[Superliga] Em jogo de viradas e cinco sets, Maringá derrota o JF Vôlei em Minas Gerais

Em sexto lugar na tabela e tentando se consolidar no G8 da tabela, o JF Vôlei recebeu, na noite de quarta-feira(8), o Copel Telecom Maringá, vice-lanterna da Superliga. Mesmo jogando fora de casa e começando perdendo, em um jogo cheio de viradas e emoção do início ao fim, os visitantes demonstraram poder de reação e venceram por 3 sets a 2, parciais de (25×17,21×25, 23×25, 33×31 e 10×15). O oposto Marcílio foi eleito o melhor em quadra e recebeu o troféu VivaVôlei.

Com o resultado, Maringá  conquistou a terceira vitória, chegou aos oito pontos, mas ainda ocupa a 11ª posição da tabela. Na próxima rodada, o time paranaense faz um confronto estadual contra o Caramuru Vôlei Castro, lanterna da Superliga, mas que conseguiu sua primeira vitória na competição nesta rodada, diante de São Bernardo(SP). Já o JF Vôlei chegou aos 22 pontos e se manteve na 6ª posição, porém, tem a  mesma pontuação do Minas Tênis Clube, que está em sétimo. Na próxima rodada Juiz de Fora vai até o Sul enfrentar o Lebes Gedore Canoas, oitavo colocado.

O jogo

O JF Vôlei iniciou a partida demonstrando mais ritmo, com o sistema defensivo bastante eficiente e o saque balanceado, dificultando a recepção do adversário (6×4). Após sequencia de saques do ponteiro Rammé, os donos da casa abriram margem (12×8). Maringá continuou não conseguindo colocar a bola em boas condições para o levantador Ricardinho e Juiz de Fora continuou dominando o set (21×12). O técnico Renato promoveu algumas mudanças na equipe, mas não modificou o andar do set. O JF Vôlei fechou o set em 25×17, após 22 minutos de disputa.

2º set

Como se tivessem anulado o set anterior, Maringá começou a segunda parcial jogando muito melhor do que o set anterior (5×7). Com a recepção ajustada, o levantador Ricardinho pôde distribuir melhor as jogadas, dificultando o trabalho do bloqueio adversário, com destaque para os ataques de Sérgio Félix, Aureliano e Marcílio, esse último que entrou no primeiro set e não saiu mais de quadra(14×20). O JF Vôlei até diminuiu a desvantagem para três pontos (20×23), mas não teve mais tempo para reagir (21×25).

3º set

Os paranaenses começaram comandando o marcador com vantagem de dois pontos (3×5), mas após ataque de Renan, o time mineiro passou à frente e levantou a torcida (7×6).O lance deu um gás a mais para Juiz de Fora que foi abrindo (17×14). Porém, o Copel Telecom Maringá conseguiu se recuperar e deixou tudo igual (18×18). Mais agressivos, os visitantes pontuaram no contra-ataque e no bloqueio, em sequência, para passar à frente no placar e abrir dois pontos (18×20), vantagem que o time visitante manteve até o fim do set para virar o jogo em 2 sets a 1 (23×25).

4º set

Embalados, Maringá ditava o ritmo do jogo e abriu cinco pontos logo no início da parcial (2×7). Neste momento, o técnico Henrique Furtado já havia gastado os seus dois pedidos de tempo. Parecia que o set se encaminharia facilmente para o time do Paraná (15×20), mas JF não desistiu, mesmo com o placar desfavorável. Com bons ataques de Renan e saques de Bruno e Rodrigo, o JF Vôlei diminuiu o placar para dois pontos (21×23). Parecia que a reação mineira tinha começado tarde, pois Maringá teve o primeiro ponto para dar números finais à partida (22×24). Mas Juiz de Fora foi buscar o empate (24×24), para a alegria dos torcedores, que, a partir desse ponto, não conseguiram mais assistir à partida sentados. Os donos da casa salvaram mais sete bolas decisivas de Maringá, viraram a parcial e, quando tiveram o primeiro set point, fecharam o set (33×31), após 39 minutos, com dois pontos consecutivos do central Diego, levando a decisão para o tie break.

5º set

Com o ginásio incentivando o time de Juiz de Fora após a virada memorável, o que se esperava era um JF Vôlei entrando em quadra se impondo, mas o que se viu foram erros de Juiz de Fora, foram seis ao longo do set mais curto. Do lado dos visitantes, com a recepção funcionando, o experiente levantador Ricardinho explorou bastante as bolas rápidas com os centrais Aureliano e Ualas  além de poder contar com uma noite inspirada do oposto Marcilio e do ponteiro Sérgio Félix. Resultado: o Copel Telecom Maringá não deu chances para Juiz de Fora(2×9). Com um ritmo alucinante, a equipe minou o adversário, aproveitou os erros dos mineiros e levou o quinto set, em 16 minutos, conquistando a terceira vitória na Superliga.

Equipes:

JF Vôlei: Rodrigo,  Ricardo, Rammé, Renan,Diego, Bruno  e Fábio Paes.

Entraram: Juan Mendez, Franco, Moreno, Adami

Técnico: Henrique Furtado

Copel Telecom Maringá: Ricardinho, Renato, Aranha,  Sérgio Félix,Mudo, Aureliano, e Felipe.

Entraram: Secco,  Marcilio,Pedro, Michael, Gentil, Ualas

Técnico – Renato Lúcio

Anúncios

Um pensamento sobre “[Superliga] Em jogo de viradas e cinco sets, Maringá derrota o JF Vôlei em Minas Gerais

  1. Pingback: [Superliga] Maringá vence e assume a décima posição; Minas para diante do Sada | SACANDO O VOLEI

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s