[Mundial de Clubes] Nova data, nova sede, nova fórmula

Após muita especulação, o Mundial Masculino de Clubes terá nova casa em 2017 e fugirá do calor brasileiro. O torneio será realizado entre os dias 11 e 17 de dezembro, na Polônia – em duas cidades a serem definidas –, e terá nova fórmula para definir os oito clubes participantes.

Além dos campeões continentais (América do Sul, Europa e Ásia), terão vaga: o vencedor da Liga Polonesa (anfitriões), dois campeões nacionais dos países melhores colocados no ranking da Federação Internacional de Voleibol (FIVb) e dois wild cards. Com a reformulação, o Mundial passa a privilegiar equipes mais fortes e o equilíbrio dentro da própria competição.

O torneio, assim como em edições anteriores, terá dois grupos com quatro equipes. As duas melhores colocadas avançam para as semifinais.

De volta ao calendário da FIVb em 2009, o Mundial de Clubes já teve como sedes Doha (Qatar), Betim (Brasil), Belo Horizonte (Brasil), São Paulo (Brasil), Milão (Itália), Parma (Itália) e Treviso (Itália). O Trentino é o maior campeão (quatro títulos), seguido pelo Sada Cruzeiro que venceu o torneio três vezes.

Campeões Mundial Masculino de Clubes

Betim 2016 – Campeão: Sada Cruzeiro (Brasil)
Betim 2015 – Campeão: Sada Cruzeiro (Brasil)
Belo Horizonte 2014 – Campeão: Belgorie Belgorod (Rússia)
Betim 2013 – Campeão: Sada Cruzeiro (Brasil)
Qatar 2012 – Campeão: Trentino (Itália)
Qatar 2011 – Campeão: Trentino (Itália)
Qatar 2010 – Campeão: Trentino (Itália)
Qatar 2009 – Campeão: Trentino (Itália)
Treviso 1992 – Campeão: Misura Mediolanum Milano (Itália)
São Paulo 1991 – Campeão: Il Messaggero Ravenna (Itália)
Milão 1990 – Campeão: Mediolanum Milano (Itália)
Parma 1989 – Campeão: Maxicono Parma (Itália)

 

Com informações da FIVb
Fotos: FIVb

Anúncios

[Mundial] Sada Cruzeiro atropela Zenit Kazan e conquista o tricampeonato mundial

O Sada Cruzeiro conquistou o título do Mundial de Clubes pela terceira vez na história. Em Betim (MG), neste domingo (23), o time brasileiro venceu o Zenit Kazan, da Rússia, por 3 sets a 0, parciais de (25-21, 25-23, 25-15), em reedição da final do ano passado, que também foi vencida pelos cruzeirenses.

aaa

_ o cubano naturalizado brasileiro Leal foi o principal pontuador da partida. (Foto: FIVB)

Em final recheada de estrelas do voleibol mundial, o ataque foi o destaque da partida, com domínio dos mineiros, 38 contra 26 dos russos. O oposto Evandro com 60% de acertos e 14 pontos foi o maior pontuador da partida decisiva, seguido de perto do ponteiro Leal, com 13 acertos. Do lado do Zenit, Leon foi o principal pontuador, com 13 pontos e o oposto Mihaylov marcou 10 vezes. O norte americano Matt Anderson, foi o destaque negativo do confronto, com apenas cinco pontos.

 

O JOGO

 A partida começou com o oposto Evandro virando todas as bolas quando acionado (5×3). Com a recepção cruzeirense bem, o levantador William optava pelas jogadas rápidas pelo meio com o central Simón (16×13). Se do lado brasileiro o ataque era muito eficiente com destaque para Rodriguinho, e Leal, pelo lado russo Anderson e Mikhaylov enfrentavam uma certa dificuldade em pontuar (19×15). O cubano naturalizado polonês Leon chamou a responsabilidade e diminuiu a desvantagem do Zenit (22×20), mas o Kazan voltou a falhar e viu o Sada vencer o primeiro set (25×21).

 2º set

llllllllllllll.jpg

_ Leon(9), foi o atacante mais eficiente do time do Zenit. (Foto:FIVB)

O Zenit Kazan voltou com uma outra postura para a segunda parcial e logo impôs uma boa margem (3×7), fazendo com que o técnico Marcelo Mendez parasse a partida logo no início. O tempo fez bem aos cruzeirenses que voltaram mais ligados e com uma sequência de cinco pontos viraram o marcador (8×7).  Daí por diante o set seguiu equilibrado e só houve uma vantagem após Simón parar o ataque de Anderson (19×17). A jogada fez bem para o Sada que voltou a se impor e, no ataque de Evandro que explorou o bloqueio adversário, o Cruzeiro fechou mais um set da final (25×23).

