Invicto e sem perder sets, Zenit Kazan finalmente conquista o Mundial de Clubes

Após esbarrar no Sada Cruzeiro em duas oportunidades, o Zenit Kazan finalmente levantou o troféu de campeão do Mundial de Clubes. Campeão invicto e sem perder um set em toda a competição em 2017, a equipe russa superou o Lube Civitanova por 3×0 (27×25, 25×22, 25×22).

Pode não ser o estilo de jogo mais bonito, porém é eficiente. Mesmo com os atacantes abaixo do ideal, o Zenit conseguiu aproveitar contra-ataques no momento certo no 1º set e o alto número de erros dos italianos, além de dificultar a vida do líbero Grebennikov durante toda a partida. “Agora tenho duas pratas e o ouro. Não lembro da última vez que estive tão feliz quanto agora. O título da Champions League foi ótimo, todos estavam felizes, mas a vitória de hoje [ontem] era o objetivo principal. Sempre foi difícil jogar contra os campeões brasileiros, mas finalmente os vencemos [na semifinal]”, disse o líbero russo Verbov.

Do lado italiano, o treinador Giampaolo Medei não escondeu a decepção da derrota. “Com certeza não estamos felizes com o resultado, porque acho que jogamos no mesmo nível dos nossos oponentes. Mas perdemos por 3×0. Tivemos algumas chances, especialmente durante o 1º set e não as usamos. Meu time queria jogar pelo 1º lugar aqui, mas resumindo todo o torneio nós fizemos um trabalho incrível no Mundial de Clubes. Jogamos hoje [ontem] um bom voleibol contra provavelmente o melhor time do mundo, então estou confiante sobre o futuro”, avaliou Medei.

lube_sada.jpg

Sada conquista o bronze e Juantorena é o MVP

Sem tempo de remoer a derrota na semifinal, o Sada Cruzeiro se recompôs e conquistou o 3º lugar no Mundial vencendo o Skra Belchatow. “Para nós foi um grande prazer jogar em um lugar tão incrível. A 3ª posição é algo importante, porque foi muito difícil defender o título, então estamos muito felizes”, disse o capitão cruzeirense Filipe.

mundial-de-clubes2017_selecao.jpgCom tantas estrelas no campeonato, não foi surpresa a escolha do time dos. Com Juantorena conquistando seu 4º título de MVP no Mundial, os cubanos foram maioria na seleção: Leon (Zenit Kazan) e Leal (Sada Cruzeiro) foram os melhores ponteiros, e Simon (Sada Cruzeiro) um dos melhores centrais. A seleção se completou com o levantador Butko (Zenit Kazan), o meio-de-rede Samoylenko (Zenit Kazan), o líbero Grebennikov (Lube Civitanova) e o oposto Sokolov (Lube Civitanova).

Com informações da FIVb
Fotos: FIVb

Anúncios

[Mundial de Clubes] Com organização tática e saque potente, Civitanova vence Sada Cruzeiro em sets diretos

O primeiro dia do Mundial de Clubes Masculino, realizado na Polônia, prometia grandes duelos, principalmente a partida entre o atual campeão Sada Cruzeiro e o Lube Civitanova. Solta em quadra, a equipe italiana fez um sonoro 3×0 (25×21, 25×16, 25×18) nos cruzeirenses, que estiveram bem longe do que nos acostumamos a ver e cederam 22 pontos em erros aos italianos.

A equipe do Civitanova conseguiu anular os brasileiros principalmente no saque e na boa distribuição de jogo do levantador Christenson, mesmo com Juantorena sendo o grande alvo dos saques do Cruzeiro. O grande destaque da partida foi o oposto Sokolov responsável por 20 pontos, sendo seis de saque.

Além da má atuação, a equipe brasileira ainda foi responsável por uma discussão acalorada. Durante um pedido de tempo, já no final da partida, o ponteiro Leal e o líbero Serginho se desentenderam e Marcelo Mendez os tirou de quadra.

Na outra partida do Grupo A, a equipe polonesa Zaksa Kedzierzyn-Kozle precisou suar para passar pelo Tehran VC por 3×2. Após estar perdendo por 2×0, o saque do Zaksa passou a entrar no 3º set e marcou a virada da equipe polonesa no jogo. Confiante na recuperação, os locais conseguiram levar a partida para o tie-break e vencer o Tehran VC de virada.

Amanhã (13), o Sada Cruzeiro busca a recuperação e pega o Tehran VC, às 17h30, com transmissão do Sportv2. Mais cedo, às 14h30, Zaksa Kedzierzyn-Kozle enfrenta o Lube Civitanova.

