[Mundial] Minas leva virada e se despede da competição sem vencer

No último jogo da primeira fase do Mundial de Clubes que está sendo disputado em Betim (MG), o Minas até começou melhor e dificultando a vida do Bolívar (ARG), mas a inexperiência da equipe voltou a pesar e o adversário fechou por 3 sets a 1, parciais de (18/25, 25/19, 25/19 e 25/22). Com o resultado, o Minas somou a terceira derrota e está eliminado da competição.  Já o Bolívar espera o confronto entre Trentino (ITA) e UPCN (ARG) para saber se avança para a próxima fase.

_ Jogadores do Bolívar comemoram vitória importante e a possibilidade de avançar no campeonato. (Foto: FIVB/Divulgação)

Mesmo com mais um resultado negativo, foi a melhor apresentação da equipe mineira no Mundial. No primeiro set os mineiros entraram com mais garra e aproveitaram o excessivo número de erros dos argentinos para sair à frente (18×25). Precisando da vitória para manter o sonho de seguir vivo, o técnico Javier Weber chamou a atenção dos seus jogadores. A cobrança fez efeito rapidamente e o Bolívar parecia uma nova equipe em quadra no 2º set para empatar a partida (25×19).

 O domínio argentino permaneceu nos dois sets seguintes (25×19 e 25×22) com o central Creer se destacando no bloqueio e parando os ataques de Bisset, oposto minas-tenista. O meio de rede foi o maior pontuador do Bolívar, com 13 acertos, sendo cinco só nesse fundamento.Do lado da equipe brasileira, o destaque positivo foi o jovem ponteiro de 22 anos, Thiago Vanole, que começou jogando pela primeira vez no campeonato. O atleta não sentiu a pressão de uma partida nesse nível e foi o jogador de confiança do levantador Gelinski. Vanole foi o maior pontuador do jogo com 17 pontos, sendo 16 de ataque e um em bloqueio.

[Mundial] Sada Cruzeiro estreia com vitória; Minas é derrotado

Em menos de uma hora, o Sada Cruzeiro, atual campeão do Mundial de Clubes fez o dever de casa e venceu o Taichunk Banco, do Taipé Chinês, por 3-0 (25×10, 25×16, 25×13), em partida disputada no ginásio Divino Braga, em Betim (MG).

A superioridade cruzeirense era visível, o que foi demonstrado nos números da partida. Foram 11 pontos de saque dos brasileiros contra apenas um dos asiáticos. No ataque a diferença fica ainda mais evidente, foram 44 pontos nesse fundamento para o Sada e apenas 18 do adversário. O maior pontuador da partida foi o ponteiro Leal, com 16 acertos e 80% de aproveitamento de ataque.

taichungbankschienchenchenspikesagainsttheblock

_ Leal foi o destaque do confronto. (Foto: FIVB/Divulgação)

Com a partida longe de ser complicada, o técnico Marcelo Mendez aproveitou para mexer bastante em sua equipe, dando a chance para o ponteiro Rodriguinho, o levantador Cachopa e o oposto Renan atuarem mais na partida.  Nesta quarta-feira (19), às 19h, o Cruzeiro volta à quadra, desta vez diante do Tala’ea El-Gaish, do Egito.

Minas estreia com derrota para argentinos

 O time minas-tenista foi superado pelo UPCN da Argentina por 3 sets a 0(25×22, 25x 18 e 25x 18).

Com dificuldades em parar os ataques do oposto búlgaro Nikolay Uchikov e do meio de rede Martin Ramos, que marcaram 12 e 11 pontos, respectivamente, o time brasileiro

yordanbissetofminastenisclubefacesthedoubleblock-1

_Bisset foi o maior pontuador, mas não impediu a derrota do Minas. (Foto: FIVB/Divulgação)

pareceu nervoso em quadra e cometeu muitos erros. Mesmo com a derrota, o oposto cubano Yordan Bisset foi o maior pontuador do jogo, com 13 pontos de ataque.

A derrota dificultou o caminho do Minas na competição, para continuar sonhando com uma classificação, os mineiros precisam vencer nesta quarta-feira (19), o Trentino, sendo que a equipe italiana é um dos favoritos a conquistar o Mundial. A partida será às 16h30, com transmissão do Sportv e Espn +.

Zenit Kazan vence com facilidade

No jogo de abertura do Mundial de Clubes, o time russo do Zenit Kazan, atual campeão europeu e um dos favoritos ao título, não encontrou dificuldades para vencer o Tala’ea El-Geish do Egito por 3 a 0 (25×14,25×19 e 25×15).

maximmikhaylovofzenitkazanspikesovertheblock

_ O oposto Mikhaylov  ataca por cima do bloqueio egípcio para marcar mais um ponto. (Foto: FIVB/Divulgação)

Recheados de astros do voleibol mundial, como o cubano naturalizado polonês Wilfredo Leon, o americano MattAnderson, além do russo Maxim Mikhaylov, que foi o maior pontuador do confronto com 11 pontos, o Zenit foi superior em todos os fundamentos, com destaque para o bloqueio, 10 pontos contra zero dos adversários.

Com o resultado, Zenit e Sada Cruzeiro lideram o grupo A, com três pontos conquistados. Os russos folgam na quarta-feira (19) e na quinta-feira (21), às 20h, têm um duelo direto pela liderança com o Sada Cruzeiro, atual campeão mundial.