 

3º set

Com os times se revezando na liderança do placar (10×10), foi o início mais equilibrado da grande final. Os cubanos Leal e Leon seguiram sendo os destaques no ataque de Cruzeiro e Zenit, respectivamente.  Cuba ainda teve outro destaque, o meia Simón, do Cruzeiro, que no bloqueio deu vantagem para os mineiros (13×11). Com a arquibancada inflamada e incentivando o Sada, os jogadores respondiam em quadra e ampliavam a diferença (20×14).  O time do Zenit sentiu a pressão e não conseguiu reagir, o resultado foi um massacre celeste, que fechou o set com dez pontos à frente (25×15) e se consagrou tricampeão mundial de clubes.

triiiiiiiiiiiiiiii

_ Jogadores cruzeirenses vibram com mais um ponto. (Foto: FIVB)

EQUIPES:

Sada Cruzeiro: William, Evandro, Rodriguinho, Leal, Isac, Simón e Serginho

Entraram: Cachopa, Renan

Técnico:  Marcelo Mendez

Zenit Kazan:  Butko,Mikhaylov, Leon, Anderson,Ashchev, Volvich e Verbov

Entraram: Kobzar, Sivozhelez, Gutsalyuk,

Técnico:  Vladimir Alekno

SELEÇÃO DO CAMPEONATO:

Confira quais foram os jogadores que se destacaram nas estatísticas e foram eleitos na seleção do Mundial:

wwwwwwwwww

_  Com atuação acima da média durante todo o campeonato, William Arjona( Sada Cruzeiro) foi eleito o MVP, o jogador mais valioso do Mundial de Clubes. (Foto: FIVB)

Levantador: Giannelli( Trentino)

Ponteiros: Leal(Cruzeiro) e Leon ( Zenit)

Centrais: Volvich (Zenit) e Crer (Bolívar)

Líbero: Serginho (Cruzeiro)

Oposto: Evandro (Cruzeiro)

MVP: William (Cruzeiro)

 (Foto: Reprodução Facebook Sada Cruzeiro Vôlei)

[Mundial] Zenit Kazan e Sada Cruzeiro confirmam favoritismo e reeditam a final do ano passado

No primeiro jogo de semifinal do Campeonato Mundial que está sendo disputado em Betim (MG), no duelo de clubes europeus, o time russo do Zenit Kazan, atual bicampeão europeu, levou a melhor diante do Trentino, da Itália por 3 sets a 0, parciais de (25×18, 25×23 e 25×18) e, assim como no ano passado, fazem a final do Mundial no domingo (23).

anderson.jpg

_ Anderson foi o maior pontuador do confronto . (Foto: FIVB/Divulgação).

O maior pontuador da partida foi o americano Anderson, do Zenit, com 15 pontos, 13 de ataque e dois em bloqueios, seguido por seu companheiro Mikhaylov, com 13. O maior pontuador do Trentino foi o ponteiro italiano Lanza, com 10.

Sada Cruzeiro avança à final e tentará o tricampeonato mundial

O Sada Cruzeiro segue na luta pelo tricampeonato Mundial, após vencer, de virada, o Personal Bolívar, da Argentina, por 3 sets a 1, parciais de (21/25, 25/15, 25/15 e 25/19). Com 16 pontos, o central Simón foi o maior pontuador do confronto, sendo 11 de ataque, três de bloqueio e dois de saque. Pelo lado argentino, o australiano Thomas Edgar foi o maior pontuador, com 13 acertos, sendo dez de ataque e três em pontos diretos de saque.

Esta será a quarta decisão dos cruzeirense

SadaCruzeirosRobertlandySimoninteractswiththefans.jpg

_  O central cubano Simon foi o destaque cruzeirense. (Foto;FIVB)

s no torneio da Federação Internacional de Voleibol (FIVB). Em 2012, em Doha, no catar, o elenco brasileiro ficou com a medalha de prata. Em seguida, nas edições de 2013 e 2015, o Sada Cruzeiro também chegou ao duelo decisivo, conquistando o bicampeonato histórico para o vôlei nacional. Agora, o desafio é o terceiro título de melhor do mundo.

 A final entre Sada Cruzeiro e Zenit Kazan será neste domingo(23), às 16h15, com transmissão de Sportv e ESPN +.

[Mundial] Minas leva virada e se despede da competição sem vencer

No último jogo da primeira fase do Mundial de Clubes que está sendo disputado em Betim (MG), o Minas até começou melhor e dificultando a vida do Bolívar (ARG), mas a inexperiência da equipe voltou a pesar e o adversário fechou por 3 sets a 1, parciais de (18/25, 25/19, 25/19 e 25/22). Com o resultado, o Minas somou a terceira derrota e está eliminado da competição.  Já o Bolívar espera o confronto entre Trentino (ITA) e UPCN (ARG) para saber se avança para a próxima fase.

