SUPERLIGA 2012/ 2013- RJX está na final da competição

          por Luara Herédia

           A final da SUPERLIGA MASCULINA 2012/ 2013 está definida. Se de um lado o SADA/ CRUZEIRO venceu com facilidade as duas partidas da semifinal e aguardava o seu adversário, RJX X VIVO/ MINAS fizeram três ótimos jogos. No primeiro jogo,  a equipe carioca venceu no tie- break. No segundo jogo, o MINAS empatou a série vencendo por 3 x 0 em casa.

            Hoje, no terceiro jogo da série , o RJX voltou a jogar em casa e em mais um jogo eletrizante com a força da torcida soube fazer o mando de campo  e conquistou a vaga na final por 3 sets a 1.Parciais de 29 x 27, 25  x 17, 22 x 25 e 27 x 25. O central Lucão foi eleito o melhor jogador em quadra.

               A final entre RJX X SADA/ CRUZEIRO será no ginásio do Maracãnazinho , no dia 14/04, às 10h. A Globo transmite a partida ao vivo.

 

Imagem

RJX garante vaga na final da SUPERLIGA 2012/ 2013 e enfrenta o SADA/ CRUZEIRO na decisão

O JOGO

           O primeiro ponto do jogo, já demostrou o que seria um jogo> defesas, ataques e rallys.  O primeiro ponto do jogo foi do MINAS, no erro do ponteiro Dante. Thiago Alves, pela entrada de rede colocou o time carioca na frente: 2 x 1. Na jogada de meio, Maurício empatou o jogo: 3 x 3. Com dois pontos de bloqueio seguidas o time mineiro  abriu vantagem no placar: 6 x 4. O oposto Filip errou o ataque  e o RJX diminuiu a diferença. Na primeira parada técnica, o placar era 8 x 6, VIVO/MINAS. Na  volta do jogo, Théo marcou pela saída de rede: 8 x7.  NO erro de ataque de Lucarelli, o jogo ficou novamente empatado : 9 x 9. Filip recolocou o Minas na frente:  10×9. Após saque de Lucão, a bola voltou para o time carioca que errou a formação da jogada: 11 x 1 0, Minas.  O RJX teve a bola do contra-ataque para virar o set, mas cometeu o erro que virou ponto do Minas: 14 x 13. Após rally,  Quiroga cometeu o erro e o set ficou igual. No saque, o levantador Bruninho colocou o time carioca na frente. Na sequência, Dante no bloqueio colocou o time da casa com dois pontos de vantagem: 16 x 1 4.

           Dante, de novo colocou o time carioca com três pontos de vantagem. O Minas encostou no placar com Lucarelli: 19 x 18, RJX. Na bola de xeque, Filip empatou o set: 20 x 20. No erro de Thiago Alves, o VIVO/ MINAS passou a frente: 2 1 x 20.  No bloqueio duplo de Dante e Riad, o RJX retomou o placar, fazendo o técnico minastenista parar a partida : 22 x 2 1, RJX. O ponteiro da equipe carioca pisou na linha dos três e o set ficou igual de novo. Após o erro, Thiago Alves saiu para a entrada de Thaigo Sens. Quando o placar era 23 x23, o técnico Marcelo Fronckowiak pediu tempo. Empatado em 24 x 24, o  fim do  primeiro set seguiu emocionante. O levantador Evandro entrou para aumentar a rede do Minas. Lucarelli, no contra-ataque recolocou o Minas na frente: 25 x 24. Lucão deixou tudo igual: 25 x 25. Lucão, no bloqueio deu mais um set point para a equipe da casa: 26 x 25. O técnico, Horacio Dileo gastou sue segundo tempo técnico. No bloqueio, Thiago Alves fechou o primeiro set para o RJX: 29 x 27, em 36 minutos.

