[Mundial de Clubes] Cruzeiro se redime e continua vivo na briga pelo tetra

Após o sufoco na estreia, o Sada Cruzeiro conseguiu a segunda vitória no Mundial de Clubes, garantindo vaga na fase semifinal. A permanência na competição veio no triunfo por 3×0 diante do Zaksa Kedzierzyn-Kozle, parciais de 13×25, 30×32 e 20×25, na tarde de hoje (14).

SadaCruzeirosYoandyLealHidalgospikes.jpgCom o saque afiado – com exceção do início do 2º set –, a equipe mineira conseguiu dificultar a virada de bola dos adversários, principalmente com o oposto Torres. A passagem do ponteiro Filipe no fundamento foi determinante para a virada cruzeirense na 2º parcial, a mais apertada em pontos. Outros fatores a serem destacados são a boa partida do ponteiro Leal, os pedidos conscientes de desafio pelos brasileiros, o grande volume de jogo dos dois lados e o baixo número de pontos de bloqueio (3 do Zaksa e 2 do Sada). “Estou feliz por termos melhorado nosso jogo. Acredito que agora jogamos um bom voleibol, nossos saques melhoraram e nosso ataque também. Agora, precisamos nos preparar para as semifinais”, avaliou o treinador Marcelo Mendez.

O capitão cruzeirense, Filipe, agradeceu a torcida local pele receptividade e não escolheu adversário para a próxima fase. “Gostaria de agradecer ao povo de Opole pela recepção aqui. Hoje, nosso time jogou uma partida difícil, mas jogou bem. Estou feliz por estarmos crescendo nesse momento do torneio. Estamos preparados para jogar contra o Zenit ou o Skra, e acredito que será um bom jogo”, disse o jogador.

No Grupo B, o Personal Bolívar amargou a terceira derrota e volta para a Argentina com um ponto conquistado na derrota para o Shanghai VC. “Estamos um pouco desapontados, porque estivemos perto [da vitória]. O Shanghai teve sucesso em muitos ataques e isso não foi bom”, disse o técnico do Bolívar, Javier Weber.

Com informações da FIVB
Foto: FIVB

Anúncios

[Mundial de Clubes] Cruzeiro respira; Civitanova, Zenit Kazan e Belchatow garantem vaga nas semifinais

Após a derrota na primeira rodada, o Sada Cruzeiro se recuperou e venceu o Tehran VC por 3×0 na tarde de ontem (13). A tensão em quadra era grande, porém o saque da equipe iraniana não conseguiu colocar pressão nos cruzeirenses e o levantador Uriarte pôde variar na distribuição de jogo.

Apesar da melhora no geral – com destaque para o ataque –, os cruzeirenses cometeram mais erros que os iranianos na partida (25 contra 15). “Estou feliz por termos vencido. Foi muito importante para nós, já que ontem jogamos muito mal, e acho que hoje jogamos muito bem no saque, passe, ataque. Esperamos continuar assim, já que será outra final para nós”, disse o capitão Filipe.

O Sada Cruzeiro decide a última vaga do grupo contra o Zaksa Kedzierzyn-Kozle na tarde desta quinta-feira (14). A equipe polonesa foi superada pelo Lube Civitanova na segunda rodada e está empatada em pontos e vitória com os brasileiros. Já os italianos garantiram vaga na semifinal de sábado (16).

PGESkraBelchatowcelebrate.jpgPelo Grupo B, Zenit Kazan e Skra Belchatow venceram Shanghai VC e Personal Bolívar, respectivamente, e decidem hoje, às 17h30, quem será o primeiro da chave. “É um grande dia para nós. Passamos para as semifinais; e teremos uma partida difícil contra o Zenit. O primeiro set não foi muito bom, perdemos chances e o Bolívar aproveitou para vencer o set. Eliminamos erros técnicos nos sets restantes e conseguimos a vitória”, avaliou o capitão do Belchatow, Wlazly.

