[Mineiro] Minas vence JF Vôlei por 3 a 0 fora de casa e garante o terceiro lugar na fase de classificação

O JF Vôlei fez, nesta terça(26), seu primeiro jogo oficial no ginásio da Faculdade de Educação Física e Desportos(FAEFID) da temporada 2017/2018. Em partida válida pela 5ª rodada do Campeonato Mineiro, o time recebeu o Minas Tênis Clube e foi derrotado por 3 sets a 0, parciais (25×20, 22×25 e 12×25). O grande nome da partida foi o oposto canhoto minastenista Felipe Roque, que curiosamente nasceu e foi revelado nas categorias de base de Juiz de Fora.

Mesmo com mais uma derrota, o treinador do time da Zona da Mata, Henrique Furtado, comentou sobre a evolução do seu time, que comandou o placar por um bom período nos dois primeiros sets e elogiou o adversário.  “O Minas impôs um ritmo de saque muito agressivo e alguns jogadores tiveram uma constância muito grande na virada de bola, o que nos impediu de rodar a  bola no mesmo nível durante todo o tempo. Nós  acabamos deixando  o placar muito elástico e não conseguindo ter o mesmo rendimento dos outros dois sets, mas seguimos lutando por uma evolução no sistema ofensivo, por jogar bem por mais tempo”, afirmou Henrique.

Nesta quarta-feira (27)  Juiz de Fora e Minas voltam a se enfrentar pela última rodada do Estadual, mas as posições e os confrontos das semifinais já estão definidos. Com mais três pontos adquiridos, o Minas chegou aos seis pontos,  se garantiu no terceiro lugar na tabela e irá à Montes Claros, que terminou a fase de classificação em segundo com sete pontos, para a disputa da semifinal. Ainda sem marcar pontos, o JF Vôlei é o quarto colocado e vai enfrentar o Sada Cruzeiro, líder isolado da primeira fase com 17 pontos.

 O JOGO

O JF Vôlei iniciou a partida com muito volume de jogo, bons ataques de Emerson Rodriguez e Leozinho, além de boas defesas do líbero Juan, que proporcionaram contra-ataque para o time da Zona da Mata (12×9). Após o pedido de tempo do técnico Nery, sua equipe voltou mais ligada, errando menos e empataram a parcial (15×15). Mesclando a experiência, como a do levantador Marlon, e a juventude do oposto Felipe Roque, o Minas passou a liderar o marcador e a abrir vantagem (17×21). A combinação saque e  bloqueio dos minastenistas fizeram a diferença e o time se encaminhou para fechar a primeira parcial (20×25) em 26 minutos.

Mineiro 2017 - JF Vôlei x Minas Tenis Clube

Defendendo as cores do Minas, o juizforano Felipe Roque foi eleito o melhor jogador da partida.

Assim como no primeiro set, Juiz de Fora começou à frente do marcador (14×11) e viu o time de Belo Horizonte se ajustar, aproveitar os erros do adversário, além de contar com uma noite inspirada de Roque, que manteve um alto aproveitamento e eficiência de ataque. O treinador de Juiz de Fora, Henrique Furtado, chamou a atenção de seus comandados, mas os mandantes sacavam mal e não conseguiram parar o poder ofensivo do outro lado da quadra(22×25), em 27 minutos.

O time da Capital voltou impondo um ritmo muito forte (1×8). Abatido, o JF Vôlei não conseguia buscar uma reação. O bloqueio do Minas com Flávio e Pétrus incomodava os atacantes adversários que não conseguiam botar a bola no chão(4×11).  A parcial seguiu muito favorável para os visitantes que abriram dez pontos de vantagem(5×15). Do lado da quadra Henrique Furtado tentava incentivar seus jogadores, mas o set se encaminhava tranquilamente a favor da equipe de Belo Horizonte(12×25) em 19 minutos.

