[Superliga] Sada Cruzeiro não dá chances ao JF Vôlei e vence por 3 a 0

Abrindo a 6ª rodada da Superliga Masculina 2017/18, o JF Vôlei recebeu, ontem (10), no ginásio da UFJF, a equipe do Sada Cruzeiro, e foi superada por 3×0 (25×20, 25×19 e 25×16). Este foi o quarto confronto dos times nesta temporada (três encontros foram pelo estadual), e todos vencidos pelo time de Belo Horizonte.

Com o resultado, o Cruzeiro segue na liderança da competição, com 21 pontos e na próxima sexta (17) faz o clássico mineiro contra o Minas, às 18h, na Arena JK. Já Juiz de Fora segue sem pontuar e é o penúltimo colocado, podendo após o término da rodada, até amargurar a lanterna da tabela A equipe da Zona da Mata mineira volta à quadra no dia 19, quando recebe o Sesc Rio de Janeiro no ginásio da UFJF, às 13h.

O JOGO

DSC07915.jpg

Alvo dos saques do JF Vôlei, o veterano Filipe foi eleito melhor da partida. (Foto: Lucilia Bortone/Sacandoovolei)

Visando dar ritmo de jogo a todos os seus jogadores, o técnico Marcelo Mendez seguiu mexendo na escalação inicial, desta vez optando pelo ponteiro Rodriguinho no lugar de Leal. O início foi animador para os donos da casa, que conseguiram equilibrar a partida (5×6). Porém, o Cruzeiro desestabilizou a recepção de JF e abriu quatro pontos (5×9), o que provocou o pedido de tempo de Henrique Furtado. A parada fez bem a sua jovem equipe que voltou mais agressiva e diminuiu a desvantagem para apenas um ponto(15×16). Quando parecia que a equipe da Zona da Mata ia equilibrar a final da parcial, JF voltou a cometer muitos erros de ataques e viram o adversário fechar a parcial (25×20).

O segundo set começou como a parcial anterior, os cruzeirenses abriram vantagem (4×8), forçando uma parada técnica. Seus comandados voltaram mais ligados e após bela sequência de Rammé, no saque, deixaram tudo igual (9×9). Quando o jogo estava 13 a 11 para os visitantes, o oposto Evandro sacou e a arbitragem marcou ponto de saque, irritando todo o time da Zona da Mata, principalmente o técnico Henrique Furtado, que reclamou muito com a arbitragem e levou um cartão amarelo. Com a bola em jogo novamente, o levantador Uriarte distribuía bem as jogadas, acionando bastante o central Isac e o ponteiro Filipe(17×20). Sem dar chances para uma reação do adversário, o Sada fez (25×19).

O JF Vôlei começou liderando o terceiro set, o que não havia acontecido anteriormente(7×5). Rapidamente o time da capital mineira tirou o ímpeto dos meninos do JF e empatou a parcial (12×12), quando Simón foi para o saque, marcou um ponto direto nesse fundamento colocando os visitantes à frente (12×13). Alternando saques balanceados e forçados, o central cubano conseguiu uma ótima sequência(12×17) e desestabilizou o adversário. Com isso, o Cruzeiro foi administrando a partida e aproveitando os altos e baixos de Juiz de Fora para definir o set (25×16) e o jogo por 3 a 0. O ponteiro Filipe foi eleito o melhor jogador do confronto e recebeu o troféu Viva Vôlei.

Equipes:

JF Vôlei
Felipe, Emerson, Leozinho, Rammé, Rômulo, Bruno. Líbero: Juan Mendez
Entraram: Adami, Raphael e Victor
Técnico: Henrique Furtado

Sada Cruzeiro
Uriarte, Evandro, Rodriguinho, Filipe, Isac, Simón. Líbero: Serginho
Entraram: Cachopa e Alemão
Técnico: Marcelo Mendez