ZenitKazan.jpgPra variar, Zenit vence sem brilho
No Grupo B, o Zenit Kazan fez o de sempre no Mundial, jogou o bastante para não deixar o Personal Bolívar com chances. A equipe russa segurou o jogo trocando pontos até a metade de cada set e atropelou os argentinos no bloqueio depois das paradas técnicas do 16º ponto.

Fechando a primeira rodada no grupo sediado em Lódz, o Skra Belchatow não teve dor de cabeça para fazer 3×0 no Shanghai VC, que conta com o ponteiro Facundo Conte, estrela da seleção argentina, como referência da equipe. “Foi muito importante impor rapidamente um ritmo de jogo, porque era nossa primeira partida. Skra mostrou que é um time bom. Colocamos muita pressão no saque, mas, para ser honesto, cometemos muitos erros”, avaliou o italiano Roberto Piazza, treinador do Belchatow.

Confira a tabela do Mundial de Clubes 2017:

12.12.2017
Grupo A – Sede: Opole
Zaksa Kedzierzyn-Kozle 3 x 2 Tehran VC (19×25, 20×25, 25×16, 31×29, 17×15)
Sada Cruzeiro 0 x 3 Lube Civitanova (21×25, 16×25, 18×25)

Grupo B – Sede: Lódz
Zenit Kazan 3 x 0 Personal Bolívar (25×20, 25×19, 25×17)
Skra Belchatow 3 x 0 Shanghai VC (25×18, 25×19, 25×21)

13.12.2017
Grupo A – Sede: Opole
14h30 – Zaksa Kedzierzyn-Kozle x Lube Civitanova
17h30 – Tehran VC x Sada Cruzeiro

Grupo B – Sede: Lódz
14h30 – Zenit Kazan x Shanghai VC
17h30 – Skra Belchatow x Personal Bolívar

14.12.2017
Grupo A – Sede: Opole
14h30 – Zaksa Kedzierzyn-Kozle x Sada Cruzeiro
17h30 – Lube Civitanova x Tehran VC

Grupo B – Sede: Lódz
14h30 – Shanghai VC x Personal Bolívar
17h30 – Skra Belchatow x Zenit Kazan

Com informações da FIVB
Fotos: FIVB

ZenitKazan.jpg

Mais forte e repleto de estrelas, Mundial de Clubes começa amanhã (12)

A espera acabou. O Mundial de Clubes Masculino começa amanhã (12) na Polônia e de cara já teremos confrontos diretos por uma vaga nas semifinais da competição. Defendendo o título, o Sada Cruzeiro enfrenta o Lube Civitanova, atual campeão italiano, às 17h30 (horário de Brasília), pelo Grupo A. “Estou feliz que estamos aqui para jogar contra as melhores equipes do mundo. Sabemos que temos um bom time, então esperamos fazer nosso melhor”, disse o treinador do Civitanova, Giampaolo Medei. A partida terá transmissão do Sportv2.

CoachesofparticipatingteamsofgroupAinOpoleGiampaoloMedeiLubeMarceloMendezSadaCruzeiroMostafaKarkhanehTehranAndreaGardiniZaksa.jpgTambém pelo Grupo A, o time polonês do Zaksa Kedzierzyn Kozle enfrenta o Teheran VC, às 14h30 (horário de Brasília). A equipe polonesa é comandada por um dos maiores nomes do voleibol italiano: Andrea Gardini. Para Gardini, o campeonato é uma grande oportunidade para o time, que ocupa a vice-liderança na Plus Liga e é a atual bicampeã nacional. “Estamos orgulhosos de poder fazer parte deste torneio [Mundial]. Estou feliz por ser realizado na Polônia e tenho certeza de que os espectadores nos apoiarão. Espero que possamos jogar a semifinal”, comentou Gardini durante a coletiva dos treinadores e capitães.

Enquanto o Grupo A joga em Opole, o Grupo B realiza seus jogos em Lódz e também terá boa briga pelas duas vagas nas semifinais. Assim como na outra chave, a abertura já promete ser um grande jogo. Vice-campeão em duas oportunidades, o Zenit Kazan enfrenta o Personal Bolívar, a partir das 14h30 (horário de Brasília). “É uma grande honra participar da competição. Acredito que o nível deste torneio está bem alto. Será uma grande celebração do nosso esporte e uma importante oportunidade para vencermos o Mundial de Clubes pela primeira vez”, disse Vladimir Alekno, velho conhecido dos brasileiros e técnico do Zenit.

