[Superliga] Confira como foi a 10ª rodada e a classificação da competição

Na abertura da 10ª rodada, o Lebes Gedore Canoas recebeu o Minas Tênis Clube no ginásio La Salle, em Canoas (RS), e conquistou uma importante vitória por 3 sets a 1, parciais de (25×22,25×13,16×25 e 25×19), em 1hora e 40 minutos de partida.  Com três pontos conquistados, o time gaúcho chegou aos 12 pontos e pulou do décimo para o sétimo lugar na tabela, posição que pertencia ao Minas. Com a derrota o time de Belo Horizonte permanece com 10, e agora está em oitavo lugar.

Embalados pela vitória na rodada anterior diante do Sesi SP, o Brasil Kirin (SP) foi ao ABC paulista e conseguiu mais um resultado positivo. De virada, o time campineiro bateu o São Bernardo Vôlei (SP) por 3 sets a 1 (21×25, 25×13, 25×23 e 25×20), em 1h50, no ginásio Baetão, em São Bernardo do Campo (SP).  O central Maurício fez 17 pontos e foi eleito o melhor em quadra.  Com a sequência de resultados positivos, Campinas subiu para o terceiro lugar, com 22 pontos. Já São Bernardo permanece com 9, e caiu do oitavo para o décimo lugar.

Com casa cheia no ginásio da UFJF, em Juiz de Fora (MG), o JF Vôlei foi superado pelo Sesi SP por 3 sets a 1, parciais de (27×25,25×15,24×26 2 25×17), em 2horas e 3minutos de jogo. O central Lucão, marcou 18 vezes e foi eleito o melhor jogador em quadra. Com a vitória, o time paulista chegou aos 23 pontos e assumiu a vice-liderança da competição. Já o time de Minas permanece em sexto lugar, com 16 pontos.

No jogo mais esperado da rodada, Sada Cruzeiro(MG) e Funvic Taubaté(SP) se enfrentaram em Contagem (MG), em partida que colocou o oposto Wallace para enfrentar seu ex-time pela primeira vez na temporada. Se a expectativa era de um duelo equilibrado, quando a bola subiu, o que se viu foi um Cruzeiro avassalador, que deu poucas chances ao adversário. Vitória mineira por 3 sets a 0(25×17,25×18 e 30×28), em 1 hora e 28 minutos, com o oposto Evandro escolhido para receber o troféu Viva Vôlei. O resultado deixou os mineiros com 29 pontos, seis pontos de frente para o segundo colocado, Sesi. Já Taubaté não somou pontos e permaneceu com 20 pontos, mas caiu do segundo para o quinto lugar.

O Bento Vôlei Isabela recebeu no ginásio Municipal, em Bento (RS), a equipe do Copel Telecom Maringá (PR), e em um jogo muito equilibrado, foi derrotado no quinto set pelos paranaenses, parciais de (25×16,19×25,25×22,12×25 e 13×15), em 2horas e 22minutos de partida. O líbero Felipe foi escolhido o melhor jogador em quadra e recebeu o Viva Vôlei. Mesmo com a derrota, Bento somou um ponto e chegou aos 10, mantendo o nono lugar da tabela.  Os paranaenses somaram dois pontos e chegarão ao seis e também mantiveram a posição da rodada anterior, o 11º lugar.

 No último jogo da 10ª rodada, Montes Claros (MG) confirmou toda a excelente campanha nesse turno, vencendo mais uma partida, desta vez contra o Caramuru (PR), por 3 sets a 0, fora de casa, com parciais de (28×26,25×21 e 25×23), em 1hora e 33 minutos. Com 12 pontos, o central Robinho foi escolhido o melhor em quadra.  Foi a décima derrota do time paranaense, que ainda não venceu na competição, e ocupa a lanterna da tabela, com dois pontos. Já MOC chegou aos 21 pontos, e está em quarto lugar.

Confira a classificação:

10-ronda

[Foto de capa:  Renato Araújo/ Divulgação Sada Cruzeiro]

[Superliga] Diante do Sesi, bloqueio salva invencibilidade do Cruzeiro no tie-break

O confronto entre Sesi-SP e Sada Cruzeiro na tarde de hoje (10) foi, para dizer o mínimo, nervoso. Apesar de ter dominado a partida, o Sesi acabou derrotado, em casa, pelos visitantes por 2×3 (23×25, 25×18, 27×29, 25×16 e 11×15).

Sem poder contar com Murilo, lesionado, o Sesi apostou no jovem ponteiro Fábio que não decepcionou, se destacando com 6 pontos importantes de bloqueio. O troféu VivaVôlei ficou com Leal (Sada Cruzeiro) mais votado pelo portal da CBV. O ponteiro dividiu o posto de maior pontuador com o oposto Theo (Sesi), com 22 acertos.

O jogo

Sesi abriu o set com uma boa sequência de saques do ponteiro Douglas e se manteve à frente no placar durante todo o set. Apesar das inúmeras reclamações de marcações da arbitragem, o Sada conseguiu se recolocar no jogo e, no finalzinho, encaixou três saques e fechou a primeira parcial em 23×25.

Os visitantes voltaram ligados e abriram quatro pontos no início do 2º set (1×5). Depois do pedido de tempo de Marcos Pacheco, Douglas Souza trouxe o Sesi de volta em outra bela sequência de saques (5×6). Numa sequência de erros dos cruzeirenses, os paulistas conseguiram abrir vantagem (14×10). Errando pouco e sem deixar o Sada crescer novamente, os donos da casa empataram o jogo (25×18).

