Invicto e sem perder sets, Zenit Kazan finalmente conquista o Mundial de Clubes

Após esbarrar no Sada Cruzeiro em duas oportunidades, o Zenit Kazan finalmente levantou o troféu de campeão do Mundial de Clubes. Campeão invicto e sem perder um set em toda a competição em 2017, a equipe russa superou o Lube Civitanova por 3×0 (27×25, 25×22, 25×22).

Pode não ser o estilo de jogo mais bonito, porém é eficiente. Mesmo com os atacantes abaixo do ideal, o Zenit conseguiu aproveitar contra-ataques no momento certo no 1º set e o alto número de erros dos italianos, além de dificultar a vida do líbero Grebennikov durante toda a partida. “Agora tenho duas pratas e o ouro. Não lembro da última vez que estive tão feliz quanto agora. O título da Champions League foi ótimo, todos estavam felizes, mas a vitória de hoje [ontem] era o objetivo principal. Sempre foi difícil jogar contra os campeões brasileiros, mas finalmente os vencemos [na semifinal]”, disse o líbero russo Verbov.

Do lado italiano, o treinador Giampaolo Medei não escondeu a decepção da derrota. “Com certeza não estamos felizes com o resultado, porque acho que jogamos no mesmo nível dos nossos oponentes. Mas perdemos por 3×0. Tivemos algumas chances, especialmente durante o 1º set e não as usamos. Meu time queria jogar pelo 1º lugar aqui, mas resumindo todo o torneio nós fizemos um trabalho incrível no Mundial de Clubes. Jogamos hoje [ontem] um bom voleibol contra provavelmente o melhor time do mundo, então estou confiante sobre o futuro”, avaliou Medei.

lube_sada.jpg

Sada conquista o bronze e Juantorena é o MVP

Sem tempo de remoer a derrota na semifinal, o Sada Cruzeiro se recompôs e conquistou o 3º lugar no Mundial vencendo o Skra Belchatow. “Para nós foi um grande prazer jogar em um lugar tão incrível. A 3ª posição é algo importante, porque foi muito difícil defender o título, então estamos muito felizes”, disse o capitão cruzeirense Filipe.

mundial-de-clubes2017_selecao.jpgCom tantas estrelas no campeonato, não foi surpresa a escolha do time dos. Com Juantorena conquistando seu 4º título de MVP no Mundial, os cubanos foram maioria na seleção: Leon (Zenit Kazan) e Leal (Sada Cruzeiro) foram os melhores ponteiros, e Simon (Sada Cruzeiro) um dos melhores centrais. A seleção se completou com o levantador Butko (Zenit Kazan), o meio-de-rede Samoylenko (Zenit Kazan), o líbero Grebennikov (Lube Civitanova) e o oposto Sokolov (Lube Civitanova).

Com informações da FIVb
Fotos: FIVb

[Mundial de Clubes] Cruzeiro se redime e continua vivo na briga pelo tetra

Após o sufoco na estreia, o Sada Cruzeiro conseguiu a segunda vitória no Mundial de Clubes, garantindo vaga na fase semifinal. A permanência na competição veio no triunfo por 3×0 diante do Zaksa Kedzierzyn-Kozle, parciais de 13×25, 30×32 e 20×25, na tarde de hoje (14).

SadaCruzeirosYoandyLealHidalgospikes.jpgCom o saque afiado – com exceção do início do 2º set –, a equipe mineira conseguiu dificultar a virada de bola dos adversários, principalmente com o oposto Torres. A passagem do ponteiro Filipe no fundamento foi determinante para a virada cruzeirense na 2º parcial, a mais apertada em pontos. Outros fatores a serem destacados são a boa partida do ponteiro Leal, os pedidos conscientes de desafio pelos brasileiros, o grande volume de jogo dos dois lados e o baixo número de pontos de bloqueio (3 do Zaksa e 2 do Sada). “Estou feliz por termos melhorado nosso jogo. Acredito que agora jogamos um bom voleibol, nossos saques melhoraram e nosso ataque também. Agora, precisamos nos preparar para as semifinais”, avaliou o treinador Marcelo Mendez.