Anúncios

[Superliga] Sada segue líder e Minas supera o Sesi; confira todos os resultados

Atual campeão, o Sada Cruzeiro foi ao sul do país enfrentar o Lebes Canoas na abertura da 5ª rodada do turno da Superliga Masculina 2017/2018 e saiu com mais uma vitória no início da noite de ontem (8). O triunfo por 3×1 (25×22, 25×17, 22×25, 25×13) foi o sexto em sete partidas disputadas pela equipe mineira, que antecipou alguns confrontos em decorrência de sua participação no Mundial de Clubes no próximo mês. “Foi um jogo difícil, como todos têm sido nessa Superliga. A nossa equipe ainda não está no nível mais alto que pode chegar por um desgaste de viagens, jogos, treinamentos pesados e isso conta um pouco nessa possível queda de rendimento que temos sofrido. Mas, foi um jogo bonito e valeu para quem assistiu aqui o ginásio ou pela televisão”, disse o levantador cruzeirense Cachopa.

minas-sesi-orlandobento.pngOutro mineiro que comemorou mais uma vitória foi o Minas Tênis Clube que, diante de sua torcida, passou pelo Sesi-SP também por 3×1. “O troféu de melhor em quadra fica pequeno perto da garra e do comprometimento que essa equipe tem. Hoje, sacamos bem e passamos bem. Buscamos sempre algo maior, nosso crescimento individual e também como equipe. Temos nos fortalecido cada vez mais. E, quando jogamos na Arena, nos sentimos mais poderosos, com o apoio da torcida e das pessoas que gostam de voleibol. Procuramos sempre fazer o melhor”, comemorou o levantador Marlon.

Montes Claros e JF Vôlei, que esteve desfalcado do oposto Emerson, perderam na rodada para Vôlei Renata e EMS Taubaté Funvic, respectivamente. Destaque do Taubaté na partida e eleito melhor do jogo, o ponteiro Ruiz ressaltou os perigos de se entrar em quadra contra uma equipe como a de Juiz de Fora. “Em um jogo contra uma equipe mais frágil, é natural que a equipe entre mais relaxada, e passe a impressão de não estar jogando tão bem. Mas hoje nós soubemos levar a partida com total controle, e foi importante que os jogadores que vinham atuando menos, pudessem estar em quadra por mais tempo”, analisou.

Em Maringá, os donos da casa foram superados pelo Corinthians-Guarulhos e, também fora de casa, o Sesc-RJ fez 3×0 no Ponta Grossa Caramuru.

Superliga Masculina 2017/2018 – 5ª rodada turno – 08.11.2017

Lebes Canoas 1 x 3 Sada Cruzeiro (22×25, 17×25, 25×22, 13×25)
Copel Telecom Maringá Vôlei 0 x 3 Corinthians-Guarulhos (24×26, 21×25, 18×25)
EMS Taubaté Funvic 3 x 0 JF Vôlei (25×16, 25×18, 25×20)
Ponta Grossa Caramuru 0 x 3 Sesc-RJ (15×25, 19×25, 15×25)
Minas Tênis Clube 3 x 1 Sesi-SP (20×25, 25×23, 25×21, 25×22)
Montes Claros Vôlei 1 x 3 Vôlei Renata (25×22, 15×25, 17×25, 23×25)

Com informações da CBV, EMS Taubaté Funvic e Minas Tênis Clube.
Foto destaque: Fernando Potrick | Gama
Foto interna: Orlando Bento/MTC

 

[Superliga] Experiência faz a diferença e Vôlei Renata supera o JF Vôlei fora de casa

Neste sábado (28), em partida válida pela 3ª rodada do turno da Superliga Masculina 2017/2018, o JF Vôlei(MG) recebeu o Vôlei Renata(SP) no Ginásio da UFJF, e foi superado pelo time campineiro por 3 a 0(14×25, 25×27 e 17×25).  Com uma atuação segura, o ponteiro Tiago Mão foi eleito o melhor jogador em quadra e ficou com o Troféu Viva Vôlei.

Um fator determinante do confronto foi a experiência de jogadores da equipe visitante, que conta em seu elenco com jogadores veteranos como o ponteiro Diogo, o central Vini, além do oposto Vissotto, que nos momentos decisivos jogaram com tranquilidade; contra a juventude do time de Juiz de Fora, o atleta mais velho da equipe tem 25 anos, e com isso, muitas vezes ansiedade em pontuar se transforma em  erros cruciais nos momentos decisivos dos sets.

Foi a terceira derrota dos mineiros, enquanto o time paulista se recuperou da derrota na rodada anterior e conquistou a segunda vitória na competição. Na próxima rodada, que será no sábado (4), Juiz de Fora enfrenta o SESI- SP, às 21h30, na casa do adversário. Enquanto o Vôlei Renata joga em casa, no Ginásio do Taquaral, às 15h, diante do Minas Tênis Clube.

