[Seleção Brasileira] Após 16 anos, ‘Era Bernardinho’ chega ao fim; seleção já tem novo treinador

Depois de 16 anos no comando da seleção masculina, Bernardo Rezende, o Bernardinho, não é mais técnico do Brasil. Após meses de especulações, dúvidas e pedidos de “Fica, Bernardinho”, o anúncio foi feito oficialmente nesta quarta-feira (11), pela Confederação Brasileira de Vôlei (CBV), na sede da empresa, no Rio de Janeiro. No lugar do comandante multicampeão, entra Renan Dal Zotto, que nos últimos anos estava trabalhando como coordenador das seleções de quadra.

Renan, foi jogador da “geração de prata” (1984), e técnico da extinta equipe da Cimed, Florianópolis, revelando Bruno, Éder, Lucão, Sidão e outros para a seleção principal. Dal Zotto também é amigo pessoal de Bernardinho. “ Quando recebi o convite, tive que ligar para o Bernardo. Além de ser uma referência técnica, ele é um amigo. E só aceitei porque o Bernardo disse que participaria desse processo”.

bernardinho12-e1474888241903

-Renan  é amigo pessoal do ex técnico. E faz questão de contar com o auxilio de Bernardo nesse momento. (Foto: Arquivo/Reprodução Internet)

De acordo com o diretor da CBV, Radamés Lattari, o ex técnico da seleção brasileiro ocupará o cargo de coordenador técnico da equipe brasileira. “O Bernardo será coordenador da seleção masculina e fará também um trabalho com a base, porque ele gosta bastante deste trabalho de formação. ”

 A ERA BERNARDINHO

Bernardinho chegou à seleção masculina no dia 04 de maio de 2001, em amistoso contra a Noruega, que servia como preparação para a Liga Mundial, competição que o Brasil se saiu vencedor naquele ano. Depois, o técnico ainda iria ganhar mais sete títulos desta mesma competição (2002,2004,2005,2006, 2007, 2009 e 2010).

2004

– Ouro em 2004, com a geração mais vitoriosa da Era Bernardinho. Foto: Reprodução Internet)

São mais de 30 títulos com o time brasileiro, incluindo três títulos mundiais (2002,2006 e 2010), duas pratas olímpicas (2008 e 2012), dois ouros olímpicos (2004 e 2016), sendo a medalha olímpica conquistada nas Olimpíadas do Rio, a última conquista do técnico à frente do time verde e amarelo.  Na Era Bernardinho, o Brasil disputou todas as finais de Olimpíadas e Mundial que disputou.

Além disso, antes de assumir a seleção masculina, Bernardo conquistou duas medalhas de bronze olímpicas (1996 e 2000) como treinador da seleção brasileira feminina, totalizando seis medalhas olímpicas no vasto e vencedor currículo do treinador.

 

 

Anúncios

[Jogos Olímpicos] Com surpresa na lista, Bernardinho divulga os 12 atletas convocados

Depois de conquistar o vice-campeonato da Liga Mundial, nesta segunda-feira (18), Bernardinho definiu os 12 atletas que irão disputar os Jogos Olímpicos.A grande surpresa foi o corte do bicampeão mundial Murilo, o jogador que se recuperava de uma contusão na panturrilha esquerda e já não tinha participado da fase final da Liga Mundial, era o ponteiro mais experiente do Brasil. Os outros dois jogadores cortados foram o central Isac , que também vinha se recuperando de lesão nas costas e o líbero Tiago Brendle, que perdeu a disputa para o experiente Serginho.

Murilo Endres é bicampeão mundial (2006 e 2010), e foi escolhido como o melhor jogador do mundo em 2010. Nas duas últimas Olimpíadas (2008 e 2012), foi vice-campeão olímpico, sendo eleito o MVP dos Jogos de Londres.  Porém, nos últimos anos o jogador vem sofrendo com lesões, foram duas cirurgias no ombro, algumas leves contusões e só nesta Liga Mundial, o ponteiro sofreu com estiramento no peito e uma contusão na panturrilha.

A seleção brasileira chega na manhã desta terça- feira(18) no país e os jogadores terão dois dias de folga e se reapresentam na sexta-feira(22), em Saquarema, Rio de Janeiro para o treinamento final para a Olimpíada.

O Brasil está no grupo A da Olimpíada, ao lado de Canadá, Estados Unidos, França, México e Itália. A estreia brasileira será no dia 07/08, contra os mexicanos. O grupo B tem Argentina, Cuba,Egito, Irã, Polônia e Rússia.

Lista de convocados

Levantadores: Bruno e William

Opostos: Wallace e Evandro

Ponteiros: Lucarelli, Maurício Borges, Lipe e Douglas Souza

Centrais: Lucas, Éder e Maurício Souza

Líbero: Serginho

[ Foto: Internet]

[Liga Mundial] Maiores vencedores da competição, Brasil e Itália se enfrentam na abertura da fase final

Depois de se classificar em primeiro lugar, foram nove vitórias e apenas uma derrota, a seleção brasileira faz nesta quarta-feira (13) sua estreia na etapa final da Liga Mundial, disputada em Cracóvia, na Polônia. As seis seleções que garantiram um lugar para a última fase da competição foram divididas em dois grupos com três equipes em cada.  No grupo J1 estão Brasil, Itália e Estados Unidos, já o grupo K1 é composto pela Sérvia, França e pela anfitriã Polônia.  A partida de abertura da fase final será entre os maiores vencedores do torneio, o Brasil, com nove conquistas, enfrenta a Itália, que é detentora de oito títulos da Liga Mundial. A partida será às 12h30, com transmissão do Sportv.

