SUPERLIGA 2012/ 2013- RJX está na final da competição

          por Luara Herédia

           A final da SUPERLIGA MASCULINA 2012/ 2013 está definida. Se de um lado o SADA/ CRUZEIRO venceu com facilidade as duas partidas da semifinal e aguardava o seu adversário, RJX X VIVO/ MINAS fizeram três ótimos jogos. No primeiro jogo,  a equipe carioca venceu no tie- break. No segundo jogo, o MINAS empatou a série vencendo por 3 x 0 em casa.

            Hoje, no terceiro jogo da série , o RJX voltou a jogar em casa e em mais um jogo eletrizante com a força da torcida soube fazer o mando de campo  e conquistou a vaga na final por 3 sets a 1.Parciais de 29 x 27, 25  x 17, 22 x 25 e 27 x 25. O central Lucão foi eleito o melhor jogador em quadra.

               A final entre RJX X SADA/ CRUZEIRO será no ginásio do Maracãnazinho , no dia 14/04, às 10h. A Globo transmite a partida ao vivo.

 

Imagem

RJX garante vaga na final da SUPERLIGA 2012/ 2013 e enfrenta o SADA/ CRUZEIRO na decisão

O JOGO

           O primeiro ponto do jogo, já demostrou o que seria um jogo> defesas, ataques e rallys.  O primeiro ponto do jogo foi do MINAS, no erro do ponteiro Dante. Thiago Alves, pela entrada de rede colocou o time carioca na frente: 2 x 1. Na jogada de meio, Maurício empatou o jogo: 3 x 3. Com dois pontos de bloqueio seguidas o time mineiro  abriu vantagem no placar: 6 x 4. O oposto Filip errou o ataque  e o RJX diminuiu a diferença. Na primeira parada técnica, o placar era 8 x 6, VIVO/MINAS. Na  volta do jogo, Théo marcou pela saída de rede: 8 x7.  NO erro de ataque de Lucarelli, o jogo ficou novamente empatado : 9 x 9. Filip recolocou o Minas na frente:  10×9. Após saque de Lucão, a bola voltou para o time carioca que errou a formação da jogada: 11 x 1 0, Minas.  O RJX teve a bola do contra-ataque para virar o set, mas cometeu o erro que virou ponto do Minas: 14 x 13. Após rally,  Quiroga cometeu o erro e o set ficou igual. No saque, o levantador Bruninho colocou o time carioca na frente. Na sequência, Dante no bloqueio colocou o time da casa com dois pontos de vantagem: 16 x 1 4.

           Dante, de novo colocou o time carioca com três pontos de vantagem. O Minas encostou no placar com Lucarelli: 19 x 18, RJX. Na bola de xeque, Filip empatou o set: 20 x 20. No erro de Thiago Alves, o VIVO/ MINAS passou a frente: 2 1 x 20.  No bloqueio duplo de Dante e Riad, o RJX retomou o placar, fazendo o técnico minastenista parar a partida : 22 x 2 1, RJX. O ponteiro da equipe carioca pisou na linha dos três e o set ficou igual de novo. Após o erro, Thiago Alves saiu para a entrada de Thaigo Sens. Quando o placar era 23 x23, o técnico Marcelo Fronckowiak pediu tempo. Empatado em 24 x 24, o  fim do  primeiro set seguiu emocionante. O levantador Evandro entrou para aumentar a rede do Minas. Lucarelli, no contra-ataque recolocou o Minas na frente: 25 x 24. Lucão deixou tudo igual: 25 x 25. Lucão, no bloqueio deu mais um set point para a equipe da casa: 26 x 25. O técnico, Horacio Dileo gastou sue segundo tempo técnico. No bloqueio, Thiago Alves fechou o primeiro set para o RJX: 29 x 27, em 36 minutos.