Confira a tabela do Mundial de Clubes 2017:

12.12.2017
Grupo A – Sede: Opole

Zaksa Kedzierzyn-Kozle 3 x 2 Tehran VC (19×25, 20×25, 25×16, 31×29, 17×15)
Sada Cruzeiro 0 x 3 Lube Civitanova (21×25, 16×25, 18×25)

Grupo B – Sede: Lódz
Zenit Kazan 3 x 0 Personal Bolívar (25×20, 25×19, 25×17)
Skra Belchatow 3 x 0 Shanghai VC (25×18, 25×19, 25×21)

13.12.2017
Grupo A – Sede: Opole
Zaksa Kedzierzyn-Kozle 2 x 3 Lube Civitanova (25×23, 21×25, 25×23, 21×25, 16×28)
Tehran VC 0 x 3 Sada Cruzeiro (23×25, 20×25, 22×25)

Grupo B – Sede: Lódz
Zenit Kazan 3 x 0 Shanghai VC (25×15, 25×16, 25×21)
Skra Belchatow 3 x 1 Personal Bolívar (23×25, 25×15, 25×21, 25×19)

14.12.2017
Grupo A – Sede: Opole

14h30 – Zaksa Kedzierzyn-Kozle x Sada Cruzeiro
17h30 – Lube Civitanova x Tehran VC

Grupo B – Sede: Lódz
14h30 – Shanghai VC x Personal Bolívar
17h30 – Skra Belchatow x Zenit Kazan

Com informações da FIVB
Fotos: FIVB

[Mundial de Clubes] Com organização tática e saque potente, Civitanova vence Sada Cruzeiro em sets diretos

O primeiro dia do Mundial de Clubes Masculino, realizado na Polônia, prometia grandes duelos, principalmente a partida entre o atual campeão Sada Cruzeiro e o Lube Civitanova. Solta em quadra, a equipe italiana fez um sonoro 3×0 (25×21, 25×16, 25×18) nos cruzeirenses, que estiveram bem longe do que nos acostumamos a ver e cederam 22 pontos em erros aos italianos.

A equipe do Civitanova conseguiu anular os brasileiros principalmente no saque e na boa distribuição de jogo do levantador Christenson, mesmo com Juantorena sendo o grande alvo dos saques do Cruzeiro. O grande destaque da partida foi o oposto Sokolov responsável por 20 pontos, sendo seis de saque.

Além da má atuação, a equipe brasileira ainda foi responsável por uma discussão acalorada. Durante um pedido de tempo, já no final da partida, o ponteiro Leal e o líbero Serginho se desentenderam e Marcelo Mendez os tirou de quadra.

Na outra partida do Grupo A, a equipe polonesa Zaksa Kedzierzyn-Kozle precisou suar para passar pelo Tehran VC por 3×2. Após estar perdendo por 2×0, o saque do Zaksa passou a entrar no 3º set e marcou a virada da equipe polonesa no jogo. Confiante na recuperação, os locais conseguiram levar a partida para o tie-break e vencer o Tehran VC de virada.

Amanhã (13), o Sada Cruzeiro busca a recuperação e pega o Tehran VC, às 17h30, com transmissão do Sportv2. Mais cedo, às 14h30, Zaksa Kedzierzyn-Kozle enfrenta o Lube Civitanova.

ZenitKazan.jpgPra variar, Zenit vence sem brilho
No Grupo B, o Zenit Kazan fez o de sempre no Mundial, jogou o bastante para não deixar o Personal Bolívar com chances. A equipe russa segurou o jogo trocando pontos até a metade de cada set e atropelou os argentinos no bloqueio depois das paradas técnicas do 16º ponto.

Fechando a primeira rodada no grupo sediado em Lódz, o Skra Belchatow não teve dor de cabeça para fazer 3×0 no Shanghai VC, que conta com o ponteiro Facundo Conte, estrela da seleção argentina, como referência da equipe. “Foi muito importante impor rapidamente um ritmo de jogo, porque era nossa primeira partida. Skra mostrou que é um time bom. Colocamos muita pressão no saque, mas, para ser honesto, cometemos muitos erros”, avaliou o italiano Roberto Piazza, treinador do Belchatow.