          2º set        

            No erro de saque de Dante, o Minas abriu o primeiro ponto. Após rally, Lucarelli cometeu o erro e o jogo empatou: 1 x 1. Outro erro do jovem ponteiro  e o time carioca passou a frente: 3 x 2. No bloqueio mineiro tudo igual novamente: 4 x 4. No contra-ataque, Théo colocou a bola no chão e a equipe carioca  abriu dois pontos: 6 x 4. Com dois bloqueios, um pela entrada e o outro pela saída o RJX foi para a parada técnica obrigatória com o dobro de pontos do adversário: 8 x 4. A equipe mineira errava demais e  Horácio Dileo parou a partida para conversar com sua equipe:10 x 5, RJX. O central Henrique marcou ponto de saque e diminuiu a diferença no placar para quatro pontos: 11 x 8. Em mais um erro do time minastenista, o RJX abriu novamente cinco pontos: 14 x 9. Na segunda parada técnica o placar era 16 x 1 1 a favor do RJX.

            No saque forçado de Riad, a bola voltou para o time carioca, na bola de xeque, Dante ampliou a vantagem do RJX. Horácio Dileo parou novamente a partida. NA sequência, o técnico promoveu a inversão do 5 x 1. O RJX demonstrou muito mais volume de jogo, mais sólido e Imagemerrando bem menos que o adversário, o time abriu oito pontos: 21 x 13. Com ampla vantagem e empurrados pela torcida a equipe carioca se encaminhava para vencer fácil o  set. O central Riad fechou o segundo set em 25 x 7, em 22 minutos.

 3º set

           O primeiro ponto do set foi do time carioca. No ponto de saque, Dante colocou o RJX com dois pontos de frente: 2 x 0.  No erro de Lucão, o Minas diminuiu a desvantagem: 3 x 2, RJX.  O VIVO/ MINAS continua mais irregular e cometendo muitos erros viu o adversário abrir vantagem no set: 7 x 4. No primeiro tempo técnico o placar era 8 x 5, para o time da casa. Filip, na largadinha marcou o sétimo ponto da equipe mineira: 9 x 7. O time carioca matinha três pontos de vantagem: 12 x 9. No bloqueio, o VIVO/ MINAS tentou reagir no set e encostou no marcador: 14 x 13, RJX. E usando novamente o bloqueio, o Minas empatou o set: 15 x 15. O MINAS foi com vantagem na segunda parada técnica: 16 x 15.  

           Filip, no saque ampliou a vantagem mineira para dois pontos : 19 x 17, o técnico da equipe carioca parou o jogo. No erro  de ataque de Théo, o Minas abriu Três pontos: 20 x 17.  Inversão de 5 x 1 no time carioca: Da Silva e Guilherme entraram  para o jogo no lugar de Bruno e Théo.  Thiago Sens entrou no lugar de Thiago Alves,  Fronckowiak parou o jogo para ajustar sua equipe. O placar marcava 22 x 19 para o VIVO/ MINAS. O oposto, Da Silva invadiu a quadra adversária e com isso o time mineiro fez: 24 x 20. No saque balanceado de Bruno, o líbero Lukinha errou a Imagemrecepção: 24 x 22, Horácio Dileo parou o jogo. Na sequência, o RJX cometeu erro  que deu o set para o adversário. Em 32 minutos, o Minas venceu por 25 x 22.

 

4º set            

            O central Maurício abriu o set para o Minas. Dante deixou tudo igual: 1  x1 . Henrique, pelo meio fez:  3 x 2, VIVO/ MINAS. No erro de ataque de Thiago Alves, a equipe minastenista abriu dois pontos:  5x 3. No bloqueio, o Minas abriu três pontos e o técnico do RJX, gastou logo um dos seus tempos técnicos. Na primeira parada técnica obrigatória, o placar era 8 x5 a favor dos visitantes. Após rally, Riad marcou o ponto no contra- ataque 8 x 6. Na sequência, o central fez ace  8 x 7. Após invasão por baixo do central Maurício ( que torceu o pé), o set voltou a ficar empatado: 8 x 8. Lucão colocou o RJX com dois pontos de vantagem: 11x 9. Horácio Dileo parou o jogo para reorganizar o time mineiro. Filip, pela saída de rede diminuiu a desvantagem mineira 12  x 11. No bloqueio, Henrique empatou o set. Depois do bloqueio do central Maurício, o Minas tinha dois pontos de vantagem: 16 x14.