          2º set        

            No erro de saque de Dante, o Minas abriu o primeiro ponto. Após rally, Lucarelli cometeu o erro e o jogo empatou: 1 x 1. Outro erro do jovem ponteiro  e o time carioca passou a frente: 3 x 2. No bloqueio mineiro tudo igual novamente: 4 x 4. No contra-ataque, Théo colocou a bola no chão e a equipe carioca  abriu dois pontos: 6 x 4. Com dois bloqueios, um pela entrada e o outro pela saída o RJX foi para a parada técnica obrigatória com o dobro de pontos do adversário: 8 x 4. A equipe mineira errava demais e  Horácio Dileo parou a partida para conversar com sua equipe:10 x 5, RJX. O central Henrique marcou ponto de saque e diminuiu a diferença no placar para quatro pontos: 11 x 8. Em mais um erro do time minastenista, o RJX abriu novamente cinco pontos: 14 x 9. Na segunda parada técnica o placar era 16 x 1 1 a favor do RJX.

            No saque forçado de Riad, a bola voltou para o time carioca, na bola de xeque, Dante ampliou a vantagem do RJX. Horácio Dileo parou novamente a partida. NA sequência, o técnico promoveu a inversão do 5 x 1. O RJX demonstrou muito mais volume de jogo, mais sólido e Imagemerrando bem menos que o adversário, o time abriu oito pontos: 21 x 13. Com ampla vantagem e empurrados pela torcida a equipe carioca se encaminhava para vencer fácil o  set. O central Riad fechou o segundo set em 25 x 7, em 22 minutos.

 3º set

           O primeiro ponto do set foi do time carioca. No ponto de saque, Dante colocou o RJX com dois pontos de frente: 2 x 0.  No erro de Lucão, o Minas diminuiu a desvantagem: 3 x 2, RJX.  O VIVO/ MINAS continua mais irregular e cometendo muitos erros viu o adversário abrir vantagem no set: 7 x 4. No primeiro tempo técnico o placar era 8 x 5, para o time da casa. Filip, na largadinha marcou o sétimo ponto da equipe mineira: 9 x 7. O time carioca matinha três pontos de vantagem: 12 x 9. No bloqueio, o VIVO/ MINAS tentou reagir no set e encostou no marcador: 14 x 13, RJX. E usando novamente o bloqueio, o Minas empatou o set: 15 x 15. O MINAS foi com vantagem na segunda parada técnica: 16 x 15.  

           Filip, no saque ampliou a vantagem mineira para dois pontos : 19 x 17, o técnico da equipe carioca parou o jogo. No erro  de ataque de Théo, o Minas abriu Três pontos: 20 x 17.  Inversão de 5 x 1 no time carioca: Da Silva e Guilherme entraram  para o jogo no lugar de Bruno e Théo.  Thiago Sens entrou no lugar de Thiago Alves,  Fronckowiak parou o jogo para ajustar sua equipe. O placar marcava 22 x 19 para o VIVO/ MINAS. O oposto, Da Silva invadiu a quadra adversária e com isso o time mineiro fez: 24 x 20. No saque balanceado de Bruno, o líbero Lukinha errou a Imagemrecepção: 24 x 22, Horácio Dileo parou o jogo. Na sequência, o RJX cometeu erro  que deu o set para o adversário. Em 32 minutos, o Minas venceu por 25 x 22.

 

4º set            

            O central Maurício abriu o set para o Minas. Dante deixou tudo igual: 1  x1 . Henrique, pelo meio fez:  3 x 2, VIVO/ MINAS. No erro de ataque de Thiago Alves, a equipe minastenista abriu dois pontos:  5x 3. No bloqueio, o Minas abriu três pontos e o técnico do RJX, gastou logo um dos seus tempos técnicos. Na primeira parada técnica obrigatória, o placar era 8 x5 a favor dos visitantes. Após rally, Riad marcou o ponto no contra- ataque 8 x 6. Na sequência, o central fez ace  8 x 7. Após invasão por baixo do central Maurício ( que torceu o pé), o set voltou a ficar empatado: 8 x 8. Lucão colocou o RJX com dois pontos de vantagem: 11x 9. Horácio Dileo parou o jogo para reorganizar o time mineiro. Filip, pela saída de rede diminuiu a desvantagem mineira 12  x 11. No bloqueio, Henrique empatou o set. Depois do bloqueio do central Maurício, o Minas tinha dois pontos de vantagem: 16 x14.

