VAI COMEÇAR A SUPERLIGA

[Superliga] Vai ser dada a largada, amanhã (9) começará mais uma edição da Superliga Masculina. Com mais uma temporada com um elenco estrelado, o Taubaté entra como favorito para defender o título conquistado na última edição!


Confira os primeiros confrontos, todos os jogoS serão transmitidos: TV CULTURA, SPORTV e pela internet, através do CANAL BRASIL!

[Mineiro] Sada Cruzeiro vence na estreia do Estadual 2018

O frio no feriado de 7 de setembro não espantou a torcida na abertura do Campeonato Mineiro 2018. No ginásio da Faculdade de Educação Física da UFJF, o JF Vôlei foi superado pelo Sada Cruzeiro por 3×0 (25/21, 25/16, 25/17). O levantador Cachopa, que começou como titular pela primeira vez, foi escolhido o melhor da partida.

Mineiro 2018 - JF Volei 0 x 3 Sada Cruzeiro - 07.09.2018

O oposto Luan foi o maior pontuador na vitória cruzeirense [Foto: Lucilia Bortone/Sacandoovolei]

Donos de oito títulos estaduais, os cruzeirenses não forçaram muito o ritmo da partida e o técnico Marcelo Mendez fez poucas alterações na formação da equipe. “Foi uma boa estreia, temos que seguir trabalhando, fazendo o time crescer, para que, quando cheguem os outros jogadores, o time esteja mais entrosado ainda”, disse o treinador cruzeirense, que espera as chegadas do central francês Le Roux, do ponteiro norte-americano Taylor Sander, do oposto Evandro e do central Isac – os quatro estão com suas seleções para a disputa do Mundial da categoria que começa amanhã (9).

Com um time muito jovem, a equipe do JF Vôlei teve boa atuação diante do Sada Cruzeiro.  “O time deles tem mais experiência e a nossa equipe é mais jovem. A gente entrou firme, com determinação – que foi o que o professor [o técnico Marcos] pediu, independente do nome, ir pra cima deles, mas, infelizmente, não deu”, disse o ponteiro Thiago, um dos destaques da partida pelo JF Vôlei ao lado do também ponteiro Antony.

Retornando ao Sada Cruzeiro após oito anos, o levantador Sandro entrou durante a partida e falou sobre a reestreia. “A gente fica treinando e treinando, não vê a hora de jogar. É a hora que a gente pode mostrar tudo o que a gente vem trabalhando ao longo desses dois meses de treinamento forte. A gente vem muito forte pra brigar por muitos títulos; além do Mineiro, temos muitas competições: Superliga, Sul-americano, Mundial. Espero fazer uma grande temporada no Sada”, comentou o jogador.

O JF Vôlei volta às quadras amanhã (9) quando recebe o Minas Tênis Clube, que no próximo dia 15 enfrenta o Sada Cruzeiro, em Três Corações.

Sistema de videocheck auxilia arbitragem
Além da estreia de ambas equipes no Estadual, a partida também marcou a estreia de uma novidade: o sistema de desafio. O sistema utilizado no Mineiro 2018 foi adquirido pelo Cruzeiro no ano passado e será testado durante toda a competição. Na noite de ontem, o sistema foi acionado uma vez, corrigindo a marcação da arbitragem.

Sada Cruzeiro
Fernando Cachopa, Luan, Filipe e Rodriguinho, Éder Levi, Álvaro. Líbero: Serginho.
Entraram: Sandro, Welinton e Leozinho.
Técnico: Marcelo Mendez

JF Vôlei
Léo, Antony, Thiago, Symon, Gabriel, Lucas. Líbero: Athos.
Entraram: Tarik e Vitão.
Técnico: Marcos Nascimento

 

Fotos: Lucilia Bortone/Sacandoovolei

[Sul-americano] Sada Cruzeiro conquista o pentacampeonato; Simon é MVP

A noite de sábado (3) em Montes Claros foi marcada pela bela apresentação do Sada Cruzeiro na final do Sul-americano Masculino de Clubes 2018. Diante de pouco mais de quatro mil espectadores, a Raposa levantou o seu quinto troféu de campeão continental (2012, 2014, 2016, 2017, 2018), igualando o Banespa e Paulistano em número de conquistas.

Na decisão, os cruzeirenses bateram o Lomas Voley por 3×0, parciais de 25×19, 25×18 e 25×20, e se garantiram no Mundial de Clubes. “A Polônia nos espera. Acredito que será muito legal jogar mais um Mundial no final do ano e esse era um dos nossos grandes objetivos. Mas antes disso precisamos pesar em fechar bem a temporada e concentrar todo o nosso trabalho na Superliga. Vamos com tudo! É hora de festejar bastante mais este título do Sul-Americano e desfrutar deste momento antes de voltar a trabalhar pelo próximo título”, comentou o central Simon.

