[Superliga] Melhor nos momentos decisivos, Montes Claros vence clássico contra JF Vôlei

O clássico mineiro entre JF Vôlei e Montes Claros Vôlei não poderia ter tido mais emoção. A partida disputada neste sábado (13), em Juiz de Fora (MG), foi marcada pelo equilíbrio e por sets longos, definidos nos detalhes a favor dos visitantes que levaram a melhor no tie-break (20×25, 33×35, 26×24, 25×21 e 10×15), após 2h57min de jogo.  O troféu Viva Vôlei foi entregue ao jovem ponteiro do MOC, Kadu. Com a vitória, a equipe do Norte de Minas chegou aos 26 pontos e ocupa a 5ª colocação na tabela. Já Juiz de Fora segue na lanterna, com apenas oito pontos conquistados.

Com a vitória, MOC chegou aos 26 pontos e ocupa a 5ª colocação na tabela (Foto: Lucilia Bortone/Sacandoovolei)

Mesmo com a derrota, o ponteiro de Juiz de Fora, Djalma, foi o maior pontuador do confronto, com 32 pontos marcados. Ao fim da partida, o jogador analisou o duelo e como a equipe deverá atuar na próxima rodada. “Deixamos algumas oportunidades escaparem no início. Crescemos no decorrer da partida e acabamos perdendo o tie-break por detalhes. Jogar aqui é sempre melhor, pois contamos com a ajuda da torcida. Eles podem ter certeza de que entraremos no próximo jogo com o mesmo espírito de luta que tivemos hoje”.

O JOGO

O jogo começou com um ritmo alucinante (8×6). Nenhuma equipe conseguia abrir vantagem e as equipes se revezavam à frente do placar (10×11). No segundo tempo técnico o placar era (16×15) para os donos da casa. Na volta do jogo, o ponteiro de Montes Claros, Kadu, fez a diferença, pontuando no ataque e bloqueio, dando vantagem para os visitantes (17×20). Com os jogadores de Juiz de Fora tendo dificuldade dificuldades em recepcionar o saque do central Rafael, o técnico Fadul modificou bastante sua equipe, porém a reação não aconteceu. Vitória de MOC por 20 x 25, em 29 minutos.

2º set

O oposto André Nascimento abriu o set a favor dos visitantes. Assim, como no set anterior, as equipes começaram a segunda parcial de forma bem equilibrada (5 x5). Na primeira parada técnica a equipe do Norte de Minas liderava por dois pontos (6×8). Na segunda parada obrigatória era Juiz de Fora que liderava, com vantagem mínima (16×15). Na sequência do jogo a equipe da Zona da Mata voltou em um ritmo mais agressivo, com destaque para o ponteiro Renato (20×17).  Quando parecia que o JF Vôlei iria vencer o set e igualar a partida (24 x 21), Montes Claros esboçou uma reação e deixou tudo igual (24×24), com Kadu liderando a equipe. Daí para frente o equilíbrio se restabeleceu e não faltou emoção e chances para ambas as equipes fecharem o set, que só foi definido após 48 minutos, com placar de 33 x 25 para Montes Claros.

3º set

Embalados com a vitória na segunda parcial, Montes Claros começou o set à frente (7×8). Precisando da vitória, após a primeira parada técnica, JF voltou com uma postura diferente e abriu no marcador (12×8), vantagem que se manteve até a segunda parada técnica (16×12). Porém, assim como aconteceu no set anterior, MOC não abaixou a cabeça e foi buscar o set (21 x21) e até passou à frente (22×23), mas o final foi diferente, com o apoio do torcedor, o JF Vôlei fechou em 26 x 24, em 32 minutos.

O auxiliar técnico Leandro Dutra comandou a equipe na vitória sobre o JF Vôlei (Foto: Lucilia Bortone/Sacandoovolei)


4º set

O bloqueio da equipe da Zona da Mata começou funcionando muito bem (5×2), porém, a equipe voltou a pecar no ataque e o set se igualou (9×9). No segundo tempo técnico a vantagem era mínima para a equipe da casa (16×15). No ace de Djalma, Juiz de Fora abriu dois pontos (17×15). Com o poder ofensivo do time da Zona da Mata sendo eficiente, a equipe abriu quatro pontos (21x 17) e fechou o set em (25 x 21), em 32 minutos, levando a partida para o quinto set.

5º set

Como não poderia ser diferente, o set decisivo começou muito equilibrado. Após erro de ataque de Juiz de Fora (6×6), a equipe caiu de rendimento e viu o adversário ir para a troca de lado em vantagem (7×8). Montes Claros soube aproveitar o momento e no bloqueio ampliou o marcador (8×11). Com apoio da arquibancada, o JF Vôlei voltou para o jogo e diminuiu a desvantagem para apenas um ponto (10×11), porém, a reação foi freada pelo MOC, após bloqueio de Kadu, o time do norte de Minas chegou ao ponto do jogo (10×14) e no ótimo saque de Rafael, os visitantes fecharam o set em (10×15) e o jogo por 3 sets a 2.

JF VÔLEI: Maurício, Thiago, Renato, Djalma, Diego, Igor e Fábio

Entraram: Tatinho, Zóio, Felipe, Leandro, Ninão, Tarik

Técnico: Alessandro Fadul

MONTES CLAROS VÔLEI:  Rodrigo, Bob, André Nascimento, Rafael, Kachel, Kadu, Maicon

Entraram: Gian, Índio, Juninho, Purificação, Jamelão

Técnico: Leandro Dutra

Anúncios

3 pensamentos sobre “[Superliga] Melhor nos momentos decisivos, Montes Claros vence clássico contra JF Vôlei

  1. Pingback: MOC confirma afastamento de Marcelinho Ramos por motivos médicos | SACANDO O VOLEI

  2. Pingback: [Superliga] Sada/Cruzeiro e Bento Vôlei vencem clássicos estaduais | SACANDO O VOLEI

  3. Pingback: [Superliga] Sesi enfrenta lanterna e Maringá recebe Campinas | SACANDO O VOLEI

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s