Apostando na base, JF Vôlei inicia a temporada 2018/2019 com novidades

DSC00123-2.jpgO fim de tarde chuvoso em Juiz de Fora foi a trilha sonora do recomeço do JF Vôlei. Ontem (1), a equipe mineira se reapresentou para a temporada 2018/2019 com novidades após o rompimento da parceria com o Sada/Cruzeiro. “Conseguimos montar um grupo que, para mim, é um grupo fantástico. Estudamos bastante e fomos pontuais nas contratações. É uma alegria e responsabilidade muito grande, são meninos jovens, com um futuro promissor dentro do vôlei. O principal objetivo é fazer com que eles cresçam como atletas”, disse o novo treinador Marcos Henrique, que atuou como auxiliar na temporada passada.

Dentre os novos atletas, dois rostos conhecidos: o levantador Tarik e o líbero Athos. Tarik defendeu o JF Vôlei ao lado do irmão, o líbero Tatinho, na temporada 2015/2016. “Depois que saí de Juiz de Fora eu rodei bastante: fiquei três anos em São Paulo, voltei pra cá, fui jogar no Brasil Kirin [hoje Vôlei Renata], e fiquei os dois últimos anos em Goiânia jogando a Superliga B. Vou tentar ao máximo ajudar os meninos mais novos – claro, eu sou novo também, tenho muito a aprender – mas toda a bagagem que eu conquistei durante todo esse tempo eu vou tentar passar pra eles, pra que o grupo consiga crescer de forma conjunta”, disse o levantador de 22 anos.

JF Volei 3 x 2 Voleisul/Paqueta Esportes - 09.01.2016

Tarik (à esquerda) e o irmão Tatinho (1) atuaram juntos na equipe mineira (Foto: Lucilia Bortone/Sacandoovolei – arquivo)

Mineiro e Superliga B
Rebaixado para Superliga B, o JF Vôlei espera entrar em quadra pela competição nacional em janeiro de 2019. Enquanto isso, os juiz-foranos aguardam a confirmação das datas do Estadual, previsto para o próximo mês. Segundo o diretor Maurício Bara, o grupo não está fechado, abrindo possibilidades para novas contratações, que, por sua vez, dependem de recursos vindo de patrocínios. Com o calendário ainda em aberto, o JF Vôlei estuda a realização de amistosos e participações em outros torneios, inclusive o Campeonato Carioca.

 

Confira abaixo o elenco do JF Vôlei:

Levantadores: Léo Rocha e Tarik Bellini;
Ponteiros: Antony Gabriel, Thiago Guilherme e Vitor Henrique;
Oposto: Chizoba;
Centrais: Lucas de Oliveira e Symon Lima;
Líbero: Athos Machado.

Atletas da categoria de base que vão integrar o elenco: Pedro Henrique (Central/Ponteiro), Joel Machado (Central/Oposto) e Álvaro Gonçalves (Líbero).
Atletas da categoria de base que irão compor os treinamentos: Diego Almeida, Gabriel Spinelli e Yan Foresti.

Comissão Técnica
Técnico: Marcos Henrique;
Preparador Físico: Vinicius Figueiroa;
Fisioterapeuta: Lucas Mostaro;
Médico: Oseas Joaquim;
Auxiliares Técnicos: Fernanda Brandão, Marcos Vinicius e Saulo Oliveira;
Analista de Desempenho/Auxiliar: José Augusto

 

Anúncios

Superliga B começa no dia 16 de janeiro

A Confederação Brasileira de Voleibol (CBV) confirmou para 16 de janeiro o início da disputa da Superliga B. Serão oito equipes no feminino e 13 no masculino na busca por uma vaga na 1ª divisão da modalidade. A data prevista para a final de cada naipe é 19 de março.

Esta edição marca a participação de quatro clubes conhecidos por sua atuação no futebol: Flamengo e Botafogo (masculino), e Fluminense e Sampaio Corrêa (feminino).

Além de Flamengo e Botafogo, também disputarão o título: São Bernardo Vôlei (SP), equipe de base do Sesi-SP, Sandro André (AP), Caramuru (PR), ItajaíProVôlei – FMEL – Unificado – Shopmasp (SC), Blumenau (SC), ASPMA Araucária (PR), equipe de base do Sada Cruzeiro (MG), Montecristo (GO), Upis (DF) e Uberlândia/Gabarito (MG).

No feminino, além de Fluminense e Sampaio Corrêa, estarão na disputa: Uniara/Araraquara (SP), Cascavel (PR), São José dos Campos (SP), ACV/Chapecó (SC), São José dos Pinhais (PR) e Vôlei Itabirito (MG).

Em 2015, as vagas ficaram para o Bento Vôlei, no masculino, e com o Vôlei Bauru, no feminino.

 

Com informações da CBV