Imagem

O aniversariante do dia, Henrique, não recebeu o presente que gostaria.
FOTO: CBV- ALEXANDRE ARRUDA

                Na volta do jogo, o Minas parou mais um ataque do time carioca: 17 x 14. O oposto Da Silva entrou no jogo no lugar de Théo. Lucarelli ampliou a vantagem mineira 18 x14. O ponteiro, Lucas Loh que se recuperou de uma lesão entrou na partida para sacar: 20 x 16, Minas. Lucão diminuiu a desvantagem dos cariocas para dois pontos e o técnico do VIVO/ MINAS pediu tempo para evitar a reação do adversário. O central Lucão, cresceu no set e virou mais uma bola para o RJX: 22x x 20, Minas. Da Silva , enfrentando o bloqueio duplo marcou para os donos da casa: 22 x 21, Minas. A comissão técnica do Minas atrasou a troca de jogadores e a equipe ficou sem o central na rede. Pelo lado do RJX, o central Uallas entrou  no lugar de Bruno para aumentar a rede. O placar era 24 x 23, Minas, Thiago Alves foi para o saque e empatou o set: 24 x 24. Na sequência, Da Silva deu o ponto do jogo  e da final para o RJX: 25 x 24. Lucarelli errou o saque e o time carioca teve mais um match point 26 x 25. A  equipe carioca fechou o set em 27 x 25 , o jogo por 3 x 1 e agora  enfrenta outro time mineiro, o SADA/ CRUZEIRO.

Imagem

VIVO/ MINAS: Marcelinho( levantador), Quiroga e Lucarelli ( ponteiros), Maurício e Henrique ( centrais),  Filip ( oposto) e o líbero Lukinha. Técnico Horacio Dileo

ENTRARAM: Evandro, Michel, Lucas Loh

 RJX:  Bruninho ( levantador) , Dante e Thiago Alves ( ponteiros), Lucão e  Riad (centrais). Théo (oposto) e o líbero Mário Jr. Técnico Marcelo Fronckowiak

ENTRARAM: Thiago Sens, Guilherme, Da Silva, Uallas

 

FOTOS: CBV 

 

Anúncios

SUPERLIGA 2012/ 2013 ( SEMIFINAL)- VIVO/ MINAS provoca o terceiro jogo no duelo contra RJX

por Luara Herédia

           

                O SADA/ CRUZEIRO já está na final da SUPERLIGA, mas o time mineiro vai precisar esperar o terceiro jogo das semifinais entre RJX x VIVO/ MINAS, para saber quem será seu adversário. No primeiro jogo entre essas duas equipes, a vitória foi para o RJX por 3 sets a 2, um dos melhores jogos dessa edição da competição. No segundo confronto, em Belo Horizonte, o time mineiro venceu pela primeira vez o RJX nessa temporada.  Para a equipe minastenista era vencer e continuar na competição e foi isso que aconteceu, impulsionada pela torcida que lotou o ginásio do Minas Tênis Clube. Dentro de quadra o time apresentou   muito volume de jogo e não  deu chances para o adversário. Vitória por 3 x 0. Parcias de 25 x 21, 27 x 25 e 25 x20.

           Pelo lado do RJX, insatisfeito com o seu time, o técnico Marcelo Fronckowiak tirou no decorrer da partida o central Lucão, um dos responsáveis pela vitória no primeiro duelo. As duas equipes voltam a se enfrentar, no ginásio do Maracanãzinho na próxima sexta- feira.

Imagem

                                         FOTO: CBV

 

O JOGO:

                O Minas foi para o jogo com o levantador Marcelinho e o oposto Filip contundidos( Marcelinho não treinou durante a semana). Filip fez o primeiro ponto do jogo. No erro de jogada do Minas, o jogo ficou empatado: 1 x 1. O oposto Théo cometeu os dois toques e o juiz parou a jogada e deu ponto para o time mineiro: 3 x 2. Após saque forçado de Filip, o ponteiro Lucarelli marcou : 5 x 3, Minas. No primeiro tempo técnico a equipe do VIVO/ MINAS tinha o dobro de pontos do adversário: 8 x 4. As duas equipes forçavam muito o saque e com isso cometiam muitos erros.  Após rally, o RJX diminuiu a diferença do placar com Dante: 9 x 7.  O ponteiro do RJX foi para o saque e conseguiu um ace: 10 x 9, Minas. Lucarelli, pelo meio fundo  fez: 12 x 10 para o time da casa. Théo, no ponto de saque deixou tudo igual no set: 12 x 12. Filip, com um ace deu a vantagem de dois pontos para a equipe minastenista: 14 x 12. Lucarelli, pela entrada de rede ampliou a vantagem do placar para três pontos: 15 x 12, o técnico do RJX, Marcelo Fronckowiak, parou a partida. Na bola de segunda  de Marcelinho, o placar era  16 x 13 a favor do time mineiro.