WhatsApp Image 2018-03-04 at 11.26.49Além do título e da vaga para o Mundial, a equipe brasileira teve quatro jogadores escolhidos para a seleção do campeonato: o central Isac, o levantador Uriarte, o ponteiro Leon e o líbero Serginho. Completaram o time o oposto Lorena (Montes Claros), o ponta Lucas Ocampo (LomasVoley) e o central Jonadabe Carneiro (Lomas Voley). O central cubano do Sada Cruzeiro, Simon, levou o prêmio de melhor do campeonato.

MOC é bronze
Anfitriões da competição, o Montes Claros Vôlei venceu a disputa do terceiro lugar contra o Personal Bolívar (ARG). O Pequi Atômico fez 3×1, parciais de 26×28, 25×23, 25×23, 25×15.

Com informações da CSV, Lomas Voley e Sada Cruzeiro.
Foto destaque: Uarlen Valerio/O Tempo (via Sada Cruzeiro)
Foto interna: Reprodução Instagram Sada Cruzeiro

[Copa Brasil] Em final disputadíssima, Sada Cruzeiro é tricampeão e Murilo é homenageado

A noite de sábado (27) na Vila Leopoldina foi palco de uma das finais mais emocionantes da Copa Brasil e de uma homenagem a Murilo Endres. Após um duelo equilibrado contra o Sesi-SP, o Sada Cruzeiro se sagrou tricampeão do torneio vencendo a partida por 3×2 (25/23, 20/25, 25/17, 29/31 e 15/9).

O central cubano Simon foi um dos destaques da vitória cruzeirense marcando 21 pontos, mesma pontuação do oposto do Sesi, Alan, que já defendeu o Sada Cruzeiro. Ídolo da torcida mineira e em sua primeira temporada defendendo o Sesi, o levantador William frisou a vontade da equipe durante a partida. “Nossa equipe foi guerreira e valente. Estamos construindo um time corajoso. Faltou um pouco de tranquilidade no quinto set para jogar de igual para igual com uma equipe acostumada a decisões. Estou orgulhoso da minha equipe e o Sesi-SP está de parabéns. Estamos no caminho certo e acredito que vamos chegar lá”, disse.

Do lado cruzeirense, o capitão Filipe destacou a paciência do time na final. “Sabíamos da dificuldade que seria jogar na casa do Sesi, uma equipe tão qualificada. Em uma final tem nervosismo, o nosso passe não entrou no início, mas o time logo se encaixou, fomos jogando tranquilamente. Eles tiveram bons momentos, mas a gente soube ter paciência. Essa final foi para mostrar que a nossa equipe pode jogar em alto nível sempre, com vontade, com comprometimento tático, como queria o Marcelo Mendez. Vencer, fora de casa, um time como o do Sesi, é perfeito. E nós temos que comemorar sempre, independente do torneio, porque qualquer campeonato que nos colocam para jogar, vamos sempre querer ganhar. Esse espírito nunca morreu e há de prevalecer por muito tempo ainda no Sada Cruzeiro”, analisou.

27331645_1608886739166827_325775694431653727_nMurilo homenageado
Momentos antes do início da final, o ex-ponteiro e agora líbero do Sesi, Murilo Endres, recebeu uma homenagem do clube e teve sua camisa aposentada. Emocionado, o jogador agradeceu à diretoria do time. Outro momento emocionante foi a execução do hino nacional nas mãos do maestro João Carlos Martins.
Agora, as duas equipes voltam as atenções para o prosseguimento da Superliga 2017/2018. Os cruzeirenses terão pouco tempo para comemorar o título da Copa Brasil já que enfrentam o Lebes Canoas no dia 31. No próximo sábado (3), o Sesi vai à Zona da Mata de Minas Gerais enfrentar o JF Vôlei.

Com informações da CBV, Sada Cruzeiro e Sesi-SP
Foto destaque: Willian Lucas/Inovafoto
Foto interna: Reprodução Facebook Sesi-SP Vôlei

[Copa Brasil] Semifinais agitam a quinta-feira na Vila Leopoldina

Chegou o dia! O ginásio do Sesi Vila Leopoldina abre os portões para a Fase Final da Copa Brasil Masculina nesta quinta-feira (25). Sesi-SP, Sada Cruzeiro, EMS Taubaté Funvic e Sesc-RJ entram em quadra em busca de uma vaga na final do próximo sábado. Todas as partidas terão transmissão dos canais Sportv.

DSC08633.jpgEstreante na competição, o Sesc enfrenta o Sada Cruzeiro na primeira semifinal, às 19h.  “Chegamos este ano e estamos curtindo a felicidade de poder estar no grupo de elite do voleibol brasileiro e espero que o meu time jogue com alegria e curtindo cada ponto desse momento tão importante do calendário”, comentou o treinador da equipe carioca Giovane Gávio.

