[Superliga] Canoas garante vaga nos playoffs após vitória sobre o JF Vôlei

O início da noite de ontem (10), em Juiz de Fora, foi de muita chuva e de despedidas. O JF Vôlei, já rebaixado, fez sua última partida em casa na temporada e amargou mais uma derrota. Em jogo válido pela 10ª rodada do returno, a equipe juiz-forana foi derrotada pelo Lebes/Canoas por 3×1, parciais de 25×27, 18×25, 25×19 e 20×25. O troféu Viva Vôlei ficou com o ponteiro Rodrigo, do Canoas. Além de Rodrigo, Abouba e Matheus também se destacaram do lado gaúcho.

Ainda que tenha desestabilizado a recepção da equipe gaúcha em vários momentos da partida, o JF Vôlei voltou a pecar no ataque e não conseguiu levar o duelo para o tie-break. “Pegamos um adversário muito inspirado em algumas ações, e muito inspirado no ataque. Seguimos lutando da forma como podíamos, buscando na defesa, buscando fazer um saque acelerado para complicar a situação do adversário, mas eles tiveram uma constância muito grande no ataque e trabalharam com muita agressividade com passe bom e com passe ruim”, avaliou o treinador do JF Vôlei, Henrique Furtado.

DSC00230.jpg

Marcel Matz faz sua primeira temporada como treinador (Foto: Lucilia Bortone/Sacandoovolei)

A vitória deu ao Lebes/Canoas a certeza de que estará nos playoffs da Superliga 2017/2018, tendo ainda a possibilidade de passar como 7º colocado. “Não oscilamos muito, até melhoramos no returno. Com essa vitória por 3×1, já pontuamos mais do que no turno. Manter um nível alto a temporada toda é bem difícil, é um time jovem que está experimentando a Superliga como titular pela primeira vez e tem que se provar a todo momento. Hoje [ontem] era um jogo difícil, com muita tensão do nosso lado por buscar um resultado para garantir matematicamente a classificação e com menos tensão para o lado do JF Vôlei. Graças ao desempenho e à concentração dos jogadores, conseguimos a nossa classificação para os playoffs”, disse o técnico do Canoas, Marcel Matz.

Matz, que atuou como assistente técnico em equipes como o Sesi-SP e na seleção brasileira juvenil, faz sua primeira temporada como treinador na Superliga. “Essa está sendo a minha maior missão como profissional. Graças ao trabalho da comissão técnica toda e ao empenho dos jogadores conseguimos os resultados. A seriedade no dia-a-dia e os resultados que aconteceram para o nosso lado, fizeram com que acreditássemos que podíamos cada jogo um pouquinho mais e hoje estamos colhendo os frutos desse trabalho. Foi uma missão bem difícil, muita dúvida no início de como agir sendo responsável pela tomada de decisão final. Estava preparado, mas estou experimentando uma coisa que agora é diferente”.

Ao lado de Marcel Matz está Marcelinho Ramos, que já comandou o Canoas e na última temporada estava no Montes Claros. “Já tinha trabalhado com ele na Ulbra quando eu era estagiário, e sabia que era um cara que tinha condição total de me ajudar. Ele comprando a ideia e vendo que tinha espaço para trabalhar, se sentiu motivado e contribuiu muito para o desempenho do time. A gente vai levando de um jeito que seja bom para a equipe, vai construindo junto com características diferentes e isso deu certo”, comentou Marcel Matz.

Na próxima rodada, a última da fase de classificação, o Lebes/Canoas recebe o Minas Tênis Clube e o JF Vôlei enfrenta, fora de casa, o Corinthians-Guarulhos. Todas as partidas da 11ª rodada do returno acontecem no dia 17 de março e no mesmo horário, às 20h30.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s