Imagem

O aniversariante do dia, Henrique, não recebeu o presente que gostaria.
FOTO: CBV- ALEXANDRE ARRUDA

                Na volta do jogo, o Minas parou mais um ataque do time carioca: 17 x 14. O oposto Da Silva entrou no jogo no lugar de Théo. Lucarelli ampliou a vantagem mineira 18 x14. O ponteiro, Lucas Loh que se recuperou de uma lesão entrou na partida para sacar: 20 x 16, Minas. Lucão diminuiu a desvantagem dos cariocas para dois pontos e o técnico do VIVO/ MINAS pediu tempo para evitar a reação do adversário. O central Lucão, cresceu no set e virou mais uma bola para o RJX: 22x x 20, Minas. Da Silva , enfrentando o bloqueio duplo marcou para os donos da casa: 22 x 21, Minas. A comissão técnica do Minas atrasou a troca de jogadores e a equipe ficou sem o central na rede. Pelo lado do RJX, o central Uallas entrou  no lugar de Bruno para aumentar a rede. O placar era 24 x 23, Minas, Thiago Alves foi para o saque e empatou o set: 24 x 24. Na sequência, Da Silva deu o ponto do jogo  e da final para o RJX: 25 x 24. Lucarelli errou o saque e o time carioca teve mais um match point 26 x 25. A  equipe carioca fechou o set em 27 x 25 , o jogo por 3 x 1 e agora  enfrenta outro time mineiro, o SADA/ CRUZEIRO.

Imagem

VIVO/ MINAS: Marcelinho( levantador), Quiroga e Lucarelli ( ponteiros), Maurício e Henrique ( centrais),  Filip ( oposto) e o líbero Lukinha. Técnico Horacio Dileo

ENTRARAM: Evandro, Michel, Lucas Loh

 RJX:  Bruninho ( levantador) , Dante e Thiago Alves ( ponteiros), Lucão e  Riad (centrais). Théo (oposto) e o líbero Mário Jr. Técnico Marcelo Fronckowiak

ENTRARAM: Thiago Sens, Guilherme, Da Silva, Uallas

 

FOTOS: CBV 

 

Anúncios

Após o fim da Superliga 2011/2012 o volei brasileiro se prepara para as competições internacionais…

Com o término da Superliga 2011/2012 a atenção do voleibol brasileiro se volta para a disputa do Pré-Olímpico( Seleção Feminina), competição  que será em São Carlos(SP) entre os dias  9 ,10 ,11,12 e 13 de Maio. Enquanto isso a Seleção Masculina treina para a disputa da Liga Mundial.Para essa competição o técnico Bernardinho convocou no dia 27 de Abril os seguintes jogadores:

Opostos: Theo, Wallace e Renan e Leandro Vissotto ;

Ponteiros: Giba, Dante, Murilo, João Paulo Bravo, Maurício e Lucarelli ;

Centrais: Lucas, Sidão, Éder e Rodrigão;

Líberos: Serginho e Mário Junior;

    A surpresa  na lista ficou por conta de um nome bastante conhecido no volei mas que estava longe da seleção por 5 anos, Ricardinho está de volta e ao lado de Bruninho são os levantadores convocados.

    A seleção está reunida para treinos no  Aryzão, o Centro de Desenvolvimento do Voleibol, em Saquarema (RJ) , na próxima Segunda-feira ( 14.05) a equipe  embarca para a primeira fase da competição que acontecerá nos dias 18, 19 e 20 de Maio, em Toronto no Canadá. A seleção enfrentará nesta fase os donos da casa além de Finlândia e Polônia. De lá s seleção segue para a cidade de Katowice na Polônia onde joga dias 1º, 2 e 3 de junho contra os mesmos adversários. Na sequência volta ao Brasil e jogará nos dias 8, 9 e 10 de Junho em São Bernardo do Campo(SP) e encerra esta fase na  cidade de  Tampere , na Finlândia nos dias 15, 16 e 17 de Junho.

