[Copa Brasil] Canoas, São José e Voleisul avançam para a 2ª rodada

Três partidas abriram a disputa da edição 2016 da Copa Brasil de Vôlei na noite de ontem (6). Lebes/Gedore/Canoas, Voleisul/Paquetá Esportes e São José Vôlei venceram seus confrontos e se classificaram para a 2ª rodada da competição.

No duelo gaúcho, o Canoas venceu o Bento Vôlei no tie-break e fez a alegria da torcida no ginásio La Salle, em Canoas. Em Montes Claros, a equipe local foi superada pela Voleisul por 2×3 (23×25, 25×20, 25×23, 26×28 e 13×15). Também em Minas Gerais, os visitantes levaram a melhor: o São José passou pelo Minas Tênis Clube por 0x3 (20×25, 20×25 e 21×25).

Na próxima fase, Canoas, Voleisul e São josé se juntam a Sada/Cruzeiro, Funvic/Taubaté – atual campeão do torneio – e Sesi-SP para definir os classificados para a fase final. A segunda rodada será disputada no dia 13 de janeiro. O Brasil Kirin, anfitrião da fase final, já está classificado para as semifinais do dia 21 de janeiro.

 

Copa Banco do Brasil – 1ª rodada

Minas Tênis Clube 0 x 3 São José Vôlei (20/25, 20/25 e 21/25)
Montes Claros Vôlei 2 x 3 Voleisul/Paquetá Esportes (23/25, 25/20, 25/23, 26/28 e 13/15)
Lebes/Gedore/Canoas 3 x 2 Bento Vôlei/Isabela (24/26, 16/25, 25/21, 27/25 e 15/12)

 

Foto: Orlando Bento

Anúncios

[Superliga] Líder da competição, MOC recebe São José

A equipe comandada por Marcelinho Ramos está invicta e lidera a Superliga (Foto: Lucilia Bortone/Sacandoovolei)

A equipe do Montes Claros recebe hoje (18), às 18h, o São José em partida de abertura da 4ª rodada da Superliga Masculina. O Pequi Atômico segue em boa fase e lidera o campeonato, após incríveis vitórias sobre Funvic/Taubaté, Sesi-SP e Brasil Kirin, que figuram entre as equipes favoritas na disputa pelo título nacional.

A partida terá transmissão do Sportv.

Confira os confrontos da 4ª rodada – Turno

18.11 (QUARTA-FEIRA ) – Montes Claros Vôlei (MG) x São José Vôlei (SP), às 18h, no Tancredo Neves, em Montes Claros (MG) – SPORTV
20.11 (SEXTA-FEIRA) – Bento Vôlei/Isabela (RS) x Juiz de Fora Vôlei (MG), às 20h, no Municipal, em Bento Gonçalves (RS)
20.11 (SEXTA-FEIRA) – Voleisul/Paquetá Esportes (RS) x Sada Cruzeiro (MG), às 20h, no Ginástica, em Novo Hamburgo (RS)
21.11 (SÁBADO) – Funvic/Taubaté (SP) x Minas Tênis Clube (MG), às 14h45, no Abaeté, em Taubaté (SP) – RedeTV
21.11 (SÁBADO) – Copel Telecom Maringá Vôlei x Sesi-SP, às 10h30, no Chico Neto, em Maringá (PR) – SPORTV
22.11 (DOMINGO) – Lebes/Gedore/Canoas (RS) x Brasil Kirin (SP), às 14h, no La Salle, em Canoas (RS) – SPORTV

 

Foto destaque: Lucilia Bortone/Sacandoovolei

[Superliga] Minas e JF Vôlei estreiam com derrota; MOC surpreende Taubaté

Das três equipes mineiras que entraram em quadra no fim de semana, apenas o Montes Claros conseguiu pontuar na Superliga. O time do Norte de Minas recebeu o Funvic/Taubaté e venceu os paulistas no tie-break (23×25, 25×23, 20×25, 25×20 e 15×12), no domingo (8). O central do MOC, Salsa, recebeu o Troféu Viva Vôlei.

Também no domingo, o JF Vôlei foi a Novo Hamburgo e foi derrotado pelo Voleisul por 3×0 (25×13, 25×18, 25×17). A equipe de Juiz de Fora já pôde contar com o ponteiro Djalma, apresentado como reforço na última sexta-feira. O oposto da Voleisul, Franco, foi eleito melhor em quadra.

No sábado (7), o Minas perdeu, em casa, para o São José dos Campos por 3×0 (19×25, 21×25 e 23×25). A partida foi repleta de erros, com 30 pontos cedidos de graça para cada lado. O ponteiro Hugo (São José) foi eleito melhor da partida em votação pela internet.

