[Copa Brasil] Semifinais agitam a quinta-feira na Vila Leopoldina

Chegou o dia! O ginásio do Sesi Vila Leopoldina abre os portões para a Fase Final da Copa Brasil Masculina nesta quinta-feira (25). Sesi-SP, Sada Cruzeiro, EMS Taubaté Funvic e Sesc-RJ entram em quadra em busca de uma vaga na final do próximo sábado. Todas as partidas terão transmissão dos canais Sportv.

DSC08633.jpgEstreante na competição, o Sesc enfrenta o Sada Cruzeiro na primeira semifinal, às 19h.  “Chegamos este ano e estamos curtindo a felicidade de poder estar no grupo de elite do voleibol brasileiro e espero que o meu time jogue com alegria e curtindo cada ponto desse momento tão importante do calendário”, comentou o treinador da equipe carioca Giovane Gávio.

Para o ponteiro Filipe, do Sada Cruzeiro, o ponto principal para fazer uma boa fase final é o foco. “O nosso time está bem focado, bem concentrado, coeso. Acho que todos estão crescendo em um bom momento e a equipe está bem fechada, para chegar firme nesta fase final da Copa Brasil. Com certeza será uma partida difícil contra o Sesc, mas jogo é jogado. Dependemos muito do nosso trabalho, da gente sacar bem, estruturar bem o nosso bloqueio-defesa. Eles têm um poder de ataque também muito bom, mas eu acho que se a gente sacar bem, uma coisa que nós não fizemos contra eles lá no Rio de Janeiro, pela Superliga, nós podemos sobressair. Temos que nos preocupar com o nosso time. Essa semifinal é uma grande decisão, contra um adversário forte, mas as atenções precisam ser voltadas para nós, para fazermos o nosso melhor e com certeza as coisas vão fluir para a gente”, analisou o capitão cruzeirense.

Na segunda semifinal, teremos mais um clássico paulista entre o Sesi e o Taubaté, atual campeão da competição. “Para nós, o ano tem dois momentos mais importantes: a Copa Brasil e o playoff da Superliga. Então, é um momento que o jogador sente, quer jogar, são momentos importantes e chegamos aqui querendo ser protagonistas e nos organizamos para estes dois momentos. Sem dúvida, são os momentos auges do ano”, disse o treinador do Taubaté Daniel Castellani.

Do lado do Sesi, Rubinho também destacou a importância de torneios com esse formato. “Essas são competições que colocam as equipes em chance de mais um título e de criar essa situação de competitividade. É algo extremamente utilizado no exterior, e é um momento muito interessante, no meio da Superliga, colocando esses times a prova, em jogos eliminatórios. É mais uma competição, uma fase final e, com isso, temos como nos desenvolver ainda mais”, comentou.

COPA BRASIL MASCULINA 2018
Fase classificatória – 09.01
Sada Cruzeiro 3 x 2 Vôlei (25/15, 24/26, 21/25, 25/22 e 15/9)
Sesc RJ 3 x 0 Corinthians-Guarulhos (26/24, 25/17 e 25/20)
EMS Taubaté Funvic 3 x 1 Minas Tênis Clube (19/25, 25/22, 25/21 e 26/24)

Semifinal – 25.01
Sada Cruzeiro x Sesc RJ, às 19h, no Sesi-SP Vila Leopoldina, em São Paulo (SP) – SPORTV
Sesi-SP x EMS Taubaté Funvic, às 21h, no Sesi-SP Vila Leopoldina, em São Paulo (SP) – SPORTV

Final – 27.01
Vencedor do jogo 4 x Vencedor do jogo 5, às 21h30, no Sesi-SP Vila Leopoldina, em São Paulo (SP) – SPORTV


Com informações da CBV e Sada Cruzeiro

Anúncios

[Copa Brasil] Depois de estar perdendo por 2 sets a 0, Sesi leva o jogo para o tie break e conquista uma vitória eletrizante

Nesta quinta-feira à noite (19), Sesi (SP) e Sada Cruzeiro (MG) entraram no ginásio do Taquaral, em Campinas (SP), para a disputa da segunda partida da semifinal da Copa do Brasil. Em jogo eletrizante, com direito a viradas espetaculares, o Sesi SP  venceu o jogo no tie break, após estar perdendo por  2 sets a 0. Resultado final: 3 sets a 2 para os paulistas, parciais de (23×25,23×25, 25×23, 25×20 17×15) e agora vai enfrentar o Funvic Taubaté na grande decisão de sábado (21), às 15h0, com transmissão do Sportv 2.