    A fase final da Liga Mundial 2012 será  na cidade de Sofia, na Bulgária , de 4 a 8 de julho. O Brasil  vai rumo ao DECA( décimo título da competição, o Brasil é a seleção que mais tem títulos).

FINAL SUPERLIGA- SADA/CRUZEIRO SE CONSAGRA CAMPEÃO

 Depois de conquistar o vice no campeonato no ano passado a equipe do Sada/ Cruzeiro conquistou o título da Superliga nessa temporada. A equipe mineira venceu de virada a equipe do Volei Futuro por 3 sets a 1 . Parciais de 24-26, 25-18, 25-13 e 25-19, o jogo foi disputado em São Bernardo do Campo – São Paulo.

 O jogo:

A equipe do Cruzeiro começou melhor na partida. O bloqueio funcionava bem e logo  abriu 3 X 0 mas o Volei Futuro empatou a partida. Com as duas equipes dispostas a dar o  melhor e ânimos a flor da pele houve um princípio de confusão em quadra que começou após o ponteiro cubano do time paulista Camejo comemorar de frente o ponto. Os jogadores do time mineiro não gostaram. Para evitar maiores confusões o  o árbitro aplicou cartão amarelo para o ponteiro Maurício ( do Sada/Cruzeiro) e para Camejo e Lorena do Volei Futuro. No primeiro tempo técnico a equipe mineira liderava por 8 X 6. O Cruzeiro era melhor na partida, forçando o saque e pontuando nos contra-ataques, o placar na segunda parada técnica era 16 x 12. O Volei Futuro foi atrás do resultado e empatou em 17 x 17. Jogando melhor o time do técnico Cézar Douglas passou na frente do marcador, Marcelo Mendez, técnico do Sada pediu tempo quando o placar era 21 X 19 para o time adversário. O final de set teve muito equilíbrio, porém, Lorena fez um ponto de contra ataque e fechou o set 26 x 24 Volei Futuro.

Igual ao primeiro set, a equipe do Sada abriu 3 x 0 no placar, vantagem que se estendeu até o primeiro tempo técnico: 8 x 5. Maurício teve uma ótima passagem pelo saque, com um bom passe e um ataque eficiente a equipe mineira a abrir distância no placar, 16 x 10. Com uma boa margem no set a equipe não deu chances para uma reação da equipe paulista, fim do 2 ° set: 25 x 18 e 1 set a 1.

Lorena, oposto do Volei Futuro sofreu uma contusão e precisou ser substituído.

Com moral após vencer bem o 2° set o Cruzeiro  jogou melhor, o ponteiro Filipe que não vinha pontuando no ataque começou a virar as bolas e aumentou o poder ofensivo da equipe mineira. O oposto Lorena, do Volei Futuro sofreu uma lesão e foi substituído por Leozão . Porém, a equipe do Sada seguia jogando muito bem e na segunda parada  vencia por 16 x 7. Assim foi só questão de tempo a equipe fechar o 3° set, 25 x 13 e virar a partida para 2 sets a 1. 

O Volei Futuro começou melhor o 4° set, era ganhar ou perder a grande final. Na primeira parada técnica o time paulista tinha 8 x 6 no placar. A equipe do Cruzeiro não estava querendo levar a partida para o set desempate  e  virou o jogo 10 x 9. Quando o placar era 14 x 13 para o Sada , o oposto Lorena voltou para a quadra.  As equipes trocavam pontos mas no fim do set a equipe mineira abriu 3 pontos: 20 X 17.   Na frente, o Sada precisou administrar o placar. E quando  o ponteiro do time mineiro Filipe foi para o saque no match point, deu um beijo carinhoso na bola e sacou.Resultado: ACE e fechou o set, 25 X 19 , o jogo por 3 sets a 1.Consagrando o SADA/ CRUZEIRO o grande campeão da edição 2011/2012 da Superliga.