Confira a tabela do Mundial de Clubes 2017:

12.12.2017
Grupo A – Sede: Opole
Zaksa Kedzierzyn-Kozle 3 x 2 Tehran VC (19×25, 20×25, 25×16, 31×29, 17×15)
Sada Cruzeiro 0 x 3 Lube Civitanova (21×25, 16×25, 18×25)

Grupo B – Sede: Lódz
Zenit Kazan 3 x 0 Personal Bolívar (25×20, 25×19, 25×17)
Skra Belchatow 3 x 0 Shanghai VC (25×18, 25×19, 25×21)

13.12.2017
Grupo A – Sede: Opole
14h30 – Zaksa Kedzierzyn-Kozle x Lube Civitanova
17h30 – Tehran VC x Sada Cruzeiro

Grupo B – Sede: Lódz
14h30 – Zenit Kazan x Shanghai VC
17h30 – Skra Belchatow x Personal Bolívar

14.12.2017
Grupo A – Sede: Opole
14h30 – Zaksa Kedzierzyn-Kozle x Sada Cruzeiro
17h30 – Lube Civitanova x Tehran VC

Grupo B – Sede: Lódz
14h30 – Shanghai VC x Personal Bolívar
17h30 – Skra Belchatow x Zenit Kazan

Com informações da FIVB
Fotos: FIVB

ZenitKazan.jpg

Mais forte e repleto de estrelas, Mundial de Clubes começa amanhã (12)

A espera acabou. O Mundial de Clubes Masculino começa amanhã (12) na Polônia e de cara já teremos confrontos diretos por uma vaga nas semifinais da competição. Defendendo o título, o Sada Cruzeiro enfrenta o Lube Civitanova, atual campeão italiano, às 17h30 (horário de Brasília), pelo Grupo A. “Estou feliz que estamos aqui para jogar contra as melhores equipes do mundo. Sabemos que temos um bom time, então esperamos fazer nosso melhor”, disse o treinador do Civitanova, Giampaolo Medei. A partida terá transmissão do Sportv2.

CoachesofparticipatingteamsofgroupAinOpoleGiampaoloMedeiLubeMarceloMendezSadaCruzeiroMostafaKarkhanehTehranAndreaGardiniZaksa.jpgTambém pelo Grupo A, o time polonês do Zaksa Kedzierzyn Kozle enfrenta o Teheran VC, às 14h30 (horário de Brasília). A equipe polonesa é comandada por um dos maiores nomes do voleibol italiano: Andrea Gardini. Para Gardini, o campeonato é uma grande oportunidade para o time, que ocupa a vice-liderança na Plus Liga e é a atual bicampeã nacional. “Estamos orgulhosos de poder fazer parte deste torneio [Mundial]. Estou feliz por ser realizado na Polônia e tenho certeza de que os espectadores nos apoiarão. Espero que possamos jogar a semifinal”, comentou Gardini durante a coletiva dos treinadores e capitães.

Enquanto o Grupo A joga em Opole, o Grupo B realiza seus jogos em Lódz e também terá boa briga pelas duas vagas nas semifinais. Assim como na outra chave, a abertura já promete ser um grande jogo. Vice-campeão em duas oportunidades, o Zenit Kazan enfrenta o Personal Bolívar, a partir das 14h30 (horário de Brasília). “É uma grande honra participar da competição. Acredito que o nível deste torneio está bem alto. Será uma grande celebração do nosso esporte e uma importante oportunidade para vencermos o Mundial de Clubes pela primeira vez”, disse Vladimir Alekno, velho conhecido dos brasileiros e técnico do Zenit.

A primeira rodada se completa com a estreia do Skra Belchatow, outra equipe polonesa classificada para o Mundial, que enfrenta o Shanghai VC, às 17h30 (horário de Brasília). No banco do Belchatow teremos ainda o ídolo polonês Michal Winiarski que encerrou a carreira como jogador na última temporada atuando pelo próprio Belchatow e agora é assistente de Roberto Piazza na equipe.

Com informações da FIVB.
Fotos: FIVB

[Superliga] Rodada do 3×0 tem 1ª vitória do Caramuru; confira os resultados

A 6ª rodada do turno da Superliga 2017/2018 terminou com resultados curiosos: todas as seis partidas foram vencidas em sets diretos. No clássico mineiro (apelidado de matriz versus filial), o Sada Cruzeiro superou o JF Vôlei, em Juiz de Fora, na abertura da rodada no dia 10. Minas Tênis Clube e Montes Claros Vôlei foram derrotados por EMS Taubaté Funvic e Sesi-SP, respectivamente. Na renovada Vila Leopoldina, o MOC ainda protagonizou, no sábado (11), um desentendimento entre o oposto Lorena e o treinador Sérgio Cunha durante um pedido de tempo no 2º set.

leozao-caramuruAinda no sábado, tivemos o confronto paranaense entre Copel Telecom Maringá e Ponta Grossa Caramuru Vôlei, no ginásio Chico Neto. Com destaque para o ponteiro Perón e o oposto Leozão – eleito melhor do jogo, o Caramuru conquistou sua primeira vitória na competição, deixando Maringá na lanterna por mais uma rodada.