A terceira parcial começou morna e equilibrada. Após mudanças na equipe, o Sada Cruzeiro voltou a abrir vantagem de dois pontos (11×13). A vantagem logo mudou de lado com o bloqueio de Fábio pra cima de Leal e o contra-ataque de Theo (17×15). Os mineiros conseguiram reencontrar o equilíbrio no saque e recuperar a vantagem mínima para fazer 2×1 na partida (27×29).

O 4º set também começou nervoso e com as equipes trocando pontos. Forçando o saque e desequilibrando o passe adversário, o Sesi abriu quatro pontos (12×8). Perdido nos próprios erros, o Sada Cruzeiro sentiu a pressão do Sesi e viu o tie-break se aproximar (19×11). Tranquilo em quadra, o Sesi fechou a parcial em 25×16 no erro de saque do central Isac.

No set decisivo, o Sada Cruzeiro entrou concentrado no bloqueio e contra-ataque (2×5). Na virada de lado, os visitantes mantinham a vantagem no marcador (5×8). Consistente no tie-break, o Sada Cruzeiro fez 11×15 e segue sem perder na Superliga 2016/2017.

Sesi-SP

Bruninho, Theo, Douglas Souza, Fábio, Aracaju, Lucão. Líbero: Serginho (Escada).
Entraram: Riad, Rafa, Alan, Vaccari
Técnico: Marcos Pacheco

Sada Cruzeiro

William, Evandro, Leal, Rodriguinho, Isac, Simon. Líbero: Serginho
Entraram: Alan, Cachopa, Filipe, Leozinho, Éder Levi
Técnico: Marcelo Mendez

Foto destaque: Helcio Nagamine/Divulgação Fiesp

[Superliga] Embalado, JF Vôlei vence Bento Vôlei por 3 a 0

Nesta noite de quarta-feira(7), o JF Vôlei voltou à quadra em seu ginásio em Juiz de Fora(MG) e conquistou mais uma vitória, a sexta consecutiva, na competição. Desta vez, o time mineiro superou o Bento Vôlei Isabela(RS) por 3 a 0, parciais de(25×23, 25x 20 e 25×20), em 1h32 de partida. Como já virou rotina, o oposto Renan foi o maior pontuador, com 23 pontos, mas o troféu para o melhor jogador em quadra foi para o ponteiro Ricardo, que voltou ao time depois de sofrer uma lesão.

Com seis vitórias em oito partidas, o JF Vôlei encaminhou sua classificação para a Copa do Brasil, chega ao 16 pontos e ocupa o sexto lugar na tabela. Já o Bento Vôlei Isabela, que começou a oitava rodada em oitavo lugar,  não somou pontos, segue com seis. Os gaúchos perderam duas posições, sendo ultrapassados  pelo Lebes Gedore Canoas, com nove, e Minas Tênis Clube, com sete.

A torcida juiz-forana prestou homenagem à Chapecoense (Foto: Lucilia Bortone/Sacandoovolei)

A torcida juiz-forana prestou homenagem à Chapecoense (Foto: Lucilia Bortone/Sacandoovolei)

O JOGO

 O jogo começou disputado e sem nenhuma equipe conseguir abrir vantagem mínima de dois pontos (8×8).  Com um bloqueio, os visitantes tomaram a liderança do placar (12×13), mas a parcial seguiu com os times se alternando à frente do marcador.  Depois de uma longa troca de bolas, JF explorou o bloqueio e pontuou (17×16). O equilíbrio permaneceu até o fim, após contra-ataque de Renan, os mineiros fecharam o set (25×23), em 29 minutos.

2º set

 O segundo set começou melhor para os visitantes (0x3). Mas, rapidamente, os donos da casa passaram (5×4). O time gaúcho errava muitos ataques e, do outro lado, o JF Vôlei não encontrava dificuldades para definir (14×9). Paulão, técnico de Bento, paralisou a partida para cobrar mais atitude de seus comandados, mas os mineiros seguiram dominando a parcial (20×15) e, novamente, coube ao oposto Renan dar números finais ao set (25×20), em 27 minutos.

3º set

Na virada de lado, o técnico do Bento Vôlei reuniu seus jogadores e cobrou uma postura mais aguerrida. O chamado até parecia que ia fazer bem ao time (1×3), porém, com ataques de Renan e Ricardo, Juiz de Fora abriu vantagem (7×3), porém, com o ponteiro Clinty liderando o time gaúcho deixou tudo igual (7×7).  O set seguiu nervoso e houve uma discussão na rede, que o árbitro acabou punido o líbero Daniel, do time gaúcho, com cartão vermelho, dando um ponto ao adversário (13×9). Na sequência, a torcida voltou a ser o sétimo jogador de Juiz de Fora e incentivava o time que respondeu dentro de quadra e ampliou a diferença (24×20) e se encaminhou para fechar o set (25×20), em 29 minutos, e o jogo por 3 a 0

Equipes: 

JF VÔLEI: Rodrigo, Raphael ,Rammé, Renan, Rômulo, Bruno e Fábio Paes

Entraram: Juan Mendez, Franco e Ricardo

Técnico: Henrique Furtado

BENTO VÔLEI ISABELA:  Sandro, Clinty, Bérgamo, Michel,  Zé Ricardo, Deivid e Daniel

Entraram: Guinter, Wagner, Gabriel e Rivoli

Técnico: Paulão