Análise:

Depois de uma Superliga muito equilibrada nada mais justo que a equipe  que fez a melhor campanha na 1ª fase ( turno e returno) se sair a grande vencedora. O time mineiro que “bateu na porta” ano passado e conquistou o vice campeonato brasileiro manteve a base da equipe e foi recompensado nessa temporada.  William, o  levantador da equipe mostrou o porque do seu apelido “el mago” e foi o grande maestro da equipe.  Wallace, o “cubano-brasileiro” mostrou mais uma vez que merece continuar a ser convocado para a seleção do técnico  Bernardinho, um oposto jovem mas que sabe lidar com a pressão. o experiente Filipe foi fundamental na recepção e na garra. Douglas Cordeiro e seu ataque de meio  foram uma das maiores e mais eficientes armas do ataque celeste ao longo da competição. Acácio, o outro central  mais discreto( se é que aquele cavanhaque passa despercebido) foi outra peça fundamental, com bloqueios importantes em horas decisivas. O líbero Serginho jogou sua 9ª ( nona) final da Superliga e sua experiência, passe e recepção deram ao líbero o título de melhor passe na competição. Maurício, que enfrentou sérios problemas no início da temporada deu a volta por cima e na final chamou a responsabilidade para si e foi ( na minha opinião) o melhor em quadra na final.

Não posso esquecer de Daniel e Sanchez ( levantador e oposto) que sempre entravam na inversão de 5: 1 e contribuíram para muitos pontos da equipe mineira. Além dos outros jogadores: Alemão, Lucão, Lucas Loh, Rogério,Kachel, Hugo e Rafael  e toda a comissão técnica, representada pelo técnico Marcelo Mendez.

Parabéns, Sada/Cruzeiro,  grande campeão da Superliga 2011, 2012!

SEMIFINAL SUPERLIGA MASCULINA- No terceiro jogo Volei Futuro garante vaga na decisão

   

     Uma sexta feira 13 que vai ficar marcada( de forma diferente) para  Volei Futuro  e RJX. As duas equipes que buscavam uma vaga na final da Superliga se enfrentaram nessa noite de sexta no 3 jogo da semifinal, melhor para a equipe paulista que agora enfrenta o Sada/Cruzeiro na final.

O JOGO:

Impulsionado por Michael,destaque do 1 set, o  Volei Futuro começou o jogo de forma arrasadora, não dando chances para a equipe carioca. Com bons saques dos centrais Michael e Vini o time de ARAÇATUBA logo abriu uma ampla vantgem obrigando ao técico Marcos Miranda parar o jogo logo no início quando o placar mostrava 5 x 2  para o time da casa.

O VF  mantinha a folga no placar e na segunda parada técnica o placar era 16 x 9. Na volta do set, Michael aplicou mais um ace( terceiro dele no set)  provocando uma nova parada técnica da equipe carioca.

O time do RJX  sofreu alterações, Sens, Guilherme e Da Silva entraram no lugar de Chupita, Théo e Marlon, o time conseguiu melhorar no set mas não foi o suficiente. Vitória tranquila do Volei Futuro em 26 minutos  por 25 x 18.

No segundo set  o RJX entrou com uma postura diferente e logo abriu uma vantagem de 3 pontos, 3 x 0 mas o Volei Futuro foi buscar o placar, empatando o jogo em 5 X 5. Na primeira parada técnica 8 x 7  para a equipe do RJX. O jogo se manteve equilibrado mas no tempo técnico obrigatório o time de Araçatuba abriu 2 pontos, 16 x 14. 

A equipe carioca muito apática no jogo e Da Silva (oposto da  equipe carioca) não conseguindo virar suas bolas  contribuiu para a equipe paulista ampliar o placar 19 X 15 .O técnico do RJX parou o jogo para tentar acertar e acordar sua equipe, o time carioca até buscou uma reação mas embalados pela torcida o  Volei Futuro fechou  também o 2º set: 25 x 22, em 31 minutos.