A primeira rodada se completa com a estreia do Skra Belchatow, outra equipe polonesa classificada para o Mundial, que enfrenta o Shanghai VC, às 17h30 (horário de Brasília). No banco do Belchatow teremos ainda o ídolo polonês Michal Winiarski que encerrou a carreira como jogador na última temporada atuando pelo próprio Belchatow e agora é assistente de Roberto Piazza na equipe.

Com informações da FIVB.
Fotos: FIVB

[Mundial de Clubes] Clubes conhecem adversários da primeira fase

Atualmente em excursão pela Argentina, o Sada Cruzeiro, tricampeão mundial, conheceu na última semana os seus adversários na primeira fase do Mundial de Clubes 2017. O torneio, que será realizado na Polônia entre os dias 11 e 17 de dezembro, contará com dois representantes locais (SKRA Belchatow, convidado, e Zaksa Kedzierzyn-Kozle, campeão polonês), Zenit Kazan (campeão europeu), Teheran VC (campeão asiático), Lube Civitanova (campeão italiano), Bolivar (campeão argentino) e Shanghai (convidado), além do clube brasileiro.

No grupo A, cuja sede será Opole, estão: Zaksa Kedzierzyn-Kozle, Sada Cruzeiro, Lube Civitanova e Teheran VC. “Vai ser um torneio muito disputado. Nosso grupo é muito forte, com os campeões italiano e polonês, com grandes jogadores nas duas equipes, além do time do Irã, que tem muitos atletas da seleção e destaques estrangeiros também. Com certeza este será um torneio muito mais difícil que o Mundial que disputamos em 2016. Temos que nos preparar muito para chegar bem. Será uma sequência de jogos muito pesada e temos que jogar cada um como se fosse uma final”, avaliou o técnico Marcelo Mendez.

No grupo B, sediado em Lodz, temos: Belchatow, Zenit Kazan, Bolivar e Shanghai. Os dois melhores de cada grupo avançam à fase final que será realizada em Cracóvia. “Acredito que não falte uma equipe, estão os melhores da cada continente e consequentemente este será, sem dúvidas, o melhor Mundial de Clubes da história. O nível é muito exigente”, disse o jogador do Bolivar, Guillermo García.

GetImage

 Com informações da FIVb, Sada Cruzeiro e Personal Bolivar.

[Mundial] Sada Cruzeiro atropela Zenit Kazan e conquista o tricampeonato mundial

O Sada Cruzeiro conquistou o título do Mundial de Clubes pela terceira vez na história. Em Betim (MG), neste domingo (23), o time brasileiro venceu o Zenit Kazan, da Rússia, por 3 sets a 0, parciais de (25-21, 25-23, 25-15), em reedição da final do ano passado, que também foi vencida pelos cruzeirenses.

aaa

_ o cubano naturalizado brasileiro Leal foi o principal pontuador da partida. (Foto: FIVB)

Em final recheada de estrelas do voleibol mundial, o ataque foi o destaque da partida, com domínio dos mineiros, 38 contra 26 dos russos. O oposto Evandro com 60% de acertos e 14 pontos foi o maior pontuador da partida decisiva, seguido de perto do ponteiro Leal, com 13 acertos. Do lado do Zenit, Leon foi o principal pontuador, com 13 pontos e o oposto Mihaylov marcou 10 vezes. O norte americano Matt Anderson, foi o destaque negativo do confronto, com apenas cinco pontos.

 

O JOGO

 A partida começou com o oposto Evandro virando todas as bolas quando acionado (5×3). Com a recepção cruzeirense bem, o levantador William optava pelas jogadas rápidas pelo meio com o central Simón (16×13). Se do lado brasileiro o ataque era muito eficiente com destaque para Rodriguinho, e Leal, pelo lado russo Anderson e Mikhaylov enfrentavam uma certa dificuldade em pontuar (19×15). O cubano naturalizado polonês Leon chamou a responsabilidade e diminuiu a desvantagem do Zenit (22×20), mas o Kazan voltou a falhar e viu o Sada vencer o primeiro set (25×21).

 2º set

llllllllllllll.jpg

_ Leon(9), foi o atacante mais eficiente do time do Zenit. (Foto:FIVB)

O Zenit Kazan voltou com uma outra postura para a segunda parcial e logo impôs uma boa margem (3×7), fazendo com que o técnico Marcelo Mendez parasse a partida logo no início. O tempo fez bem aos cruzeirenses que voltaram mais ligados e com uma sequência de cinco pontos viraram o marcador (8×7).  Daí por diante o set seguiu equilibrado e só houve uma vantagem após Simón parar o ataque de Anderson (19×17). A jogada fez bem para o Sada que voltou a se impor e, no ataque de Evandro que explorou o bloqueio adversário, o Cruzeiro fechou mais um set da final (25×23).

