[Liga Mundial] Mudanças e um respiro para o Brasil na vitória contra o Irã

Após estreia apática diante da Polônia, a seleção brasileira mudou de atitude em quadra e conseguiu superar o Irã por 3×1 (20×25, 25×19, 25×22 e 25×22), em Pesaro. A equipe de Renan Dal Zotto entrou para a partida também com mudanças no elenco: o central Otávio e o líbero Thales vieram como titulares nos lugares de Lucão e Tiago Brendle, respectivamente. O líbero do Lebes Gedore Canoas foi um dos destaques brasileiros ao lado do oposto Evandro que terminou a partida com 27 pontos e o posto de maior pontuador.

Para o Irã, esta é a segunda derrota na competição. Ontem (2), os comandados de Igor Kolakovic foram superados pela Itália por 3×0. Amanhã (4), os iranianos fecham o primeiro fim de semana da Liga Mundial enfrentando a Polônia, às 12h, enquanto o Brasil pega a Itália, às 9h (horário de Brasília).

O líbero Thales foi titular na vitória contra o Irã. (Foto: Fivb)

O jogo

Os iranianos começaram bem o confronto, com bastante volume de jogo e boa leitura de bloqueio. O saque brasileiro não foi suficiente para afetar a recepção adversária, facilitando o trabalho do levantador Marouf que abusou das bolas de meio-fundo. Após a parada do 16º ponto, os iranianos aproveitaram os erros do Brasil e abriram cinco pontos (15×20). A vantagem se manteve e o Irã fechou a primeira parcial em 20×25.

Com dificuldades para virar as bolas de primeiro tempo, o levantador Bruninho acionou bastante o oposto Evandro nos contra-ataques. A confiança foi aumentando e, com a melhora na virada de bola, o Brasil conseguiu tomar o controle do placar aproveitando ainda a queda na potência dos ataques adversários. Com tranquilidade na reta final, o Brasil conseguiu empatar o confronto ao vencer a segunda parcial por 25×19.

A terceira parcial foi marcada pelo equilíbrio do início ao fim. O volume de jogo foi um dos pontos altos do sets, com três pontos do oposto Evandro após belas defesas do líbero Thales incendiando a equipe. Mesmo com os ataques de Gharfour e os saques de Ghaemi, a seleção brasileira conseguiu conter a reação iraniana e levar o set em 25×22.

Enquanto o bloqueio iraniano continuou forte, o saque foi um dos pontos fortes da seleção brasileira no quarto set. Mais tranquilos, os brasileiros conseguiram abrir cinco pontos (15×10) e administrar a vantagem apesar da arrancada do Irã após a segunda parada obrigatória. O alívio veio após a boa passagem de Otávio no saque devolver a vantagem para o Brasil e o ponteiro Lucarelli marcar o último ponto da partida (25×22).

Irã

Ebadipour, Ghaemi, Marouf, Adel Gholami, Ghafour, Masoud Gholami. Líberos: Marandi e Heydari

Entraram: Salafzoon, Mirzajanpour, Manavinezhad, Ghara.

Técnico: Igor Kolakovic

Brasil

Bruninho, Evandro, Otávio, Maurício Souza, Lucarelli, Maurício Borges. Líbero: Thales

Entraram: Renan, Murilo Radke, Rodriguinho, Éder

Técnico: Renan Dal Zotto

Fotos: FIVb

Anúncios

Um pensamento sobre “[Liga Mundial] Mudanças e um respiro para o Brasil na vitória contra o Irã

  1. Pingback: [Liga Mundial] Estados Unidos decepcionam e Bélgica surpreende; confira todos os resultados | SACANDO O VOLEI

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s