Para o ponteiro Filipe, do Sada Cruzeiro, o ponto principal para fazer uma boa fase final é o foco. “O nosso time está bem focado, bem concentrado, coeso. Acho que todos estão crescendo em um bom momento e a equipe está bem fechada, para chegar firme nesta fase final da Copa Brasil. Com certeza será uma partida difícil contra o Sesc, mas jogo é jogado. Dependemos muito do nosso trabalho, da gente sacar bem, estruturar bem o nosso bloqueio-defesa. Eles têm um poder de ataque também muito bom, mas eu acho que se a gente sacar bem, uma coisa que nós não fizemos contra eles lá no Rio de Janeiro, pela Superliga, nós podemos sobressair. Temos que nos preocupar com o nosso time. Essa semifinal é uma grande decisão, contra um adversário forte, mas as atenções precisam ser voltadas para nós, para fazermos o nosso melhor e com certeza as coisas vão fluir para a gente”, analisou o capitão cruzeirense.

Na segunda semifinal, teremos mais um clássico paulista entre o Sesi e o Taubaté, atual campeão da competição. “Para nós, o ano tem dois momentos mais importantes: a Copa Brasil e o playoff da Superliga. Então, é um momento que o jogador sente, quer jogar, são momentos importantes e chegamos aqui querendo ser protagonistas e nos organizamos para estes dois momentos. Sem dúvida, são os momentos auges do ano”, disse o treinador do Taubaté Daniel Castellani.

Do lado do Sesi, Rubinho também destacou a importância de torneios com esse formato. “Essas são competições que colocam as equipes em chance de mais um título e de criar essa situação de competitividade. É algo extremamente utilizado no exterior, e é um momento muito interessante, no meio da Superliga, colocando esses times a prova, em jogos eliminatórios. É mais uma competição, uma fase final e, com isso, temos como nos desenvolver ainda mais”, comentou.

COPA BRASIL MASCULINA 2018
Fase classificatória – 09.01
Sada Cruzeiro 3 x 2 Vôlei (25/15, 24/26, 21/25, 25/22 e 15/9)
Sesc RJ 3 x 0 Corinthians-Guarulhos (26/24, 25/17 e 25/20)
EMS Taubaté Funvic 3 x 1 Minas Tênis Clube (19/25, 25/22, 25/21 e 26/24)

Semifinal – 25.01
Sada Cruzeiro x Sesc RJ, às 19h, no Sesi-SP Vila Leopoldina, em São Paulo (SP) – SPORTV
Sesi-SP x EMS Taubaté Funvic, às 21h, no Sesi-SP Vila Leopoldina, em São Paulo (SP) – SPORTV

Final – 27.01
Vencedor do jogo 4 x Vencedor do jogo 5, às 21h30, no Sesi-SP Vila Leopoldina, em São Paulo (SP) – SPORTV


Com informações da CBV e Sada Cruzeiro

[Copa Brasil] Cruzeiro, Taubaté e Sesc avançam às semifinais

Quase ninguém viu, mas na noite de ontem (9), EMS Taubaté Vôlei, Sada Cruzeiro e Sesc-RJ venceram suas partidas e avançaram às semifinais da Copa Brasil 2018. As três equipes se juntarão ao Sesi-SP, anfitrião da fase decisiva, para finais nos dia 25 e 27 de janeiro.

Atual campeão, Taubaté recebeu o Minas Tênis Clube no interior de São Paulo e venceu por 3×1 (19×25, 25×22, 25×21, 26×24). “Jogamos muito bem, apesar de alguma irregularidade em alguns momentos. Mas acho que ganhar era o mais importante. Acredito que essa vitória nos dá muita confiança. O clima no grupo está muito bom, estamos trabalhando forte. A folga de Natal foi importante para descansar e nos recuperar fisicamente, e para a sequência da Superliga no sábado, vamos chegar muito bem”, comentou o central argentino Sebastian Solé.

IMG_2173.jpgEm Contagem, o Sada Cruzeiro suou para vencer o Vôlei Renata. A partida, que foi decidida no tie-break, foi a primeira dos cruzeirenses depois de mais 20 dias sem atuar. “Era importante para nós entrar em campo hoje e jogar bem. Foi um primeiro set muito rápido e jogamos bem. No segundo set eles passaram a jogar melhor e não conseguimos manter o ritmo que fazemos normalmente. Eles começaram a bloquear, a defender muito e também contra-atacaram bem. E nós tivemos dificuldade para virar. No quarto set melhoramos o nosso saque e contra-ataque e passamos a rodar mais. O importante foi que conseguimos reverter um placar adverso, mantivemos o ritmo e conseguimos sair com essa vitória e a classificação. Foi muito bom também ver o apoio da nossa torcida, que não parava de cantar e incentivar muito a nossa equipe”, afirmou o central cubano Simon.