_ Jogadores do Bolívar comemoram vitória importante e a possibilidade de avançar no campeonato. (Foto: FIVB/Divulgação)

Mesmo com mais um resultado negativo, foi a melhor apresentação da equipe mineira no Mundial. No primeiro set os mineiros entraram com mais garra e aproveitaram o excessivo número de erros dos argentinos para sair à frente (18×25). Precisando da vitória para manter o sonho de seguir vivo, o técnico Javier Weber chamou a atenção dos seus jogadores. A cobrança fez efeito rapidamente e o Bolívar parecia uma nova equipe em quadra no 2º set para empatar a partida (25×19).

 O domínio argentino permaneceu nos dois sets seguintes (25×19 e 25×22) com o central Creer se destacando no bloqueio e parando os ataques de Bisset, oposto minas-tenista. O meio de rede foi o maior pontuador do Bolívar, com 13 acertos, sendo cinco só nesse fundamento.Do lado da equipe brasileira, o destaque positivo foi o jovem ponteiro de 22 anos, Thiago Vanole, que começou jogando pela primeira vez no campeonato. O atleta não sentiu a pressão de uma partida nesse nível e foi o jogador de confiança do levantador Gelinski. Vanole foi o maior pontuador do jogo com 17 pontos, sendo 16 de ataque e um em bloqueio.

[Mundial de Clubes] Enquanto Sada segue 100%, Minas sofre segunda derrota

alexisgonzlezofbolivarencourageshisteammatesO segundo dia do Mundial de Clubes começou com o clássico argentino UPCN e Bolívar. Em sua estreia na competição, o time comandado por Javier Weber fez 3×1 no UPCN em um duelo emocionante, com parciais de 33×31, 22×25, 30×28 e 27×25. “Estou muito feliz porque esta foi uma partida importantíssima para nós, muito emocional em vários aspectos. Viemos de um torneio ruim na Argentina na última semana e precisávamos jogar como jogamos hoje contra novo arquirrival, um time bem formado e preparado. Trabalhamos bem nos contra-ataques e apesar de não termos marcado muitos pontos, estivemos fortes mentalmente para trabalhar as jogadas”, avaliou Weber.

Sem poder contar com o ponteiro Filipe, que se lesionou na partida de ontem (18), o Sada Cruzeiro não teve dificuldades para vencer o Tala’ea El-Geish. A equipe brasileira fez 3×0, com parciais de 25×18, 25×20, 25×15. “Estamos jogando muito bem, mas penso que temos melhorar bastante ainda nosso saque, nosso ataque, temos que melhorar. O Zenit Kazan é um dos favoritos e temos que jogar muito bem para enfrentá-los. Meu compatriota Leon é um grande jogador, e não somente ele, mas todo o time. Mas temos que trabalhar bem e fazer nosso jogo amanhã”, afirmou o central Simon.

Mais cedo, o Minas não conseguiu se recuperar da derrota para o UPCN e caiu diante o Trentino por 3×0 (25×23, 25×19, 25×23). O time de Belo Horizonte segue sem vencer um set e olha de longe o sonho de uma vaga nas semifinais.

O Mundial de Clubes segue com transmissões ao vivo da Federação Internacional e dos canais ESPN e Sportv.

Resultados

Terça-feira – 18/10

Zenit Kazan 3 x 0 Tala’ea El-Gaish

Minas Tênis Clube 0 x 3 UPCN San Juan

Sada Cruzeiro 3 x 0 Taichung Bank

Quarta-feira – 19/10

Bolívar 3 x 1 UPCN San Juan

Diatec Trentino 3 x 0 Minas Tênis Clube

Sada Cruzeiro 3 x 0 Tala’ea El-Gaish

Quinta-feira – 20/10

15h – Tala’ea El-Gaish x Taichung Bank

17h30 – Diatec Trentino x Bolívar

20h – Sada Cruzeiro x Zenit Kazan

Sexta-feira – 21/10

15h – Bolívar x Minas Tênis Clube

17h30 – Zenit Kazan x Taichung Bank

20h – UPCN San Juan x Diatec Trentino

Sábado – 22/10 – Semifinais

15h – 1º do Grupo A x 2º do Grupo B

18h – 2º do Grupo A x 1º do Grupo B

Domingo – 23/10 – Final

14h – Disputa de 3º lugar

16h15 – Decisão

Grupo A

Sada Cruzeiro (BRA)