 O jogo

As equipes iniciaram a partida forçando o saque e com isso cometeram muitos erros.  Após

mendez

_ O técnico Marcelo Mendez cobrou muito dos seus jogadores, que responderam dentro de quadra no 1º set. [Foto: Bruno Miani/ Inovafoto/CBV]

invasão por baixo da rede do levantador William, o time paulista abriu dois pontos (9×7). Com Bruninho distribuindo bem as bolas, o Sesi foi ampliando o marcador (16×12). Quando parecia que os paulistas iriam se encaminhar para fechar o set com facilidade, o técnico Marcelo Mendez parou o jogo e cobrou atitude de seus jogadores (21×14). O puxão de orelha fez bem aos cruzeirenses que, na ótima sequência de saques do ponteiro Filipe que proporcionou muitos contra-ataques e bolas de xeque, buscaram uma reação que parecia impossível (21×20). A atitude celeste assustou o Sesi, foi a vez de Marcos Pacheco pedir tempo, mas os seus comandados sentiram o momento e, sem agressividade, viram o adversário virar a parcial (22×23) e sair na frente na semifinal (23×25), em 24 minutos.

 2º set

Os erros voltaram a se acumular, sobretudo no fundamento de saque, e o início foi equilibrado (10×10). No ataque de Théo, a bola pegou na antena e com isso o Cruzeiro abriu dois pontos (14×16).  Sabendo da importância de se manter agressivo para não deixar o Sada se impor, o Sesi aproveitou o contra-ataque para diminuir a desvantagem para apenas um ponto (19×18). Os paulistas não baixaram a guarda, mas, do outro lado, William distribuía bem as jogadas, dificultando o bloqueio adversário que ainda não tinha pontuado na partida. Após ataque de Leal, os mineiros repetiram o placar do set inicial (23×25), abrindo 2 sets a 0, em 48 minutos de partida.

3º set

Os times começaram se revezando à frente do marcador (9×8). Com o passe melhor, Bruno começou a arriscar as bolas de meio com seus centrais Lucão e Aracaju (14×11).  No saque de Leal, o Sada igualou o placar (16×16), provocando o pedido de tempo de Marcos Pacheco. A parada não fez efeito no saque do ponteiro cruzeirense que marcou mais um ponto direto nesse fundamento (16×17). O setor defensivo do Sesi melhorou, bloqueio e contra-ataque, e o time passou a comandar o set no final (24×22). E, no ataque indefensável do oposto Théo, os paulistas fecharam o set (25×23), em 29 minutos.

seeeee

– Após estar perdendo por 2 a 0, o Sesi levou a partida para o quinto set. [Foto: Bruno Miani/Inovafoto/CBV]

4º set

A parcial começou tensa, com os jogadores demonstrando um certo nervosismo. Em disputado ponto, com direito a excelentes defesas, Douglas Souza botou a bola no chão (7×5).Após o segundo árbitro relatar com o juiz principal um xingamento de um integrante da comissão técnica cruzeirense, os mineiros levaram um cartão vermelho, o que resultou em ponto para o adversário (11×10). O Cruzeiro voltou a cometer mais erros e os Sesi aproveitou o momento para abrir vantagem (15×11). No saque de Lucão, a bola bateu na fita e caiu no chão do lado adversário (18×15). Vibrando mais e mais soltos em quadra, os paulistas ditaram o ritmo do final do set (18×22). Apático, o Sada cometia mais erros de jogada que o normal e assistiram o Sesi fechar o set (25×20), em 25 minutos, e levar a decisão da semifinal para o tie-break.

5º set

A primeira metade do set decisivo foi disputado ponto a ponto, com Théo e Douglas se destacando no time paulista; e Evandro e Leal comandando o ataque cruzeirense. No no placar, (8×7) a favor do Sesi. Depois de mais uma longa troca de bolas, Leal botou a bola no chão e o Cruzeiro em vantagem (9×10). Após erro de ataque de Théo, Marcos Pacheco parou a partida (11×13).  Na volta à quadra, rapidamente o Sesi, no bloqueio de Lucão, deixou tudo igual (13×13), foi a vez de Mendez pedir tempo.  O Cruzeiro teve dois pontos do jogo, mas não aproveitou. Na primeira oportunidade que teve, o time paulista botou a bola no chão (17×15) e deu números finais ao jogo.

Equipes:

Sada Cruzeiro: William, Evandro, Leal, Filipe, Isac, Simón e Serginho.

Entraram:  Alan, Cachopa, Éder Levi

Técnico: Marcelo Mendez

 Sesi SP:  Bruno, Théo, Douglas Souza, Murilo, Sidão, Aracaju e Serginho.