Estreantes na competição, Sesc-RJ e Corinthians-Guarulhos se enfrentaram no ginásio do Tijuca Tênis Clube e os donos da casa saíram com a vitória por 3×0, parciais de 26×24, 25×17 e 25×20. “Estar entre os quatro melhores já era um dos nossos sonhos e agora é trabalhar bem para chegar na semifinal e jogar bem. Essa fase tem tudo para ser uma prévia do play-off da Superliga e o nosso desejo é ter condições de jogar de igual para igual com essas grandes equipes”, disse Giovane Gávio, treinador da equipe carioca.

COPA BRASIL 2018 – MASCULINA

Fase classificatória – 09.01.2018

Sada Cruzeiro 3 x 2 Vôlei (25/15, 24/26, 21/25, 25/22 e 15/9)
Sesc RJ 3 x 0 Corinthians-Guarulhos (26/24, 25/17 e 25/20)
EMS Taubaté Funvic 3 x 1 Minas Tênis Clube (19/25, 25/22, 25/21 e 26/24)

Semifinal

25.01 (QUINTA-FEIRA) – Vencedor do 1º x 6º x Vencedor do 2º x 5º, às 17h30, no Sesi-SP Vila Leopoldina, em São Paulo (SP)
25.01 (QUINTA-FEIRA) – Sesi-SP x Vencedor do 3º x 4º, às 20h, no Sesi-SP Vila Leopoldina, em São Paulo (SP)

Final

27.01 (SÁBADO) – Vencedor do jogo 4 x Vencedor do jogo 5, às 21h30, no Sesi-SP Vila Leopoldina, em São Paulo (SP) – SPORTV

Com informações do EMS Taubaté Vôlei, Sada Cruzeiro e CBV
Foto interna: Renato Araújo/Sada Cruzeiro

Invicto e sem perder sets, Zenit Kazan finalmente conquista o Mundial de Clubes

Após esbarrar no Sada Cruzeiro em duas oportunidades, o Zenit Kazan finalmente levantou o troféu de campeão do Mundial de Clubes. Campeão invicto e sem perder um set em toda a competição em 2017, a equipe russa superou o Lube Civitanova por 3×0 (27×25, 25×22, 25×22).

Pode não ser o estilo de jogo mais bonito, porém é eficiente. Mesmo com os atacantes abaixo do ideal, o Zenit conseguiu aproveitar contra-ataques no momento certo no 1º set e o alto número de erros dos italianos, além de dificultar a vida do líbero Grebennikov durante toda a partida. “Agora tenho duas pratas e o ouro. Não lembro da última vez que estive tão feliz quanto agora. O título da Champions League foi ótimo, todos estavam felizes, mas a vitória de hoje [ontem] era o objetivo principal. Sempre foi difícil jogar contra os campeões brasileiros, mas finalmente os vencemos [na semifinal]”, disse o líbero russo Verbov.

Do lado italiano, o treinador Giampaolo Medei não escondeu a decepção da derrota. “Com certeza não estamos felizes com o resultado, porque acho que jogamos no mesmo nível dos nossos oponentes. Mas perdemos por 3×0. Tivemos algumas chances, especialmente durante o 1º set e não as usamos. Meu time queria jogar pelo 1º lugar aqui, mas resumindo todo o torneio nós fizemos um trabalho incrível no Mundial de Clubes. Jogamos hoje [ontem] um bom voleibol contra provavelmente o melhor time do mundo, então estou confiante sobre o futuro”, avaliou Medei.

lube_sada.jpg

Sada conquista o bronze e Juantorena é o MVP

Sem tempo de remoer a derrota na semifinal, o Sada Cruzeiro se recompôs e conquistou o 3º lugar no Mundial vencendo o Skra Belchatow. “Para nós foi um grande prazer jogar em um lugar tão incrível. A 3ª posição é algo importante, porque foi muito difícil defender o título, então estamos muito felizes”, disse o capitão cruzeirense Filipe.

mundial-de-clubes2017_selecao.jpgCom tantas estrelas no campeonato, não foi surpresa a escolha do time dos. Com Juantorena conquistando seu 4º título de MVP no Mundial, os cubanos foram maioria na seleção: Leon (Zenit Kazan) e Leal (Sada Cruzeiro) foram os melhores ponteiros, e Simon (Sada Cruzeiro) um dos melhores centrais. A seleção se completou com o levantador Butko (Zenit Kazan), o meio-de-rede Samoylenko (Zenit Kazan), o líbero Grebennikov (Lube Civitanova) e o oposto Sokolov (Lube Civitanova).

Com informações da FIVb
Fotos: FIVb