JOGOS OLÍMPICOS: Seleção brasileira é vice-campeã de Londres 2012

Por Luara Herédia

12/08/2012 – O  sonho do tri olímpico  foi adiado. Depois da seleção brasileira ter vencido  dois sets e ter dado um passo importante para a medalha de ouro ninguém contava que no terceiro set fosse brilhar a estrela do técnico russo Vladimir Alekno que promoveu uma mudança no se esquema tático que foi crucial para a vitória quase inexplicável  do time russo. O central Dimitri Muserskyde 2,18m foi jogar de oposto, eficiente o jogador marcou 31 pontos e foi o destaque absoluto da vitória russa de virada por 3 sets a 2. Parciais de 25 x 19, 25 x 20 ,27 x 29 , 21 x 25 e 9 x 15

     

O JOGO:

A seleção brasileira já começou ligado e  pontuando com Murilo atrás da linha dos três. Ligada na defesa, a seleção pontuava no contra ataque e com isso abriu vantagem logo no início do jogo:  5-2, o que provocou uma mudança de levantador no time russo. Na primeira parada técnica o placar era de 8 a 5 para o Brasil. Jogando solta a equipe brasileira logo impôs seu ritmo na partida. Já a Rússia sentiu a pressão e errava muito. Em um ataque do levantador Bruno  a seleção foi para o segundo tempo técnico com 16 a 11 no placar. Com ace de Lucão e um bloqueio de Murilo, o Brasil ampliava sua vantagem: 20 a 13. Com uma boa margem a equipe brasileira fechou o set: 25 x 19.

No segundo set a Rússia já entrou mais agressiva e abriu dois  pontos no placar. Mas mantendo a concentração e com bons  saques a seleção brasileira logo retomou a frente do placar: 5 -3. Com um ace de Wallace o Brasil foi para a parada técnica com 8-4 no marcador. Bruno muito regular na partida distribuiu  o jogo muito bem, o que facilitou o Brasil abrir vantagem:16 a 12. Na volta da parada técnica a Rússia voltou melhor, a Rússia até buscou uma reação e encostou no jogo: 16 a 15. Porém, com um ataque de Wallace e o bloqueio brasileiro funcionando a seleção novamente abriu vantagem: 19 a 15.  Com tranquilidade e eficiência a seleção fechou mais um set: 25 -20, abrindo 2 sets a 0.

No terceiro set  o técnico russo promoveu  uma mudança que deu certo. Tirou o central  Muserskiy de 2,18m e o colocou para jogar como oposto. E o jogador se adaptou muito bem a função. No primeiro tempo técnico a Rússia tinha vantagem: 8- 7. Para a Rússia era tudo ou nada mas a equipe brasileira não estava disposta a facilitar o jogo para a equipe russa. Controlando a ansiedade a equipe brasileira retomou o placar: 16 a 15. Na volta da parada técnica  a seleção brasileira voltou mais ligada e abriu vantagem :18 a 15. No fim do set, com a  ansiedade normal de terminar uma partida a seleção parou de pontuar e a Rússia empatou o jogo: 22 a 22. O técnico brasileiro parou a partida para tentar acalmar a seleção.  Os times trocavam pontos. O Brasil chegou a ter  2 match points mas não conseguiu fechar o set (jogo)o que resultou em set point para a Rússia que aproveitou a chance e fechou o terceiro set: 29 a 27.

No quarto set, Dante sentiu o joelho, Giba veio para o set como titular. Com um início tenso as equipes trocavam pontos. No primeiro tempo técnico vantagem mínima para a Rússia: 8-7.O bloqueio russo começou a funcionar, além de contar com os ataques eficientes de Muserskiy. Já pelo lado brasileiro a seleção parou de pontuar nos contra ataques e a recepção caiu. Na segunda parada técnica a Rússia tinha 16 a 12 no placar. Bernardinho tirou Giba e colocou Thiago Alves. Ricardinho e Rodrigão também vieram para o jogo no lugar de Bruno e Wallace. Jogando solta e empurrando a pressão para o Brasil a Rússia venceu o quarto set por 25 a 21 e empatou a partida em 2 sets a 2.

No tie- break a Rússia aproveitou o melhor momento na partida e logo abriu vantagem 3 x 1,essa vantagem russa só se estendeu, na virada de quadra o placar era 8 a 4. A seleção brasileira já não era a mesma, assustada com os ataques russos não conseguia pontuar no bloqueio e nem pontuar em contra ataques. Do outro lado Muserskiy continuava pontuando. O Brasil continuava sem conseguir parar o gigante,com isso  a Rússia fechou o set por 15 x 9 e levou o título olímpico inédito com uma virada espetacular.

