[Paulista] Taubaté conquista o tetra em grande duelo de cinco sets contra o Corinthians

Noite de sábado (7) com ginásio lotado em Guarulhos para a segunda partida final do Campeonato Paulista 2017 e a EMS Funvic Taubaté teve que suar para vencer os donos da casa e a torcida. Em um emocionante 3×2 (21×25, 25×19, 21×25, 26×24, 15×12), a equipe do Vale do Paraíba conquistou seu quarto título da competição.

22255122_886442861531971_7971246223557456152_o.jpgEstreando no comando da equipe do Vale do Paraíba, o argentino Daniel Castellani elogiou a luta do adversário. “Muito bonita a final. Tivemos de tudo: bom jogo, erros, jogadas espetaculares e muita emoção. Mesmo não jogando bem, não perdemos a cabeça e conseguimos mais um título. O Corinthians-Guarulhos valorizou nossa vitória e também está de parabéns”, disse.

Mesmo com a festa frustrada, a torcida do Corinthians-Guarulhos fez coro para cantar o hino do clube após a partida. “Foi bonito, né? Acho que começamos um projeto muito legal e que tem tudo para crescer ainda mais. Não chegamos ao título, mas fomos vencedores também”, comentou o idealizador do projeto e bicampeão olímpico Serginho.

O jogo

Com o torcedor transformando o Ginásio da Ponte Grande em um caldeirão, o Corinthians começou a partida forçando bastante o saque, ajudando seu bloqueio a marcar as jogadas do Taubaté. Cometendo muitos erros, os visitantes não conseguiram efetividade para superar a defesa corintiana. Em 24 minutos, o Corinthians-Guarulhos fez 25×21 e 1×0 na partida.

Confiantes, os donos da casa começaram a segunda parcial e chegaram a abrir cinco pontos no placar. Porém, a EMS Taubaté Funvic reagiu ainda na primeira metade do set e reequilibrou o duelo. Na reta final, o Taubaté passou à frente e, com o ataque mais eficiente, manteve a liderança e levou o set em 25×19.

22255089_886441831532074_5194067529781113705_o.jpgPressionados, os corintianos não começaram bem o 3º set e logo viram os adversários abrirem vantagem no marcador. Porém, com a torcida entoando o nome do veterano Rivaldo, o Corinthians respondeu o chamado e incendiou o jogo. Mais eficiente nos contra-ataques, os locais fecharam a parcial em 25×21 e jogaram a pressão para o outro lado.

Em desvantagem no marcador, o Taubaté veio com tudo no 4º set, mas o Corinthians não deixou barato. Com as equipes trocando pontos, o set só foi decidido na vantagem mínima a favor de Taubaté (26×24), que contou com uma estratégia de saque mais organizada e os erros dos adversários.

Mantendo o saque concentrado no jovem Fábio, Taubaté conseguiu ficar com o jogo na mão. Os atacantes de Taubaté não decepcionaram quando acionados pelo levantador Rapha, que fez um belo trabalho na final – assim como o levantador do Corinthians, Rodrigo. Mesmo em desvantagem, os corintianos buscaram o jogo, porém pararam no bloqueio de Taubaté. Após 2h20 de partida, a EMS Taubaté Funvic fechou o tie-break em 15×12 e levantou o troféu do estadual pela quarta vez.

Com informações da Federação Paulista de Volleyball e EMS Funvic Taubaté
Foto destaque: Federação Paulista de Volleyball
Fotos internas: Rafinha Oliveira/EMS Taubaté Funvic

Anúncios

Bola rápida – Estaduais

– No sábado (30), o Campeonato Mineiro definiu o primeiro finalista da edição 2017. Em Montes Claros, os donos da casa foram superados pelo Minas Tênis Clube por 3×0, parciais de 25×20, 25×21 e 25×21. Os minastenistas esperam a definição do adversário da decisão que saíra do confronto entre Sada Cruzeiro e JF Vôlei na próxima quarta-feira (4).

solesitesemifinal

Taubaté é o atual campeão paulista e decide o título em 2017 contra o Corinthians (Foto: Rafinha Oliveira/EMS Taubaté Funvic)

– Os ingressos para a semifinal entre Cruzeiro e Juiz de Fora estão disponíveis. A semifinal será no dia 4 de outubro, no Ginásio do Riacho, às 20h. A partida terá transmissão do jornal O Tempo.

– No Paulista, o EMS Taubaté Funvic passou pelo Sesi e decide o título com o Corinthians Guarulhos, que eliminou o Vôlei Renata. A primeira partida será na quarta-feira, 4, em Taubaté, e a segunda está marcado para o sábado, 7, em Guarulhos – ambas com transmissão do Sportv 2. Caso termine com uma vitória para cada lado, o título será decidido no Golden set.