Enquanto isso, o Sesc-RJ segue na cola dos líderes e passou pelo Lebes Canoas, acumulando cinco vitórias em seis partidas. No encerramento da rodada, o Corinthians-Guarulhos recebeu o Vôlei Renata e também venceu.

Superliga Masculina 2017/2018 – 6ª rodada turno – 10, 11 e 12.11
JF Vôlei 0 x 3 Sada Cruzeiro (20×25, 19×25, 16×25)
Copel Telecom Maringá Vôlei 0 x 3 Ponta Grossa Caramuru Vôlei (21×25, 21×25, 18×25)
Sesc-RJ 3 x 0 Lebes Canoas (25×16, 25×19, 25×17)
EMS Taubaté Funvic 3 x 0 Minas Tênis Clube (25×21, 25×20, 25×22)
Sesi-SP 3 x 0 Montes Claros Vôlei (25×18, 25×17, 25×22)
Corinthians-Guarulhos 3 x 0 Vôlei Renata (25×20, 25×16, 25×21)

Foto destaque: Rodrigo Araújo/Maringá Vôlei

[Superliga] Sada Cruzeiro não dá chances ao JF Vôlei e vence por 3 a 0

Abrindo a 6ª rodada da Superliga Masculina 2017/18, o JF Vôlei recebeu, ontem (10), no ginásio da UFJF, a equipe do Sada Cruzeiro, e foi superada por 3×0 (25×20, 25×19 e 25×16). Este foi o quarto confronto dos times nesta temporada (três encontros foram pelo estadual), e todos vencidos pelo time de Belo Horizonte.

Com o resultado, o Cruzeiro segue na liderança da competição, com 21 pontos e na próxima sexta (17) faz o clássico mineiro contra o Minas, às 18h, na Arena JK. Já Juiz de Fora segue sem pontuar e é o penúltimo colocado, podendo após o término da rodada, até amargurar a lanterna da tabela A equipe da Zona da Mata mineira volta à quadra no dia 19, quando recebe o Sesc Rio de Janeiro no ginásio da UFJF, às 13h.

O JOGO

DSC07915.jpg

Alvo dos saques do JF Vôlei, o veterano Filipe foi eleito melhor da partida. (Foto: Lucilia Bortone/Sacandoovolei)

Visando dar ritmo de jogo a todos os seus jogadores, o técnico Marcelo Mendez seguiu mexendo na escalação inicial, desta vez optando pelo ponteiro Rodriguinho no lugar de Leal. O início foi animador para os donos da casa, que conseguiram equilibrar a partida (5×6). Porém, o Cruzeiro desestabilizou a recepção de JF e abriu quatro pontos (5×9), o que provocou o pedido de tempo de Henrique Furtado. A parada fez bem a sua jovem equipe que voltou mais agressiva e diminuiu a desvantagem para apenas um ponto(15×16). Quando parecia que a equipe da Zona da Mata ia equilibrar a final da parcial, JF voltou a cometer muitos erros de ataques e viram o adversário fechar a parcial (25×20).

O segundo set começou como a parcial anterior, os cruzeirenses abriram vantagem (4×8), forçando uma parada técnica. Seus comandados voltaram mais ligados e após bela sequência de Rammé, no saque, deixaram tudo igual (9×9). Quando o jogo estava 13 a 11 para os visitantes, o oposto Evandro sacou e a arbitragem marcou ponto de saque, irritando todo o time da Zona da Mata, principalmente o técnico Henrique Furtado, que reclamou muito com a arbitragem e levou um cartão amarelo. Com a bola em jogo novamente, o levantador Uriarte distribuía bem as jogadas, acionando bastante o central Isac e o ponteiro Filipe(17×20). Sem dar chances para uma reação do adversário, o Sada fez (25×19).