Entraram: Fábio, Alan, Rafa, Leitzke

Técnico: Marcos Pacheco

[Foto de capa: Bruno Miani/Inovafoto/CBV]

[Copa Brasil] Definidos os confrontos da fase semifinal

Já estão definidos os confrontos da próxima fase da Copa do Brasil. Sada Cruzeiro (MG), Sesi (SP) e Funvic Taubaté (SP), que haviam vencido na primeira rodada Lebes Gedore Canoas, JF Vôlei e Montes Claros (MG), respectivamente,  avançaram para a fase semifinal da competição, e se juntaram ao Brasil Kirin, que já estava automaticamente classificado para a semifinal, por ser sede da Fase Final, que será  realizada entre os dias 19 a 21 de janeiro, em Campinas.  Veja como ficaram os cruzamentos:

Semifinais:

copa-do-brasil-sadaaa

_ A equipe cruzeirense é a atual campeã. [Foto: InovaFoto/Divulgação CBV]

19.01 (QUINTA-FEIRA) – Vôlei Brasil Kirin (SP) x Funvic Taubaté (SP), às 19h, no ginásio Taquaral, em Campinas (SP) – SPORTV
19.01 (QUINTA-FEIRA) – Sada Cruzeiro (MG) x Sesi-SP, às 21h30, no ginásio Taquaral, em Campinas (SP) – SPORTV

Final:

21.01 (SÁBADO) – Vencedor do jogo 4 x Vencedor do jogo 5, às 16h30, no ginásio Taquaral, em Campinas (SP) – SPORTV

 A competição:

A Copa Banco do Brasil é disputada por sete equipes mais bem classificadas na tabela da Superliga após o término do primeiro turno. Os quatro classificados se reunirão em Campinas (SP) de 19 a 21 deste mês.

Resultados 1ª rodada:

Sada Cruzeiro 3 x 1 Lebes Gedore Canoas (25×20, 25×20 e 25×16)

Montes Claros 1 x 3 Funvic Taubaté (17x 25,25×19,15×25 e 21×25)

Sesi SP 3x 0 JF Vôlei (25×21, 25×18 e 25×22)

[Copa do Brasil] Competição começa com dois jogos nesta terça-feira(10)

A Superliga dá uma pausa por alguns dias, para o início da  primeira rodada da Copa do Brasil Masculina de Vôlei 2017. Com sete times na disputa – os primeiros colocados no turno da Superliga – a competição terá início nesta terça-feira (10), com dois confrontos: Sesi SP x JF Vôlei, às 19h, no ginásio da Vila Leopoldina, em São Paulo, e Montes Claros x Funvic Taubaté, às 20h, no Tancredo Neves, em Montes Claros (MG). Na quarta-feira (11), o Sada Cruzeiro, atual campeão, estreia diante do Lebes Gedore Canoas, às 20h, no ginásio do Riacho, em Contagem (MG). As partidas da primeira fase não terão transmissão.

Em jogo único, as três equipes que vencerem as partidas estarão classificadas para as semifinais e se juntaram ao Brasil Kirin, que já está garantido nesta fase por ser a sede da Fase Final, que será realizada nos dias 19 a 21 de janeiro, no ginásio do Taquaral, em Campinas (SP).Confira a programação:

sesi

_ O Sesi  SP, do técnico Marcos Pacheco, recebe o JF Vôlei(MG), às 19h, na Vila Leopoldina, em partida de abertura da Copa do Brasil. [Foto:Lucilia Bortone/Sacandoovolei.com]


10.01 (TERÇA-FEIRA) – Sesi-SP x JF Vôlei (MG), às 19h, na Vila Leopoldina, em São Paulo (SP)

10.01 (TERÇA-FEIRA) – Montes Claros Vôlei (MG) x Funvic Taubaté (SP), às 20h, no Tancredo Neves, em Montes Claros (MG)

11.01 (QUARTA-FEIRA) – Sada Cruzeiro Vôlei (MG) x Lebes/Gedore/Canoas (RS), às 20h, no ginásio do Riacho, em Contagem (MG)

Semifinais:

19.01 (QUINTA-FEIRA) – Equipe sede x Equipe 4, às 19h, no ginásio Taquaral, em Campinas (SP) – SPORTV

19.01 (QUINTA-FEIRA) – Equipe 2 x Equipe 3, às 21h30, no ginásio Taquaral, em Campinas (SP) – SPORTV

Final:
21.01 (SÁBADO) – Vencedor do jogo 4 x Vencedor do jogo 5, às 16h30, no ginásio Taquaral, em Campinas (SP) – SPORTV

[Superliga] Jogos da segunda rodada do returno

Após a segunda fase da Copa do Brasil no meio da semana, a Superliga Masculina está de volta neste sábado(16), com os confrontos válidos pela segunda rodada do returno da competição. Devido ao mau tempo que atinge a maior parte do Brasil, dois jogos foram cancelados.

