[Seleção Brasileira] Após 16 anos, ‘Era Bernardinho’ chega ao fim; seleção já tem novo treinador

Depois de 16 anos no comando da seleção masculina, Bernardo Rezende, o Bernardinho, não é mais técnico do Brasil. Após meses de especulações, dúvidas e pedidos de “Fica, Bernardinho”, o anúncio foi feito oficialmente nesta quarta-feira (11), pela Confederação Brasileira de Vôlei (CBV), na sede da empresa, no Rio de Janeiro. No lugar do comandante multicampeão, entra Renan Dal Zotto, que nos últimos anos estava trabalhando como coordenador das seleções de quadra.

Renan, foi jogador da “geração de prata” (1984), e técnico da extinta equipe da Cimed, Florianópolis, revelando Bruno, Éder, Lucão, Sidão e outros para a seleção principal. Dal Zotto também é amigo pessoal de Bernardinho. “ Quando recebi o convite, tive que ligar para o Bernardo. Além de ser uma referência técnica, ele é um amigo. E só aceitei porque o Bernardo disse que participaria desse processo”.

bernardinho12-e1474888241903

-Renan  é amigo pessoal do ex técnico. E faz questão de contar com o auxilio de Bernardo nesse momento. (Foto: Arquivo/Reprodução Internet)

De acordo com o diretor da CBV, Radamés Lattari, o ex técnico da seleção brasileiro ocupará o cargo de coordenador técnico da equipe brasileira. “O Bernardo será coordenador da seleção masculina e fará também um trabalho com a base, porque ele gosta bastante deste trabalho de formação. ”

 A ERA BERNARDINHO

Bernardinho chegou à seleção masculina no dia 04 de maio de 2001, em amistoso contra a Noruega, que servia como preparação para a Liga Mundial, competição que o Brasil se saiu vencedor naquele ano. Depois, o técnico ainda iria ganhar mais sete títulos desta mesma competição (2002,2004,2005,2006, 2007, 2009 e 2010).

2004

– Ouro em 2004, com a geração mais vitoriosa da Era Bernardinho. Foto: Reprodução Internet)

São mais de 30 títulos com o time brasileiro, incluindo três títulos mundiais (2002,2006 e 2010), duas pratas olímpicas (2008 e 2012), dois ouros olímpicos (2004 e 2016), sendo a medalha olímpica conquistada nas Olimpíadas do Rio, a última conquista do técnico à frente do time verde e amarelo.  Na Era Bernardinho, o Brasil disputou todas as finais de Olimpíadas e Mundial que disputou.

Além disso, antes de assumir a seleção masculina, Bernardo conquistou duas medalhas de bronze olímpicas (1996 e 2000) como treinador da seleção brasileira feminina, totalizando seis medalhas olímpicas no vasto e vencedor currículo do treinador.

 

 

Anúncios

[Jogos Olímpicos] Com surpresa na lista, Bernardinho divulga os 12 atletas convocados

Depois de conquistar o vice-campeonato da Liga Mundial, nesta segunda-feira (18), Bernardinho definiu os 12 atletas que irão disputar os Jogos Olímpicos.A grande surpresa foi o corte do bicampeão mundial Murilo, o jogador que se recuperava de uma contusão na panturrilha esquerda e já não tinha participado da fase final da Liga Mundial, era o ponteiro mais experiente do Brasil. Os outros dois jogadores cortados foram o central Isac , que também vinha se recuperando de lesão nas costas e o líbero Tiago Brendle, que perdeu a disputa para o experiente Serginho.

Murilo Endres é bicampeão mundial (2006 e 2010), e foi escolhido como o melhor jogador do mundo em 2010. Nas duas últimas Olimpíadas (2008 e 2012), foi vice-campeão olímpico, sendo eleito o MVP dos Jogos de Londres.  Porém, nos últimos anos o jogador vem sofrendo com lesões, foram duas cirurgias no ombro, algumas leves contusões e só nesta Liga Mundial, o ponteiro sofreu com estiramento no peito e uma contusão na panturrilha.

A seleção brasileira chega na manhã desta terça- feira(18) no país e os jogadores terão dois dias de folga e se reapresentam na sexta-feira(22), em Saquarema, Rio de Janeiro para o treinamento final para a Olimpíada.

O Brasil está no grupo A da Olimpíada, ao lado de Canadá, Estados Unidos, França, México e Itália. A estreia brasileira será no dia 07/08, contra os mexicanos. O grupo B tem Argentina, Cuba,Egito, Irã, Polônia e Rússia.

Lista de convocados

Levantadores: Bruno e William

Opostos: Wallace e Evandro

Ponteiros: Lucarelli, Maurício Borges, Lipe e Douglas Souza

Centrais: Lucas, Éder e Maurício Souza

Líbero: Serginho

[ Foto: Internet]

[Pré-olímpico] Polônia conquista vaga olímpica de forma antecipada

A equipe polonesa conquistou a primeira vaga olímpica disponível no Pré -olímpico Mundial, depois de derrotarem a Venezuela por 3×0 (25-21, 25-18, 25-17) no Tokyo Metropolitan Gymnasium (Japão).  Foi a quinta vitória em cinco jogos dos poloneses, que garantiram a classificação para a Olimpíada com duas rodadas de antecipação.