                Henrique, no bloqueio aumentou para quatro pontos a vantagem mineira : 17 x 13. Após erro de jogada da equipe carioca, Fronckowiak parou novamente o jogo: 19 x 14, Minas. Thiago Alves , na jogada fundo- meio diminuiu a desvantagem no placar:  19 x 16, Minas.  Horacio Dileo pediu tempo.  Após erro de recepção, o  levantador Bruninho  cometeu infração, dando um ponto de graça para o adversário: 21 x 16.  Guilherme e Da Silva entraram no time carioca no lugar de Théo e Bruno. O bloqueio triplo do RJX , parou o ataque de Filip: 23 x 20, Minas. Lucarelli fez o Minas voltar a pontuar: 24 x 20. Da Silva marcou para o RJX: 24 x 21.  NO erro de saque do adversário, o Minas fechou o primeiro set: 25 x 21.

 2º set

                O RJX marcou o primeiro ponto do set no erro de saque do adversário. O Minas passou na frente no erro do oposto Théo: 2 x 1. No bloqueio com Dante , o RJX assumiu o placar: 3 x 2. Quiroga abriu dois pontos de vantagem para o time da casa : 5 x 3. O  time do RJ empatou o set  no erro da equipe mineira: 5 x 5. Thiago Alves, explorando o bloqueio colocou a equipe carioca na frente: 7 x 6. No primeiro tempo técnico o placar era: 8 x 7 para o o RJX.  Théo, marcou o décimo ponto do time carioca: 10 x 9. Maurício colocou o Minas na frente do placar: 11 x 10. No erro do central Lucão, o  VIVO/ MINAS abriu dois pontos :13 x 11, provocando um pedido de tempo do técnico do RJX.  Na largadinha, Quiroga  marcou mais um ponto para o Minas  14 x 12. Na segunda parada técnica o placar era 16 x 14 para o time da casa.

                 No contra-ataque, Riad marcou para a equipe carioca: 16 x 15, Minas. No erro de recepção de Lucareli, o ponto foi do RJX 17 x 16. No bloqueio de Dante, o set ficou empatado: 17 x 17, o técnico Horacio Dileo, gastou o tempo técnico. No ace de Bruninho, o RJX passou na frente do placar: 19 x 18. O Minas errou o ataque e na sequência foi parado pelo bloqueio carioca, com isso os visitantes abriram três pontos: 21 x 18.  Empurrado pela torcida, o VIVO/ MINAS  empatou o set: 21 x 21. No saque de Lucarelli,  o Minas passou na frente 22 x 21.  O levantador Bruninho cometeu os dois toques e o Minas  e abriu dois pontos: 23 x 21. O líbero do Minas errou o levantamento  23 x 22, Minas.  Após saque de Lucão, o jogo ficou novamente empatado: 24 x 24. Quiroga desperdiçou a bola do set e o jogo seguiu empatado 25 x 25. Filip deu a vantagem para o Minas: 26 x 25. Lucarelli no contra-ataque  fechou o set em 27 x 25.

         3º set

                     O set começou no erro de saque de Lucão: 1  x0. O central Maurício cometeu os dois toques e o jogo ficou empatado: 1 x 1. As duas equipes erravam muitos saques e o set seguia empatado: 4 x 4. Filip, colocou o time mineiro na frente de novo: 6 x 5. Thiago Alves, errou o ataque e o time da casa abriu dois pontos: 7 x 5. No tempo técnico o placar era:  8 x 6 para o VIVO/ MINAS. O técnico Marcelo Fronckowiak, tirou o central Lucão e colocou UAllas.  O central Henrique no ace ampliou a vantagem mineira:  10 x 6. O técnico da equipe carioca parou o jogo. Após erro de jogada do Minas, o RJX encostou no marcador: 11 x 9. Henrique, no bloqueio simples parou o ataque carioca: 14 x 10. No  segundo tempo técnico o placar era 16 x 13, VIVO/ MINAS.