 

3º set

Com os times se revezando na liderança do placar (10×10), foi o início mais equilibrado da grande final. Os cubanos Leal e Leon seguiram sendo os destaques no ataque de Cruzeiro e Zenit, respectivamente.  Cuba ainda teve outro destaque, o meia Simón, do Cruzeiro, que no bloqueio deu vantagem para os mineiros (13×11). Com a arquibancada inflamada e incentivando o Sada, os jogadores respondiam em quadra e ampliavam a diferença (20×14).  O time do Zenit sentiu a pressão e não conseguiu reagir, o resultado foi um massacre celeste, que fechou o set com dez pontos à frente (25×15) e se consagrou tricampeão mundial de clubes.

triiiiiiiiiiiiiiii

_ Jogadores cruzeirenses vibram com mais um ponto. (Foto: FIVB)

EQUIPES:

Sada Cruzeiro: William, Evandro, Rodriguinho, Leal, Isac, Simón e Serginho

Entraram: Cachopa, Renan

Técnico:  Marcelo Mendez

Zenit Kazan:  Butko,Mikhaylov, Leon, Anderson,Ashchev, Volvich e Verbov

Entraram: Kobzar, Sivozhelez, Gutsalyuk,

Técnico:  Vladimir Alekno

SELEÇÃO DO CAMPEONATO:

Confira quais foram os jogadores que se destacaram nas estatísticas e foram eleitos na seleção do Mundial:

wwwwwwwwww

_  Com atuação acima da média durante todo o campeonato, William Arjona( Sada Cruzeiro) foi eleito o MVP, o jogador mais valioso do Mundial de Clubes. (Foto: FIVB)

Levantador: Giannelli( Trentino)

Ponteiros: Leal(Cruzeiro) e Leon ( Zenit)

Centrais: Volvich (Zenit) e Crer (Bolívar)

Líbero: Serginho (Cruzeiro)

Oposto: Evandro (Cruzeiro)

MVP: William (Cruzeiro)

 (Foto: Reprodução Facebook Sada Cruzeiro Vôlei)

[Mundial de Clubes] Enquanto Sada segue 100%, Minas sofre segunda derrota

alexisgonzlezofbolivarencourageshisteammatesO segundo dia do Mundial de Clubes começou com o clássico argentino UPCN e Bolívar. Em sua estreia na competição, o time comandado por Javier Weber fez 3×1 no UPCN em um duelo emocionante, com parciais de 33×31, 22×25, 30×28 e 27×25. “Estou muito feliz porque esta foi uma partida importantíssima para nós, muito emocional em vários aspectos. Viemos de um torneio ruim na Argentina na última semana e precisávamos jogar como jogamos hoje contra novo arquirrival, um time bem formado e preparado. Trabalhamos bem nos contra-ataques e apesar de não termos marcado muitos pontos, estivemos fortes mentalmente para trabalhar as jogadas”, avaliou Weber.

Sem poder contar com o ponteiro Filipe, que se lesionou na partida de ontem (18), o Sada Cruzeiro não teve dificuldades para vencer o Tala’ea El-Geish. A equipe brasileira fez 3×0, com parciais de 25×18, 25×20, 25×15. “Estamos jogando muito bem, mas penso que temos melhorar bastante ainda nosso saque, nosso ataque, temos que melhorar. O Zenit Kazan é um dos favoritos e temos que jogar muito bem para enfrentá-los. Meu compatriota Leon é um grande jogador, e não somente ele, mas todo o time. Mas temos que trabalhar bem e fazer nosso jogo amanhã”, afirmou o central Simon.

Mais cedo, o Minas não conseguiu se recuperar da derrota para o UPCN e caiu diante o Trentino por 3×0 (25×23, 25×19, 25×23). O time de Belo Horizonte segue sem vencer um set e olha de longe o sonho de uma vaga nas semifinais.

O Mundial de Clubes segue com transmissões ao vivo da Federação Internacional e dos canais ESPN e Sportv.