O JF Vôlei começou liderando o terceiro set, o que não havia acontecido anteriormente(7×5). Rapidamente o time da capital mineira tirou o ímpeto dos meninos do JF e empatou a parcial (12×12), quando Simón foi para o saque, marcou um ponto direto nesse fundamento colocando os visitantes à frente (12×13). Alternando saques balanceados e forçados, o central cubano conseguiu uma ótima sequência(12×17) e desestabilizou o adversário. Com isso, o Cruzeiro foi administrando a partida e aproveitando os altos e baixos de Juiz de Fora para definir o set (25×16) e o jogo por 3 a 0. O ponteiro Filipe foi eleito o melhor jogador do confronto e recebeu o troféu Viva Vôlei.

Equipes:

JF Vôlei
Felipe, Emerson, Leozinho, Rammé, Rômulo, Bruno. Líbero: Juan Mendez
Entraram: Adami, Raphael e Victor
Técnico: Henrique Furtado

Sada Cruzeiro
Uriarte, Evandro, Rodriguinho, Filipe, Isac, Simón. Líbero: Serginho
Entraram: Cachopa e Alemão
Técnico: Marcelo Mendez

[Superliga] Sada segue líder e Minas supera o Sesi; confira todos os resultados

Atual campeão, o Sada Cruzeiro foi ao sul do país enfrentar o Lebes Canoas na abertura da 5ª rodada do turno da Superliga Masculina 2017/2018 e saiu com mais uma vitória no início da noite de ontem (8). O triunfo por 3×1 (25×22, 25×17, 22×25, 25×13) foi o sexto em sete partidas disputadas pela equipe mineira, que antecipou alguns confrontos em decorrência de sua participação no Mundial de Clubes no próximo mês. “Foi um jogo difícil, como todos têm sido nessa Superliga. A nossa equipe ainda não está no nível mais alto que pode chegar por um desgaste de viagens, jogos, treinamentos pesados e isso conta um pouco nessa possível queda de rendimento que temos sofrido. Mas, foi um jogo bonito e valeu para quem assistiu aqui o ginásio ou pela televisão”, disse o levantador cruzeirense Cachopa.

minas-sesi-orlandobento.pngOutro mineiro que comemorou mais uma vitória foi o Minas Tênis Clube que, diante de sua torcida, passou pelo Sesi-SP também por 3×1. “O troféu de melhor em quadra fica pequeno perto da garra e do comprometimento que essa equipe tem. Hoje, sacamos bem e passamos bem. Buscamos sempre algo maior, nosso crescimento individual e também como equipe. Temos nos fortalecido cada vez mais. E, quando jogamos na Arena, nos sentimos mais poderosos, com o apoio da torcida e das pessoas que gostam de voleibol. Procuramos sempre fazer o melhor”, comemorou o levantador Marlon.

Montes Claros e JF Vôlei, que esteve desfalcado do oposto Emerson, perderam na rodada para Vôlei Renata e EMS Taubaté Funvic, respectivamente. Destaque do Taubaté na partida e eleito melhor do jogo, o ponteiro Ruiz ressaltou os perigos de se entrar em quadra contra uma equipe como a de Juiz de Fora. “Em um jogo contra uma equipe mais frágil, é natural que a equipe entre mais relaxada, e passe a impressão de não estar jogando tão bem. Mas hoje nós soubemos levar a partida com total controle, e foi importante que os jogadores que vinham atuando menos, pudessem estar em quadra por mais tempo”, analisou.

Em Maringá, os donos da casa foram superados pelo Corinthians-Guarulhos e, também fora de casa, o Sesc-RJ fez 3×0 no Ponta Grossa Caramuru.

Superliga Masculina 2017/2018 – 5ª rodada turno – 08.11.2017

Lebes Canoas 1 x 3 Sada Cruzeiro (22×25, 17×25, 25×22, 13×25)
Copel Telecom Maringá Vôlei 0 x 3 Corinthians-Guarulhos (24×26, 21×25, 18×25)
EMS Taubaté Funvic 3 x 0 JF Vôlei (25×16, 25×18, 25×20)
Ponta Grossa Caramuru 0 x 3 Sesc-RJ (15×25, 19×25, 15×25)
Minas Tênis Clube 3 x 1 Sesi-SP (20×25, 25×23, 25×21, 25×22)
Montes Claros Vôlei 1 x 3 Vôlei Renata (25×22, 15×25, 17×25, 23×25)

Com informações da CBV, EMS Taubaté Funvic e Minas Tênis Clube.
Foto destaque: Fernando Potrick | Gama
Foto interna: Orlando Bento/MTC