Após não conseguirem se classificar na Copa do Mundo e ter visto o sonho mais uma vez adiado no Pré-olímpico europeu, os atuais campeões mundiais foram ao Japão decididos a carimbar o passaporte para o Rio. Esta será a nona vez da Polônia na maior competição esportiva do mundo, que conquistou a medalha de ouro uma vez, em 1976, nos Jogos Olímpicos de Montreal (Canadá).

Na entrevista coletiva, o técnico Stéphane Antiga comentou sobre esse longo caminho percorrido pela seleção polonesa. “Este foi um longo processo com muitos torneios e jogos [mais de 20 partidas]. Nós finalmente estamos classificados. Somos uma equipe mais forte por causa desta experiência. Nós queríamos a classificação hoje. Estou muito feliz pelos jogadores.”

PolandqualifyfortheRio2016OlympicGames

_ Seleção polonesa comemora a vaga para os Jogos Olímpicos, a terceira participação seguida. (Foto: FIVb/Divulgação)

O ponteiro e capitão polonês Michal Kubiak, foi o maior pontuador da partida com 13 pontos e não escondeu a felicidade pelo feito. “É uma sensação incrível ir aos Jogos Olímpicos duas vezes seguidas. É um sonho se tornado realidade. Nós não conseguimos nos classificar através Copa do Mundo ou campeonatos europeus, mas, finalmente, nós estamos indo para os Jogos Olímpicos. Vencemos cinco partidas seguidas, embora o nosso nível não esteja tão bom. Agora, vamos para o Rio e tentar vencer lá “, concluiu.

Classificação

Quem também está muito próximo de se classificar é a França, que na abertura da rodada venceu o Canadá por 3 sets a 0.  Confira a tabela

polskaCom fotos e informações da FIVb

Argentina e Venezuela vencem no Pré-olímpico

No primeiro dia de disputas no Pré-olímpico, Argentina e Venezuela venceram seus primeiros desafios na briga pela vaga nos Jogos Olímpicos de 2016.

Favoritos para a conquista, os argentinos não tiveram dificuldades para vencer os colombianos por 3×0 (25×13, 25×19 e 25×13).

Torcida marcou presença no ginásio na cidade de La Guaira (Foto: CSV)

Na segunda partida da noite de ontem, a Venezuela vencia o Chile por 2×0 quando caiu de rendimento e deixou os chilenos empatarem a disputa. Para a alegria da torcida local, os venezuelanos conseguiram vencer o tie-break e fechar o jogo em 3×2 (25×18, 25×21, 20×25, 25×27 e 15×11). O chileno Sebastian Gervet terminou o confronto com 32 pontos, sendo o maior pontuador da partida.

Hoje (sábado), a Argentina abre a 2ª rodada contra o Chile e, na sequência, a Venezuela enfrenta a Colômbia. O Pré-olímpico se encerra amanhã com os confrontos Chile x Colômbia e Venezuela x Argentina.

Todos os jogos estão sendo transmitidos no site da Confederação Sul-americana.

 

9 de outubro (sexta)
ARGENTINA 3 x 0 COLÔMBIA
VENEZUELA 3 x 2 CHILE

10 de outubro (sábado)
ARGENTINA x CHILE (16h – hora local)
VENEZUELA x COLÔMBIA (19h – hora local)

11 de outubro (domingo)
CHILE x COLÔMBIA (16h – hora local)
VENEZUELA x ARGENTINA (19h – hora local)

 

*Com informações da Confederação Sul-americana de Voleibol (CSV)

Fotos: CSV

Venezuela sedia Pré-olímpico; Argentina é favorita

Quatro seleções brigam por uma vaga na Rio 2016 (Foto: CSV)

Após um Campeonato Sul-americano sem surpresas, começa hoje, na Venezuela, o Pré-olímpico da América do Sul. Além da seleção venezuelana (anfitriã), Argentina, Colômbia e Chile brigam por uma vaga direta nos Jogos Olímpicos do Rio em 2016.

Apesar de serem favoritos, o central argentino Sebastian Solé vê a Venezuela como uma força na competição. “Seria um erro pensar que já estamos classificados. A Venezuela nos mostrou na partida que fizemos na Copa do Mundo no Japão que eles vão lutar por cada bola”, disse.

A Confederação Sul-americana de Voleibol (CSV) transmitirá as partidas no site da entidade.

Confira a tabela da competição:

9 de outubro (sexta)
ARGENTINA x COLÔMBIA (16h – hora local)
VENEZUELA x CHILE (19h – hora local)

10 de outubro (sábado)
ARGENTINA x CHILE (16h – hora local)
VENEZUELA x COLÔMBIA (19h – hora local)

11 de outubro (domingo)
CHILE x COLÔMBIA (16h – hora local)
VENEZUELA x ARGENTINA (19h – hora local)

*Com informações da FIVb e CSV

Foto destaque: FIVB