O SET DA EMOÇÃO…

O 3º set  que podia decidir o confronto começou de forma confusa, sob pressão a equipe do RJX não soube controlar o emocional , Marlon  e Riad discutiram. Marcão parou o jogo para acalmar os ânimos dos seus jogadores mas não funcionou, Riad foi substituido e não quis nem ficar no banco, indo para o vestiário. A confusão desestabilizou mais a equipe carioca, no primeiro tempo obrigatório o placar era 8 X 5 para o Volei Futuro.

O experiente Dante  chamou a responsabilidade e disposto a incendiar a partida comandou a reação do RJX. Riad voltou e se juntou aos companheiros de time no banco mas Michael, novamente no saque impediu a reação da equipe carioca. As equipes se igualaram no placar, no segundo tempo técnico obrigatório o placar era 16 x 15 pro VF.

Vini, central do time de Araçatuba foi para o saque e com uma boa sequência abriu vantagm no placar, 18 X 15 mas dispostos a lutar até o fim o RJX igualou o marcador: 18 x 18. Novamente no saque( melhor fundamento da equipe paulista no jogo) dessa vez com Lorena, o time de Araçatuba abriu 2 pontos mas com o bloqueio o RJX foi buscar. Com o placar  igual, 22 x 22 as duas equipes mostravam nervosismo, 24 x 24. 

O jogo seguiu com as duas equipes tendo oportunidades de fechar. De um lado o bloqueio do RJX do outro os saques poderosos do Volei Futuro, no placar 28 X 28. Depois de 43 minutos, RJX consegue fechar o set, 31 x 29.

O 4º set foi o que  mais começou equilibrado no confronto e o momento de perder a cabeça ficou por conta do time da casa, Ricardinho não gostou de uma comemoração do central Lucão e  se exaltou, juiz advertiu o levantador e capitão do time de Araçatuba.

O Volei Futuro não estava afim de levar o jogo para o 5º e último set. O cubano Camejo comandou a equipe que logo abriu 14 X 9 no placar. Depois de um bloqueio simples do Dentinho o time da casa tinha 16 X 11 no marcador.  O bloqueio do VF tocou em todos os ataques da equipe do RJX, a equipe já tinha marcado 15 pontos nesse fundamento e sete pontos de vantagem. Com tudo dando certo para a equipe paulista

ANÁLISE:

Volei Fututo veio com uma tática certa; forçar o saque para impedir o passe e evitar que Marlon fizesse as bolas de primeiro tempo. Vini e Michael com saques forçados e que muitas vezes no jogo se transformaram em ACE foram fundamentais nessa bela vitória do time de Araçatuba.

O RJX pecou muito, o lado emocional falhou na hora crucial o que prejudicou e muito a equipe carioca.

A final está formada SADA/ CRUZEIRO x VOLEI FUTURO ( primeiro e segundo colocados respectivamente na fase de classificação da Superliga 2011/2012 ) vão em busca do título. Certo desse confronto mesmo só que teremos um vencedor inédito…

SEMIFINAL- SUPERLIGA MASCULINA

No duelo mineiro , Vivo/Minas e Sada/Cruzeiro se enfrentaram em busca de uma vaga na final. A equipe minastenista era uma “surpresa” na semifinal pois muitos  não apontavam a equipe como uma das quatro favoritas ao título. Do outro lado, a equipe cruzeirense, melhor colocada na competição buscava  permanecer com a boa fase e entrou em quadra disposta a inverter o placar do  duelo das equipes nessa Superliga 2011/2012, já que tanto no turno e no returno o Minas venceu o confronto.

