[Superliga] JF Vôlei supera Maringá Vôlei, conquista a Seletiva e carimba vaga na próxima Superliga

O JF Vôlei fez valer o mando de campo e, com apoio da torcida que lotou o Ginásio da UFJF na noite desta quarta-feira (30), a equipe venceu, de virada, o Copel Telecom Maringá por 3 sets a 1(23×25, 25×22 e 25 x 20) e conquistou a última vaga disponível na próxima edição da Superliga Masculina.  Com 100% de aproveitamento, o time mineiro conquistou a Seletiva e jogará pelo sexto ano consecutivo na elite do voleibol brasileiro. Por outro lado, o Maringá do experiente levantador Ricardinho, que deixou dúvidas se permanece jogando ou não na próxima temporada, terá que disputar a Superliga B.

 O JOGO

Os primeiros pontos já demostraram que a partida decisiva da seletiva teria emoção do início ao fim. Com a recepção funcionando bem, o levantador Ricardinho forçava as jogadas de meio com o central Uallas (6×8). O set seguiu com as equipes se alternando na liderança do placar. Após bloqueio do central da equipe mineira Igor, o JF Vôlei passou à frente (10×9) e se manteve na liderança do placar até a segunda parada técnica (16×15), após bloqueio do ponteiro Zóio.  Na sequência do jogo Maringá voltou sacando melhor e retomou o marcador (18×20). Os mineiros reagiram e empataram (22×22), mas voltaram a cometer erros nos momentos finais do set e no contra-ataque Deivid fechou o set para o clube paranaense (23×25), em 29 minutos.

2º set

Mais experiente, a equipe do Copel Telecom começou o set mais regular e abriu vantagem (1×4), fazendo o técnico de Juiz de Fora parar precocemente. A parada fez bem a equipe que voltou mais concentrada e igualou a parcial (11×11). O equilíbrio se restabeleceu e assim como no set anterior, os times se revezavam à frente do marcador (14×15). Na volta do tempo técnico os donos da casa voltaram a cometer erros e viram Maringá abrir três pontos (17×20). Quando parecia que o set estava encaminhando para o time visitante, o central Diego conseguiu uma ótima sequência de saques que dificultou a recepção adversária e Juiz de Fora empatou (21×21), virou o placar (23×21) e conseguiu vencer o set (25×22), em 32 minutos, deixando tudo igual na final.

JF Volei 3 x 1 Copel Telecom Maringa - 30.03.2016

– O ponteiro Zóio foi um dos destaques da partida. (Foto:Lucilia Bortone/Sacandoovolei.com)

 

3º set

Empolgados pela reação no 2º set e contando com o apoio massivo das arquibancadas, o JF Vôlei impôs um ritmo forte e no primeiro tempo técnico tinha o dobro de pontos do adversário (8×4). A recepção de Juiz de Fora melhorou e a bola chegava ao levantador Maurício de forma ideal, facilitando a distribuição de jogadas (16×12). Com destaque para os ponteiros da equipe da casa, Djalma e Zóio, os mineiros abriram cinco pontos (20×15), o que provocou o pedido de tempo de Horácio Dileo para tentar parar o ritmo do adversário e ao mesmo temo ajustar sua equipe. Com a entrada do levantador reserva Thiago Gelinski, Maringá conseguiu uma boa sequência, diminuindo a desvantagem para três pontos (21×18,) e depois para apenas um (24×23), com o ponto de saque de Ricardinho. Porém, na sequencia JF freou a reação do adversário e fechou o set em (25×23), em 33 minutos.

4º set

Querendo definir a partida e evitar o tie break, Juiz de Fora repetiu o bom rendimento do início do set anterior (8×4). Com a torcida cada vez mais atuando como o “sétimo jogador” e pressionando o adversário, Maringá sentiu o momento e começou a cometer mais erros de ataque. Do outro lado, os donos da casa souberam aproveitar o momento ruim do adversário e ampliaram o placar (16×10).  O técnico Horácio Dileo mudou algumas peças de sua equipe e as modificações deram um novo gás ao time paranaense que pouco a pouco foi tirando a vantagem adversário (18×16). Foi a vez de Alessandro Fadul parar a partida e pedir calma para seus comandantes. O pedido de tempo fez bem ao time que recuperou o foco e voltou a abrir boa margem (21×17). Nas arquibancadas o torcedor já fazia contagem regressiva e foi questão de tempo o JF Vôlei confirmar as expectativas das arquibancadas, fechar o set (25×20), em 30 minutos, o jogo por 3 sets a 1 e comemorar a permanência da elite do voleibol nacional.

JF Volei 3 x 1 Copel Telecom Maringa - 30.03.2016

–  Comemoração de um lado, frustração do outro.  {Foto: Lucilia Bortone/Sacandoovolei.com}

Fotos: Lucilia Bortone/Sacandoovolei.com

EQUIPES

JF VÔLEI:  Mauricio, Thiago Maciel, Zóio, Djalma, igor, Diego. Líbero: Octacílio

Entraram: Leandro, Felipe, Ninão, Fábio Paes

Técnico: Alessandro Fadul

COPEL TELECOM MARINGÁ VÔLEI: Ricardinho, Luan, Kaio, Uallas, Deivid, Exoce. Líbero Rogerinho

Entraram:Guilherme Gentil, Aureliano, Élder, Gelinski, Alemão

Técnico – Horácio Dileo

Anúncios

2 pensamentos sobre “[Superliga] JF Vôlei supera Maringá Vôlei, conquista a Seletiva e carimba vaga na próxima Superliga

  1. Pingback: Maurício Bara: “O ginásio merece, a energia do ginásio merece” | SACANDO O VOLEI

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s