 O jogo

Contando com jogadores experientes, como o ponteiro Diogo, o central Vini, além do oposto Vissotto, o Vôlei Renata entrou em quadra demonstrando mais agressividade e volume de jogo. Após uma marcação da arbitragem a favor do time visitante, os jogadores do time da casa reclamaram muito, perderam a concentração e viram o adversário abrir vantagem. (7×11). Com Vissotto tendo uma excelente passagem no saque e aproveitando os inúmeros erros do time da casa, Campinas abriu dez pontos (12×22) e caminhou com facilidade para definir a primeira parcial (14×25).

O segundo set foi bem equilibrado, a tônica foi o saque, quem foi melhor nesse fundamento conseguia comandar o placar com vantagem mínima(9×8). Após erros consecutivos do time da casa, forçando o pedido de tempo do técnico Henrique Furtado (9×12). A parada fez bem para o time mineiro que voltou mais ligado, tirando a desvantagem(14×14) e até passou à frente (16×15). Com dois saques balanceados de Bruno, Juiz de Fora abriu dois pontos (21×19) e chegou a ter o ataque para vencer o set (24×23), porém, a ansiedade em definir acabou se transformando em erros e o Vôlei Renata aproveitou para retomar o comando do placar e definir mais um set (25×27).

 O JF Vôlei começou abrindo 3×0, mas com o saque forçado do adversário, a recepção enfrentava muita dificuldade e a bola não chegava em boas condições para o levantador Felipe, deixando o jogo do time mineiro previsível. Do outro lado, com a bola na mão, o levantador Rodriguinho distribuía muito bem as jogadas e seus atacantes respondiam botando a bola na quadra adversária(14×22). Após mais um erro dos donos da casa, o Vôlei Renata venceu o set (17×25) e o jogo por 3 a 0.

Equipes:

 JF VÔLEI:  Felipe, Emerson, Leozinho, Rammé, Bruno, Franco. Líbero: Juan Mendez

Entraram: Adami, Raphael, Matheus

Técnico: Henrique Furtado

VÔLEI RENATA :  Rodrigo,  Vissotto, Diogo, Mão, Vini e Júnior . Líbero Bello

Entraram: Daniel, Krauchuck, Salsa

Técnico: Horácio Dileo

[Foto: Mônica Cury/Assessoria JF Vôlei]

[Superliga] No reencontro com William, Sada vence o Sesi por 3 sets a 1

Nesta quinta-feira(26), em confronto adiantado da 10ª rodada do turno, o Sada Cruzeiro Vôlei recebeu o Sesi SP e venceu no ginásio do Riacho, em Contagem(MG) por 3 seta a 1(26×24, 25×23, 21×25 e 25×21). Esta foi uma das partidas que o Sada solicitou mudança de data devido à participação da equipe mineira no Mundial de Clubes, que será realizado na Polônia, no mês de dezembro.

Um  fato marcante do jogo foi o  reencontro de dois jogadores com o ex- time. O  levantador William, que defendeu o time mineiro por sete temporadas, e o oposto Alan, revelado nas categorias de base do time celeste, hoje defendem as cores do time paulista,  enfrentaram  torcida celeste.  O levantador Nico Uriarte, que chegou ao Cruzeiro para substituir o William, marcou oito pontos e foi eleito, por votação popular online, o melhor jogador da partida.

No próximo sábado(28), em duelo da terceira rodada. O invicto e líder Cruzeiro vai à Maringá enfrentar os paranaenses, às 18h30, no Ginásio Chico Neto. Já o Sesi viaja para Canoas, para jogar diante dos gaúchos, que ainda estão invictos na competição.

