[Liga Mundial] No duelo dos novos técnicos, Polônia leva a melhor sobre o Brasil

Com novidades em suas comissões técnicas, Polônia e Brasil se enfrentaram na estreia da Liga Mundial, em Pesaro (ITA), e os poloneses levaram a melhor. Comandados pelo italiano Ferdinando De Giorgi, os europeus venceram por 3×2 (25×20, 20×25, 19×25, 25×22 e 15×8).

Estreando como treinador da seleção brasileira, Renan Dal Zotto não ousou com os titulares e muito menos durante a partida, ao contrário de De Giorgi que modificou bastante a formação de sua equipe. Destaque para o jovem polonês Sliwka que entrou durante o jogo no lugar do veterano Kurek cuja atuação foi abaixo do esperado, e o oposto Konarski, com 20 pontos no jogo.

O Brasil terminou a partida cedendo 30 pontos em erros para os adversários, enquanto os poloneses cometeram 18 erros contabilizados em pontos para o Brasil.

Amanhã (3), o Brasil enfrenta o Irã, às 12h, e a Polônia encara a Itália, a partir das 9h – horário de Brasília.

O jogo

O oposto Evandro foi o maior pontuador com 22 acertos (Foto: FIVb)

Os poloneses começaram a partida mais ligados e abriram três pontos no início do 1º set (0x3). Após pegar ritmo no bloqueio, os brasileiros conseguiram passar à frente dificultando a virada de bola polonesa (10×8). Porém, na reta final do set, a Polônia encaixou uma boa sequência de saques e no contra-ataque do central Bieniek fechou o set em 25×20.

Na segunda parcial, a seleção brasileira conseguiu manter uma boa atuação. Ao contrário do que vem testando em outras competições, a FIVb não extinguiu as paradas técnicas obrigatórias do 8º e 16º pontos na Liga Mundial. Na segunda parada técnica, a vantagem sul-americana era de quatro pontos (16×12). O descanso acordou os poloneses que encostaram (18×17). Ainda assim, os erros dos europeus fizeram a diferença e o Brasil devolveu o placar do primeiro set (20×25).

Com o empate brasileiro, o treinador da Polônia, Ferdinando De Giorgi, começou a testar o banco: sacou Kurek e colocou em quadra o jovem Sliwka durante o set. Mantendo o ritmo do set anterior e com bom volume de jogo, o Brasil não deu brechas para as tentativas de reação polonesas, fechando o 3º set com dois aces do ponteiro Lucarelli (19×25).

Enquanto o Renan Dal Zotto mantinha sua formação titular e com trocas momentâneas, De Giorgi foi remontando seu time. No 4º set, nenhuma das equipes conseguia desgarrar no placar (13×13). Sem a mesma eficiência nos ataques e bloqueio, o Brasil tomou a virada no finalzinho do set e a Polônia levou a partida para o tie-break (25×22)

No set decisivo os poloneses atropelaram os brasileiros. Sem conseguir pontuar no sideout e contra-ataques, a seleção brasileira ficou sem ação diante da potência de Sliwka e Konarski. Caçado pelos saques da Polônia durante toda a partida, o ponteiro Maurício Borges pouco pôde fazer no tie-break (6×13). Apáticos, os brasileiros viram os poloneses comemorarem a primeira vitória na Liga Mundial 2017 (15×8).

Brasil
Bruninho, Evandro, Lucão, Maurício Souza, Lucarelli, Maurício Borges. Líbero: Brendle
Entraram: Douglas Souza, Otávio, Murilo Radke, Renan
Técnico: Renan Dal Zotto

Polônia
Drzyzga, Konarski, Bieniek, Lemanski, Kubiak, Kurek. Líbero: Zatorski
Entraram: Muzaj, Buszek, Sliwka, Klos, Lomacz
Técnico: Ferdinando De Giorgi

Fotos: FIVb

Anúncios

2 pensamentos sobre “[Liga Mundial] No duelo dos novos técnicos, Polônia leva a melhor sobre o Brasil

  1. Pingback: [Liga Mundial] Estados Unidos decepcionam e Bélgica surpreende; confira todos os resultados | SACANDO O VOLEI

  2. Pingback: [Liga Mundial] Brasil dá o troco e vence a Polônia | SACANDO O VOLEI

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s