E a equipe do Cruzeiro foi superior, no 1° jogo em Contagem a equipe aplicou um 3 X 1 e jogou a responsabilidade para a equipe do Minas ganhar em casa para permanecer viva na competição, mas não foi  isso que aconteceu.  Jogando em casa  a equipe não conseguiu jogar bem e foi superada por 3 x 0 , os 300 trocedores do Sada cantaram e comemoraram no território do Minas que contava com cerca de 3000 torcedores.

Volei Futuro X RJX se enfrentaram primeiro em Araçatuba e o time visitante atropelou, aplicou um 3 x 0 e teve a oportunidade de garantir a vaga na final da Superliga em casa.

No segundo jogo, o Maracanãzinho estava lotado, cerca de 11mil torcedores empurrando a equipe carioca mas o Volei Futuro queria estragar a festa e assim, depois d eperder o 1 set, venceu os 3 seguintes e obteve o direito de fechar a série em casa.

O  3° e último jogo será amanhã, 13 de Abril, às 21horas, no Ginásio Plácido Rocha,o canal  Sportv transmite a partida. Quem vencer enfrentará o Sada/ Cruzeiro na final da Superliga 2011/2012 em um jogo único.

RESULTADOS- QUARTAS DE FINAL

No confronto entre  o 1° colocado e o 8° quem previa vidá fácil para o Sada/ Cruzeiro se eganou! A equipe do São Bernardo, liderada pelo gigante( 2,17m) oposto Renan lutou bravamente  e vendeu cara a derrota no terceiro jogo.

No confronto entre os tetracempeões da competição, o Vivo/Minas levou a melhor no duelo contra o Cimed/ Sky. Depois de perder o primeiro jogo em Florianópolis e estar perdendo o segundo jogo em Belo Horizonte por 2 sets a 0, a equipe minastenista conseguiu vencer os três sets seguintes e alongar a disputa pro terceiro jogo. O confronto 3 foi no Ginásio do Capoeirão, em Floripa! Mas a equipe do Minas cresceu na competição e levou o jogo e a classificação depois de vencer um tie-break emocionante.

Sesi, o atual vencedor da Superliga enfrentou o RJX  que vinha de uma campanha irregular na competição. Mas a equipe carioca que conta com grandes nomes do voleibol como Lucão, Théo, Dante e Marlon soube usar a experiência a seu favor e venceu os 2 jogos no tie-break e eliminou o time paulista.

No duelo dos paulistas,  Volei Futuro e Campinas fizeram o jogo mais morno de todos, o time de Araçatuba liderado pelo levantador Ricardinho passou com autoridade pelo time do Medley.

SUPERLIGA MASCULINA- PLAYOFFS- QUARTAS DE FINAL…

Após 132 jogos da 1ª fase( turno e returno) da Superliga Masculina de Volei tem ínicio hoje a fase dos playoffs com as 8 primeiros equipes classificadas na competição. Todos os jogos dessa fase terão transmissão do canal SPORTV

O  líder SADA/CRUZEIRO abre as quartas de final enfrentando a equipe do BMG/SÃO BERNARDO que se classificaou em oitavo lugar, jogo é em Contagem, MG, às 21h.

Sábado, às 21: 30h tem o confronto dos maiores vencedores da Superliga, o confronto dos tetracampeões CIMED/SKY x VIVO/MINAS,  a equipe catarinense ficou em 4 º lugar e tem a vantagem de fazer dois jogos em casa, o primeiro jogo será no ginásio do Capoeirão em Floripa.

 

Domingo,meio dia, o atual campeão SESI  de Murilo, Serginho e Sidão vai ao Maracanãzinho enfrentar a equipe do RJX que conta com os jogadores de seleção Lucão, Marlon, Théo e Dante, promete ser um duelo muito equilibrado.

 

E no último jogo o VOLEI  FUTURO no domingo ,às 21: 30h enfrenta o MEDLEY/ CAMPINAS, o primeiro jogo será em Araçatuba, SP no ginásio Plácido Rocha.

 

Se a Superliga 2011/2012 já foi a mais equilibrada de todas as edições , os jogos valendo vaga para as semifinais da competições prometem. Quem ganha é o torcedor.