                Lucarelli, no contra-ataque marcou mais um ponto para o time mineiro: 17 x 13. O ponteiro argentino Quiroga caiu na quadra sentindo dores  e deixou a partida. O ponteiro Samuel Fuchs entrou no lugar.  Lucarelli, na paralela fez 19 x 15, Minas. Da Silva, na bola de xeque marcou para o time carioca: 19 x 16. Na bola de segunda, Marcelinho fez 22 x 19.  Dante, diminuiu o placar: 23 x 20.  No ace de Henrique o Minas fechou o set em 25 x 20 e o jogo por 3 sets a 0. O troféu Viva Vôlei de melhor da partida foi para o ponteiro de 21 anos, Ricardo Lucarelli.

   VIVO/ MINAS:  Henrique e Mauricio( centrais), Lukinha (líbero) Marcelinho( levantador), Filip( oposto) , Quiroga e Lucarelli (ponteiros) .Técnico: Horacio Dileo

ENTRARAM: Evandro

RJX: Riad e Lucão( centrais), Mário Júnior(líbero),Bruno( levantador), Théo( oposto)  Thiago Alves e  Dante ( ponteiros). Técnico: Marcelo Fronckowiak

ENTRARAM:  Guilherme, Da Silva, Uallas

     

SUPERLIGA 2012/ 2013- RJX vence a primeira partida das semifinais

Por Luara Heredia


As semifinais da Superliga Masculina 2012/ 2013 começaram com um ótimo jogo na manhã de sábado no Maracanãzinho. RJX x VIVO/ MINAS se enfrentaram na primeira partida da semifinal e fizeram um dos melhores confrontos dessa Superliga. O time mineiro foi mais agressivo, mas o RJX mostrou o porque de ter sido a melhor equipe da primeira fase da Sperliga e usando a seu favor o fator casa  e a força do seu conjunto, o saque do central Lucão no primeiro set e a entrada do jovem oposto Paulo Victor, o Da Silva , mudaram o rumo do jogo, resultado: RJX 3 x 2 VIVO/ MINAS. Parciais de 25 x 23, 21 x 25, 19 x 25, 25 x 22 e 15 x 13. As duas equipes voltam a se enfrentar no próximo sábado, 30/ 03, em Belo Horizonte.