JOGOS OLÍMPICOS:ESTREIA PARA RECUPERAR A CONFIANÇA…

 

               Imagem

 O adversário não era o dos mais fortes, mas a seleção masculina de volei voltou a vencer, passo importante para recuperar a confiança após uma campanha irregular na Liga Mundial 2012. Na estreia dos Jogos Olímpicos e diante da Tunísia, a seleção brasileira venceu por 3 sets a 0 . Parciais de 25 x 17, 25 x 21 e 25 x 18.

 O técnico Bernardinho optou por começar com os seguintes jogadores: Bruninho, Dante, Murilo, Lucão, Sidão,Vissotto e o líbero Serginho. Deixando Thiago Alves, Giba, Rodrigão, Walace e Ricardinho no banco.

 O JOGO:

A seleção começou bem e logo abriu 4-0. Com saques eficientes a seleção foi para a primeira parada obrigatória com 8-2 no placar. Com o bloqueio ajustado o Brasil foi ampliando a vantagem,no segundo tempo técnico a vantagem era de nove pontos: 16 a 7. Quando o placar estava 19 a 12, o técnico brasileiro promoveu uma inversão, Wallace no lugar de Bruno, após Vissotto sair  do saque a inversão foi completada, saiu o oposto Vissotto e entrou Ricardinho, completando  a inversão do 5×1. Com vantagem no placar foi só administrar, 25 x 17 e 1 set a 0 para o Brasil.

O inicio do segundo set foi mais equilibrado, no primeiro tempo técnico a vantagem era de 2 pontos para a equipe brasileira: 8-6. Com os ponteiros Murilo e Dante eficientes no ataque e com o bloqueio parando o ataque da Turquia a vantagem aumentou, 16 a 12. Novamente com folga  no placar, Bernardinho fez novamente a inversão do 5×1. Placar: 25 a 21 e dois sets a zero.

 

No terceiro set Bernardinho promoveu mudanças: Giba, Wallace e Rodrigão começaram como titular. 8-5 era o placar na primeira parada técnica.  Promovendo mais mudanças na seleção, Bernardo promoveu a troca de levantadores Bruninho deixou a quadra para a entrada de Ricardinho.a seleção continuou a administrar  a vantagem no placar,com um ace de Wallace, o placar era 16 a 12 para o Brasil. Mexendo novamente no time  Thiago Alves entrou para jogar e ganhar ritmo. Sem sustos a seleção fechou o set e o jogo: 25 x 18.

               Imagem

 Conclusão:Estreia nunca é fácil, tem a ansiedade e esta muitas vezes atrapalha, jogando contra um adversário que está longe de ser uma potência no volei a seleção oscilou em algumas situações,mas jogando com um objetivo em mente soube retomar a concentração e assim conquistar três pontos importantes para a conquista da classificação, já que o Brasil está no grupo considerado o “Grupo da Morte”. A próxima partida será contra a forte equipe Rússia, na terça-feira, 31 de Julho, às 18horas.

 

Fotos: FIBV( FEDERAÇÃO INTERNACIONAL DE VOLEIBOL)

“ELIMINAÇÃO PRECOCE”…

Depois de uma estreia para se esquecer, a seleção brasileira de volei entrou em quadra contra a Polônia pela segunda rodada da Fase Final da Liga Mundial com a responsabilidade de vencer seu maior “carrasco”  entre as últimas partidas, a Polônia, para se manter na Liga Mundial 2012. Porém, novamente  a equipe  comandada pelo técnico italiano Andrea Anastasi foi superior, jogou melhor nas horas decisivas e eliminou o Brasil no tie- break. Parciais de 25 x 23, 23 x 25, 25 x 23, 17 x 25 e 10 x 15.

Com os ponteiros brasileiros fora de suas condições físicas ideias( Murilo sofre de uma tendinite no ombro, Dante sofre desde a final da última temporada com uma lesão do joelho, Giba passou por uma cirurgia e volta aos poucos), a seleção brasileira até que tentou , mas a  Polônia do ponteiro Bartosz Kurek e do oposto Bartman voltou a vencer a seleção nessa Liga Mundial( foram 5 confrontos e 4 vitórias polonesas) e dessa vez eliminou a equipe brasileira da competição., acabando assim com a possibilidade do deca( dez títulos).

É   a segunda vez que o brasil fica fora do pódio em uma competição na “Era Bernardinho”. A primeira tinha sido também em um ano olímpico, na Liga Mundial ,em 2008, disputada o no Ginásio do Maracãnazinho, Rio de Janeiro.

