[Copa dos Campeões] No tie-break, Brasil supera Estados Unidos e fica perto do título

O equilíbrio marcou a vitória do Brasil sobre os Estados Unidos na madrugada deste sábado (16). A partida, decidida no tie-break (26×28, 25×15, 20×25, 25×22, 13×15), teve os americanos com melhor aproveitamento no ataque e o oposto Anderson como maior pontuador (27 acertos).

O grande desafio do Brasil em partidas contra os Estados Unidos é o poder do saque americano, principalmente do oposto Anderson. A recepção brasileira conseguiu controlar o passe sem comprometer o levantamento e a distribuição de jogo de Bruninho. Além disso, o volume de jogo das duas equipes proporcionou bons rallys.

No ataque, os americanos aproveitaram bastante o alcance de seus jogadores e a mão de fora dos bloqueadores brasileiros, principalmente quando Anderson e Bruninho estavam na rede. “Foi uma partida muito parelha porque nos conhecemos muito bem. Os Estados Unidos são muito fortes, com um grande saque e poder de ataque. Eles têm alguns dos melhores atacantes e um levantador muito bom. A diferença se deu em algumas jogadas específicas”, avaliou o levantador Bruninho.

A vitória deu ao Brasil uma vantagem na briga pelo título da Copa dos Campeões. A seleção brasileira depende de si para levantar o troféu, uma vez que entrará em quadra contra o Japão sabendo do resultado necessário para terminar a competição em 1º lugar.

Italycelebratetheirvictory.jpgFrança perde mais uma
Adversária direta do Brasil, a Itália venceu a França por 3×1 e precisa vencer os Estados Unidos para colocar pressão nos brasileiros na última rodada. Com baixas no elenco e sem conseguir render em quadra, a França amargou sua terceira derrota na competição.

No fechamento da rodada, o Japão foi superado mais uma vez, agora pelo Irã. Os iranianos levaram a vitória por 3×1. Todas as partidas estão sendo transmitidas no canal da FIVb no Youtube e ficam disponíveis na galeria de vídeos.

Confira todos os resultados e a tabela da Copa dos Campeões 2017:

12.09
França 0 x 3 Brasil (25×27, 25×27, 22×25)
Itália 2 x 3 Irã (19×25, 25×23, 26×28, 31×29, 11×15)
Japão 0 x 3 Estados Unidos (21×25, 18×25, 13×25)

13.09
Brasil 2 x 3 Itália (25×15, 25×28, 25×27, 25×18, 12×15)
Estados Unidos 2 x 3 Irã (25×20, 25×17, 25×27, 21×25, 12×15)
Japão 0 x 3 França (15×25, 23×25, 23×25)

15.09
Irã 0 x 3 Brasil (22×25, 19×25, 15×25)
França 0 x 3 Estados Unidos (20×25, 17×25, 16×25)
Itália 3 x 1 Japão (25×23, 22×25, 25×20, 25×22)

16.09
Estados Unidos 2 x 3 Brasil (26×28, 25×15, 20×25, 25×22, 13×15)
França 1 x 3 Itália (25×21, 20×25, 22×25, 21×25)
Japão 1 x 3 Irã (25×21, 19×25, 20×25, 14×25)

16.09
23h40* – Itália x Estados Unidos

17.09 (*horário de Brasília)
2h40* – Irã x França
6h15* – Brasil x Japão

Com informações da FIVb
Fotos: FIVb

Anúncios

Copa dos Campeões começa com reencontro entre Brasil e França

A época de fazer o café mais tarde e virar a noite com muito voleibol chegou. Na madrugada desta terça-feira (12) começa a Copa dos Campeões no Japão. De cara o Brasil pega a França, desfalcada de Ngapeth, às 0h40 (horário de Brasília).

A competição, que ocorre de quatro em quatro anos, reúne, além de Brasil e França, os anfitriões (Japão), o Irã, Itália e Estados Unidos. Todas as equipes, exceto Japão e Itália (wild card), qualificaram-se para a disputa do torneio pelo ranking da Federação Internacional.

O Brasil é o atual campão da Copa dos Campeões e participou de todas as edições do torneio, sendo campeão em quatro oportunidades. Para o treinador da seleção brasileira, Renan dal Zotto, a competição é muito importante para o início do ciclo olímpico. “É uma competição importante e a de maior importância desde a Rio 2016. Temos sete jogadores do time olímpico, mas é um novo ciclo e temos também novos membros na comissão técnica. É um novo desafio com uma nova geração de jogadores, uma competição importante para alcançar o nosso próximo objetivo que é uma vaga em Tóquio 2020”, disse Renan.

Ter os Jogos Olímpicos de Tóquio em 2020 como alvo é unanimidade entre os treinadores. Adversários do Brasil na final dos Jogos em 2016, a seleção italiana vem mudada. “O time da Itália mudou desde as Olimpíadas do Rio, mas temos uma grande oportunidade de jogar contra os melhores times do mundo. Será a primeira vez para muitos jogadores, não só neste torneio, mas com a seleção”, comentou o Gianlorenzo Blengini, que continua à frente da Azurrar.

Confira a tabela do primeiro dia da Copa dos Campeões 2017:

12.09 – Terça-feira (HORÁRIO DE BRASÍLIA)
0h40 – Brasil x França
3h40 – Itália x Irã
7h15 – Japão x Estados Unidos

Com informações da FIVb
Foto: FIVb

Após a Liga Mundial, agenda cheia para a seleção masculina

Depois da conquista da medalha de prata na Liga Mundial, a seleção brasileira recomeçou seus trabalhos visando o Sul-americano no próximo mês. A competição, que será realizada no Chile entre os dias 7 e 11 de agosto, dará vaga para o Campeonato Mundial de 2018. “O Sul-Americano é mais uma competição onde a seleção brasileira entra para buscar o título. Mas, não podemos esquecer que o voleibol sul-americano tem crescido muito nos últimos anos e precisamos estar atentos a todos os adversários. Por isso, estamos nos preparando para chegar no Chile com o grupo pronto para disputar mais um título”, disse o técnico Renan dal Zotto.

Além do Sul-americano, o grupo comandado por dal Zotto fará dois amistosos com seleção americana nos dias 13 e 15 de agosto. O primeiro encontro será no ginásio do Ibirapuera, em São Paulo, e o segundo na Arena Amadeu Teixeira, em Manaus. Os ingressos já foram colocados à venda. As partidas servirão de preparação para a Copa dos Campeões, última competição no calendário da seleção brasileira em 2017.

Com informações da CBV e FIVb.
Foto destaque: FIVb.