[Mundial] Itália e Bulgária estreiam com vitória; Brasil entra em quadra dia 12

GetImage (1)O Campeonato Mundial Masculino começou ontem (9) na Itália e na Bulgária, com as duas seleções anfitriãs vencendo seus desafios da estreia. No Foro Itálico de Roma lotado, os italianos superaram o Japão do 3×0 (25×20, 25×21, 25×23). O oposto Ivan Zaytsev terminou a partida com 13 pontos, comandando o ataque italiano.

No mesmo horário, em Varna, a Bulgária entrava em quadra contra a Finlândia. Os donos da casa levaram a melhor e venceram por 3×0, com parciais de 25×21, 25×19, 25×22. Do lado búlgaro, destaque para o atacante Valentin Bratoev, com 14 pontos na estreia.

Na próxima quarta-feira (12), a competição engata com as estreias das demais seleções. Confira abaixo a tabela completa da 1ª rodada do Mundial 2018.

Grupo A – Sedes: Roma e Florença (ITA)
09.09.18 – Itália 3 x 0 Japão (25×20, 25×21, 25×23)
12.09.18 – República Dominicana x Eslovênia (12h – Horário de Brasília)
12.09.18 – Bélgica x Argentina (15h30 – Horário de Brasília)

Grupo B – Sede: Ruse (BUL)
12.09.18 – França x China (8h – Horário de Brasília)
12.09.18 – Holanda x Canadá (11h – Horário de Brasília)
12.09.18 – Brasil x Egito (14h30Horário de Brasília)

Grupo C – Sede: Bari (ITA)
12.09.18 – Camarões x Tunísia (9h – Horário de Brasília)
12.09.18 – Austrália x Rússia (12h – Horário de Brasília)
12.09.18 – Estados Unidos x Sérvia (15h30 – Horário de Brasília)

Grupo D – Sede: Varna (BUL)
09.09.18 – Bulgária 3 x 0 Finlândia (25×21, 25×18, 25×22)
12.09.18 – Irã x Porto Rico (11h – Horário de Brasília)
12.09.18 – Cuba x Polônia (14h30 – Horário de Brasília)

Com informações da FIVb.
Fotos: FIVb

[Pré-mundial] Argentina não decepciona e garante vaga no Mundial 2018

Após cair na semifinal do Sul-americano, a Argentina se recuperou e venceu o Pré-mundial disputado em Delmi de Salta no último fim de semana. A seleção comandada por Julio Velasco venceu, no sábado (2), a Venezuela por 3×0 (25×19, 25×16, 25×12). Esta era a última oportunidade para as seleções da América do Sul de conquistar uma vaga para o Campeonato Mundial de 2018 que será disputado na Itália e Bulgária.

ARG-VEN-(4).jpgO Pré-mundial contou com Argentina, Chile e Venezuela, sendo disputado como um triangular. Os argentinos venceram seus dois confrontos, enquanto os chilenos, que terminaram em 2º lugar, triunfaram diante dos venezuelanos.

Além da Argentina, já estão com vaga garantida: Brasil (campeão Sul-americano); China, Irã, Japão e Austrália (qualificatória asiática); Itália e Bulgária, países sede; Polônia (campeã Mundial 2014); França, Holanda, Eslovênia, Rússia, Sérvia, Finlândia e Bélgica (qualificatória europeia). As cinco vagas da Norceca serão definidas no Pré-mundial da região que será realizado entre os dias 24 de setembro e 2 de outubro. Não há informações sobre os critérios de classificação para as três vagas para as seleções africanas.

O Campeonato Mundial Itália-Bulgária está programado para começar no dia 10 de setembro de 2018 e a final está prevista para o dia 30 do mesmo mês.

Com informações da Feva e FIVb.
Fotos: Feva

[Mundial] Minas leva virada e se despede da competição sem vencer

No último jogo da primeira fase do Mundial de Clubes que está sendo disputado em Betim (MG), o Minas até começou melhor e dificultando a vida do Bolívar (ARG), mas a inexperiência da equipe voltou a pesar e o adversário fechou por 3 sets a 1, parciais de (18/25, 25/19, 25/19 e 25/22). Com o resultado, o Minas somou a terceira derrota e está eliminado da competição.  Já o Bolívar espera o confronto entre Trentino (ITA) e UPCN (ARG) para saber se avança para a próxima fase.

_ Jogadores do Bolívar comemoram vitória importante e a possibilidade de avançar no campeonato. (Foto: FIVB/Divulgação)

Mesmo com mais um resultado negativo, foi a melhor apresentação da equipe mineira no Mundial. No primeiro set os mineiros entraram com mais garra e aproveitaram o excessivo número de erros dos argentinos para sair à frente (18×25). Precisando da vitória para manter o sonho de seguir vivo, o técnico Javier Weber chamou a atenção dos seus jogadores. A cobrança fez efeito rapidamente e o Bolívar parecia uma nova equipe em quadra no 2º set para empatar a partida (25×19).

 O domínio argentino permaneceu nos dois sets seguintes (25×19 e 25×22) com o central Creer se destacando no bloqueio e parando os ataques de Bisset, oposto minas-tenista. O meio de rede foi o maior pontuador do Bolívar, com 13 acertos, sendo cinco só nesse fundamento.Do lado da equipe brasileira, o destaque positivo foi o jovem ponteiro de 22 anos, Thiago Vanole, que começou jogando pela primeira vez no campeonato. O atleta não sentiu a pressão de uma partida nesse nível e foi o jogador de confiança do levantador Gelinski. Vanole foi o maior pontuador do jogo com 17 pontos, sendo 16 de ataque e um em bloqueio.