O central Lucão comentou sobre a eliminação:

 “A equipe mostrou uma evolução boa, de determinação e de voleibol, mas sofremos muito com as lesões. Murilo, Dante, Giba, Vissotto, todos voltando de um tempo sem jogar. Agora precisamos trabalhar ainda mais. Temos três semanas para pensar somente nos Jogos Olímpicos. Temos que treinar, botar a cabeça no lugar e que tudo isso sirva de aprendizado para mostrar que o que estamos fazendo não é o suficiente”.

A seleção agora volta para o Brasil e  ficará treinando no Centro de Treinamento em Saquarema com foco nos Jogos Olímpicos de Londres. A seleção está no Grupo B, considerado o “grupo da morte” ao lado de EUA, Rússia, Alemanha, Sérvia e Tunísia.

 

 

Tabela Jogos Olímpicos de Londres- Seleção brasileira masculina de volei

A FIVB( Federação Internacional de Voleibol) divulgou nesta terça-feira, 19/06, a tabela dos Jogos Olímpicos de Londres 2012.

A competição será disputada por 12 seleções divididas em 2 grupos. Os 4 melhores de cada grupo avançam para a próxima fase. No Grupo A estão: Bulgária, Argentina, Polônia, Itália, Austrália e a seleção da anfitriã da competição Inglaterra. A  seleção comandada por Bernardinho está no Grupo B( considerado o grupo da morte) ao lado de : Rússia, Estados Unidos, Sérvia, Tunísia e Alemanha. 

Abaixo você confere os jogos da 1ª  fase da seleção brasileira masculina:

Confira aqui a Tabela completa doJogos de Volei em Londres  2012

RETROSPECTIVA 2011- VOLEI MASCULINO

2011 já está no fim, para despedir de vez deste ano resolvi  fazer uma retrospectiva do calendário da nossa  Seleção Masculina e da Superliga Masculina!

Janeiro, Fevereiro e Março:

Os primeiros 3 meses do nosso ano nossa Seleção não tem  compromissos os jogadores estão disputando a Superliga de Volei

ABRIL:

Finais da Superliga, a edição de 2010/2011 foi disputada no ginásio do Mineirinho, Belo Horizonte, no dia 24/04 entre Sada/Cruzeiro X Sesi-SP, vitória do time paulista por 3 sets a 1( 25/19, 19/25, 27/25 e 25/17)

FONTE: VOLEI ORG

MAIO:

Início da Liga Mundial, a seleção  estreiou jogando em Porto Rico contra a seleção da casa.

JUNHO:

A seleção brasileira faz sua estreiaem casa na Liga Mundial, tive o prazer de viajar para o Rj e BH e acompanhar as partidas

4/6/ e 5/6/2011- Rio de Janeiro, Maracanãzinho- Bra X Polônia

11/6/ e 12/6/2011- Belo Horizonte, Mineirinho- Bra X EUA

Acompanhei de pertinho a seleção em BH e no RJ

JULHO:

Finais da Liga Mundial disputada na Polônia, o Brasil ficou com o vice campeonato, perdendo a final no tie break para a Rússia.

AGOSTO:

Entre os dias 17 a 24 , o Brasil estava em Saquarema no Centro de Treinamento

FOTOS: CBV

SETEMBRO:

A Seleção disputou em Cuiabá o Sul-americano,  o Brasil conquistou seu 28 º título em 29 sulamericanos disputados. Nossa seleçãonão ganhou um título porque não participou um ano desta competição

Fotos: CBV

OUTUBRO:

A seleção brasileira embarcou para Guadalajara no México no comando do técnico  Rubinho para a disputa do Pan-americano entre os dias 24 a 29/10. Resultado: TETRACAMPEONATO

NOVEMBRO :

O Brasil disputou no Japão a Copa do Mundo, competição que distribuiu 3 vagas para os Jogos Olímpicos de Londres, a seleção terminou em terceiro lugar .

O  MELHOR MOMENTO/ JOGO da  Copa do Mundo foi Brasil X Polônia, nossa seleção perdia por 2 sets a 0 e em uma virada impressionante venceu o jogo no tiebreak, destaque para Bruninho que entrou e deu garra ao time

DEZEMBRO:

Início da Superliga MAsculina, 10/12 foi a estreia da competição masculina que esse ano conta com 12 equipes

2012

Que o próximo ano seja  de muita alegria pra nossa seleção, que 2012 venha com o DECA da LIGA MUNDIAL E COM O TRI OLÍMPICO

Desejo à todos os leitores um 2012 repleto de realizações e conquistas

Feliz 2012 ; )

OBJETIVO: LONDRES 2012

A seleção brasileira foi derrotada pelo time TITULAR da Sérvia no último jogo da terceira fase da Copa do Mundo de Volei por 3 sets a 1(27/25, 20/25, 20/25 e 22/25). Não entendeu a palavra “titular” em destaque? Vou explicar…