Entre os mineiros, só o Sada/Cruzeiro ainda não fez sua estreia. Os cruzeirenses chegam à Superliga com três títulos já conquistados na temporada e estreiam, na quarta-feira (11), contra o Canoas, em partida válida pela 2ª rodada. O confronto pela 1ª rodada contra o Bento Vôlei foi adiado para o dia 18 de novembro.

Confira os resultados da 1ª rodada da Superliga 2015/2016

Vôlei Brasil Kirin 3 x 0 Copel Telecom Maringá Vôlei

Minas Tênis Clube 0 x 3 São José dos Campos

Voleisul/Paquetá Esportes 3 x 0 Juiz de Fora Vôlei

Montes Claros Vôlei 3 x 2 Funvic/Taubaté

09/11 – 18h30 – Lebes/Gedore/Canoas x Sesi-SP

18/11 – 20h – Bento Vôlei/Isabela x Sada/Cruzeiro

Foto: Rafinha Oliveira/Funvic Taubaté

[Paulista] Sesi e Taubaté vencem no golden set e decidem título

Após perderem a primeira partida das semifinais do Campeonato Paulista, Sesi-SP e Funvic/Taubaté precisavam vencer o segundo jogo para ainda ter chances de avançar para a final e foi o que aconteceu ontem (24). Pela manhã, o Sesi-SP conseguiu uma vitória incrível pra cima do São José por 3×2 (25×13, 20×25, 22×25, 25×21 e 15×12), na Vila Leopoldina, e levou a definição da vaga pro Golden Set. O Sesi contou com bela atuação do ponteiro Murilo e venceu a parcial decisiva por 25×18.

Na outra chave, o Funvic/Taubaté – atual campeão paulista – conseguiu se recuperar e venceu o Vôlei Brasil Kirin por 3×1 (23×25, 26×24, 18×25 e 16×25). No Golden Set, a equipe de Taubaté venceu por 25×16 e agora defende o título contra o Sesi, repetindo a final de 2014. As finais serão nos dias 30 de outubro e 1º de novembro.

“Fomos mal. Os dois primeiros sets foram mais equilibrados e talvez faltou um pouco de pegada para gente, fomos baixando o nível de concentração e acabamos encontramos dificuldades para nos recuperarmos no jogo. Agora é treinar, focar e fazer uma boa estreia na Superliga”, comentou o técnico do Brasil Kirin, Alexandre Stanzioni.

 

 

*Com informações da Assessorias de Comunicação do Vôlei Brasil Kirin, Funvic/Taubaté e São José Vôlei

Fotos: Assessoria Sesi-SP e Funvic/Taubaté

 

[Paulista] São José e Brasil Kirin saem na frente nas semifinais do Estadual

São José e Brasil Kirin venceram as duas primeiras partidas válidas pelas semifinais do Campeonato Paulista 2015 e deram importante passo para a classificação para a final do Estadual.

Na segunda-feira (19), o São José venceu o Sesi-SP, de virada, por 3×2 (16×25, 25×16, 22×25, 25×23 e 15×9). A decisão da vaga na final será no próximo sábado (24) na Vila Leopoldina.

Na outra chave, Brasil Kirin e Funvic/Taubaté fizeram partida bastante equilibrada, apesar da vitória do time de Campinas por 3×0 (33×35,20×25 e25x27). O finalista será conhecido no sábado (24), no Ginásio do Taquaral, em Campinas.

Caso ocorra vitória do Sesi e/ou do Taubaté, será disputado um set desempate para definir quem avança para a final.

 

*Com informações das assessorias do São José Vôlei e Vôlei Brasil Kirin

Fotos: Vôlei Brasil Kirin e São José Vôlei

UFJF vence São José e mantém as esperanças de classificação

por Luara Herédia

          O Vôlei UFJF conquistou mais uma importante vitória na noite desse sábado, 07. Jogando fora de casa, atropelou o São José por 0x3 (20×25, 16×25, 23×25) e ganhou mais três pontos na tabela, chegando a 23. Com isso, mantém vivas as chances de classificação para os playoffs da Superliga Masculina de Vôlei. O líbero Fábio Paes foi considerado o melhor em quadra e ganhou o Troféu Viva Vôlei. Os maiores pontuadores pela Federal foram Sérgio, com 18, e Bergamo, com 16 pontos. Pelo São José, Caio marcou 15 vezes.

          O levantador titular e capitão da equipe, Rodrigo Ribeiro, não teve condições de jogo devido a uma virose. Em seu lugar, jogou o levantador Victor Gelli, que foi bastante elogiado pelo técnico da UFJF, Alessandro Fadul: “O grupo todo está de parabéns, em especial o Gelli, que teve que entrar em uma situação complicada, já que o Rodrigo estava passando muito mal. Ele jogou muito bem e ajudou extremamente a equipe a conquistar a vitória.”

