[Pré-olímpico] Rússia para Ngapeth e conquista vaga para a Rio 2016

Jogando pro gasto na 1ª fase, a Rússia chegou a ter a vaga para os Jogos Olímpicos ameaçada, porém reencontrou o bom voleibol e assegurou presença na Rio 2016, onde defenderá o título conquistado diante da seleção brasileira na final épica em Londres 2012. Na final do Pré-olímpico Europeu neste domingo (10), os russos derrotaram os franceses por 1×3 (25×14, 16×25, 23×25 e 21×25). Apesar do revés, a França continua com chances e disputará o Pré-olímpico Mundial que será realizado em maio.

Poloneses comemoram a vitória e vaga no pré-olímpico mundial (Foto: CEV)

Na disputa do 3º lugar e última vaga ao Pré-olímpico Mundial, a Polônia conseguiu buscar forças para empatar a partida e vencer o tie-break diante da Alemanha, frustrando a torcida local. Dominados pelos alemães em boa parte do jogo, os poloneses tiveram match point contra e quase viram o sonho olímpico acabar mais uma vez. Depois de ter a vaga certa nas mãos na Copa do Mundo em 2015, os campeões mundiais conquistaram a última vaga européia para o Pré-olímpico Mundial e continuam na briga olímpica.

A final

Tranquila em quadra, a seleção francesa não teve dificuldades para abrir vantagem de cinco pontos. Com o bloqueio afiado, os campeões europeus abriram 10 pontos de frente (19×9). Com dificuldades para ajustar a defesa, os russos nada podiam fazer para parar os adversários. A equipe de Vladimir Alekno sofreu com os erros e pouca potência no ataque, dando o 1º set aos franceses (25×14).

A Rússia começou bem no 2º set e chegou a abrir quatro pontos (4×8) graças à melhora da equipe na linha de defesa e combinação saque-bloqueio. Com a recepção falhando, o levantador francês Toniutti não conseguia utilizar seus fortes centrais, concentrando as jogadas em Ngapeth e Rouzier. Os russos foram ampliando a vantagem enquanto o número de erros franceses aumentava. Reencontrando a potência nos ataques e com a ajuda de seis pontos de bloqueio, os russos fecharam a parcial em 25×16.

A França começou o 3º set perdida no bloqueio russo (5×8), mas logo conseguiu se recuperar e empatar a partida (8×8). O equilíbrio se manteve durante toda a parcial até que a defesa russa voltou a crescer(17×20). Sentindo a pressão adversária, os franceses não mostravam a vibração de sempre e aos poucos foram caindo de rendimento, principalmente o ponteiro Ngapeth que parou no bloqueio adversário em mais de uma oportunidade (19×22). A França chegou a encostar novamente, mas o ponteiro Berezhko fechou o set em 23×25 para a Rússia.

Precisando da vitória no 4º set para ter chances de vencer a partida, os franceses voltaram tensos para a partida. Confiantes, os russos continuaram forçando o saque e tirando a primeira bola francesa, o que facilitou a cobertura defensiva e aproveitamento nos contra-ataques (3×6). Com Berezhko e Mikhaylov com bom aproveitamento, a Rússia manteve o ritmo e chegou à primeira parada técnica com três pontos de frente (5×8). Com a recepção sofrendo com os saques adversários, os franceses viram a Rússia ampliando a vantagem (14×19). Dominante nos bloqueios, os russos fecharam a partida com bloqueio duplo de Grankin e Volkov em cima de Lyneel.

Fotos: CEV

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s