Equipes:

JF VÔLEI: Felipe, Emerson Rodríguez, Leozinho, Rammé, Bruno, Drago e líbero Juan Mendez

Entraram: Adami e Raphael

Técnico: Henrique Furtado

Minas Tênis Clube: Marlon, Felipe Roque, Bisset, Bob, Flávio, Pétrus e líbero Rogerinho

Entraram: Maique, Carísio,  Davy e Vanole

Técnico: Nery Tambeiro

Anúncios

[Superliga] Confira os resultados da rodada de abertura

A primeira partida da Superliga 2016/17 foi realizada em Juiz de Fora (MG), com a equipe da casa, JF Vôlei(MG), sendo superado, de virada, pelos atuais vice-campeões, o Vôlei Brasil Kirin(SP).Com 21 pontos, o oposto campineiro Rivaldo foi o maior pontuador e eleito, pela comissão técnica, o melhor jogador em quadra, recebendo o Troféu Viva Vôlei.

O Sesi(SP) estreou com uma vitória importante por 3 a 0(25/18, 25/16, 25/20), fora de casa, diante do Copel Telecom Maringá Vôlei (PR). A partida marcou a reestreia do levantador Bruno e do central Lucão na competição nacional, depois que ambos atuaram pelo Modena, da Itália, na última temporada. Em votação pela internet, Bruninho foi eleito o melhor jogador em quadra e recebeu o troféu de melhor da partida.

Em Belo Horizonte, Minas Tênis Clube (MG) e Bento Vôlei Isabela (RS) fizeram um jogo equilibrado e quem levou melhor foram os mineiros, 3 a 1, parciais de (23/25, 25/18, 25/18 e 25/23).  Mesmo com a derrota, o ponteiro Deivid foi o maior pontuador do confronto, com 21 acertos. Mão, ponteiro minastenista, foi eleito o melhor jogador da partida, em votação popular realizada no site da CBV(Confederação Brasileira de Vôlei).

Em outro duelo envolvendo equipes mineiras e gaúchas, o Montes Claros Vôlei(MG) recebeu no Ginásio Tancredo Neves a equipe do Lebes Gedore Canoas (RS) e levou a melhor por 3 a 1, parciais de (25×22,22×25,25×20 e 25×23). O central Thiago Salsa recebeu o troféu Vila Vôlei como o melhor em quadra, indicação da comissão técnica.

O time paranaense do Caramuru Vôlei Castro estreou na Superliga B recebendo o Funvic Taubaté (SP). E a equipe paulista levou a melhor em sets diretos, 3 a 0, parciais de (25/20, 25/21 e 25/22), em 1h15. O oposto Wallace foi eleito o melhor da partida e recebeu o Troféu Viva Vôlei. O ponteiro Robinho, do Castro, foi o maior pontuador com 12 acertos.

A rodada inicial da Superliga só irá se completar no dia 17 de novembro,  quando o São Bernardo Vôlei (SP) receberá o Sada Cruzeiro Vôlei (MG), às 21h45, no Adib Moysés Dib, em São Bernardo do Campo (SP). A partida foi adiada  pois o Sada Cruzeiro estava disputando o Mundial de Clubes e , logo em seguida, disputou a final da Supercopa, vale ressaltar que os cruzeirenses saíram vitoriosas nas duas competições.

Foto de capa: Washington Alves/Inovafoto/CBV

[Superliga] Minas e JF Vôlei estreiam com derrota; MOC surpreende Taubaté

Das três equipes mineiras que entraram em quadra no fim de semana, apenas o Montes Claros conseguiu pontuar na Superliga. O time do Norte de Minas recebeu o Funvic/Taubaté e venceu os paulistas no tie-break (23×25, 25×23, 20×25, 25×20 e 15×12), no domingo (8). O central do MOC, Salsa, recebeu o Troféu Viva Vôlei.

Também no domingo, o JF Vôlei foi a Novo Hamburgo e foi derrotado pelo Voleisul por 3×0 (25×13, 25×18, 25×17). A equipe de Juiz de Fora já pôde contar com o ponteiro Djalma, apresentado como reforço na última sexta-feira. O oposto da Voleisul, Franco, foi eleito melhor em quadra.

No sábado (7), o Minas perdeu, em casa, para o São José dos Campos por 3×0 (19×25, 21×25 e 23×25). A partida foi repleta de erros, com 30 pontos cedidos de graça para cada lado. O ponteiro Hugo (São José) foi eleito melhor da partida em votação pela internet.

