[Liga Mundial] De virada, Brasil vence os Estados Unidos e enfrenta a França na semifinal

A seleção brasileira já entrou em quadra nesta sexta-feira (15) com a classificação para as semifinais garantidas e por isso o técnico Bernardinho usou a oportunidade para testar os reservas. Do outro lado, os Estados Unidos precisavam ganhar e somar três para avançar na competição. E os norte-americanos começaram muito bem, abrindo dois sets a zero, mas quando tudo parecia favorável, o que se viu foi uma reação da seleção brasileira, que virou a partida e venceu por 3 sets a 2, parciais de 24-26,21-25,28-26,25-21 e 15-12.  O oposto Evandro foi o maior pontuador do confronto com 25 pontos.

Com o resultado o Brasil avançou em primeiro lugar do grupo, eliminaram os Estados Unidos e classificaram a Itália. A Sérvia completa o grupo de quatro seleções classificadas. No sábado (16), serão realizadas as semifinais, às 12h30, Itália e Sérvia se enfrentam, na sequência, às 15h30, Brasil e França decidem um lugar na grande final da Liga Mundial.

O JOGO

O Brasil entrou em quadra bastante modificado com o levantador William, os ponteiros Maurício Borges e Douglas Souza, os centrais Éder e Isac, o oposto Evandro e o líbero Tiago Brendle. Já os EUA entraram com força máxima e controlando o marcador com ataques de Anderson e Sander 15- 19. Os brasileiros buscaram o placar e conseguiram reduzir a diferença ponto a ponto até igualar nos 24, mas os EUA voltaram a pontuar duas vezes seguidas e fecharam o set 24 – 26.

 2º set

 De novo os norte-americanos começaram ditando o ritmo 6- 9, mas o Brasil deixou tudo igual 10- 10, após um lance excepcional do levantador William, levantando de manchete para o central Isac. O set seguiu equilibrado, com as equipes se revezando, mas com boa sequência de saque de Anderson, bola de xeque de Holt e bloqueio de David Lee, os Estados Unidos abriram quatro pontos e fecharam a segunda parcial 21 – 25.

 3º set

bra bra baaa.jpg

_William,Lipe, Éder e Evandro comemoram mais um ponto do Brasil. (Foto: FIVB/Divulgação)

 O ponteiro Russell sofreu uma lesão na coxa e teve que se retirar de quadra, com isso, o experiente Priddy entrou em quadra e os EUA seguiram dominando o marcador 7- 10. Com Matt Anderson virando todas as bolas, parecia que a vitória estava se encaminhando para os americanos 18- 21, que chegaram a ter a bola do jogo no ace de Christenson, mas o Brasil não se entregou, virou e fechou o set em 28-26.

4º set

 Precisando da vitória para continuar vivo na competição, o técnico Speraw colocou em quadra Thomas Jaeschke e Murphy Troy, nos lugares de Anderson e Priddy para tentar dar um novo gás para sua equipe. Embalado com a vitória no set anterior, os brasileiros seguiram dominando o placar 16×13, fecharam o set 25-21, eliminando os Estados Unidos da competição antes mesmo do fim da partida.

5º set

 Já eliminados, a vitória passou a ser obrigação para os EUA, que começaram melhor o set decisivo e lideravam o placar na troca de lado de quadra 5- 8. Porém, os brasileiros não iriam desistir de buscar a vitória, com Evandro botando todos os ataques no chão e com dois bloqueios de Éder, os brasileiros viraram o placar para 13-12. Os norte-americanos sentiram o golpe e não conseguiram pontuar, resultado, 15-12 para o Brasil.

 

_Com informações e fotos da FIVB

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s