semi 1O JOGO:
O jogo começou equilibrado , no ace de Lucarelli e o Minas passou no placar: 4×3. Em um disputado rally, o Rjx empatou. No erro de contra ataque de Quiroga: 5×4 RJX. No bloqueio duplo do Minas: 6×5. Na parada técnica, o placar era 8×7 VIVO/MINAS. No contra- ataque inas fez 9 x 7. Usando o bloqueio, o RJX empatou a partida: 9 x 9. O set seguiu equilibrado até os quatorze pontos. Após um ponto de saque do oposto tcheco FIlip, o Minas foi para o segundo tempo técnico com dois pontos de vantagem: 16 x 14.Na volta da parada obrigatória, o time mineiro seguiu melhor e no erro do adversário abriu três pontos no marcador. O VIVO/ MINAS seguia mais regular no jogo e logo abriu vantagem no set : 20 x 15.
O técnico do RJX, Marcelo Fronckowiak parou o jogo. Após um saque forçado, o RJX pontuou no contra-ataque e marcou dois pontos consecutivos: 20 X 17, VIVO/MINAS. O time mineiro começou a errar muito e a equipe carioca soube aproveitar o momento e diminuiu a desvantagem do placar para dois pontos: 21 x 19, forçando o técnico, Horácio Dileo parar a partida. No erro de saque, a diferença do set caiu para apenas um ponto a favor dos visitantes: 21 x 20. Com dois pontos seguidos, sendo um no bloqueio simples do central MAurício, o Minas se encaminhava para fechar o set: 23 x 20.
Foi aí que um jogador mudou o rumo do set. O central Lucão foi para o saque e ajudou o RJX a virar o set de forma surpreendente. Forçando os saques, o central atrapalhou a recepção do time mineiro e aproveitou os contra- ataques para pontuar e buscar o set: 23 x 22, MINAS. O técnico argentino da equipe mineira parou novamente o jogo para parar a sequência do central do RJX, mas a estratégia não adiantou. Na volta do set, Lucão sacou muito bem novamente e Thiago Alves, empatou o set: 23 x 23. O RJX soube aproveitar o momento e fechou o set em 25 x 23, fazendo 1 set a 0 na semifinal.
2º set
O oposto Filip fez o primeiro ponto do set para a equipe mineira: 1 x0. Erro de ataque do RJX e o Minas abriu 2 x0. Na bola de segunda, Bruninho fez o primeiro ponto do RJX: 2 x 1. No saque de Dante o set empatou: 3 x 3. Erro de Lucão: 5 x 4, Minas. Na largadinha, Riad deixou tudo igual: 6 x 6. Riad na disputa fez: 7 x 6. No erro de recepção de Lukinha, o RJX foi para o tempo técnico com dois pontos de vantagem: 8 x 6. Na volta do tempo técnico o Minas empatou 8 x 8. Ace de Henrique 9 x 8. Filip explorou o bloqueio e marcou mais um ponto para o time mineiro: 12 x 10. Erro de ataque de Lucão e o Minas abriu três ponto:14x 11 , Marcelo Fronckowiak parou a partida. Na segunda parada técnica, o placar era 16 x 13 para o VIVO/MINAS.
O RJX se recuperou no set e encostou no placar 17 x 16, Horácio Dileo parou o jogo. Invasão de Lucarelli por baixo de Lucarelli e o set empatou: 17 x 17. No contra-ataque o time carioca passou no placar: 18 x 17. Filip , virou mais uma e Minas passou 19 x18. O levantador Bruninho tocou na rede e o Minas abriu dois pontos: 20 x 18. Tempo pedido pelo técnico da equipe carioca. Após rally, Lucarelli marcou: 21 x 18, Minas. Erro de jogada do RJX e Minas abriu quatro pontos: 23 x 19. Quiroga atacou na entrada de rede e o Minas teve o primeiro set point: 24 x 20. Erro de saque de Lucão e o Vivo/ Minas fechou o set em 25 x 21 e empatou a partida em 1 x 1.