O jogo

Os times entraram em quadra com o intuito de forçar o saque, mas cometiam mais erros que acertos nesse fundamento, o que não deixava ninguém se deslanchar no placar. No bloqueio de Simón, o Cruzeiro abriu dois pontos (12×10), porém, com uma defesa ligada e contando com a maestria do levantador William, a equipe paulista foi buscar reverter a desvantagem e até passou à frente (16×17), após ace de Lipe. Os visitantes fizeram (22×23), quando Uriarte acionou o central Simón duas vezes e o cubano deu a vantagem para o Sada(24×23). Após 26 minutos, Filipe marcou ponto direto no saque e definiu o primeiro set (26×24)

O Sesi voltou à quadra mais agressivo e dominando o placar (4×7). Com ótimo aproveitamento de ataque de seus ponteiros Douglas e Lipe, o time paulista não dava chances para reação do adversário (9×13), além disso, os cruzeirenses cometiam muitos erros no saque, na metade do set, já eram sete erros dos mineiros no fundamento. Porém, quando parecia que o Sesi se encaminhava para empatar o jogo, a equipe começou a cometer muitos erros e viu os donos da casa tirarem a desvantagem ponto a ponto, empatar a parcial (19×19) e virar o set, após erro do time paulista(20×19). Em uma pipe incrível, Leal deu a vitória para o Sada (25×23), que abriu 2 sets a 0.

nico

–  Com oito pontos e excelente atuação, o levantador Nicolás Uriarte foi eleito o melhor jogador da partida. [Foto: Reprodução Twitter  Sada Cruzeiro]

A partida era quente, após um bate-boca na rede entre Lipe e Isac, ambos levaram cartão amarelo. Sem pontuar no bloqueio, o técnico Rubinho tirou Aracaju e colocou Gustavão, que entrou muito bem no jogo marcando dois pontos seguidos nesse fundamento (8×10). O jogo seguiu nervoso, dessa vez com uma discussão na própria equipe, o oposto Evandro e o técnico Marcelo Mendez se desentenderam e o jogador acabou sendo substituído. Os nervos à flor da pele do time mineiro se refletiram dentro de quadra e os jogadores estavam apáticos dentro de quadra. Sem ter nada com os problemas do outro lado da quadra e jogando melhor(15×21), o Sesi se encaminhou para fechar o set (21×25), no ataque de Lucão.

O duelo seguiu quente e com muita falação dos jogadores de Sesi e Cruzeiro, que mostravam insatisfação com algumas marcações da arbitragem. Quando a bola voltou a rolar, o equilíbrio permaneceu na primeira parte do set (14×14).  Com grande atuação no saque do levantador cruzeirense Uriarte, a equipe celeste abriu quatro pontos (21×17).  Os mandantes mantiveram a vantagem e, após ataque de Isac, definiram o set (25×21) e o jogo por 3 a 1. Com oito pontos e excelente atuação, Uriarte recebeu o troféu de melhor jogador do confronto.

Equipes:

SADA CRUZEIRO:  Uriarte, Evandro, Leal, Filipe, Simón e Isac. Líbero: Serginho

Entraram: Éder Levi, Rodriguinho, Evandro

Técnico: Marcelo Mendez

SESI SP – William, Alan, Douglas Souza, Lipe, Aracaju e Lucão. Líbero: Pureza

Entraram: Franco, Evandro, Piá, Gustavão

Técnico: Rubinho

 

[Superliga] Canoas vence a segunda partida e é líder; confira todos os resultados

A Superliga Masculina 2017/2018 não decepcionou em grandes jogos em sua 2ª rodada: Sada Cruzeiro e Corinthians-Guarulhos fizeram jogos equilibrados e venceram Sesc-RJ e Minas Tênis Clube por 3×2, respectivamente. Quem vem surpreendendo é o Lebes Canoas Vôlei que já acumula duas vitórias por 3×0 e assumiu a liderança da competição, seguido pelo Sesi-SP.

Vice-campeão na temporada passada, o EMS Taubaté Funvic se recuperou da derrota na 1ª rodada e venceu, no sábado (21), o Copel Telecom Maringá Vôlei no interior de São Paulo. Também no sábado, o Montes Claros Vôlei passou pelo JF Vôlei no Norte de Minas. Apesar do placar de 3×1 para os donos da casa, a partida foi bastante equilibrada e o ponteiro Leozinho do JF Vôlei, com 18 pontos no jogo, segue como maior pontuador da competição com 50 acertos. Esta foi a primeira vitória do Pequi Atômico após a saída de Chico dos Santos do comando da equipe. Confira abaixo todos os resultados:

Superliga Masculina 2017/2018 – 2ª rodada – Turno – 21 e 22.10.17
EMS Taubaté Funvic 3 x 0 Copel Telecom Maringá (25×20, 25×18, 25×17)
Montes Claros Vôlei 3 x 1 JF Vôlei (25×22, 25×22, 23×25, 25×19)
Sada Cruzeiro 3 x 2 Sesc-RJ (25×13, 29×31, 32×34, 25×18, 15×10)
Ponta Grossa Caramuru Vôlei 1 x 3 Sesi-SP (21×25, 19×25, 25×17, 22×25)
Vôlei Renata 0 x 3 Lebes Canoas Vôlei (20×25, 21×25, 20×25)
Corinthians-Guarulhos 3 x 2 Minas Tênis Clube (18×25, 25×21, 18×25, 25×19, 17×15)

classificacao_2017-2018_2arodadaturno_22-10-17

Foto destaque: Marcos Ribolli/Vôlei Renata

[Superliga] Com 32 pontos na estreia, ponteiro Leozinho aparece na seleção da rodada

Após boa atuação na derrota para o Minas, o ponteiro Leozinho do JF Vôlei foi um dos escolhidos para compor o Time dos Sonhos da 1ª rodada da Superliga 2017/2018. Leozinho, que fez 32 pontos na abertura da competição, divide o posto de melhor ponteiro com o argentino Zanotti do Montes Claros. A linha de passe ainda conta com o líbero Pureza do Sesi-SP.

Os centrais que se destacaram foram Matheus, do Lebes Canoas, e Aracaju do Sesi-SP. A dupla PV e Thiaguinho, ambos do Sesc-RJ, completam a seleção. Confira abaixo:

melhoresda1arodada_turno_1718.png

Crédito: Reprodução Site CBV

Foto destaque: Lucilia Bortone/Sacandoovolei

[Superliga] Treinadores de Minas e JF Vôlei destacam ansiedade da estreia

O triunfo do Minas Tênis Clube diante do JF Vôlei no último sábado (14) mostrou uma equipe segura e ciente do que precisa fazer para não deixar escapar pontos contra adversários diretos. “Estreia é difícil para qualquer um. A equipe do Minas se portou muito bem. No terceiro set, erramos muito saques e paramos de pressionar o time de Juiz de Fora. Juiz de Fora está de parabéns pela luta de montar essa equipe”, comentou o treinador do Minas, Nery Tambeiro.

DSC06959.jpgPara Tambeiro, a equipe minastenista vai crescer durante a competição. “Trocamos [jogadores] de acordo com a necessidade e hoje [sábado] não houve essa necessidade, mesmo no set em que perdemos ninguém se mostrou disperso. Foi um momento em que a gente não conseguiu mais recuperar, mas isso faz parte do jogo e nossa equipe vai crescer durante o campeonato, ganhar regularidade e, com certeza, o nosso melhor ainda está por vir”, concluiu.

Do outro lado, os altos e baixos durante a derrota para o Minas Tênis Clube na abertura da Superliga 2017/2018 não desanimam a jovem equipe do JF Vôlei.  “É uma vontade muito grande de fazer tudo muito bem feito, um tempo grande sem jogar a Superliga e não fizemos um primeiro set bom, uma certa ansiedade. Depois fomos colocando as coisas no lugar”, disse Henrique Furtado, treinador do JF Vôlei, que também ressaltou a importância da superação desses momentos difíceis. “A equipe tem muito a evoluir, só que ela precisa de tempo. O jogador mais velho nesse ano tem 8 anos a menos do que o jogador mais velho do time do ano passado. É um grupo muito jovem e vai precisar passar por essas experiências, por essas provações. Nesses momentos difíceis, eles mesmos vão ter que assumir o protagonismo e mudar o panorama do jogo – e por um momento eles conseguiram. Essas experiências dentro da Superliga são muitos valiosas. O time está, talvez, longe de jogar o seu melhor, mas fez uma partida muito digna e demonstra que está no caminho certo”, avaliou.

No próximo sábado (21), o JF Vôlei vai ao Norte de Minas enfrentar o Montes Claros, que desligou Chico dos Santos do comando após derrota na 1ª rodada. Já Minas Tênis Clube segue na estrada e vai a Guarulhos jogar contra o Corinthians no dia 22.

Fotos: Lucilia Bortone/Sacandoovolei