Entre os mineiros, só o Sada/Cruzeiro ainda não fez sua estreia. Os cruzeirenses chegam à Superliga com três títulos já conquistados na temporada e estreiam, na quarta-feira (11), contra o Canoas, em partida válida pela 2ª rodada. O confronto pela 1ª rodada contra o Bento Vôlei foi adiado para o dia 18 de novembro.

Confira os resultados da 1ª rodada da Superliga 2015/2016

Vôlei Brasil Kirin 3 x 0 Copel Telecom Maringá Vôlei

Minas Tênis Clube 0 x 3 São José dos Campos

Voleisul/Paquetá Esportes 3 x 0 Juiz de Fora Vôlei

Montes Claros Vôlei 3 x 2 Funvic/Taubaté

09/11 – 18h30 – Lebes/Gedore/Canoas x Sesi-SP

18/11 – 20h – Bento Vôlei/Isabela x Sada/Cruzeiro

Foto: Rafinha Oliveira/Funvic Taubaté

[Mineiro] Sada/Cruzeiro é campeão estadual pelo sexto ano consecutivo

Não é notícia do ano passado: o Sada/Cruzeiro derrotou o Minas na final do Estadual e levantou a taça de campeão pela sexta vez consecutiva. Em partida emocionante, a Raposa venceu por 3×2 e agora mira o título no Mundial de Clubes.

Desde 2010 a final do Campeonato Mineiro tem como protagonistas as mesmas equipes – uma repetição quase que nos moldes de “Feitiço do Tempo” –, e, na edição 2015, os minastenistas começaram com tudo para mudar a escrita e encerrar o jejum de títulos. O Minas começou vencendo o primeiro set (19×25), mas levaram a virada nos dois sets seguintes (25×18,25×17). A apenas um set da título, os cruzeirenses viram os adversários buscarem forças para evitar a derrota e empatarem a partida (23×25). Num tie-break equilibrado, o Sada conseguiu a vantagem e fechou o set em 15×13 e fez a festa com a torcida que lotou o ginásio em Contagem.

O próximo compromisso cruzeirense é o Mundial de Clubes em Betim, enquanto o Minas aguarda o início da Superliga em novembro.

*Com informações da Assessoria do Sada/Cruzeiro e Minas Tênis Clube

Foto: Renato Araújo – Divulgação Sada Cruzeiro

[Mineiro] Minas e Cruzeiro decidem o Estadual

Na noite de ontem (16), Sada/Cruzeiro e Minas venceram as semifinais e decidem o título do Campeonato Mineiro 2015. Os times da capital mineira entram em quadra às 19h30, no Ginásio do Riacho, em Contagem.

Na primeira semifinal, o Minas derrotou Montes Claros por 3×1 (25×20, 21×25, 25×23 e 25/19).

Em seguida, o Sada/Cruzeiro confirmou o favoritismo e encerrou os sonhos do UninCor/Três Corações. Os cruzeirenses fizeram 3×0, parciais de 25×20, 25×19 e 25×18.

O Sada/Cruzeiro é o atual campeão da competição e corre atrás do hexacampeonato.

[Mineiro] Sada e Unincor brigam por uma vaga na final

Sada/Cruzeiro e Unincor/Três Corações se enfrentam amanhã (16) na briga por uma vaga na final do Campeonato Mineiro 2015. Como terminaram a primeira fase na liderança, os cruzeirenses conquistaram o direito de sediar a fase final da competição. A partida está marcada para às 20h, no Ginásio do Riacho em Contagem.

Mais cedo, às 18h, Minas Tênis Clube e Montes Claros decidem a primeira vaga na decisão do Estadual.

Todos os confrontos terão jogo único. A final será no sábado (17) às 19h30, em Contagem.

Os ingressos para as semifinais e final já estão à venda.

Pela Superliga, UFJF perde para o Minas

 

por Luara Herédia

 

                   Ainda não foi dessa vez que a UFJF conseguiu a sua primeira vitória do ano contra o Minas Tênis Clube.  Na noite de sábado, 20, Juiz de Fora recebeu o time de Belo Horizonte, no Ginásio da Faefid (Faculdade de Educação Física e Desportos) e foi derrotada por 0 sets a 3. Parciais de 15 x 25, 22x 25 e 27 x 29, em partida válida pela segunda rodada do returno da Superliga Masculina de Vôlei.