A partida entre o quarto colocado Minas Tênis Clube e o  vice-líder Funvic/Taubaté(SP), que seria realizado na Arena Minas, às 18h, na Arena Minas foi adiado pois o Aeroporto de Confins está fechado desde sexta-feira(15), e a equipe paulista não conseguiu desembarcar na capital mineira. Ainda não foi divulgado uma nova data para o jogo.

Outro duelo adiado por motivos climáticos,  foi entre o oitavo colocado  São José Vôlei (SP)  e Montes Claros Vôlei (MG) seto colocado, que seria às 19h  na quinta-feira(14) no Tênis Clube, em São José dos Campos (SP).A partida foi remarcada para o dia 21 de janeiro.

Hoje, às 18h, serão duas partidas. O quinto colocado Brasil/Kirin(SP) recebe o Lebes/Gedore/Canoas(RS), sétimo colocado,no ginásio do Taquaral, em Campinas(SP).] No mesmo horário, o JF Vôlei, lanterna da competição, recebe, no Ginásio da UFJF, o Bento Vôlei/Isabela(RS), nono colocado.

O líder Sada/ Cruzeiro(MG) enfrenta o Voleisul/Paquetá(RS), às 19h, no Riacho, em Contagem(MG). Já às 21h30,  Sesi(SP) e Copel Telecom Maringá Vôlei (PR) duelam na Vila Leopoldina, em São Paulo (SP), com transmissão do canal Sportv.

*Com informações da CBV

Foto: Divulgação Sesi- SP

UFJF perde para Sada/Cruzeiro e está fora da Copa do Brasil

por Luara Herédia

 

         O Vôlei UFJF perdeu por 2×3 para o Sada Cruzeiro na noite dessa quinta-feira, 15, pela Copa Brasil de Vôlei. O jogo foi realizado no Ginásio do Riacho, em Contagem, e teve parciais de 25×22, 22×25, 22×25, 25×19 e 15×13. Os maiores pontuadores das equipes foram o oposto Walace (Sada Cruzeiro), com 24, e o ponteiro Sérgio (UFJF), com 17 pontos. Com o resultado, a Federal foi eliminada da Copa Brasil, que tem o sistema de disputa de partidas eliminatórias.

 Em jogo equilibrado,  UFJF joga bem, mas não consegue superar o atual campeão da Copa do Brasil. ( Foto: Assessoria de Imprensa Sada/Cruzeiro- reprodução Facebook).

Em jogo equilibrado, UFJF joga bem, mas não consegue superar o atual campeão da Copa do Brasil. ( Foto: Assessoria de Imprensa Sada/Cruzeiro- reprodução Facebook).

O técnico Alessandro Fadul avaliou o desempenho da UFJF: “A equipe se portou muito bem. Conseguimos segurar bem o saque do Cruzeiro. Com isso, nossa linha de passe facilitou nossas ações ofensivas. O que não funcionou bem, como havia funcionado nas partidas anteriores, foi o nosso saque. Nós pressionamos pouco a equipe do Cruzeiro e isso acabou sendo um diferencial para eles.” Fadul se disse contente com o desempenho da equipe, mas triste com o resultado, já que a Federal foi a Contagem para buscar a vitória.

 *Texto: Assessoria de Imprensa Vôlei UFJF

UFJF vence Montes Claros e avança na Copa do Brasil

por Luara Herédia

 

        A UFJF venceu Montes Claros, na noite deste domingo, e avançou na Copa Brasil de Vôlei. A Federal chegou a ficar duas vezes atrás no placar, mas conseguiu reverter o resultado. A partida aconteceu no Ginásio Tancredo Neves, no norte de Minas, e terminou em 2×3, com parciais de 25×21, 24×26, 25×21, 22×25 e 12×15. Com a vitória, a equipe avançou para a próxima fase da competição, e vai disputar uma vaga nas semifinais com o Sada/Cruzeiro, no dia 14 de janeiro, em Contagem (MG).

  Jogando fora de casa, UFJF vence o clássico mineiro.

Jogando fora de casa, UFJF vence o clássico mineiro.( Foto: Divulgação- Fredson Souza/MCV

É a primeira vez que o Vôlei UFJF disputa a Copa Brasil de Vôlei. A classificação inédita foi conquistada com o oitavo lugar no turno da fase classificatória da Superliga 2014/2015. Falando em Superliga, a equipe agora volta suas atenções para o Brasil Kirin, adversário da próxima quarta-feira, 7. A equipe permanece em Montes Claros até o dia 6, quando viaja direto para Campinas, local da partida.

*Texto: Assessoria de Imprensa Vôlei UFJF