O técnico Bernardinho destacou a força do adversário. “Eles têm opções de troca, já que o Zaytsev está jogando de ponteiro e pode alternar como oposto, e estamos esperando para conhecer como vai ser contra o nosso time. A Itália tem um vigor físico enorme e depende muito disso. Saque e bloqueio, sistema defensivo, talvez seja o ponto alto deles. A entrada do Juantorena, o cubano naturalizado, deu um algo a mais no sentido de força e capacidade de decidir”.

bernaaaaaaaa

_  Bernardinho poderá não contar com Lucarell, seu principal jogador. (Foto: FIVB/divulgação)

Com 15 atletas  disponíveis, o técnico brasileiro poderá ter  dor de cabeça para a partida diante da Itália. O  ponteiro Lucarelli, principal jogador do Brasil, que já havia sido poupado na última partida  sentindo dores nas costas, teve  uma lombalgia confirmada.  Vale ressaltar que  dois ponteiros, Murilo e Lipe,também se recuperam de lesões, estiramento no peito e um problema muscular na panturrilha, respectivamente. Bernardo ainda tem no  elenco  Maurício Borges e o jovem Douglas Souza, jogadores menos experientes, mas que vem atuando.

Competição

As seis seleções que garantiram um lugar para a última fase da competição foram divididas em dois grupos, no grupo J é composto por Brasil, Itália e Estados Unidos, já no grupo K estão Sérvia, França e pela anfitriã Polônia. Os dois melhores colocados de cada grupo estarão garantidos na fase semifinal.

tabela final

_   As seis seleções classificadas para fase final: Brasil(1º), EUA(2º), Sérvia(3º), França(4º), Itália(5º) e  a Plônia(10º), classificada por ser sede da fase final. (Imagem: FIVB/site)

 

[Liga Mundial] Em casa, Brasil enfrenta Irã na estreia da competição

A 50 dias do início dos Jogos Olímpicos, a seleção brasileira masculina de vôlei faz nesta quinta-feira (16), sua estreia na Liga Mundial, competição que definirá os 12 jogadores que irão defender o Brasil nas Olimpíadas. Maior vencedora da competição com nove conquistas, a seleção de Bernardinho começa sua caça pelo décimo título diante do Irã, às 14h10, com transmissão do Sportv e Globo. As partidas serão realizadas na Arena Carioca 1, que fica dentro do Parque Olímpico, no Rio de Janeiro. Os brasileiros ainda vão enfrentar mais dois adversários neste primeiro final de semana, na sexta – feira (17)  enfrentará a Argentina, às 14h10, e no sábado(18), às 23h10 os Estados Unidos.

A equipe brasileira participou de todas as edições da Liga Mundial, são 27 participações e são nove títulos conquistados (1993, 2001, 2003, 2004, 2005, 2006, 2007, 2009 e 2010). Já o Irã participa pela 4ª vez do torneio e tem uma semifinal disputada em 2014 como melhor participação. Essa será a sexta partida entre as equipes na Liga Mundial e se engana quem acha que o Brasil leva vantagem nos confrontos diretos. Nos cinco primeiros duelos, todos aconteceram em 2014, a seleção asiática lidera por três vitórias, contra duas dos brasileiros.

bernardo

_ A seleção de Bernardinho é a equipe com maior números de títulos da Liga Mundial, mas não vence desde 2010. (Fotos: Inovafoto/CBV)

Bernardinho ressaltou a importância da competição, mas sem esconder que é um teste para ajustar e definir sua equipe para a Olimpíada. “A Liga Mundial é o grande evento teste antes dos Jogos Olímpicos, mas é claro que é uma competição importante em si. Estamos há algum tempo engasgados na busca por esse decacampeonato, mas a preocupação maior é crescer, jogar bem e se sentir confiante durante a disputa da Liga para, em agosto, chegarmos no melhor momento”.

 – Com fotos e informações da CBV(Confederação Brasileira de Vôlei) 

[Jogos Olímpicos] Seleção de Bernardinho cai em ‘grupo da morte’

Com o fim do pré-olímpico de vôlei e a definição das 12 seleções masculinas que irão disputar a Olimpíada, competição que acontece entre os dias 7 a 21 de agosto, no Rio de Janeiro. Nesta segunda-feira (6), foram divulgados como ficou a divisão. A equipe da casa está no Grupo A, ao lado de Canadá, Estados Unidos, França, México e Itália. Do outro lado, no Grupo B, estão Argentina, Cuba, Egito, Polônia, Rússia e Irã, que fará sua estreia na principal competição esportiva. Se classificam para a segunda fase os quatro primeiros colocados de cada grupo.

O Grupo A  já pode ser considerado o “da morte” da fase  inicial dos Jogos Olímpicos, pois conta com rivais tradicionais como Itália, segunda maior vencedora da Liga Mundial,apenas atrás dos brasileiros; EUA que foram campeões olímpicos em 2008; a França, que vem crescendo no cenário mundial nos últimos anos e é a atual campeã da Liga Mundial; além de Canadá e México que podem aprontar diante de seus adversários.

Veja como cada seleção garantiu a classificação para os Jogos Olímpicos:

MenGroupsOGArgentina –Pré-olímpico sul-americano; Brasil – País sede; Canadá – Pré-olímpico Mundial/Tóquio;
Cuba –Pré-olímpico Norceca; Egito –  Pre- olímpico africano; EUA – Campeã da Copa do Mundo 2015; França – Pré-olímpico Mundial/Tóquio; Itália –Vice-campeã da Copa do Mundo 2015; Irã –  Pré-olímpico Mundial/Tóquio; México – Pré-olímpico Mundial/Cidade do México; Polônia – Pré-olímpico Mundial/Tóquio; Rússia –Pré-olímpico Europeu
Com fotos e informações da FIVb