[Superliga] Enfim saindo do zero: JF Vôlei vence Maringá no tie-break

Antes mesmo de começar, a partida entre Copel Telecom Maringá Vôlei e JF Vôlei já era uma promessa de equilíbrio e importância. Acumulando derrotas na competição, as duas equipes entraram em quadra no ginásio Chico Neto com o mesmo objetivo: sair do zero. Após mais de 2h30 de duelo, o JF Vôlei saiu com a vitória por 2×3, parciais de 25×21, 20×25, 21×25, 33×31 e 21×23.

38562156271_5235207f57_b

Destaque na temporada, Leozinho marcou 38 pontos na vitória diante do Maringá. (Foto: Lucilia Bortone/Sacandoovolei – arquivo)

Com incríveis 38 pontos, o ponteiro Leozinho foi o grande destaque da partida. Eleito como melhor jogador na vitória do JF Vôlei, o jogador superou a própria marca de 32 pontos feitos na derrota para o Minas na 1ª rodada da competição.

Na próxima sexta-feira (1), o Maringá vai a Belo Horizonte enfrentar o Minas Tênis Clube, às 20h30. Enquanto o JF Vôlei recebe o Ponta Grossa Caramuru Vôlei no sábado (2), às 18h, no ginásio da UFJF.

O jogo

Com a tensão para buscar a primeira vitória na competição, as duas equipes começaram a partida segurando um pouco na potência dos ataques. Errando muitos saques, Juiz de Fora compensou as falhas nos ataques e contra-ataques pelas extremidades (12×12). Quando teve a oportunidade, Maringá assumiu a vantagem no placar com a boa atuação de oposto Alisson e do ponteiro Kaio (18×15). A variação de saques do Maringá foi minando a recepção de Juiz de Fora, dificultando a utilização dos centrais mineiros (23×19). Com folga no marcador, Maringá acabou com o ataque adversário no bloqueio e levou o 1º set em 25×21.

No 2º set, a diminuição nos erros de saque deu aos visitantes maiores possibilidades de recuperação e, ao contrário do set anterior, conseguiu segurar a vantagem aberta no placar (8×12). Mesmo com a melhora no passe, o levantador Felipe continuou acionando o ponteiro Leozinho e a equipe foi se aproveitando dos erros de Maringá em todos os fundamentos (18×22). Após a entrada de Adami e Raphael na inversão 5-1, Juiz de Fora venceu o set em 20×25.

Vencer o 3º set significava conquistar o primeiro ponto na competição, e a parcial começou equilibrada (7×7). Maringá continuou errando saques e tendo dificuldades na recepção, principalmente com o ponteiro Alê – alvo preferido dos visitantes durante toda a partida.

Renato Lúcio promoveu mudanças no Maringá, porém Juiz de Fora continuou com boa tática no saque, forçando Ricardinho a explorar os atacantes nas extremidades (10×12). Os donos da casa conseguiram manter a vantagem de dois pontos na passagem do oposto Emerson no saque e, com o bloqueio ajudando a defesa, Juiz de Fora aproveitou os contra-ataques para ampliar no marcador. No bloqueio de Emerson e Bruno em cima de Thiago Alves, o JF Vôlei fez 21×25 e 1×2 no jogo.

A maior estabilidade na recepção deu ao levantador Felipe a oportunidade de acionar os centrais Rômulo e Bruno, que já faziam bom trabalho no bloqueio (8×9). Após abrir dois pontos de vantagem, Juiz de Fora viu Maringá ressurgir no set com o líbero Gian defendendo bastante e com o restante da equipe mudando a tática no saque (20×20). No contra-ataque, os visitantes tiveram dois match-points, porém o bloqueio de Maringá fechou a porta (24×24). Depois de longa troca de pontos, Maringá levou o set em 33×31, garantindo também seu primeiro ponto na Superliga.

Se o 4º set terminou de maneira emocionante, a disputa no tie-break não foi diferente. Com as equipes se alternando no comando do placar, qualquer erro era perigoso (7×8). Assumindo a ponta no momento certo, Maringá teve a chance de matar a partida, mas Juiz de Fora conseguiu marcar bem o ataque do oposto Alisson Bastos (14×14). Assim como aconteceu no empate do set anterior, as duas equipes trocaram pontos e vantagens até que, em dois erros de ataque de Alê, Juiz de Fora venceu o tie-break em 21×23, conquistando sua primeira vitória na Superliga 2017/2018.

Copel Telecom Maringá Vôlei
Ricardinho, Alisson Bastos, Ialisson, Wennder Kaio, Alê. Líbero: Gian
Entraram: Jean Carlos, Brasília, Johan, Leitzke, Bruno, Thiago Alves
Técnico: Renato Lúcio

JF Vôlei
Felipe, Emerson, Bruno, Rômulo, Leozinho, Rammé. Líbero: Juan Mendez
Entraram: Raphael, Adami, Franco
Técnico: Henrique Furtado

Foto destaque: Rodrigo Araújo/Copel Telecom Maringá Vôlei
Foto interna: Lucilia Bortone/Sacandoovolei

Anúncios

[Superliga] Canoas vence a segunda partida e é líder; confira todos os resultados

A Superliga Masculina 2017/2018 não decepcionou em grandes jogos em sua 2ª rodada: Sada Cruzeiro e Corinthians-Guarulhos fizeram jogos equilibrados e venceram Sesc-RJ e Minas Tênis Clube por 3×2, respectivamente. Quem vem surpreendendo é o Lebes Canoas Vôlei que já acumula duas vitórias por 3×0 e assumiu a liderança da competição, seguido pelo Sesi-SP.