3º set
1. Ace de Marcelinho: 3 x 1, Minas. No bloqueio , o Vivo/Minas passou no placar 4 x 3. No ace, o ponteiro Lucarelli deu vantagem de dois pontos para o time mineiro: 5 x 3. Ace de Filip 8 x5. Filip ace d enovo 9 x 5. Marcelo Fronckowiak trocou o oposto de sua equipe. Théo saiu para a entrada de Da Silva. Dois toques do levantador Bruno e Minas abriu cinco pontos no placar: 10 x 5. 12 x 7, Minas e o técnico do RJX gastou seu primeiro tempo técnico. Erro de ataque do Minas: 13 x 10. Com mais volume de jogo, o Minas pontuou em mais um contra-ataque com Filip: 15 x 10.
Na segunda para técnica, o placar era 16 x 13 para o Vivo/ Minas. No contra-ataque, Da Silva pontuou: 17 x 14. No erro de Lucarelli, RJX diminuiu a desvantagem no placar: 17 x 15, Horácio Dileo parou o jogo. Bloqueio mineiro parou o ataque de Dante: 19 x 15, foi a vez do técnico do RJX, Fronckowiak parar a partida para conversar com sua equipe. Bloqueio simples 20 x 15. Uallas no lugar de Lucão pelo RJX. Thiago Alves, no contra- ataque marcou mais um ponto para a equipe carioca: 22 x 19. Lucarelli atacou na diagonal curta e o Minas fez : 24 x 19. No bloqueio triplo o Minas fechou o set.
4º set
Filip errou o ataque 1 x 0, RJX. No contra- ataque, Lucão marcou mais um ponto para o time carioca 2 x0. Maurício, pelo meio marcou o primeiro ponto do Minas: 2 x 1. Mais um erro do oposto Filip e RJX abriu três pontos: 4 x 1. Ace de Lucarelli: 4 x 3, RJX. NA bola fundo –meio, o jovem ponteiro empatou o set: 4 x 4. Bloqueio duplo do RJX que abriu dois pontos 6 x 4. Outro ponto de bloqueio na sequência de Lucão e o time da casa abriu três pontos 7 x 4. Na bola de xeque, Thiago Alves pontuou para o RJX e a equipe carioca foi para o tempo técnico com vantagem de três pontos no set: 8 x 5.                   Após excelente saque de Lucão, Da Silva marcou mais um ponto para o RJX: 9 x 5. Horácio Dileo parou o jogo. Erro de recepção de Quiroga 10 x 5, RJX. Após bela sequencia no saque do central Lucão, o central errou o saque e o Minas voltou a pontuar: 11 x 6, Minas. 13 x 7, RJX. Filip, pela saída de rede: 13 x 8, RJX. No contra-ataque, Minas pontuou e diminuiu a desvantagem para quatro pontos: 14 x 10. Bloqueio de Lucarelli e a diferença caiu para três pontos, fazendo o técnico Marcelo Fronckowiak parar a partida: 14 x 11. Outro bloqueio do Minas 14 x 12. Da Silva virou para o RJX, 15 x 12. Na segunda parada técnica: 16 x 13.
O oposto Filip, seguia se destacando e marcou mais um ponto 17 x 15, RJX. Troca de levantadores na equipe mineira, Evandro entrou no lugar de Marcelinho para aumentar a altura do bloqueio da equipe mineira. Da Silva pontuou 19 x 16. No contra-ataque, Lucarelli pontuou para o minas: 19 x 17. No bloqueio, Riad parou o ataque de Lucarelli: 20 x 17. Lucão, virou mais uma bola pelo meio: 22 x 19, RJX. Após erro de saque do Minas, o técnico Horácio Dileo pediu tempo técnico. O placar era 23 x 20, para o RJX. No erro de passe, RJX teve o set point: 24 x 21. No ataque de Riad, o RJX fechou o quarto set em 25 x22.
5º set
O set decisivo começou com um rally . O RJX defendeu três ataques do time mineiro e pontuou no contra-ataque com Da Silva: 1 x0. No erro de saque de Riad 1 x 1. O oposto , Paulo Victor( Da Silva) pontuou duas vezes seguidas: 3 x 1, RJX. Filip diminuiu o placar: 4x 3 rjx. O oposto do RJX chamou a responsabilidade para si e seguiu virando todas as bolas que recebia: 6 x3, RJX. Da Silva explorou o bloqueio: 7 x 4, RJX. Após bloqueio de Riad em cima de Filip, o placar do jogo na troca de lado de quadra era: 8 x 5, a favor da equipe da casa.

           No contra- ataque, Dante pontuou para a equipe carioca: 9 x 5, Horácio Dileo parou o jogo. No contra-ataque, Lucarelli diminuiu a desvantagem do placar para dois pontos: 9 x 7, Marcelo Fronckowiak , técnico do RJX pediu tempo técnico para parar a reação do adversário. Ace de Henrique 9 x 8, RJX. No erro do oposto do RJX, Da Silva o jogo empatou: 10 x 10. Do outro lado, o oposto Filip virou mais uma bola para a equipe mineira: 11 x 11. Samuel no lugar de Quiroga no placar 13 x 13, Minas . Match point RJX 14 x 12. Após ótimo defesa 14 x 13, Minas. Evandro no lugar de Marcelinho. No erro de saque de Filip, o jogo terminou com vitória do time da casa.

RJX: Bruno Rezende( levantador), Dante e Thiago Alves( ponteiros), Théo( oposto), Riad e Lucão (centrais), Mário Junior( líbero). Técnico: Marcelo Fronckowiak
ENTRARAM: Da Silva( oposto), Guilherme ( levantador)

VIVO/ MINAS: Marcelinho (levantador), Lucarelli e Quiroga ( ponteiros), Filip (oposto), Henrique e Maurício ( centrais), Lukinha( líbero) . Técnico: Horácio Dileo
ENTRARAM: Samuel ( ponteiro), Evandro ( levantador)

TRÊS VEZES SADA CRUZEIRO…

Foto: Divulgação

 

