[Copa Brasil] Depois de estar perdendo por 2 sets a 0, Sesi leva o jogo para o tie break e conquista uma vitória eletrizante

Nesta quinta-feira à noite (19), Sesi (SP) e Sada Cruzeiro (MG) entraram no ginásio do Taquaral, em Campinas (SP), para a disputa da segunda partida da semifinal da Copa do Brasil. Em jogo eletrizante, com direito a viradas espetaculares, o Sesi SP  venceu o jogo no tie break, após estar perdendo por  2 sets a 0. Resultado final: 3 sets a 2 para os paulistas, parciais de (23×25,23×25, 25×23, 25×20 17×15) e agora vai enfrentar o Funvic Taubaté na grande decisão de sábado (21), às 15h0, com transmissão do Sportv 2.

 O jogo

As equipes iniciaram a partida forçando o saque e com isso cometeram muitos erros.  Após

mendez

_ O técnico Marcelo Mendez cobrou muito dos seus jogadores, que responderam dentro de quadra no 1º set. [Foto: Bruno Miani/ Inovafoto/CBV]

invasão por baixo da rede do levantador William, o time paulista abriu dois pontos (9×7). Com Bruninho distribuindo bem as bolas, o Sesi foi ampliando o marcador (16×12). Quando parecia que os paulistas iriam se encaminhar para fechar o set com facilidade, o técnico Marcelo Mendez parou o jogo e cobrou atitude de seus jogadores (21×14). O puxão de orelha fez bem aos cruzeirenses que, na ótima sequência de saques do ponteiro Filipe que proporcionou muitos contra-ataques e bolas de xeque, buscaram uma reação que parecia impossível (21×20). A atitude celeste assustou o Sesi, foi a vez de Marcos Pacheco pedir tempo, mas os seus comandados sentiram o momento e, sem agressividade, viram o adversário virar a parcial (22×23) e sair na frente na semifinal (23×25), em 24 minutos.

 2º set

Os erros voltaram a se acumular, sobretudo no fundamento de saque, e o início foi equilibrado (10×10). No ataque de Théo, a bola pegou na antena e com isso o Cruzeiro abriu dois pontos (14×16).  Sabendo da importância de se manter agressivo para não deixar o Sada se impor, o Sesi aproveitou o contra-ataque para diminuir a desvantagem para apenas um ponto (19×18). Os paulistas não baixaram a guarda, mas, do outro lado, William distribuía bem as jogadas, dificultando o bloqueio adversário que ainda não tinha pontuado na partida. Após ataque de Leal, os mineiros repetiram o placar do set inicial (23×25), abrindo 2 sets a 0, em 48 minutos de partida.

3º set

Os times começaram se revezando à frente do marcador (9×8). Com o passe melhor, Bruno começou a arriscar as bolas de meio com seus centrais Lucão e Aracaju (14×11).  No saque de Leal, o Sada igualou o placar (16×16), provocando o pedido de tempo de Marcos Pacheco. A parada não fez efeito no saque do ponteiro cruzeirense que marcou mais um ponto direto nesse fundamento (16×17). O setor defensivo do Sesi melhorou, bloqueio e contra-ataque, e o time passou a comandar o set no final (24×22). E, no ataque indefensável do oposto Théo, os paulistas fecharam o set (25×23), em 29 minutos.

seeeee

– Após estar perdendo por 2 a 0, o Sesi levou a partida para o quinto set. [Foto: Bruno Miani/Inovafoto/CBV]

4º set

A parcial começou tensa, com os jogadores demonstrando um certo nervosismo. Em disputado ponto, com direito a excelentes defesas, Douglas Souza botou a bola no chão (7×5).Após o segundo árbitro relatar com o juiz principal um xingamento de um integrante da comissão técnica cruzeirense, os mineiros levaram um cartão vermelho, o que resultou em ponto para o adversário (11×10). O Cruzeiro voltou a cometer mais erros e os Sesi aproveitou o momento para abrir vantagem (15×11). No saque de Lucão, a bola bateu na fita e caiu no chão do lado adversário (18×15). Vibrando mais e mais soltos em quadra, os paulistas ditaram o ritmo do final do set (18×22). Apático, o Sada cometia mais erros de jogada que o normal e assistiram o Sesi fechar o set (25×20), em 25 minutos, e levar a decisão da semifinal para o tie-break.