                    O oposto do Minas,Escobar,  foi o maior pontuador da partida com 20 pontos. Pelo lado da UFJF,  o ponteiro Sérgio marcou 13 vezes. O ponteiro Samuel, da equipe de Belo Horizonte, ganhou o Troféu Viva Vôlei como o melhor da partida.

 _ Minas vence UFJF fora de casa. (Foto: Lucilia Bortone/ SacandooVôlei.com)


_ Minas vence UFJF fora de casa. (Foto: Lucilia Bortone/ SacandooVôlei.com)

                  Após o jogo, o oposto Alemão afirmou que Juiz de Fora precisa manter o foco durante toda partida:  “Temos que manter a concentração o tempo todo, independentemente do placar.” Opinião defendida pelo central Victor Hugo:  “Infelizmente,  fomos  irregulares  nessa  partida.  Agora, devido ao Natal, teremos um tempo para descansar um pouco, colocar a cabeça no lugar e voltar a trabalhar forte.”

                 Do lado vitorioso, o técnico Nery Tambeiro era só elogios ao seu time: ” Fiquei muito feliz porque vínhamos de uma vitória importante diante de Taubaté e agora mais três pontos conquistados aqui, o returno não poderia ter começado melhor. Estávamos com três desfalques,  mas os jogadores que entraram mantiveram o mesmo padrão, mostrando que o Minas é um time de grupo.

O JOGO

              O jogo começou com o Minas impondo o ritmo do jogo. Com o bloqueio funcionando, comandado pelo central Pétrus, os minastenistas abriram vantagem 10 x 14. Com uma boa sequência de saques do ponteiro Samuel, os visitantes ampliaram o marcador 10 x 16. Com folga no placar, os visitantes fecharamo primeiro set com 10 pontos à frente 15 x 25.

  _ O oposto cubano Escobar, foi o maior pontuador do jogo, com 20 pontos. (Foto:Lucilia Bortone/Sacandoovolei.com)


_ O oposto cubano Escobar, foi o maior pontuador do jogo, com 20 pontos.
(Foto:Lucilia Bortone/Sacandoovolei.com)

2º set

                  A equipe de Belo Horizonte se manteve melhor no jogo e aproveitando os erros dos donos da casa tinham 5 x 8 no primeiro tempo técnico. Na volta do jogo, a UFJF conseguiu se recuperar no set, e com um bloqueio duplo do oposto Alemão e do central Victor Hugo deixaram tudo igual 14 x 14.

                  Após empatarem o set, Juiz de Fora não aproveitou o momento e voltou a cometer erros bobos, o que fez com que o adversário abrisse novamente uma boa vantagem e fechasse o segundo set por 22 x 25.

3º set

                  Precisando vencer o set para se manter vivo na partida, a UFJF começou mais agressiva 4 x1. Na primeira parada obrigatória, a Federal tinha o dobro de pontos do Minas 8 x 4. Aproveitando os contra-ataques e incentivados pela torcida, os juiz-foranos abriram ótima vantagem 11 x 5, o que provocou o pedido de tempo do técnico Nery, do Minas. A parada fez bem para o time da capital, que conseguiu uma ótima sequência e diminuiu a desvantagem do set para apenas dois pontos 16 x 14.

 _Minas reagiu no 3º set e fechou a partida por 0x3.


_Minas reagiu no 3º set e fechou a partida por 0x3. ( Foto: Lucilia Bortone/ Sacandoovolei.com

                    Embalados, o Minas seguiu mais confiante e após um contra-ataque viraram o set que já parecia perdido 17 x18. Na sequência, a UFJF voltou a abrir dois pontos e teve a chance de fechar o set 24 x 22, mas o adversário não estava disposto a perder o set após a reação e deixaram tudo igual novamente 24 x 24.  O fim do set seguiu equilibrado, mas após um bloqueio, o Minas fechou o set em 27x 29, e o jogo por 3 sets a 0.

 Para mais fotos da partida, clique aqui: