20), mas que rapidamente foi recuperado pelo Voleisul que deixou tudo igual (22×22) e passou à frente no vacilo da defesa mineira, que não defendeu o saque balanceado de Mão (22×23). Quando o set estava empatado (23×23), o oposto Franco atacou na rede e os mineiros tiveram a oportunidade de vencer o set (24×23), fato que se confirmou após 29 minutos (25 x23), levando a partida para o quinto e decisivo set.

5º set

O JF Vôlei começou na frente no tie break antes mesmo da bola rolar, após o Paquetá ser punido com cartão vermelho, depois de uma confusão envolvendo o técnico Paulo Roese, que supostamente teria chutado uma placa de substituição no final do quarto set, que foi parar na torcida de Juiz de Fora. Quando o set decisivo começou, Juiz de Fora começou melhor (3×1), mas viu o adversário passar à frente (5×6).  O Voleisul cometeu erro de ataque e os mineiros contaram com um bom saque do ponteiro Djalma para chegarem a troca de lados em vantagem (8×6).  Dentro de quadra, os jogadores de Juiz de Fora estavam focados e, nas arquibancadas, o torcedor torcia em pé, jogando junto com o time e secando o adversário.  Com Ninão bloqueando nas horas decisivas, Juiz de Fora abriu quatro pontos (12×8) e se encaminhou para a tão sonhada primeira vitória. Após 16 minutos de pura emoção, o JF Vôlei fechou o quinto set (15×11) e o jogo por 3 sets a 2. O ponteiro Renato recebeu o troféu Viva Vôlei como melhor jogador em quadra.

EQUIPES:

JF VÔLEI: Maurício, Renato, Igor, Djalma, Diego, Leandro, Fabio

Entraram: Tatinho, Tarik, Thiago, Felipe, Ninão

Técnico: Alessandro Fadul

VOLEISUL/PAQUETÁ: Rafinha, Jonatas, Robinho, Mão, Franco, Acácio, Thales

Entraram: Bernardo, Renan, Nicolas, Composto

Técnico: Paulo Roese

Anúncios

3 pensamentos sobre “[Superliga] No tie-break, JF Vôlei vence Voleisul e conquista a primeira vitória na competição

  1. Pingback: [Superliga] Paulo Roese não é mais o treinador da Voleisul | SACANDO O VOLEI

  2. Pingback: [Superliga] Resultados da 1ª rodada do returno da Superliga Masculina de Vôlei | SACANDO O VOLEI

  3. Pingback: [Superliga] Confiante na recuperação, JF Vôlei recebe o Bento Vôlei | SACANDO O VOLEI

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s