5º set

A primeira metade do set decisivo foi disputado ponto a ponto, com Théo e Douglas se destacando no time paulista; e Evandro e Leal comandando o ataque cruzeirense. No no placar, (8×7) a favor do Sesi. Depois de mais uma longa troca de bolas, Leal botou a bola no chão e o Cruzeiro em vantagem (9×10). Após erro de ataque de Théo, Marcos Pacheco parou a partida (11×13).  Na volta à quadra, rapidamente o Sesi, no bloqueio de Lucão, deixou tudo igual (13×13), foi a vez de Mendez pedir tempo.  O Cruzeiro teve dois pontos do jogo, mas não aproveitou. Na primeira oportunidade que teve, o time paulista botou a bola no chão (17×15) e deu números finais ao jogo.

Equipes:

Sada Cruzeiro: William, Evandro, Leal, Filipe, Isac, Simón e Serginho.

Entraram:  Alan, Cachopa, Éder Levi

Técnico: Marcelo Mendez

 Sesi SP:  Bruno, Théo, Douglas Souza, Murilo, Sidão, Aracaju e Serginho.

Entraram: Fábio, Alan, Rafa, Leitzke

Técnico: Marcos Pacheco

[Foto de capa: Bruno Miani/Inovafoto/CBV]

Anúncios

[Copa Brasil] Taubaté vence Campinas e é o primeiro finalista

Com a presença do novo técnico da seleção masculina Renan Dal Zotto, Brasil Kirin (SP) e Funvic Taubaté (SP), fizeram a primeira partida da semifinal da Copa do Brasil nesta quinta-feira (19), no ginásio Taquaral, em Campinas (SP), local da fase final da competição. Mesmo jogando em casa, o time campineiro não conseguiu superar os ataques de Wallace e companhia e foram superados por 3 sets a 0, parciais de (22×25, 22×25 e 19×25). Agora o time do Vale da Paraíba espera o vencedor de Sada Cruzeiro e Sesi SP para saber quem será seu adversário na final,  partida que será realizada no sábado (21).

O JOGO

Com apoio da torcida, a equipe de Campinas começou com um ritmo de jogo melhor e abriu três pontos, liderados pelo oposto Rivaldo (9×6). O time da casa continuou comandando o marcador, mas na metade do set, Taubaté cresceu e no contra-ataque de Wallace empatou a parcial (15×15).  Os visitantes começaram a ditar o ritmo e o saque fez a diferença, foram cinco pontos diretos nesse fundamento contra nenhum do rival, sobretudo com o central Éder, que fez com que o Funvic passasse a dominar o marcador (16×20).  Contemplados com dois erros seguidos de ataque do time da Região do Vale da Paraíba, o Brasil Kirin até tentou reagir (20×21), mas após o levantador Rapha ganhar a bola na mão de ferro contra o central Vini, Taubaté fechou o set (22×25), em 30 minutos.

2º set

Assim como no set anterior, os donos da casa começaram à frente (2×0), porém, rapidamente viram o adversário virar o marcador (5×8). Com o ataque de Taubaté afiado, sobretudo com o oposto Wallace, o Funvic abriu quatro pontos (10×14). Após o pedido de tempo, Campinas voltou mais regular e reequilibrou a parcial (14×15). Após ataque, ao tocar o chão, Lucarelli sentiu o calcanhar direito e foi substituído por Vinícius (18×19). Na sequência, Baiano, que havia entrado no time de Campinas na inversão 5 e 1, deixou tudo igual (19×19). Mas, na hora decisiva, o ataque time visitante voltou a se impor, foram 16 pontos nesse fundamento contra 11 dos campineiros, e a equipe de Taubaté repetiu o placar do 1º set (22×25), em 29 minutos

3º set

Foi o início mais equilibrado do jogo, com nenhuma das equipes conseguindo abrir vantagem mínima de dois pontos (7×7).  O saque fez a diferença mais uma vez para Taubaté, desta vez com o central Otávio, que contribuiu para o time taubateano dominar o placar (7×11), provocando o pedido de tempo do técnico Horacio Dileo.   A parada fez bem para o time da casa que diminuiu a desvantagem para dois pontos(13×15). Porém, os ataques  de Wallace, os bloqueios  dos centrais Éder e Otávio, além dos levantador Rapha inspirado, Funvic voltou a se impor e se encaminhar para dar números finais ao set (e a semifinal (19×25).

Equipes:

Vôlei Brasil Kirin: Rodriguinho, Vini , Maurício, Temponi, Diogo, Rivaldo e  Tiago Brendle.

Entraram: Ygor Ceará, Jotinha e Baiano

Ténico: Horacio Dileo

 Funvic Taubaté:  Rapha, Éder, Otávio, Lucas Lóh, Lucarelli, Wallace e Mário Jr.

