SUPERLIGA 2012/2013 – Murilo Endres, Danilo Gelinski e Rivaldo são os destaques da 7ª rodada

Por Lucilia Bortone

Depois de mais uma rodada cheia de emoções e viradas espetaculares, conhecemos os jogadores que se destacaram no fim de semana segundo as estatísticas da CBV.

O ponteiro Murilo Endres (Sesi-SP) e o levantador Danilo Gelinski (UFJF) dividem o posto de Melhor Jogador da Rodada. Murilo liderou as estatísticas no bloqueio e recepção, além de ter terminado a 7ª rodada como o 6º melhor no ataque (16 pontos na partida contra o Vivo/Minas).

Danilo Gelinski é um dos melhores da 7ª rodada

Já o levantador Gelinski terminou a rodada como 7º no bloqueio, 5º no saque, 4º na defesa e 3º no levantamento, sendo também um dos destaques da vitória da UFJF sobre o Vôlei Futuro – a primeira dos mineiros na Superliga 2012/2013 – marcando 7 pontos na partida.

O oposto Rivaldo (Medley/Campinas) foi o maior pontuador da vitória da Medley/Campinas e da rodada. O jogador anotou 24 pontos no confronto de sábado que quebrou a invencibilidade do RJX. Mesmo com a derrota fora de casa, o RJX continua líder da competição.

Confira abaixo a lista completa dos Melhores da Rodada.

MELHORES DA 7ª RODADA – TURNO

 Maior Pontuador: Rivaldo – MEDLEY/CAMPINAS : 24 pontos

Melhores:

Ataque: Yoandy Hidalgo – SADA CRUZEIRO

Bloqueio: Murilo Endres – SESI-SP

Saque: Renato Felizardo – SUPER IMPERATIZ VÔLEI

Defesa: Daniel Rossi – VOLTA REDONDA

Levantamento: Sandro Carvalho – SESI-SP

Recepção: Murilo Endres – SESI-SP

Líbero: Alex Almeida – VOLTA REDONDA

Melhor Jogador: Danilo Gelinski – UFJF: 7º Bloqueio; 5º Saque; 4º Defesa; 3º Levantamento.

Melhor Jogador: Murilo Endres – SESI-SP: 6º Ataque; 1º Bloqueio; 1º Recepção.

“ELIMINAÇÃO PRECOCE”…

Depois de uma estreia para se esquecer, a seleção brasileira de volei entrou em quadra contra a Polônia pela segunda rodada da Fase Final da Liga Mundial com a responsabilidade de vencer seu maior “carrasco”  entre as últimas partidas, a Polônia, para se manter na Liga Mundial 2012. Porém, novamente  a equipe  comandada pelo técnico italiano Andrea Anastasi foi superior, jogou melhor nas horas decisivas e eliminou o Brasil no tie- break. Parciais de 25 x 23, 23 x 25, 25 x 23, 17 x 25 e 10 x 15.

Com os ponteiros brasileiros fora de suas condições físicas ideias( Murilo sofre de uma tendinite no ombro, Dante sofre desde a final da última temporada com uma lesão do joelho, Giba passou por uma cirurgia e volta aos poucos), a seleção brasileira até que tentou , mas a  Polônia do ponteiro Bartosz Kurek e do oposto Bartman voltou a vencer a seleção nessa Liga Mundial( foram 5 confrontos e 4 vitórias polonesas) e dessa vez eliminou a equipe brasileira da competição., acabando assim com a possibilidade do deca( dez títulos).

É   a segunda vez que o brasil fica fora do pódio em uma competição na “Era Bernardinho”. A primeira tinha sido também em um ano olímpico, na Liga Mundial ,em 2008, disputada o no Ginásio do Maracãnazinho, Rio de Janeiro.

O central Lucão comentou sobre a eliminação:

 “A equipe mostrou uma evolução boa, de determinação e de voleibol, mas sofremos muito com as lesões. Murilo, Dante, Giba, Vissotto, todos voltando de um tempo sem jogar. Agora precisamos trabalhar ainda mais. Temos três semanas para pensar somente nos Jogos Olímpicos. Temos que treinar, botar a cabeça no lugar e que tudo isso sirva de aprendizado para mostrar que o que estamos fazendo não é o suficiente”.

A seleção agora volta para o Brasil e  ficará treinando no Centro de Treinamento em Saquarema com foco nos Jogos Olímpicos de Londres. A seleção está no Grupo B, considerado o “grupo da morte” ao lado de EUA, Rússia, Alemanha, Sérvia e Tunísia.

 

 

Fase Final Liga Mundial: Estreia para se esquecer…

A seleção brasileira estreiou com derrota diante de Cuba na fase final da Liga Mundial 2012 que está sendo disputado na cidade de Sofia, na Bulgária. Cuba venceu por 3 sets a 0. Parciais de 25-19, 26-24 e 25-22.

O Brasil acumulou muitos erros ( no 2° set por exemplo foram 17 erros)  e diante de uma Cuba agressiva no ataque e eficiente no saque o Brasil foi uma presa fácil para o time cubano que conta com Wilfredo Leon, o jovem( mas já experiente) ponteiro de 18 anos que foi o mairo potuador da partida com 15 pontos sendo5 de saque.

Wilfredo Leon,18 anos mas já experiente e capitão de Cuba foi o grande destaque da partida

Mais uma vez Bernardinho preferiu começar com o oposto Leandro Vissotto , deixando Wallace ( o mais regular e maior pontuador da seleção na competição no banco). Vissotto não conseguiu virar as bolas que recebia do levantador Bruno, sem a bola de segurança para o oposto, os ponteiros Dante e Murilo ficaram sobrecarregados. Murilo que já não está 100% pois se recupera de uma tendinite no ombro também nãoe stava bem na partida o que dificultou ainda mais o ataque do time.

No segundo  set o técnico brasileiro começou com Thiago Alves no lugar de Murilo e tirou Vissotto e colocou Wallace que entrou bem no jogo e incendiou o set porém, como o volei é um esporte coletivo não bastava apenas um jogar bem. Com um erro de jogada do levantador Bruno que preferiu uma bola de meio ao invés de uma jogada na saída de rede com Wallace a seleção de Cuba venceu por 26-24, fazendo 2 sets a 0.

No terceiro set sabendo que era tudo ou nada para o Brasil , a seleção até começou melhor e chegou a abrir 12-8 no placar, porém, cometendo muitos erros de saque e desperdiçando contra-ataques a seleção de Cuba retomou o placar e depois não dava mais pra correr atrás do prejuízo.

Agora, a  selção precisa vencer a seleção da Polônia para mater acesa a chance de classificação. Nessa Liga Mundial já foram 4 confrontos e a selão europeia venceu 3 das 4 partidas.

O jogo será Quinta-feira às 11h30, Sportv e Esporte Interativo mostram a partida.