Vice-campeão na temporada passada, o EMS Taubaté Funvic se recuperou da derrota na 1ª rodada e venceu, no sábado (21), o Copel Telecom Maringá Vôlei no interior de São Paulo. Também no sábado, o Montes Claros Vôlei passou pelo JF Vôlei no Norte de Minas. Apesar do placar de 3×1 para os donos da casa, a partida foi bastante equilibrada e o ponteiro Leozinho do JF Vôlei, com 18 pontos no jogo, segue como maior pontuador da competição com 50 acertos. Esta foi a primeira vitória do Pequi Atômico após a saída de Chico dos Santos do comando da equipe. Confira abaixo todos os resultados:

Superliga Masculina 2017/2018 – 2ª rodada – Turno – 21 e 22.10.17
EMS Taubaté Funvic 3 x 0 Copel Telecom Maringá (25×20, 25×18, 25×17)
Montes Claros Vôlei 3 x 1 JF Vôlei (25×22, 25×22, 23×25, 25×19)
Sada Cruzeiro 3 x 2 Sesc-RJ (25×13, 29×31, 32×34, 25×18, 15×10)
Ponta Grossa Caramuru Vôlei 1 x 3 Sesi-SP (21×25, 19×25, 25×17, 22×25)
Vôlei Renata 0 x 3 Lebes Canoas Vôlei (20×25, 21×25, 20×25)
Corinthians-Guarulhos 3 x 2 Minas Tênis Clube (18×25, 25×21, 18×25, 25×19, 17×15)

classificacao_2017-2018_2arodadaturno_22-10-17

Foto destaque: Marcos Ribolli/Vôlei Renata

Rodada cheia na abertura da Superliga 2017/2018

A espera acabou: a temporada 2017/2018 da Superliga Masculina começa hoje (14) e com rodada cheia. Com transmissão da RedeTV e do Sportv, o Sesc-RJ, estreante na competição, recebe o EMS Taubaté Funvic, vice-campeão da Superliga na temporada passada, para a partida de abertura. O encontro está marcado para às 14h no ginásio do Tijuca Tênis Clube, na capital fluminense.

O grande duelo da rodada encerra o dia no Parque São Jorge, onde o Corinthians-Guarulhos faz sua primeira partida na elite contra o atual campeão Sada Cruzeiro. O clássico dos campos, agora nas quadras de vôlei, começa às 20h e terá transmissão do Sportv. Confira a tabela:

Superliga Masculina 2017/2018 – 1ª rodada – Turno

14h05 – Sesc RJ Vôlei x EMS Vôlei Taubaté Funvic (REDE TV e SPORTV)
18h – Lebes Gedore Vôlei Canoas x Montes Claros Vôlei
18h – JF Vôlei x Minas Tênis Clube – Fan Page Oficial
18h30 – Copel Telecom Maringá Vôlei x Sesi SP Vôlei
20h – Ponta Grossa Caramuru Vôlei x Vôlei Renata
20 h – Corinthians-Guarulhos x Sada Cruzeiro Vôlei (SPORTV)

Com novidades, Superliga 2017/2018 já tem tabela definida

Representantes dos 12 times participantes da Superliga se reuniram com os dirigentes da CBV na tarde desta quarta-feira (23) para definição da tabela e regulamento da competição nacional. Com início marcado para o dia 14 de outubro, a Superliga proxima-edicao-tem-tabela-e-regulamento-definidos.jpgMasculina chega com novidades, entre elas o fim da decisão em jogo único após nove temporadas de muitas críticas em relação ao formato. Dessa maneira, as duas partidas que definirão o título também deixam de ser em “campo neutro” com mando da CBV. Além da final em dois jogos e desempate no golden set (o que já vimos no Campeonato Paulista), as quartas de final serão em melhor de três jogos e as semifinais em melhor de cinco. O regulamento, ao contrário da tabela, ainda não está disponível no portal da Confederação.

Nesta temporada temos o retorno de Castro e os acessos de Sesc-RJ, vencedor da Superliga B, e Corinthians, campeão da Taça Ouro. Com a desistência do Bento Vôlei, o Castro herdou a última vaga como 2º colocado na Taça Ouro. As 12 equipes participantes desta edição são: de Minas Gerais, Sada Cruzeiro, Montes Claros Vôlei, Minas Tênis Clube e JF Vôlei; de São Paulo, EMS Funvic Taubaté, Sesi-SP, Vôlei Renata (antigo Brasil Kirin) e Corinthians Guarulhos; do Paraná, Copel Telecom Maringá Vôlei e Caramuru Castro; do Rio de Janeiro, Sesc-RJ; e do Rio Grande do Sul, Lebes Gedore Canoas.

Com início no dia 14 de outubro, a Superliga 2017/2018 tem previsão de término no dia 6 de maio de 2018. Clique aqui para conferir a tabela completa da competição masculina.

Superliga Masculina 2017/2018
1ª Rodada – TURNO 14.10.2017

18h – Sesc-RJ x EMS Funvic Taubaté
18h – Caramuru Castro x Vôlei Renata
18h – Lebes Gedore Canoas x Montes Claros Vôlei
18h – JF Vôlei x Minas Tênis Clube
18h30 – Copel Telecom Maringá Vôlei x Sesi-SP
20h – Corinthians Guarulhos x Sada Cruzeiro

Com informações da CBV.
Foto destaque: Lucilia Bortone/Sacandoovolei
Foto interna: Roberto Casimiro – Fotoarena