[Copa Brasil] Em final disputadíssima, Sada Cruzeiro é tricampeão e Murilo é homenageado

A noite de sábado (27) na Vila Leopoldina foi palco de uma das finais mais emocionantes da Copa Brasil e de uma homenagem a Murilo Endres. Após um duelo equilibrado contra o Sesi-SP, o Sada Cruzeiro se sagrou tricampeão do torneio vencendo a partida por 3×2 (25/23, 20/25, 25/17, 29/31 e 15/9).

O central cubano Simon foi um dos destaques da vitória cruzeirense marcando 21 pontos, mesma pontuação do oposto do Sesi, Alan, que já defendeu o Sada Cruzeiro. Ídolo da torcida mineira e em sua primeira temporada defendendo o Sesi, o levantador William frisou a vontade da equipe durante a partida. “Nossa equipe foi guerreira e valente. Estamos construindo um time corajoso. Faltou um pouco de tranquilidade no quinto set para jogar de igual para igual com uma equipe acostumada a decisões. Estou orgulhoso da minha equipe e o Sesi-SP está de parabéns. Estamos no caminho certo e acredito que vamos chegar lá”, disse.

Do lado cruzeirense, o capitão Filipe destacou a paciência do time na final. “Sabíamos da dificuldade que seria jogar na casa do Sesi, uma equipe tão qualificada. Em uma final tem nervosismo, o nosso passe não entrou no início, mas o time logo se encaixou, fomos jogando tranquilamente. Eles tiveram bons momentos, mas a gente soube ter paciência. Essa final foi para mostrar que a nossa equipe pode jogar em alto nível sempre, com vontade, com comprometimento tático, como queria o Marcelo Mendez. Vencer, fora de casa, um time como o do Sesi, é perfeito. E nós temos que comemorar sempre, independente do torneio, porque qualquer campeonato que nos colocam para jogar, vamos sempre querer ganhar. Esse espírito nunca morreu e há de prevalecer por muito tempo ainda no Sada Cruzeiro”, analisou.

27331645_1608886739166827_325775694431653727_nMurilo homenageado
Momentos antes do início da final, o ex-ponteiro e agora líbero do Sesi, Murilo Endres, recebeu uma homenagem do clube e teve sua camisa aposentada. Emocionado, o jogador agradeceu à diretoria do time. Outro momento emocionante foi a execução do hino nacional nas mãos do maestro João Carlos Martins.
Agora, as duas equipes voltam as atenções para o prosseguimento da Superliga 2017/2018. Os cruzeirenses terão pouco tempo para comemorar o título da Copa Brasil já que enfrentam o Lebes Canoas no dia 31. No próximo sábado (3), o Sesi vai à Zona da Mata de Minas Gerais enfrentar o JF Vôlei.

Com informações da CBV, Sada Cruzeiro e Sesi-SP
Foto destaque: Willian Lucas/Inovafoto
Foto interna: Reprodução Facebook Sesi-SP Vôlei

Anúncios