  UFJF vence fora de casa e ainda sonha com uma vaga entre os oito primeiros. (Foto: Assessoria São José Vôlei- site).

UFJF vence fora de casa e ainda sonha com uma vaga entre os oito primeiros.
(Foto: Assessoria São José Vôlei- site).

             Além disso,o técnico saiu mais uma vez satisfeito de quadra com o desempenho do seu time: “Imprimimos um ritmo de jogo forte do início ao fim. Sacamos muito bem, o que dificultou a saída de jogo por parte de São José e facilitou as nossas ações defensivas – nosso bloqueio e nossa defesa”, afirmou.

FAZENDO CONTAS

               Com a vitória, ao time de Juiz de Fora está em nono lugar, com 23 pontos, e mantém viva a possibilidade de uma classificação inédita para os playoffs (fase em que as oitos melhores equipes se classificam). Para isso, a Federal precisa  no mínimo vencer um de seus jogos (enfrenta Maringá no próximo dia 21, fora de casa e São Bernardo, dia 28, em Juiz de Fora) e  torcer para que Montes Claros, oitavo colocado,com 26 pontos, não vença nenhum dos seus dois jogos( a equipe enfrenta o Minas no Norte do estado e o Brasil/Kirin em Campinas.

*Texto: Assessoria de Imprensa Vôlei UFJF

São José supera UFJF e conquista primeira vitória

por Luara Herédia

_ Derrota amarga para os planos da UFJF. ( Foto: Leonardo Costa/Tribuna de Minas)

_ Derrota amarga para os planos da UFJF.
( Foto: Leonardo Costa/Tribuna de Minas)

              Após oito rodadas, a equipe do São José(SP) finalmente conquistou sua primeira vitória na Superliga 2014/2015. Em jogo realizado no Ginásio da Universidade Federal de Juiz de Fora( UFJF), o time do interior paulista superou os donos da casa por 1 x 3. Parciais de 21 x 25, 22/25, 27/25 e 21/25.  Com o triunfo, São José somou três pontos importantes e chegou aos quatro pontos na tabela.

           Pelo time paulista, dois jogadores que já atuaram pela UFJF se destacaram. O levantador Danilo Gelinski, responsável por armar as jogadas e o ponteiro Juninho, que pontuou 14 vezes, mesmo número pontos de Éverton, central de São José, que recebeu o Troféu Viva Vôlei, prêmio para o melhor do jogo.

           Se por um lado os visitantes eram só alegria, os donos da casa não tinham motivos para festejar. Afinal, o duelo contra o time do interior paulista era considerado um “jogo de seis pontos”, pois as equipes brigam diretamente por uma das oito vagas para os playoffs.

            Ao final do jogo, o técnico da UFJF, Carlos Augusto “Chiquita”, reuniu com seus jogadores e comissão técnica no meio da quadra e mostrou sua insatisfação com o resultado. E a conversa não parou por aí, o treinador mandou todos os jogadores para o vestiário e fez uma reunião no vestiário de portas fechadas.

         Já com a adrenalina mais baixa, o treinador do time mineiro analisou o jogo: “Estamos com dificuldade no ataque, fundamento  em  que  tivemos  muitos  erros.  E  nosso  saque não está  surtindo efeito.  Tentamos mudar algumas posições que não estavam dando certo. Os jogadores que entraram ajudaram um pouco, mas não foi suficiente.Infelizmente isso aconteceu na nossa casa e contra um adversário direto. Mas temos que levantar a cabeça e pensar para a frente. Temos que corrigir esses erros para sábado.”

   Sem tempo para lamentações

            Sem muito tempo para digerir a derrota, a UFJF volta suas atenções para a próxima partida. No sábado, 06, às 19h, Juiz de Fora recebe o time de Maringá(PR), do experiente levantador Ricardinho.  A equipe paranaense ocupa o sexto lugar na tabela, com 11 pontos conquistados. A Federal está em décimo, fora da zona de classificação, com seis pontos.

JOGADORES:

 UFJF: Rodrigo Ribeiro (levantador), Bergamo (oposto), Ialisson e Guinter (centrais), Manius e Sérgio (ponteiros), Fábio Paes (líbero).

TÉCNICO: Carlos Augusto “Chiquita”

ENTRARAM: Gelli (levantador), Alemão (oposto), Victor Hugo (central) e Deivison (ponteiro).

SÃO JOSÉ

Gelinski (levantador), Kaio (oposto), Everton e Maicon (centrais), Bob e Juninho (ponteiros), Túlio (líbero).

ENTRARAM: Pedro (levantador), Jean (oposto) e Rodrigo (ponteiro).

TÉCNICO:  Alexandre Rivetti