 

Foto destaque: Montes Claros Vôlei/Divulgação
Com informações do Montes Claros Vôlei, Sada Cruzeiro e EMS Taubaté Funvic

[Paulista] No golden set, Taubaté vence Sesi e se consagra tricampeão do estadual

Após perder o primeiro jogo da final para o Sesi SP por 3 a 0 (21x 25, 16 x 25 e 23x 25) na Vila Leopoldina, a equipe de Taubaté deu a volta por cima, venceu o segundo confronto por 3 sets a 1(26×24,25×17,22×25 e 25×17) no ginásio do Abaeté e levou a decisão do campeonato para o set desempate, onde venceu por (25×21) e se consagrou tricampeão do estadual.

O JOGO:

Precisando vencer para forçar o golden set, set decisivo do campeonato, Taubaté começou impondo o ritmo e chegou ao tempo técnico em vantagem (8×6). A equipe da case se manteve à frente (17×16), mas forçava bastante saque sem sucesso e viu o Sesi se recuperar e deixar tudo igual (18×18).  Lucarelli, um dos destaques de Taubaté, foi substituído por Japa, que entrou bem e ajudou Taubaté a retomar a liderança (21×19). O bloqueio do time visitante parou o forte ataque taubateano e passou no marcador na hora decisiva (22×23) mas, rapidamente, no bloqueio duplo de Otávio e Japa e no erro de ataque de Murilo, a equipe da casa fechou o set (26×24), em 31 minutos.

 2º set

Como já havia acontecido na primeira parcial, Taubaté chegou à parada obrigatória liderando o placar (8×6), após bloqueio do levantador Rapha.  Wallace chamou a responsabilidade e, ao lado do ponteiro Lucas Lóh, lideravam o time (16×10). Murilo, capitão do Sesi, não concordou com a marcação do árbitro e reclamou, a atitude gerou um cartão amarelo para o time visitante. Na sequência, forçando o saque e aproveitando os contra-ataques, os donos da casa não davam chances de recuperação para o adversário (21×13) e o time se encaminhou para vencer mais um set (25×17). Foram 17 pontos de ataque de Taubaté, contra apenas oito do Sesi.

3º set

O Sesi voltou com uma postura diferente e com a recepção melhor, o que fez o levantador Bruno voltar a forçar as bolas de primeiro tempo com os centrais Lucão e Aracajú (9×12).  A equipe visitante seguiu liderando (12×15) e parecia que a vantagem seguiu até o fim do set. Porém, Taubaté foi buscar uma reação e com ótima atuação de Japa, empatou o placar (19×19). O final permaneceu equilibrado (22×22), até o levantador Rapha cometer os dois toques. Na sequência, Taubaté se desconcentrou e o Sesi aproveitou para vencer o seu primeiro set (22×25), após o bloqueio de Leitzke, que havia entrado justamente para pontuar nesse fundamento.

 4º set

Com dois bloqueios seguidos, um de Japa e outro de Otávio, a equipe local abriu vantagem logo no início (4×1). Com um saque forçado e atrapalhando a recepção do Sesi, Taubaté foi ampliando (9×3). Mesmo sem ritmo de jogo pois está voltando de uma ruptura parcial do tornozelo, o técnico Marcos Pacheco colocou Douglas Souza para dar mais equilíbrio no passe de sua equipe.  Se de um lado a recepção não funcionava muito bem, a linha de passe dos donos da casa seguia colocando a bola na mão do levantador Rapha, que distribuía muito bem suas jogadas (16×8). Com ampla margem e certa facilidade, o Funvic fechou o set (25×17) e o jogo por 3 a 1, levando a decisão do Paulista para o set decisivo, o golden set.

Golden set

Após dois erros de ataque de Wallace, o Sesi começou o set decisivo à frente (1×3). Porém, rapidamente, o oposto do Funvic se recuperou e, com um ace, inverteu a vantagem para sua equipe chegar na liderança no tempo técnico (8×6). O golden set seguiu nervoso e equilibrado (10×10), mas no contra-ataque Taubaté abriu (12×10) e ampliou a vantagem para três pontos na segunda parada obrigatória (16×13). Na volta à quadra o Sesi recuperou o ritmo de jogo e deixou a parcial empatada mais uma vez (19×19).  Com o bloqueio fazendo a diferença no final do set, a equipe da casa reconstruiu a vantagem (24×21) e no erro de Aracaju fecharam o jogo (25×21), se consagrando tricampeão paulista.

EQUIPES:

Funvic/Taubaté:  Rapha, Lucarelli, Lóh, Otávio, Éder, Wallace e Mário Jr

Entraram: Japa, Danilo Gelinski, Kaio e Vinicius

Técnico: Cézar Douglas

SESI SP:  Bruno, Murilo, Fábio, Aracajú, Lucão, Théo e Serginho

Entraram: Vaccari, Alan, Johan e Leitzke.

Técnico: Marcos Pacheco

(Foto: Reprodução/ Facebook Vôlei Funvic Taubaté)