A seleção Sérvia ocupa o 10º lugar entre as  12 equipes  que disputam  a competição, sem chances de  se classificar para as Olimpíadas através da Copa do Mundo( os três primeiros classificados já garantem vaga para os proximos Jogos Olímpicos) o objetivo da Sérvia foi alterado:  facilitar o caminho das  equipes europeias , fazer com que as 3 vagas que a Copa do Mundo distribui sejam conquistadas pelas equipes do Velho Continente. Assim, no Pré-Olímpico Europeu( outra forma de garantir a vaga para L0ndres 2012) a Sérvia não enfrentaria as principais forças do voleibol do continente e nessa competição também se classificaria para as Olimpíadas.

Na prática, a Sérvia já enfrentou a Rússia e a Itália sem seus principais jogadores, resultado: 2 derrotas e nenhuma tristeza pelos resultado negativos.  Contra o Brasil vimos uma Sérvia com suas principais forças e  jogadores como o oposto Milijkovic e um ponteiro passador Nikic em um grande dia passando facilmente pelo bloqueio brasileiro e colocando a bola na quadra brasileira.

Giba comentou a situação após a derrota brasileira:

“-A Sérvia parece que não se importa muito com o campeonato, mas, sim, em fazer com que o maior número de times europeus se classificassem, facilitando o pré-olímpico para eles. Sabemos que a nossa classificação continua dependendo só da gente. Vamos buscar os nove pontos na próxima fase para garantir a nossa vaga de qualquer jeito”, disse.

Mas não se pode colocar a culpa da derrota  da seleção brasileira apenas pelo fato da Sérvia ter entrado com o time titular contra o Brasil, nossa seleção jogou bem abaixo do esperado, ao todo foram 32 erros o que contribuiu para a terceira derrota da seleção verde e amarela.

O técnico Bernardinho também comentou sobre o desempenho de sua equipe:

“Contra a Rússia e Estados Unidos, por exemplo, erramos pouco e vencemos bem. A Sérvia jogou solta, tranquila, e o excesso de erros cometidos por nós acabou nos penalizando.”

 

A seleção brasileira no momento está em quarto lugar e ainda enfrenta Irã, Polônia(líder do campeonato) e a seleção da casa Japão para conquistar uma das vagas olímpicas.

 

 

ESTREIA SEM SUSTOS…

A falta de ritmo de jogo da seleção brasileira não foi problema, o Brasil não deu chances para a seleção do Egito e venceu com facilidade na estreia da Copa do Mundo, parciais de 25 X 19, 25 X 13  e 25 X 19 . Bernardinho optou por deixar Giba e Bruninho no banco e o time que entrou em quadra foi: Sidão, Vissotto, Murilo, Lucão, Marlon e Dante. O líbero é o Serginho!

1 set:

Com bons saques que desestabilizaram a recepção do adversário já no início da  partida, a sele. brasileira demonstrava que tinha entrado focado para evitar surpresas no resultado final da partida.  Com 9 erros da seleção  africana o Brasil não teve dificuldades para vencer o primeiro set por 25 X 19.

2 set:

Os destaques do segundo set foram os centrais brasileiros. Lucão, fez 2 aces no set e Sidão foi responsável por 3( e consecutivos) pontos de bloqueios. No set o Brasil fez 6. Em um ataque de meio fundo, o ponteiro Dante sentiu o abdômen e foi substituído  pelo capitão Giba, que já entrou no jogo recebendo bola  e atacando com eficiência. Pelo lado  do Egito, o destaque e maior pontuador foi o oposto A. Salah. Porém o time egípcio  voltou a errar muito e com isso Brasil venceu com folga no placar : 25 X 13.

3 set:

No início do  terceiro set Bernardinho optou por tirar o meio de rede Sidão e escalar o Rodrigão. Já o Egito entrou mais ligado no jogo, disposto a tentar tirar um set da seleção brasileira.   No meio do ste um susto, em uma jogada disputada na rede, o levantador Marlon sentiu a panturrilha e  foi  substituído pelo  Bruninho.

O Egito ficou na frente no placar na primeira parada técnica ( 8 X 7) e o Brasil só passou a frente no placar na segunda parada técnica( 16 X 14), daí, foi só administrar o jogo até o final  do set (e do jogo). Parcial de 25 X19 e 3 sets a 0 no jogo. Giba teve uma grande atuação no set e Murilo Endres foi eleito o melhor em quadra.

  O Próximo confronto do Brasil será nesta madrugada ( Domingo para Segunda), as 04:00h, contra os Estados Unidos. A GLOBO e o SPORTV transmitirão a partida.