Resultados

Terça-feira – 18/10

Zenit Kazan 3 x 0 Tala’ea El-Gaish

Minas Tênis Clube 0 x 3 UPCN San Juan

Sada Cruzeiro 3 x 0 Taichung Bank

Quarta-feira – 19/10

Bolívar 3 x 1 UPCN San Juan

Diatec Trentino 3 x 0 Minas Tênis Clube

Sada Cruzeiro 3 x 0 Tala’ea El-Gaish

Quinta-feira – 20/10

15h – Tala’ea El-Gaish x Taichung Bank

17h30 – Diatec Trentino x Bolívar

20h – Sada Cruzeiro x Zenit Kazan

Sexta-feira – 21/10

15h – Bolívar x Minas Tênis Clube

17h30 – Zenit Kazan x Taichung Bank

20h – UPCN San Juan x Diatec Trentino

Sábado – 22/10 – Semifinais

15h – 1º do Grupo A x 2º do Grupo B

18h – 2º do Grupo A x 1º do Grupo B

Domingo – 23/10 – Final

14h – Disputa de 3º lugar

16h15 – Decisão

Grupo A

Sada Cruzeiro (BRA)

Taichung Bank (TPE)

Tala’ea El-Gaish (EGY)

Zenit Kazan (RUS)

Grupo B

Bolivar (ARG)

UPCN San Juan (ARG)

DIATEC Trentino (ITA)

Minas Tênis Clube (BRA)

Com informações da FIVb e Sada Cruzeiro
Fotos: FIVb

[Mundial] Sada Cruzeiro estreia com vitória; Minas é derrotado

Em menos de uma hora, o Sada Cruzeiro, atual campeão do Mundial de Clubes fez o dever de casa e venceu o Taichunk Banco, do Taipé Chinês, por 3-0 (25×10, 25×16, 25×13), em partida disputada no ginásio Divino Braga, em Betim (MG).

A superioridade cruzeirense era visível, o que foi demonstrado nos números da partida. Foram 11 pontos de saque dos brasileiros contra apenas um dos asiáticos. No ataque a diferença fica ainda mais evidente, foram 44 pontos nesse fundamento para o Sada e apenas 18 do adversário. O maior pontuador da partida foi o ponteiro Leal, com 16 acertos e 80% de aproveitamento de ataque.

taichungbankschienchenchenspikesagainsttheblock

_ Leal foi o destaque do confronto. (Foto: FIVB/Divulgação)

Com a partida longe de ser complicada, o técnico Marcelo Mendez aproveitou para mexer bastante em sua equipe, dando a chance para o ponteiro Rodriguinho, o levantador Cachopa e o oposto Renan atuarem mais na partida.  Nesta quarta-feira (19), às 19h, o Cruzeiro volta à quadra, desta vez diante do Tala’ea El-Gaish, do Egito.

Minas estreia com derrota para argentinos

 O time minas-tenista foi superado pelo UPCN da Argentina por 3 sets a 0(25×22, 25x 18 e 25x 18).

Com dificuldades em parar os ataques do oposto búlgaro Nikolay Uchikov e do meio de rede Martin Ramos, que marcaram 12 e 11 pontos, respectivamente, o time brasileiro

yordanbissetofminastenisclubefacesthedoubleblock-1

_Bisset foi o maior pontuador, mas não impediu a derrota do Minas. (Foto: FIVB/Divulgação)

pareceu nervoso em quadra e cometeu muitos erros. Mesmo com a derrota, o oposto cubano Yordan Bisset foi o maior pontuador do jogo, com 13 pontos de ataque.

A derrota dificultou o caminho do Minas na competição, para continuar sonhando com uma classificação, os mineiros precisam vencer nesta quarta-feira (19), o Trentino, sendo que a equipe italiana é um dos favoritos a conquistar o Mundial. A partida será às 16h30, com transmissão do Sportv e Espn +.

Zenit Kazan vence com facilidade

No jogo de abertura do Mundial de Clubes, o time russo do Zenit Kazan, atual campeão europeu e um dos favoritos ao título, não encontrou dificuldades para vencer o Tala’ea El-Geish do Egito por 3 a 0 (25×14,25×19 e 25×15).

maximmikhaylovofzenitkazanspikesovertheblock

_ O oposto Mikhaylov  ataca por cima do bloqueio egípcio para marcar mais um ponto. (Foto: FIVB/Divulgação)

Recheados de astros do voleibol mundial, como o cubano naturalizado polonês Wilfredo Leon, o americano MattAnderson, além do russo Maxim Mikhaylov, que foi o maior pontuador do confronto com 11 pontos, o Zenit foi superior em todos os fundamentos, com destaque para o bloqueio, 10 pontos contra zero dos adversários.

Com o resultado, Zenit e Sada Cruzeiro lideram o grupo A, com três pontos conquistados. Os russos folgam na quarta-feira (19) e na quinta-feira (21), às 20h, têm um duelo direto pela liderança com o Sada Cruzeiro, atual campeão mundial.