Taichung Bank (TPE)

Tala’ea El-Gaish (EGY)

Zenit Kazan (RUS)

Grupo B

Bolivar (ARG)

UPCN San Juan (ARG)

DIATEC Trentino (ITA)

Minas Tênis Clube (BRA)

Com informações da FIVb e Sada Cruzeiro
Fotos: FIVb

[Mundial] Sada Cruzeiro estreia com vitória; Minas é derrotado

Em menos de uma hora, o Sada Cruzeiro, atual campeão do Mundial de Clubes fez o dever de casa e venceu o Taichunk Banco, do Taipé Chinês, por 3-0 (25×10, 25×16, 25×13), em partida disputada no ginásio Divino Braga, em Betim (MG).

A superioridade cruzeirense era visível, o que foi demonstrado nos números da partida. Foram 11 pontos de saque dos brasileiros contra apenas um dos asiáticos. No ataque a diferença fica ainda mais evidente, foram 44 pontos nesse fundamento para o Sada e apenas 18 do adversário. O maior pontuador da partida foi o ponteiro Leal, com 16 acertos e 80% de aproveitamento de ataque.

taichungbankschienchenchenspikesagainsttheblock

_ Leal foi o destaque do confronto. (Foto: FIVB/Divulgação)

Com a partida longe de ser complicada, o técnico Marcelo Mendez aproveitou para mexer bastante em sua equipe, dando a chance para o ponteiro Rodriguinho, o levantador Cachopa e o oposto Renan atuarem mais na partida.  Nesta quarta-feira (19), às 19h, o Cruzeiro volta à quadra, desta vez diante do Tala’ea El-Gaish, do Egito.

Minas estreia com derrota para argentinos

 O time minas-tenista foi superado pelo UPCN da Argentina por 3 sets a 0(25×22, 25x 18 e 25x 18).

Com dificuldades em parar os ataques do oposto búlgaro Nikolay Uchikov e do meio de rede Martin Ramos, que marcaram 12 e 11 pontos, respectivamente, o time brasileiro

yordanbissetofminastenisclubefacesthedoubleblock-1

_Bisset foi o maior pontuador, mas não impediu a derrota do Minas. (Foto: FIVB/Divulgação)

pareceu nervoso em quadra e cometeu muitos erros. Mesmo com a derrota, o oposto cubano Yordan Bisset foi o maior pontuador do jogo, com 13 pontos de ataque.

A derrota dificultou o caminho do Minas na competição, para continuar sonhando com uma classificação, os mineiros precisam vencer nesta quarta-feira (19), o Trentino, sendo que a equipe italiana é um dos favoritos a conquistar o Mundial. A partida será às 16h30, com transmissão do Sportv e Espn +.

Zenit Kazan vence com facilidade

No jogo de abertura do Mundial de Clubes, o time russo do Zenit Kazan, atual campeão europeu e um dos favoritos ao título, não encontrou dificuldades para vencer o Tala’ea El-Geish do Egito por 3 a 0 (25×14,25×19 e 25×15).

maximmikhaylovofzenitkazanspikesovertheblock

_ O oposto Mikhaylov  ataca por cima do bloqueio egípcio para marcar mais um ponto. (Foto: FIVB/Divulgação)

Recheados de astros do voleibol mundial, como o cubano naturalizado polonês Wilfredo Leon, o americano MattAnderson, além do russo Maxim Mikhaylov, que foi o maior pontuador do confronto com 11 pontos, o Zenit foi superior em todos os fundamentos, com destaque para o bloqueio, 10 pontos contra zero dos adversários.

Com o resultado, Zenit e Sada Cruzeiro lideram o grupo A, com três pontos conquistados. Os russos folgam na quarta-feira (19) e na quinta-feira (21), às 20h, têm um duelo direto pela liderança com o Sada Cruzeiro, atual campeão mundial.

Enquanto o Sada Cruzeiro busca o tri, Minas disputa o Mundial de Clubes pela primeira vez

Na manhã desta terça-feira (30), Sada Cruzeiro e Minas Tênis Clube oficializaram a parceria para a realização do Mundial de Clube de 2016. A competição acontece entre 19 e 23 de outubro e terá como sede a cidade de Betim (MG).

Como anfitrião, o Minas participará do Mundial pela primeira vez. Já o Sada Cruzeiro garantiu a vaga como atual campeão sul-americano e busca o terceiro título mundial.

A edição deste ano reunirá, além de Sada e Minas, mais quatro equipes: o campeão europeu Zenit Kazan (Rússia); o campeão asiático Taichung Bank (Taipé Chinesa); o campeão africano Tala’ea El Gaish (Egito); e um representante da Norceca.