Entraram: Kaio, Gelinski, Vinicius e Japa

Técnico: Cézar Douglas

[Foto de Capa: Reprodução Facebook Vôlei Brasil Kirin]

[Copa Brasil] Definidos os confrontos da fase semifinal

Já estão definidos os confrontos da próxima fase da Copa do Brasil. Sada Cruzeiro (MG), Sesi (SP) e Funvic Taubaté (SP), que haviam vencido na primeira rodada Lebes Gedore Canoas, JF Vôlei e Montes Claros (MG), respectivamente,  avançaram para a fase semifinal da competição, e se juntaram ao Brasil Kirin, que já estava automaticamente classificado para a semifinal, por ser sede da Fase Final, que será  realizada entre os dias 19 a 21 de janeiro, em Campinas.  Veja como ficaram os cruzamentos:

Semifinais:

copa-do-brasil-sadaaa

_ A equipe cruzeirense é a atual campeã. [Foto: InovaFoto/Divulgação CBV]

19.01 (QUINTA-FEIRA) – Vôlei Brasil Kirin (SP) x Funvic Taubaté (SP), às 19h, no ginásio Taquaral, em Campinas (SP) – SPORTV
19.01 (QUINTA-FEIRA) – Sada Cruzeiro (MG) x Sesi-SP, às 21h30, no ginásio Taquaral, em Campinas (SP) – SPORTV

Final:

21.01 (SÁBADO) – Vencedor do jogo 4 x Vencedor do jogo 5, às 16h30, no ginásio Taquaral, em Campinas (SP) – SPORTV

 A competição:

A Copa Banco do Brasil é disputada por sete equipes mais bem classificadas na tabela da Superliga após o término do primeiro turno. Os quatro classificados se reunirão em Campinas (SP) de 19 a 21 deste mês.

Resultados 1ª rodada:

Sada Cruzeiro 3 x 1 Lebes Gedore Canoas (25×20, 25×20 e 25×16)

Montes Claros 1 x 3 Funvic Taubaté (17x 25,25×19,15×25 e 21×25)

Sesi SP 3x 0 JF Vôlei (25×21, 25×18 e 25×22)

[Copa do Brasil] Competição começa com dois jogos nesta terça-feira(10)

A Superliga dá uma pausa por alguns dias, para o início da  primeira rodada da Copa do Brasil Masculina de Vôlei 2017. Com sete times na disputa – os primeiros colocados no turno da Superliga – a competição terá início nesta terça-feira (10), com dois confrontos: Sesi SP x JF Vôlei, às 19h, no ginásio da Vila Leopoldina, em São Paulo, e Montes Claros x Funvic Taubaté, às 20h, no Tancredo Neves, em Montes Claros (MG). Na quarta-feira (11), o Sada Cruzeiro, atual campeão, estreia diante do Lebes Gedore Canoas, às 20h, no ginásio do Riacho, em Contagem (MG). As partidas da primeira fase não terão transmissão.

Em jogo único, as três equipes que vencerem as partidas estarão classificadas para as semifinais e se juntaram ao Brasil Kirin, que já está garantido nesta fase por ser a sede da Fase Final, que será realizada nos dias 19 a 21 de janeiro, no ginásio do Taquaral, em Campinas (SP).Confira a programação:

sesi

_ O Sesi  SP, do técnico Marcos Pacheco, recebe o JF Vôlei(MG), às 19h, na Vila Leopoldina, em partida de abertura da Copa do Brasil. [Foto:Lucilia Bortone/Sacandoovolei.com]


10.01 (TERÇA-FEIRA) – Sesi-SP x JF Vôlei (MG), às 19h, na Vila Leopoldina, em São Paulo (SP)

10.01 (TERÇA-FEIRA) – Montes Claros Vôlei (MG) x Funvic Taubaté (SP), às 20h, no Tancredo Neves, em Montes Claros (MG)

11.01 (QUARTA-FEIRA) – Sada Cruzeiro Vôlei (MG) x Lebes/Gedore/Canoas (RS), às 20h, no ginásio do Riacho, em Contagem (MG)

Semifinais:

19.01 (QUINTA-FEIRA) – Equipe sede x Equipe 4, às 19h, no ginásio Taquaral, em Campinas (SP) – SPORTV

19.01 (QUINTA-FEIRA) – Equipe 2 x Equipe 3, às 21h30, no ginásio Taquaral, em Campinas (SP) – SPORTV

Final:
21.01 (SÁBADO) – Vencedor do jogo 4 x Vencedor do jogo 5, às 16h30, no ginásio Taquaral, em Campinas (SP) – SPORTV

Cruzeiro conquista a Copa Brasil pela segunda vez

Cerca de 2.600 torcedores presentes no Ginásio do Taquaral, em Campinas, viram o Sada/Cruzeiro conquistar seu segundo título da Copa Brasil. A vitória, na noite de ontem (23) sobre o Brasil Kirin, donos da casa, veio por 1×3 e de virada, parciais de 26×24, 16×25, 21×25 e 20×25.

Este foi o quarto título cruzeirense na temporada. Em 2015, a equipe mineira venceu o Estadual, o Mundial de Clubes e a Supercopa. O treinador Marcelo Mendez destacou a importância da conquista para o crescimento do grupo no restante da temporada. “É um título que é muito bom para os nossos patrocinadores, que investem no vôlei, e para os projetos sociais que representamos. Entramos sempre para ganhar, para melhorar o nosso jogo e evoluir. Parabéns a todo o grupo, os jogadores, a comissão técnica, pois todos se superam a cada dia, com muita responsabilidade. Vamos seguir trabalhando muito, para chegarmos bem no Sul-Americano que vamos disputar em fevereiro, e também nos play-offs da Superliga. O trabalho não para. Hoje vamos celebrar muito, mas a partir de amanhã já mudamos o nosso foco para o que vem pela frente”, disse o argentino que está no comando da equipe desde 2009.

Com informações da CBV e Sada/Cruzeiro

[Copa Brasil] Cruzeiro, Sesi e Voleisul vão às semifinais

Sada/Cruzeiro, Sesi-SP e Voleisul/Paquetá Esportes venceram e avançaram para as semifinais da Copa Brasil. As três equipes se juntam ao Vôlei Brasil Kirin na Fase Final da competição quer será disputada nos dias 21 e 23 de janeiro, em Campinas.

Líder da Superliga, o Sada/Cruzeiro passou pelo Lebes/Gedore/Canoas por 3×0 (25×18, 25×15 e 25×14), em Contagem (MG). Já o atual campeão da Copa Brasil, Funvic/Taubaté, colocou a equipe reserva em quadra e foi derrotada pela Voleisul também por três sets a zero (25×23, 25×22 e 25×23).

No último confronto da 2ª rodada, o Sesi-SP venceu o duelo paulista contra a equipe de São José em mais um 3×0, parciais de 25×22, 25×18 e 25×21.

Confrontos definidos

Anfitrião das finais, o Brasil Kirin enfrentará a Voleisul em uma das semifinais. Na outra chave, Sesi e Sada/Cruzeiro buscam a vaga na decisão do dia 23.

A Fase Final terá transmissão do Sportv e da TV Brasil.

 

COPA BANCO DO BRASIL MASCULINA

Semifinais

Jogo 7 – 21.01 (QUI) – Brasil Kirin (SP) x Voleisul/Paquetá Esportes (RS), às 18h30, no Taquaral, em Campinas (SP) – SporTV / TV Brasil
Jogo 8 – 21.01 (QUI) – Sada Cruzeiro (MG) x Sesi-SP, às 21h, no Taquaral, em Campinas (SP) – SporTV / TV Brasil

Final

23.01 (SÁB) – Vencedor do jogo 7 x Vencedor do jogo 8, às 21h, no Taquaral, em Campinas (SP) – SporTV / TV Brasil

 

Foto: Alexandre Arruda/CBV

[Copa Brasil] Três confrontos definem semifinalistas da competição

Na noite de hoje (13) conheceremos os semifinalistas da Copa Brasil 2016. Serão três partidas válidas pela 2ª rodada da competição que reúne dez equipes que disputam a Superliga 2015/2016. Em Contagem, o líder da Superliga, Sada/Cruzeiro, recebe o Lebes/Gedore/Canoas, às 20h. No mesmo horário, o Sesi-SP enfrenta o São José Vôlei, na Vila Leopoldina.

Ainda sofrendo com desfalques, a Voleisul/Paquetá Esportes faz sua primeira partida sem Paulo Rose no comando e busca a classificação diante do Funvic/Taubaté, no Vale do Paraíba. Campeão em 2015, o Taubaté deverá entrar em quadra com um time mesclado, dando oportunidade aos recém-chegados Sanchez (ex-Sada/Cruzeiro) e Lucão (ex-JF Vôlei) e descansando os titulares para a disputa do Sul-americano de Clubes que será realizado em Taubaté em fevereiro.

Os vencedores passam para a fase final que será disputada em Campinas. O Vôlei Brasil Kirin já está classificado para as semifinais por ser a sede das finais da Copa Brasil.

 

Com informações da CBV