Sada/ Cruzeiro X Vivo/ Minas se enfrentaram neste sábado (22) na cidade de Contagem (MG), em jogo válido pela final do campeonato mineiro de vôlei.  As equipes que são referências no voleibol (o Cruzeiro é o atual campeão da Superliga e campeão sul-americano. Já a equipe do Minas  é conhecida por sua tradição no vôlei e foi terceira  colocada na última Superliga) fizeram a final dos últimos três campeonatos mineiros, e pela terceira vez o Sada levou vantagem e conquistou o título em cima do seu rival. Parciais de 25 x 18, 25 x16 e 25 x 20

Cruzeiro: William, Wallace, Douglas Cordeiro e Rogério, Filipe e Maurício e o líbero Serginho.

entraram: Sanchez, Daniel

técnico: Marcelo Mendez

Minas: Marcelinho, Samuel, Lucarelli, Quiroga, Henrique, Otávio e o líbero Victor.

entraram: Evandro, Lucas Loh, Michel

técnico: Horácio Dileo

O jogo:

    A partida começou equilibrada, e com as equipes trocando pontos sem forçar o jogo.  William, levantador do Cruzeiro, apostava nas jogadas com os centrais Acácio e Douglas para pontuar. No primeiro tempo técnico o placar era de 8 x 5 para o Cruzeiro. Na volta do tempo,  a equipe cruzeirense  cometeu erros e permitiu uma reação do Minas: 11 x11. Porém, o bloqueio do Sada começou a pontuar e ajudar a criar os contra-ataques, assim, novamente a equipe abriu vantagem no marcador: 16 x 13. A equipe minastenista tentava reagir na partida, mas com Lucarelli muito marcado a equipe não conseguia pontuar. Do outro lado, o Cruzeiro mais sólido aproveitava as chances , sobretudo com o oposto Wallace e ampliava sua vantagem: 20 x 16.  Jogando melhor o set inteiro, o Cruzeiro fechou o set sem dificuldades:  25 x 18

No segundo set novamente o bloqueio foi o fundamento responsável pelo Sada ficar na frente do placar: 6 x 3. E assim como no primeiro set, o time cruzeirense foi com 8 x 5 no tempo técnico obrigatório. O Minas sem agressividade e apático no jogo permitia ao Cruzeiro ampliar sua vantagem: 10 x 5. Horácio Dileo, técnico do Minas, tentava mudanças para ajustar sua equipe, mas não dava resultado, a equipe adversária jogando solta e incentivada pela torcida fez 16 x 9. O time minastenista estava com dificuldades de pontuar no ataque, já o Cruzeiro seguia sólido no jogo: 18 x 11, com a força do ataque fez  21 x 14 e fechou o set por 25 x 16.

O Minas entrou no terceiro set com uma mudança: Lucarelli  jogando de oposto  e Lucas Loh titular jogando de ponteiro junto com o argentino Quiroga. A equipe era mas agressiva e  fez 3 x1 no placar, e pela primeira vez no jogo  foi para o tempo na frente: 8 x 5. Porém, o Cruzeiro não estava disposto a jogar mais um set, voltou melhor do tempo técnico, aproveitou dois contra-ataques e fazendo quatro pontos seguidos virou a partida para 9 x 8. Na frente do placar novamente a superioridade do Sada foi demonstrada, bem m todos os fundamentos, a equipe  foi para a segunda parada obrigatória com 16 x 11. Para o Minas era forçar o saque  e tentar reagir na partida, e assim, Henrique em uma bela sequência no fundamento equilibrou o jogo : 16 x 15 . Mas foi a última reação da equipe minastenista, errando muito a equipe não conseguiu se recuperar: 21x 18 para a equipe cruzeirense, e após um rally que terminou com um belíssimo ponto de Douglas pelo meio de rede, o Cruzeiro ao som de “É CAMPEÃO”  embalado pelos 2500 torcedores presentes no ginásio  seguiu firme rumo a mais uma conquista. Fechou o jogo por 25 x 20 e se tornou tricampeão consecutivo do campeonato mineiro de vôlei( é tetracampeão da competição),além de conquistar a “tríplice coroa” ( quando um time se torna campeão de três competições diferentes em um mesmo ano: superliga, sul-americano e campeonato mineiro.) Vale lembrar que o Sada/Cruzeiro  vai disputar esse ano em Dubai, o Mundial de Clubes.