O capitão cruzeirense, Filipe, agradeceu a torcida local pele receptividade e não escolheu adversário para a próxima fase. “Gostaria de agradecer ao povo de Opole pela recepção aqui. Hoje, nosso time jogou uma partida difícil, mas jogou bem. Estou feliz por estarmos crescendo nesse momento do torneio. Estamos preparados para jogar contra o Zenit ou o Skra, e acredito que será um bom jogo”, disse o jogador.

No Grupo B, o Personal Bolívar amargou a terceira derrota e volta para a Argentina com um ponto conquistado na derrota para o Shanghai VC. “Estamos um pouco desapontados, porque estivemos perto [da vitória]. O Shanghai teve sucesso em muitos ataques e isso não foi bom”, disse o técnico do Bolívar, Javier Weber.

Com informações da FIVB
Foto: FIVB

[Mundial de Clubes] Cruzeiro respira; Civitanova, Zenit Kazan e Belchatow garantem vaga nas semifinais

Após a derrota na primeira rodada, o Sada Cruzeiro se recuperou e venceu o Tehran VC por 3×0 na tarde de ontem (13). A tensão em quadra era grande, porém o saque da equipe iraniana não conseguiu colocar pressão nos cruzeirenses e o levantador Uriarte pôde variar na distribuição de jogo.

Apesar da melhora no geral – com destaque para o ataque –, os cruzeirenses cometeram mais erros que os iranianos na partida (25 contra 15). “Estou feliz por termos vencido. Foi muito importante para nós, já que ontem jogamos muito mal, e acho que hoje jogamos muito bem no saque, passe, ataque. Esperamos continuar assim, já que será outra final para nós”, disse o capitão Filipe.

O Sada Cruzeiro decide a última vaga do grupo contra o Zaksa Kedzierzyn-Kozle na tarde desta quinta-feira (14). A equipe polonesa foi superada pelo Lube Civitanova na segunda rodada e está empatada em pontos e vitória com os brasileiros. Já os italianos garantiram vaga na semifinal de sábado (16).

PGESkraBelchatowcelebrate.jpgPelo Grupo B, Zenit Kazan e Skra Belchatow venceram Shanghai VC e Personal Bolívar, respectivamente, e decidem hoje, às 17h30, quem será o primeiro da chave. “É um grande dia para nós. Passamos para as semifinais; e teremos uma partida difícil contra o Zenit. O primeiro set não foi muito bom, perdemos chances e o Bolívar aproveitou para vencer o set. Eliminamos erros técnicos nos sets restantes e conseguimos a vitória”, avaliou o capitão do Belchatow, Wlazly.

Confira a tabela do Mundial de Clubes 2017:

12.12.2017
Grupo A – Sede: Opole

Zaksa Kedzierzyn-Kozle 3 x 2 Tehran VC (19×25, 20×25, 25×16, 31×29, 17×15)
Sada Cruzeiro 0 x 3 Lube Civitanova (21×25, 16×25, 18×25)

Grupo B – Sede: Lódz
Zenit Kazan 3 x 0 Personal Bolívar (25×20, 25×19, 25×17)
Skra Belchatow 3 x 0 Shanghai VC (25×18, 25×19, 25×21)

13.12.2017
Grupo A – Sede: Opole
Zaksa Kedzierzyn-Kozle 2 x 3 Lube Civitanova (25×23, 21×25, 25×23, 21×25, 16×28)
Tehran VC 0 x 3 Sada Cruzeiro (23×25, 20×25, 22×25)

Grupo B – Sede: Lódz
Zenit Kazan 3 x 0 Shanghai VC (25×15, 25×16, 25×21)
Skra Belchatow 3 x 1 Personal Bolívar (23×25, 25×15, 25×21, 25×19)

14.12.2017
Grupo A – Sede: Opole

14h30 – Zaksa Kedzierzyn-Kozle x Sada Cruzeiro
17h30 – Lube Civitanova x Tehran VC

Grupo B – Sede: Lódz
14h30 – Shanghai VC x Personal Bolívar
17h30 – Skra Belchatow x Zenit Kazan

Com informações da FIVB
Fotos: FIVB